Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Relatorio de plasticidade

RELATÓRIOS DESTINADAS A MECÂNICA DOS SOLOS.

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

Relatorio de plasticidade

  1. 1. MÉTODO DE ENSAIO SOLO – DETERMINAÇÃO DO LIMITE DE PLASTICIDADE Turma: Edificações 2011.1 Discente: Rayllane Santos Picuí/ PB, Junho 2014
  2. 2. INTRODUÇÃO A consistência do solo está entre as características mais importantes no estudo da engenharia. Ela determina o comportamento do solo ante determinadas tensões e deformações. A plasticidade do solo ou limite de consistência é determinada através de dois ensaios: limite de liquidez e limite de plasticidade. Este método de ensaio esta caracterizado nas normas da ABNT, NBR 6459/84- Determinação do Limite de Liquidez e NBR 7180/84- Determinação do Limite de Plasticidade. O foco deste ensaio foi voltado para o limite de plasticidade (LP), que é o teor de umidade necessário e suficiente para rolar uma porção do solo umedecido sobre uma placa de vidro até formar um pequeno cordão com 3 mm de diâmetro e 12 cm a 15 cm de comprimento. Para a realização desses ensaios, depende geralmente da quantidade e o tipo de argila presente no solo para que os resultados sejam satisfatórios. OBJETIVO Este método prescreve o procedimento para a determinação do limite de plasticidade para o cálculo do índice de plasticidade dos solos. REFEÊNCIAS E NORMAS COMPLEMENTARES Na aplicação deste método, é necessário consultar: • ME-1 - Método de Ensaio - Preparação de amostras de solo para ensaio de compactação e ensaios de caracterização, da PCR. • ME-4 - Método de Ensaio - Solo - Determinação do limite de liquidez, da PCR.
  3. 3. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Segundo SOUZA & RAFFUL,2000, grau de consistência do solo, exerce considerável influência sobre o regime de água no mesmo, afetando a condutividade hidráulica e permitindo fazer-se inferências sobre a curva de umidade. O fator de consistência também é determinante na resistência do solo à penetração e na compactação e seu conhecimento possibilita a determinação do momento adequado do uso de técnicas que favoreçam um bom manejo do solo, propiciando melhor conservação do mesmo, além de diminuir a demanda energética nas operações mecanizadas. A determinação do limite de plasticidade tem grande aplicação em avaliações de solo para o uso em fundações, construções de estradas e estruturas para armazenamento e retenção de água, por isso, a quantidade e o tipo de argila presente no solo, representados essencialmente pelos argilominerais, são responsáveis pelos movimentos de retração e expansão, que se observam quando há variação de umidade. A importância de reconhecer o solo a qual será trabalhado é de suma importância e a forma segura de obter os resultados satisfatórios são os ensaios normalizados, onde os resultados possibilitam a caracterização e identificação do solo. A falta desta experiência do ensaio pode causar consequentemente patologias na construção, já que os movimentos de retração e expansão da argila podem provocar fissuras, que por sua vez, gerar lesões internas e ou superficiais e permitirem a penetração água.
  4. 4. APARELHAGEM a) Estufa capaz de manter a temperatura de 60°a 65°C e de 105° a 110°C; b) Cápsula de porcelana com aproximadamente 120 mm de diâmetro; c) Espátula de lâmina flexível, com aproximadamente 80 mm de comprimento e 20 mm de largura; d) Recipientes adequados, tais como pares de vidros de relógio com grampo, que evitem a perda de umidade da amostra; e) Balança que permita pesar nominalmente 200 g, com resolução 0,01 g e sensibilidade compatível; f) Gabarito cilíndrico para comparação, com 3 mm de diâmetro e cerca de 100 m de comprimento; g) Placa de vidro de superfície esmeriIhada, com cerca de 30 cm de lado EXECUÇÃO DO ENSAIO O ensaio deve ser executado em condições ambientais que minimizem a perda de umidade do material por evaporação, preferencialmente em recintos climatizados PREPARAÇÃO DA AMOSTRA Tomar metade da quantidade de amostra preparada de acordo com o disposto no Método de Ensaio - ME-1, da PCR, correspondente à norma NBR 6457 da ABNT. AMOSTRA PREPARADA COM SECAGEM PRÉVIA a) Colocar a amostra na cápsula de porcelana, adicionar água destilada em pequenos incrementos, amassando e revolvendo, vigorosa e continuamente, com o auxíl io da espátula, de forma a obter uma pasta homogênea; de consistência plástica. O tempo total de homogeneização deve estar compreendido entre 15 e 30 min, sendo o maior intervalo de tempo para solos mais argilosos. b) Tomar cerca de 10 g da amostra assim preparada e formar uma pequena bola, que deve ser rolada sobre a placa de vidro com pressão suficiente da palma da mão para Ihe dar a forma de cilindro (figura 1). c) Se a amostra se fragmentar antes de atingir o diâmetro de 3 mm, retorná-la à cápsula de porcelana, adicionar água destilada, homogeneizar durante pelo menos 3 min, amassando e revolvendo vigorosa e continuamente com auxílio da espátula e repetir o procedimento descrito na alínea b.
  5. 5. d) Se a amostra atingir o diâmetro de 3 mm sem se fragmentar, amassar o material e repetir o procedimento descrito na alínea b. e) Ao se fragmentar o cilindro, com diâmetro de 3 mm e comprimento da ordem de 100 mm (o que se verifica com o gabarito de comparação), transferir imediatamente as partes do mesmo para um recipiente adequado, para determinação da umidade de acordo com o disposto no Método de Ensaio - ME-1, da PCR, correspondente à norma NBR-6457 da ABNT. f) Repetir as operações das alíneas “b” a “e” de modo a obter pelo menos três valores de umidade. CÁLCULOS O índice de plasticidade dos solos deve ser obtido utilizando a expressão: IP = LL - LP Onde: IP = índice de plasticidade LL = limite de liquidez, determinado de acordo com o Método de Ensaio - ME-4, da PCR, correspondente à norma NBR 6459 da ABNT; LP = limite de plasticidade Obs.: O resultado final deve ser expresso em porcentagem. Quando não for possível determinar o limite de liquidez ou o limite de plasticidade, anotar o índice de plasticidade como NP (não plástico). RESULTADOS Tabela-1
  6. 6. IP = LL – LP IP= 18,31 - 22,37= - 4.06 ÍNDICE DE CONSISTÊNCIA Média do teor de umidade entre o limite de liquidez e o limite de plasticidade: Teor de umidade M (%) = 18,31+22,37/2= 20,34% OBS.: O valor do limite de liquidez é em relação aos valores do outro relatório de LL. IC= LL – w IC= 18,31 – 20,34 = (–2,03 / –4,06) = 0,50 LL – LP 18,31– 22,37 Portanto, a consistência média varia entre 0,5 a 0,75.
  7. 7. CONCLUSÃO A resistência do solo está diretamente relacionada com seu grau de compacidade quando é adensado por um determinado esforço. Para cada tipo de solo e para cada esforço de compactação existe uma determinada umidade, denominada umidade ótima de compactação, na qual ocorrem as condições em que se pode obter o melhor adensamento, ou seja, a maior massa específica seca. Nesta condição, o solo também apresenta menor porosidade, caracterizando assim um material mais durável e mais resistente mecanicamente. Para a realização do ensaio, apresentado neste relatório, utilizamos a argila como o elemento de avaliação. Este que desde a antiguidade tem seu uso em diversas aplicações. Conclui-se que a sua consistência média varia entre 0,5 a 0,75 na qual significa que sua característica se enquadra como Plástica média.
  8. 8. REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Solo-Determinação do Limite de Plasticidade.NBR 7180. PINTO,C.D.Curso Básico de Mecânica dos Solos.São Paulo,2006.3ed.Oficina de textos. PROTERRA. Projeto XIV.6, Disponível em: http://www.javeriana.edu.co/arquidis/deparq/documents/selecciondesuelos2.pdf NORMAS PREFEITURA DO RECIFE. Solo-Determinação do Limite de Plasticidade

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • luizasatierf

    May. 29, 2017
  • 678923

    Nov. 8, 2018

RELATÓRIOS DESTINADAS A MECÂNICA DOS SOLOS.

Views

Total views

9,451

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

4

Actions

Downloads

135

Shares

0

Comments

0

Likes

2

×