Aes eletropaulo case studies 2012

1,204 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,204
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aes eletropaulo case studies 2012

  1. 1. I N S I G H T Ano XVI . Nº 93 . julho/agosto 2012 Case Studies Ano XVI . Nº 93 . julho/agosto 2012 www.insightnet.com.br/case Revista Brasileira de Management companhia müller de bebidas Colhendo os frutos da profissionalização da gestão aes eletropaulo Educando gerações: o consumo consciente de energia damha urbanizadora Diferencial em sustentabilidade na área de urbanismo consórcio estreito energia (ceste) Sinergia entre produção e segurança no trabalho amil Contribuindo também para a saúde do planeta bradesco seguros Inclusão social e educação para a saúde socicam Quarenta anos crescendo com o Brasil terramatter importadora Um case de gestão no mundo dos vinhos Case Studies personal case Douglas Abreu > Diretor Presidente da Gas EnergyTHI GSNI
  2. 2. INSIGHTCASE STUDIES JULHO/AGOSTO 20122 EDITORIAL Um dos setores da economia brasileira que mais passou por transformações, nas últimas déca- das, foi o petroquímico. Foi, também, a escolha de carreira de Douglas Abreu, há 35 anos. Hoje ele é o diretor presidente da Gas Energy S/A, holding que inclui a maior consultoria brasileira do mercado de gás natural. E é seu depoimento que ocupa a seção Personal Case, na abertura desta edição de Case Studies – Revista Brasileira de Management. A safra de cases da edição começa pelo da Companhia Müller de Bebidas, fabricante da fa- mosa Cachaça 51. A empresa, criada em 1959, adotou a profissionalização da gestão a partir de 2004. E vem colhendo os frutos, exibindo crescimento em um mercado cada vez mais competitivo e segmentado. O case da AES Eletropaulo mostra o sucesso de um projeto voltado para o consumo conscien- te de energia, executado por aquela que é a maior distribuidora de energia elétrica da América Latina. A Damha Urbanizadora, por sua vez, destacou-se pela sustentabilidade de um grande em- preendimento no interior de São Paulo, um complexo urbanístico com área de preservação ambiental e reserva ecológica. Com o Consórcio Estreito Energia (CESTE), o leitor tem a descrição de um trabalho de referên- cia na área de segurança do trabalho, desenvolvido nas obras da usina hidrelétrica de Estreito, no Rio Tocantins – uma das mais importantes obras realizadas no país. O case da Amil detalha duas importantes iniciativas desenvolvidas pela Diretoria de Sustenta- bilidade, criada em outubro de 2010: o projeto Paperless, que buscou, por exemplo, a redução do volume de impressão de papéis; e o de digitalização dos exames de imagem. No case do Grupo Bradesco Seguros, mostramos uma das ações destinadas a disseminar o debate em torno de como ter uma vida longa com mais saúde e bem-estar: o Circuito da Longevidade. Maior operadora de terminais rodoviários da América Latina e presente em todas as regiões brasileiras, a Socicam está completando 40 anos de atividades, uma trajetória que representa um verdadeiro case. E com a Terramatter Importadora oferecemos um case de gestão no chamado Mundo dos Vinhos, descrevendo a expansão de uma iniciativa nascida há 11 anos. Com os Cases & Causos, Décio Clemente mostra o quanto um publicitário pode ser criativo e transformar uma reunião desastrosa em sucesso para a agência... SÉRGIO COSTA EDITOR
  3. 3. INSIGHTCASE STUDIES JULHO/AGOSTO 2012 INSIGHTCASE STUDIES 3DIRETOR RESPONSÁVEL Luiz Cesar Telles Faro ÍNDICE ANO XVI . Nº 93 . JULHO/AGOSTO 2012EDITOR Sérgio CostaCONSELHO EDITORIAL Antonio Freitas Antônio Machado PERSONAL CASE Antônio Prado Douglas Abreu Carlos Osmar Bertero Décio Clemente Gestão no mercado de gás............................................. 4 Francisco Valim Filho Henrique Luz Ricardo Spinelli BEBIDAS Roberto Teixeira da Costa Marilia Ferreira Sylvia Constant Vergara Colhendo os frutos daPROJETO GRÁFICO Marcelo Pires Santana profissionalização da gestão........................................... 8PRODUÇÃO GRÁFICA Ruy Saraiva ENERGIAREVISÃO Denise Scofano Moura Luciana Alvarez / Patrícia Vasconcelos / Paulo Ratinecas Cecilia Mattos Setubal Educando gerações:FOTO PERSONAL CASE Divulgação o consumo consciente de energia..............................14GRÁFICA WalPrint CONSTRUÇÃO CIVILREDAÇÃO Insight Engenharia de Comunicação Rio de Janeiro José Paranhos Ribeiro dos Santos Rua do Mercado 11/12º andar Diferencial em sustentabilidade Centro, CEP 20010-120 na área de urbanismo.....................................................22 Tel: (21) 2509-5399 E-mail: insight@insightnet.com.br ENERGIA São Paulo Rua Bela Cintra 746/conjunto 71 Carlos César Micalli Cantu Consolação, CEP 01415-002 Sinergia entre produção e Tel: (11) 3284.6147 E-mail: insightsp@insightnet.com.br segurança no trabalho....................................................32PUBLICIDADE Rua Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues 1.119 / 16º andar / conjunto 1.614 SAÚDE Tamboré / Barueri Equipe da Diretoria de Sustentabilidade Tel: (11) 4302-3525 Contribuindo também E-mail: decio@dclemente.com.br para a saúde do planeta.................................................38 Publicação Bimestral. Registrada a 30.06.96/INPI/ISBN SEGUROS Copyright © 1996 by Insight. Equipe da Diretoria de MarketingAPOIO INSTITUCIONAL APIMEC Inclusão social e educação para a saúde...................44 IBEF - Rio ABRASCA CÂMARA AMERICANA DE COMÉRCIO TRANSPORTES Altair Moreira Uma publicação associada à Quarenta anos crescendo com o Brasil.....................50 FGV MANAGEMENT www.insightnet.com.br/case BEBIDAS É proibida a duplicação ou reprodução deste volume, Márcio Moualla ou parte do mesmo, sob quaisquer meios, Um case de gestão no mundo dos vinhos................58 sem autorização expressa da editora. CASES & CAUSOS DE MARKETING Por Décio Clemente..........................................................63 FSC
  4. 4. INSIGHTCASE STUDIES JULHO/AGOSTO 201214 AES ELETROPAULO Luciana Alvarez Patrícia Vasconcelos Paulo Ratinecas EDUCANDO GERAÇÕES: O CONSUMO CONSCIENTE DE ENERGIA O crescimento sustentável das pessoas é um valor relevante para a AES. Por almejar uma sociedade com mais qualidade de vida, a empresa empenhou-se na educação para o consumo seguro e consciente, contribuindo para a formação dos futuros consumidores e conscientizando os atuais, para reduzir o desperdício e os acidentes elétricos. Em 2009, implantou-se o projeto AES Eletropaulo Educando Gerações, com duas frentes de ação, que atin- gem a comunidade e as escolas de sua área de conces- são. Propagar noções da importância do meio ambiente e de segurança para aqueles que irão impactar, positi- vamente, no futuro, e ter os professores da rede pública como multiplicadores da informação e de atitudes cons- cientes é o objetivo. Para preservar os recursos naturais, a AES prioriza a redução do desperdício de energia. Esta ação gera um benefício econômico: com menor consu- mo, o valor da fatura declina, favorecendo o orçamento das famílias de baixa renda. Para impactar mais de 600 mil pessoas, entre 2009 e 2011, foram investidos, apro- ximadamente, R$ 15,3 milhões de recursos de eficiência energética. Afora a conscientização, importantes índices de diminuição de consumo foram atingidos. Após esta aplicação, as famílias participantes conseguiram uma re- dução média de 12,93% no seu consumo de energia. AES ELETROPAULO A AES Eletropaulo – empresa do Grupo AES Brasil – é a maior distribuidora de energia elétrica da América Lati-
  5. 5. AES INSIGHTCASEENERGIA JULHO/AGOSTO 2012 ELETROPAULO STUDIES 15na. Atende a cerca de 16,6 milhões de habitantes, A AES cenário social do país, investedistribuídos em 24 municípios da Região Metropo- para nele agir com vistas a umlitana de São Paulo, incluindo a capital. A área de Eletropaulo futuro mais esperançoso e sus-concessão abrange 4.526 quilômetros quadrados procura tentável.e conta com 6,3 milhões de unidades consumi- incentivar a A AES Eletropaulo procu-doras. Em 2011, distribuiu 45.101 GWh de energia ra incentivar a formação deelétrica, valor 4,1% superior ao do ano anterior. formação de consumidores com hábitos Para garantir o processo de melhoria contínua consumidores mais eficientes de consumo,dos serviços e o crescimento de mercado, de 1998 com hábitos que lhes permitam desfru-a 2011 a companhia investiu R$ 8 bilhões em obras tar do conforto que a energiade expansão e manutenção do sistema, além de mais eficientes elétrica proporciona, mas semmelhoria nos serviços de atendimento ao cliente. de consumo, que desperdícios, reduzindo, comSó em 2011 foram investidos R$ 738,7 milhões em lhes permitam isso, o impacto no seu orça-modernização e expansão da rede elétrica. mento familiar. Para alcançar A AES Eletropaulo é uma empresa de capital desfrutar do esse objetivo foi desenvolvidoaberto e integra o Nível 2 de Governança Corpo- conforto que a o projeto Educando Gerações,rativa da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros energia elétrica composto por dois diferentesde São Paulo (BM&FBovespa). Além disso, desde projetos complementares: na2005 faz parte da carteira do Índice de Susten- proporciona comunidade e nas escolas, ostabilidade Empresarial (ISE), também da Bovespa, quais estão presentes em cida-que reúne empresas com os melhores desempe- des dentro da área de atuaçãonhos relacionados à sustentabilidade. Em 2011, passou a da AES Eletropaulo.integrar o ICO2, índice desenvolvido pela BM&FBovespa Este artigo se propõe a apresentar o projeto e suaem conjunto com o Banco Nacional de Desenvolvimento contribuição para a formação de hábitos saudáveis nos(BNDES), que inclui em sua carteira somente as compa- alunos e nas comunidades, tanto nas questões de re-nhias que adotam práticas transparentes com relação às dução do consumo de energia elétrica na escola e ememissões de gases de efeito estufa. suas casas como na preservação do meio ambiente, des- A equipe da AES Eletropaulo é formada por 5.668 cola- tacando o grande envolvimento das comunidades e dasboradores próprios e 11.563 terceirizados, que trabalham escolas participantes. Com base nos resultados obtidos,diariamente para satisfazer os clientes, sempre com foco é possível afirmar que as famílias e os domicílios impac-na segurança – o valor número 1 –, na qualidade do for- tados pelo projeto mudaram seus hábitos de consumonecimento de energia e nos compromissos com a sus- de energia após as sensibilizações e informações com-tentabilidade. partilhadas. Este artigo encontra-se assim estruturado: além desta INTRODUÇÃO introdução, é descrito o desenvolvimento do processo de A AES Eletropaulo busca criar valor para que os seus concepção e construção do projeto Educando Gerações,públicos cresçam de forma sustentável. Com ações que desde a apresentação do cenário, seguido da indicaçãoobjetivam elevar a responsabilidade social corporativa, dos objetivos e de ambas as frentes de ação do Educandodesenvolve projetos que promovem transformações e Gerações, ou seja, os projetos AES Eletropaulo nas Es-fomentam resultados sociais significativos nas comuni- colas e AES Eletropaulo na Comunidade, cujos respec-dades nas quais está inserida. Voltar sua atenção para os tivos objetivos e ações também são descritos. Sequen-problemas do presente, buscando uma sociedade com cialmente são apresentados dados sobre o investimentomelhor qualidade de vida, é uma questão vital para a AES social aplicado, os investimentos financeiros realizados, aEletropaulo. Para tal, compreendendo a dimensão do quantidade de beneficiados e os resultados alcançados.
  6. 6. INSIGHTCASE STUDIES JULHO/AGOSTO 201216 Finalmente, na conclusão, são elencadas as con- Em 2010, foram mo seguro e mais eficiente da siderações finais. energia elétrica. cerca de DESENVOLVIMENTO R$ 160 milhões UM CENÁRIO QUE O INVESTIMENTO SOCIAL destinados a NECESSITA SER MUDADO DA AES ELETROPAULO Segundo o Fundo de Po- O fornecimento de energia elétrica confiável e promover a pulações das Nações da Or- acessível é primordial para promover o desenvol- inclusão social ganização das Nações Uni- vimento socioeconômico, sobretudo em comuni- e a cidadania das (UNFPA), o planeta conta dades de baixa renda. Neste sentido, a AES Eletro- com 7 bilhões de habitantes, paulo investe recursos próprios e incentivados em desde 31 de outubro de 2011, projetos sociais, eficiência energética e pesquisa. os quais precisam, além de Em 2010, foram cerca de R$ 160 milhões destinados outros recursos, da geração de energia elétrica para a promover a inclusão social e a cidadania; a educação suprir suas necessidades no uso de bens e serviços para o uso consciente e seguro da energia; a redução do (ONU, 2011). Essa constatação indica ser fundamen- seu consumo; a cultura; o esporte; e a geração de renda tal contornar ou minimizar os impactos ambientais no nas comunidades menos favorecidas (AES Brasil, 2011, p. processo de geração e fornecimento de eletricidade. 88). A pesquisa “O Observador Brasil 2012”, realizada pela Os projetos sociais da AES Eletropaulo estão institu- Cetelem BGN (2012), aponta que entre os clientes da ídos em sua área de concessão, divididos em duas ver- classe C, o gasto médio com energia elétrica é da or- tentes: educação, cultura e esporte e negócios inclusivos dem de R$ 74,00, que representa aproximadamen- e sociais. Em 2011, foram R$ 31,7 milhões investidos com te 6% da renda média familiar, que atingiu o valor de recursos próprios e incentivados (AES Brasil, 2011). R$ 1.276,00 em 2009, e R$ 1.338,00 em 2010, e esse per- A estratégia de implementação de um projeto social centual certamente é bastante elevado. Entre o grupo de pela AES Eletropaulo é precedida da análise do perfil so- classes D e E, o impacto do mesmo valor da fatura de cioeconômico da região, por meio do Índice Paulista de energia seria ainda maior, próximo dos 10%, consideran- Vulnerabilidade Social (IPVS) e da avaliação do tamanho do a renda média familiar de R$ 733,00, em 2009, e de R$ da população a ser beneficiada. Quanto mais baixo o 809,00, em 2010 (Cetelem BGN Brasil, 2012, p. 29). IPVS e maior a população, mais fortalecida fica a proba- Pesquisa elaborada pela Connection Research (2010), bilidade de implantação do projeto social, sendo que a na cidade de São Paulo, concluiu que 30% dos paulis- decisão para sua execução pode ser proativa, por parte tanos, mesmo utilizando lâmpadas econômicas, desper- da empresa ou pela demanda da sociedade. diçam energia com o hábito de deixar a luz acesa sem Uma vez identificada a comunidade na qual o proje- necessidade. E são as paulistanas, das classes A e C, as to será desenvolvido, o passo seguinte é dialogar com o que mais mantêm a luz acesa desnecessariamente. Apro- poder público e com a liderança local, para relacionar as ximadamente 45% desse público não se preocupa em expectativas da comunidade. O acompanhamento, pela usar lâmpadas econômicas, sendo que o maior índice de AES Eletropaulo, dos resultados obtidos no projeto se dá desconhecimento sobre lâmpadas econômicas está en- por meio de pesquisa com os beneficiados pelas ações. tre a população com menos de 30 anos: 24% versus 7% Para os projetos de eficiência energética, a AES Eletro- da média geral (Connection Research, 2010). paulo segue as diretrizes da Agência Nacional de Ener- O cenário expõe a premência da sociedade em en- gia Elétrica (ANEEL) quanto à necessidade de redução contrar alternativas que possam garantir o fornecimento de demanda e de consumo, e elegeu a educação para de energia, a preços acessíveis, sem esgotar os recursos o consumo consciente como uma forte ferramenta para naturais. Esse é o grande desafio das gerações atuais e a promoção da mudança de hábitos quanto ao consu- futuras, no campo energético.
  7. 7. AES INSIGHTCASEENERGIA JULHO/AGOSTO 2012 ELETROPAULO STUDIES 17 A busca por mais alternativas limpas de geração de principais causas de desperdício de energia em casa e nosenergia, além da criação de tecnologias inovadoras e efi- escritórios. Lâmpadas acesas sem necessidade, poucocientes, é imprescindível. Os números apontados ante- aproveitamento da luz natural e equipamentos ineficien-riormente indicam ainda a urgência da conscientização tes aumentam a conta da luz.da população para hábitos de compra e consumo mais O foco do projeto é a redução do desperdício de ener-racionais, uma vez que não bastará a criação de novas gia, tendo em vista a necessidade de preservação dostecnologias sem a mudança de comportamento daque- recursos naturais, uma vez que a expansão da energiales que as usufruem. gerada causará efeitos diretos ao meio ambiente. Além Nesse sentido, a AES Eletropaulo procura dar a sua disso, há o benefício econômico, já que a moderação docontribuição para a formação de usuários com hábitos consumo proporcionará a consequente redução do valormais eficientes de consumo, que lhes permitam desfrutar da fatura, declinando o orçamento das famílias de baixodo conforto que a energia elétrica proporciona, mas sem poder aquisitivo, que, quando não conseguem pagar asdesperdícios, atenuando o impacto no seu orçamento faturas, acabam com a energia cortada e algumas vezesfamiliar. passam a furtar energia por meio de ligações irregulares. O projeto, que iniciou em 2009, abrange duas frentes O PROJETO AES ELETROPAULO EDUCANDO complementares de educação para o consumo conscien- GERAÇÕES: INCENTIVO AO CONSUMO te e seguro da energia elétrica: AES Eletropaulo na Comu- CONSCIENTE E SEGURO DA ENERGIA ELÉTRICA nidade e AES Eletropaulo nas Escolas. São os seguintes os A gestão estratégica da AES Eletropaulo está alicerça- objetivos do projeto:da na criação de valor para todos os seus públicos, na > Fomentar a mudança de hábitos de consumo compromoção da ética e na aplicação da Governança Cor- foco na redução do desperdício e uso mais consciente eporativa. A adoção de práticas de governança corporativa seguro da energia elétrica, através do conhecimento queé essencial para a gestão e eficiência dos seus negócios, a educação e a informação proporcionam, contribuindopois elas estão direcionadas para conferir transparência para a formação de cidadãos mais conscientes, capazesàs suas iniciativas, favorecendo o seu relacionamento de transformar a sociedade em que vivem com novas ati-com todos os públicos. tudes; A AES Eletropaulo assume o compromisso com práxis > Despertar a consciência dos educadores em relaçãoempresariais sustentáveis nos segmentos em que atua. A ao papel fundamental e transformador que exercem nasua principal característica é a inserção na comunidade, formação do pensamento ecológico das crianças, paracom foco em projetos e ações voltados para a promo- que alunos e professores assumam uma posição de pro-ção da cidadania, a inclusão social e o desenvolvimento tagonistas na busca por soluções sustentáveis do usosustentável. de energia e recomendem alternativas para as questões Assim, a empresa trabalha para que a sociedade tenha encontradas, passando a ser agentes de transformaçãouma melhor qualidade de vida. Suas realizações priori- dentro de suas comunidades;zam gerar benefícios para a comunidade. Com o objetivo > Conscientizar a população de baixo poder aquisitivode atingir um alto nível de responsabilidade social corpo- sobre a questão do uso racional e seguro da energia elé-rativa, desenvolve projetos que promovem transforma- trica, diminuindo o seu desperdício e, consequentemen-ções e proporcionam resultados relevantes. te, o valor da fatura; O projeto AES Eletropaulo Educando Gerações é a sín- > Contribuir para a redução de acidentes com a po-tese dessa proposta de valor. Com a intenção de cons- pulação.cientizar a sociedade sobre seu poder transformador,dissemina o conceito de consumo consciente de ener- PROJETO AES ELETROPAULO NA COMUNIDADEgia, a fim de atingir famílias, escolas e comunidades. Com atividades lúdicas e interativas, o projeto AES Ele- O mau uso de equipamentos elétricos está entre as tropaulo na Comunidade é composto por módulos itine-
  8. 8. INSIGHTCASE STUDIES JULHO/AGOSTO 201218 rantes (instalados em caminhões), que, através de Através da a interação com a família, a recursos multimídia e um jogo educativo, trans- qual também é envolvida nas mitem conhecimento sobre hábitos eficientes e capacitação de práticas dos alunos. seguros de consumo de energia. professores da Assim, o projeto tem o rede pública, intuito de contribuir para o OBJETIVO desenvolvimento susten- Conscientizar a população para a mudança de o projeto AES tável do planeta, por meio hábitos de consumo, visando minimizar o desgas- Eletropaulo nas da educação para o consu- te ambiental, os riscos de acidentes e melhorar a Escolas trabalha mo consciente e seguro da sua qualidade de vida. energia elétrica. Um con- diretamente na junto de ações (promoção PÚBLICO-ALVO formação de de workshops, atividades Crianças e adolescentes de 9 a 15 anos de ida- multiplicadores educativas e eventos de sen- de, matriculados em escolas da rede pública de sibilização) é desenvolvido ensino e outras organizações e instituições do e no para estimular a mudança entorno das comunidades de baixo poder aquisi- desenvolvimento de atitude em relação ao uso tivo contempladas pelo Programa de Regulariza- de trabalhos seguro e racional da energia ção de Ligações Elétricas. elétrica. escolares Através da capacitação de METODOLOGIA E ESTRATÉGIA professores da rede pública, Módulos itinerantes e interativos – três cami- o projeto trabalha diretamen- nhões – que promovem a comunicação e estimulam te na formação de multiplicadores e no desenvolvimento a assimilação dos conceitos e práticas de segurança e de trabalhos escolares que disseminem, em sala de aula, consumo consciente da energia elétrica de forma lúdica, informações sobre o uso responsável e seguro da energia cultural e participativa. A utilização de atividades criativas elétrica e seus impactos. Um caminhão equipado com 18 e lúdicas, além de atingir facilmente os públicos almeja- computadores e um jogo educativo, em que os alunos dos, cativa e sensibiliza as pessoas, bem como favorece testam os conhecimentos sobre o tema, auxilia na disse- um importante diferencial para despertar nas crianças minação dos conceitos. conceitos inovadores, oportunizando a formação dos fu- turos consumidores e, paralelamente, influencia os adul- OBJETIVOS tos de suas famílias. Multiplicar, por meio dos educadores e das crianças, o Os caminhões visitam parques, eventos e localidades debate sobre o problema do desperdício da energia elé- estratégicas dentro das comunidades que tiverem a ener- trica e mostrar como, com mudanças de hábitos, todos gia elétrica regularizada, atendendo à população em geral. podem contribuir para a redução do consumo de energia e do seu impacto no meio ambiente. Despertar a consci- PROJETO AES ELETROPAULO NAS ESCOLAS ência dos educadores em relação ao papel fundamental e Levar a consciência de meio ambiente e de segurança transformador que exercem na formação da consciência a um público que realmente pode impactar de forma po- ecológica das crianças, para que alunos e professores as- sitiva no futuro e ter os professores da rede pública como sumam uma posição de protagonistas na busca por solu- grandes aliados no processo multiplicador da informação ções sustentáveis do uso de energia. Instrumentalizar os e da mudança de atitude é o grande objetivo. Com exer- educadores com metodologias práticas de como traba- cícios lúdicos e interativos para crianças e adolescentes, lhar com as crianças a questão do uso racional de energia dentro e fora da sala de aula, a empresa, além de contri- e seu impacto no meio ambiente, inseridos no currículo buir para a ocupação do tempo desses jovens, incentiva escolar. Promover mudanças, por meio do conhecimento
  9. 9. AES INSIGHTCASEENERGIA JULHO/AGOSTO 2012 ELETROPAULO STUDIES 19que a educação proporciona, e contribuir para a formação que as famílias e os domicílios contemplados pelo proje-de cidadãos mais conscientes, capazes de transformar a to AES Eletropaulo nas Escolas mudaram seus hábitos desociedade com novas atitudes. consumo de energia após as sensibilizações e informa- ções compartilhadas. Um impacto relevante, na ordem PÚBLICO-ALVO de 13% de redução no valor das contas de energia, re- Educadores e alunos da rede pública de ensino. sultado da mudança dos hábitos de consumo domiciliar de energia elétrica (IBOPE, 2011). Outra importante con- ESTRATÉGIA sequência do trabalho realizado foi a redução dos aci- Capacitar e instrumentalizar os educadores com me- dentes com a rede elétrica na área de abrangência dotodologias práticas que permitam trabalhar a questão em projeto. Os acidentes totais haviam aumentado de 126,sala de aula, de forma transversal nas disciplinas. em 2008, para 134, em 2009. Após sua implantação, em conjunto com outras ações de educação em mídia de METODOLOGIA massa, o índice de acidentes totais com a população caiu Com base na metodologia do Programa Nacional para 85, em 2010. Uma redução de aproximadamentede Conservação de Energia Elétrica (Procel) nas esco- 37% nos acidentes registrados (AES Brasil, 2011).las, educadores voluntários de escolas públicas indica-das pela Secretaria de Educação recebem treinamento CAPACITANDO PROFESSORES,e orientação para aplicarem os conceitos sobre o uso MULTIPLICANDO CONHECIMENTOconsciente e seguro da energia elétrica, em sala de aula, Os professores foram capacitados e instrumentaliza-desenvolvendo atividades interdisciplinares com seus dos sistematicamente na aplicação do projeto. Os pro-alunos. O Procel é um programa de governo, criado em tagonistas envolvidos foram acompanhados, subsidiados1985, com secretaria executiva alocada na Eletrobras, e favorecidos pela equipe de pedagogos e profissionaisque desenvolve projetos de conservação de energia fo- disponibilizados.cados na mudança de hábitos e na eficiência energética, Os professores relataram que alunos conseguiraminstrumentos de combate ao desperdício de energia que modificar suas próprias atitudes e de sua família compermitem maiores benefícios à sociedade e reduzem os relação ao consumo de energia, ficando visivelmenteimpactos ambientais (Eletrobras, 2011). felizes pela economia que obtiveram na conta de luz. Os professores participam de dois workshops de oito Famílias, após a participação no projeto, buscaram a re-horas cada e recebem material didático e apoio peda- gularização na obtenção da energia elétrica. Essas sãogógico. Os alunos recebem orientação dos professores, apenas algumas dentre as muitas outras conquistas edesenvolvem projetos sobre o tema e participam das ati- realizações em âmbito pessoal e coletivo observadas.vidades de sensibilização. Os professores, as escolas e os governos municipais percebem o valor de uma sociedade em que cidadãos MUDANDO HÁBITOS DE CONSUMO DE ENERGIA, conscientes vivem em harmonia com o meio ambiente, REDUZINDO O IMPACTO NOS GASTOS valorizando a obtenção consciente, segura e responsá- DOMICILIARES E OS ACIDENTES vel de energia elétrica. O projeto AES Eletropaulo Edu- COM A REDE ELÉTRICA cando Gerações tem proporcionado valor para todos os Para identificar as mudanças nos hábitos de consumo envolvidos.dos participantes do projeto, foram realizadas pesqui-sas antes e depois da participação (H. Melillo Grupo de INVESTIMENTO SOCIAL APLICADOArticulação Social, 2011). Os resultados confirmam uma E QUANTIDADE DE BENEFICIADOSsubstancial queda nos percentuais de diferentes situa- Entre 2009 e 2011, o projeto AES Eletropaulo Educan-ções de consumo nos domicílios. do Gerações investiu R$ 15,3 milhões, que beneficiaram Com base nos resultados obtidos, é possível afirmar mais de 560 mil pessoas (ver tabelas 1 e 2).
  10. 10. INSIGHTCASE STUDIES JULHO/AGOSTO 201220 TABELA 1 RESULTADOS GERAIS INVESTIMENTOS EM EVENTOS NAS COMUNIDADES > 12,93% de redução do desperdício do consumo de energia, segundo o Ibope (2012); Ano Investimento (R$) Total > 3,8 milhões de kWh economizados, em média, ao de Pessoas mês; 2009 4.052.085,00 94.554 > 45,1 milhões de kWh economizados, em média, ao 2010 3.211.206,00 104.544 ano; 2011 1.000.000,00 96.588 > 98% de aprovação declarada pelos participantes das Total 8.263.291,00 295.686 atividades (AES Eletropaulo, 2012). CONCLUSÕES O PROJETO REVELADO UMA SOCIEDADE MAIS EM NÚMEROS ATÉ NOVEMBRO DE 2011 CONSCIENTE SOBRE O CONSUMO DE ENERGIA PROJETO NAS ESCOLAS Os objetivos foram amplamente atingidos. A cons- > 906 escolas públicas contempladas; cientização sobre o consumo eficiente de energia elé- > 4.552 professores capacitados sobre o uso seguro e trica, o seu impacto no meio ambiente e os riscos com eficiente da energia elétrica; a rede elétrica foi multiplicada através dos educadores e > 198.016 alunos participantes nas atividades desen- alunos. Instigou-se a atenção das crianças para com o volvidas nas escolas; seu entorno, a fim de que assumam uma posição de pro- > 13.803 trabalhos realizados pelos alunos sobre o uso tagonistas na busca por soluções sustentáveis no uso de seguro e eficiente da energia elétrica; energia, convertendo-os em agentes de mudança dentro > 51 workshops de capacitação realizados; de suas comunidades. Novas atitudes foram promovidas > 21 cidades da área de concessão impactadas; com o conhecimento difundido. A educação contribuiu > 928 eventos nas escolas abertos à comunidade, para a formação de cidadãos mais atentos. para mostra dos trabalhos dos alunos (AES Eletropaulo, Além da conscientização, importantes índices de di- 2012). minuição de consumo foram alcançados, com impactos positivos no valor das contas de energia. NOS EVENTOS NAS COMUNIDADES Após a aplicação do projeto, os participantes tiveram > 496.333 pessoas sensibilizadas pelas atividades dos uma redução média de 12,93% no consumo de energia, módulos itinerantes (caminhões); segundo pesquisa do Ibope (2011). > 24.695 apresentações realizadas nos módulos itine- rantes; FONTE DE TRANSFORMAÇÃO > 24 cidades da área de concessão foram impactadas SOCIAL E INCLUSÃO CULTURAL (AES Eletropaulo, 2012). A iniciativa proporcionou transformação social, cida- TABELA 2 INVESTIMENTOS EM PROJETO NAS ESCOLAS Evento nas comunidades Ano Investimento (R$) Quantidade Quantidade Quantidade de Quantidade de de Pessoas de Escolas Trabalhos Professores 2010 4.377.185,00 99.485 456 4.236 2.072 2011 2.670.616,00 103.083 450 9.567 2.480 Total 7.047.801,00 202.568 906 13.803 4.552
  11. 11. AES INSIGHTCASEENERGIA JULHO/AGOSTO 2012 ELETROPAULO STUDIES 21dania, inclusão cultural e interação dos indivíduos com A cidadania se propaga com atitudes e procedimen-suas comunidades. As atividades se mostraram oportuni- tos que evoluem na prática das atividades coletivas. Odades efetivas do trabalho em equipe e da troca de expe- respeito, a vocação para a participação comunitária e oriências. A descoberta de novos ângulos de vida e a visão fortalecimento dos laços afetivos com a comunidade sãode si mesmo como parte de um grupo enriquece o dia a elementos que oferecem a base dessa visão integrada dedia das comunidades e propicia a admiração das pessoas cidadania. Um processo de inserção de cada indivíduo,pelos seus resultados. que se apropria gradativamente de sua capacidade de A mudança do ver para o agir, do contemplar para o agir e transformar a realidade.compartilhar, oportunizou modificar a sociedade con- A AES Eletropaulo cumpre seu papel social ao promo-juntamente, a partir de um mesmo ideal. Os participantes ver a cidadania nas suas comunidades. Estimula maiorengrandeceram sua autoestima e ainda otimizaram suas qualidade, mais bem viver no cotidiano das pessoas, por-condições de conviver em sociedade com atitudes de que sabe que o amanhã é construído hoje, com atitudespaz e solidariedade. válidas.Luciana Alvarez é gerente de Sustentabilidade da AES Brasil; Patrícia Vasconcelos é coordenadora do projeto Educando Gerações;Paulo Ratinecas é sócio diretor da MaxiMarket Gestão do Reconhecimento.

×