Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo Social

6,178 views

Published on

  • Be the first to comment

Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo Social

  1. 1. • Tendência organizacional e relacional de expandirredes/sistemas/arranjos de compromisso social, comoalternativa para abordar questões sociais complexas eaparentemente inatingíveis, quando tratadas isoladamente.• Paradigma emergente de um novo modelo dedesenvolvimento em redes e parcerias, com foco nadimensão humana, social e sustentável.• É o processo de fazer algo novo (criação) oualgo diferente (inovação) com o propósito deagregar valor social.
  2. 2.  Não foca o mercado e sim as situações derisco social Seu objetivo não é a sustentabilidade daempresa e sim a sustentabilidade do projeto
  3. 3. • Empreendedorismo privado• geração de riquezas• Empreendedorismo social• Missão social - Concebe a riqueza como meio para alcançardeterminado resultado social.
  4. 4. DemandaSocialMissão / Visão PlanejamentoNegócioGestãoSocialResultadoSocial
  5. 5.  Um empreendimento social não nasce pelaoportunidade de negócio e sim, pelanecessidade das pessoas, de umacomunidade ou de uma região. O que se faz necessário para aprimorar aqualidade de vida, da dignidade humana e datransformação social.Oportunidade x Necessidade
  6. 6.  A missão e visão de um empreendimentosocial seguem os mesmos conceitos dequalquer negócio (razão de ser e onde se querchegar), porém se baseiam na doação e naindignação por um cenário específico. A missão e a visão são fundamentais para umempreendedor social.
  7. 7.  O negócio de um empreendimento socialtende a não se limitar na produção ouprestação de um serviço, mas também nocompromisso com a transformação de seus“Clientes”.
  8. 8.  Como qualquer empreendimento, o plano denegócios é essencial. Porém, mais do que apenas o plano denegócios, o empreendimento social deveplanejar adequadamente seus projetos sociais
  9. 9.  Quando um empreendedor comum deixa deinovar e se preocupa com a sobrevivência deseu negócio, este se torna um administrador,empresário ou gestor. Já em um empreendimento social, a gestãodo negócio deve andar lado a lado da gestãodos projetos que são o foco na transformaçãoda sociedade.
  10. 10.  Empreendimentos sociais podem e devemobter renda, porém a renda não se tornalucro e sim investimento na continuidade dosprojetos e o meio pelo qual o verdadeiroresultado pode ser alcançado. Como qualquer resultado, ele deve serconstantemente monitorado e avaliado porcritérios bem definidos
  11. 11.  Assim como no empreendedorismo privado, aidentificação do perfil é importante. Porém,este perfil deve estar diretamente ligado aosaspectos humanos, emoções além deempresariais. Mais do que um inovador ou bomempresário, é preciso Ser Humano!
  12. 12.  Hartigan (2006) define o empreendedor social como “um tipodiferente de líder social que, entre outras coisas, aplica soluçõespráticas a problemas sociais através da combinação da inovação,disponibilização de recursos e oportunidades.A inovação de um empreendedor social pode estar em um novoproduto, serviço ou abordagem para um problema social”. O empreendedor social pensa no coletivo. Produz bens e serviços para a comunidade.Sua medida de desempenho é o impacto social. Visa resgatarpessoas da situação de risco social e promovê-las.
  13. 13. 1. Apoio ao desenvolvimento da comunidade local2. Preservação do meio ambiente3. Investimento no bem-estar de todos os atoressociais4. Comunicação transparente5. Projetos estratégicos de inserção social6. Sinergia com os parceiros7. Valores pessoais e profissionais alicerçados nacidadania
  14. 14. RECONGELAMENTOEMPREENDEDOR SOCIAL COMO AGENTE DE MUDANÇA“Ser um agente de mudanças significa antesde tudo, reavaliar o próprio trabalho”Max Gheringer.Todo empreendedor social deveaceitar se tornar um agente demudança, pois é a mudança queirá alimentar seu espírito e fazercom que nunca desista.
  15. 15. RECONGELAMENTOO AGENTE DE MUDANÇAO agente de mudanças é o responsável pela mudançaEsta responsabilidade pode ser :Formal (passada, delegada, institucionalizada);Informal (assumida, adquirida, herdada );
  16. 16. RECONGELAMENTOHABILIDADES DO AGENTE DE MUDANÇA• Tomar as rédeas do processo. (LIDERANÇA)• Se desenvolve e desenvolve outros. (COACHING)• Estar atento/ligado ao mercado interno e externo. (PERSPICÁCIA)• Ter mente aberta para o diferente. (DIVERSIDADE)• Enxergar nos obstáculos a oportunidade de desenvolvimento. (VISÃO)• Adotar postura e comportamento proativo. (ATITUDE)Podemos resumir que o agente de mudança conhece e sabe utilizar o CHAI“O papel gerencial de liderar e guiar a empresa em um mundo incerto é um dosmais importantes em nossa sociedade”. (Edmund R. Gray)
  17. 17. RECONGELAMENTOFUNÇÕES DO AGENTE DE MUDANÇA1. Estabelecer um senso de urgência2. Formar alianças3. Criar uma visão4. Comunicar a visão5. Investir em empowerment6. Criar vitórias de curto prazo7. Consolidar as melhorias e produzir mais mudanças8. Institucionalizar novas abordagens(KOTTER, 2005)
  18. 18. Atividades Criar um empreendimento social!NomeMissão e VisãoDemanda SocialNegócioPlanejamentoResultado Social - Impacto

×