Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Tratamento endodôntico em dentes molares

1,636 views

Published on

TRATAMENTO ENDODÔNTICO EM MOLARES

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

Tratamento endodôntico em dentes molares

  1. 1. ENDODONTIA II TRATAMENTO ENDODÔNTICO EM DENTES MOLARES o Sistema de canais radiculares: Erro: Pensar que o cimento quanto mais fluido melhor, está errado, pois ele fica só na coroa e não tem força para extravasar. O coto pulpar é quando há uma instrumentação além do ápice, e é um tecido que se removido e selado, ele vai se recuperar novamente. O ideal é obturar até o ápice. Mas, deve chegar apenas o cimento até o ápice, a guta- percha deve sempre ficar 1mm aquém. Ramificação do canal principal: A comunicação entre a polpa e os tecidos periodontais pode ocorrer por meio de canais laterais, secundários ou acessórios. A presença de canais laterais contaminados e não preenchidos pela obturação pode ocasionar e perpetuar uma lesão periodontal. Uma boa instrumentação, irrigação e uma boa técnica de obturação são importantes para limpar as ramificações. Existe também o canal cavo inter radicular, presente em molares superiores e inferiores. Ele se encontra no assoalho da câmara pulpar, saindo deste e percorrendo a dentina inter radicular até alcançar o ligamento periodontal. o Variações anatômicas: Quanto ao número de canais Quanto à direção das raízes Quanto ao calibre o Fatores que alteram a anatomia: Modificações relacionadas à idade Cárie Desgastes dentais Reabsorções Deposição anormal de cemento Calcificações Trauma o Anatomia dos molares: Molares de três raízes: Palatina, Mésio-vestibular, Disto-vestibular. Molares de quatro raízes: Palatina, Mésio-palatino, Mésio-vestibular, Disto-vestibular.

×