SessãO 7 AnáLise E ComentáRio CríTico 2ª Tarefa

276 views

Published on

Sessão 7 - O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares:
Metodologias de Operacionalização (Conclusão) - Comentário

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
276
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SessãO 7 AnáLise E ComentáRio CríTico 2ª Tarefa

  1. 1. Análise e comentário crítico<br />Para a realização desta tarefa optei por escolher o relatório do Agrupamento de Escolas Conde de Oeiras. <br />De um modo geral a BE é poucas vezes mencionada, no entanto, existem algumas referências, nas quais podemos subentender a acção da BE. Por exemplo, na página 5, onde se lê “Como forma de aumentar o sucesso e a sua qualidade, o Agrupamento tem vindo a implementar um conjunto de medidas, nomeadamente iniciativas para a promoção da leitura, e tem investido nas TIC.” Neste caso a BE não é mencionada directamente mas subentende-se que a mesma participe nas actividades de promoção de leitura, o que mais à frente se vem a confirmar. <br />“Existe articulação interdisciplinar, designadamente, aquando da concretização dos PCT e de outros projectos e actividades que constam do PAA.” Embora não exista uma relação directa com a BE neste caso, podemos também subentender que a articulação de actividades ou projectos poderá ser realizada com a BE. <br />A primeira vez que a BE é mencionada apenas se verifica na página 8 “Os alunos têm acesso aos equipamentos informáticos existentes, nomeadamente os computadores portáteis, podendo ainda ter acesso à Internet nos computadores disponíveis na BE/CRE.” Aqui pode denotar-se que existe uma preocupação em investir nas TIC de forma a melhorar as aprendizagens e promover o sucesso dos alunos. <br />A BE deste agrupamento é considerada dinâmica e regista taxas elevadas de ocupação e de requisição de livros. Para além disso, procura ainda incutir hábitos de leitura através de estratégias de promoção da mesma. Na página 10 é também mencionado o importante trabalho “de promoção de leitura e da escrita, através de actividades criativas, nomeadamente no âmbito do PNL e da dinamização de actividades na BE/CRE.” <br />Também é mencionado que a BE deste agrupamento se encontra inserida na Rede de Bibliotecas Escolares o que nos permite concluir que esta apresenta uma boa adequação de espaço e de organização. <br />Ao nível das parcerias, este agrupamento tem inúmeras parcerias quer com a CM, quer com instituições locais e nacionais, sendo de mencionar, no caso da BE a parceria com outras Bibliotecas e com Livrarias. <br />Em termos de pontos fracos é necessário referir que não foi mencionada a importância das acções da BE no resultado das aprendizagens dos alunos e também a falta de referência à participação dos Encarregados de Educação/Pais nas actividades da BE. <br />Formanda: Raquel Sequeira<br />Turma: DRELVT - T2<br />

×