Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13

20,969 views

Published on

Ppt apostila liderança de equipes_prof. randes_13.02.13

  1. 1. Liderança de Equipes Prof. Randes Enes www.profrandes.com.br
  2. 2. •Background
  3. 3. Idade Média:mentalidade hierárquica Quem manda é a Igreja e ou Estado, que falam em nome de Deus. A autoridade é imposta, baseada no poder. Quem não se submete vai pra fogueira.
  4. 4. A estruturaorganizacional éverticalizada; funciona de cima para baixo;e vale a máxima“manda quem pode,obedece quem temjuízo”.
  5. 5. Idade Moderna:mentalidade mecânica Quem manda é a Ciência, que fala em nome dos fatos. A autoridade é elitizada, baseada no conhecimento. Quem não se submete é considerado ignorante.
  6. 6. A estrutura organizacionalé compartimentalizada;funciona em blocosestanques de mão de obraespecializada; e vale amáxima “cada um comseus problemas”.
  7. 7. Idade Pós-Moderna:mentalidade orgânica Ninguém manda (ou todo mundo manda). A autoridade é fragmentada, baseada na pluralidade, diversidade, igualdade e mutualidade. Quem não se submete não se sustenta, não sobrevive.
  8. 8. A estrutura organizacional é complexa; funciona em rede; e vale a máxima “a união faz a força ”.Gestão & Liderança Prof. Randes Enes
  9. 9. Complexo é um sistemacomposto de váriossubsistemas interdependentes,sendo que cada sistema possuiseu centro, e todos sãoigualmente importantes,apesar de sua hierarquiaem termos de funções vitais.
  10. 10. CARACTERÍSTICASDE EQUIPES ORGÂNICAS
  11. 11. #1 Unidade Visionária visão + visão = divisão
  12. 12. #2 Valores Comunsquem sacrifica consciência prejudica resultados
  13. 13. #3 Coordenação Estratégica alguém tem que se preocupar com o todo
  14. 14. #4Objetivos claramente definidostodo mundo sabepara onde todo mundo está indo;cada um sabe para onde vai;cada um sabe para onde ooutro está indo
  15. 15. #5 Liderança Situacional ninguém sabe tudo de tudo sempre
  16. 16. #6 Confiança Integral todo mundo confia que todo mundoestá fazendo o que todo mundo tem que fazer
  17. 17. #7 Busca de Consenso pessoas que não conseguem fazer acordos não conseguem caminhar juntas
  18. 18. #8 Fluxo de Informações as pessoas precisam saber o que precisam saber, para que possam fazer o que devem fazer
  19. 19. #9 Resultados Compartilhados um jogador sozinho ganha uma partida; somente um time ganha um campeonato
  20. 20. Trabalho em Equipe & LiderançaSituacional
  21. 21. Trabalho em Equipe “Nenhum de nós é tão esperto quanto todos nós.” “As Pessoas têm o direito de estarem envolvidas nas deciões que os afetam.”
  22. 22. Trabalho em Equipe Definição de Equipe  Um grupo de pessoas  Habilidades complemetares  Propósito comum  Objetivos de desempenho  Estrutura  Responsabilidade compartilhada
  23. 23. Trabalho em Equipe Características de Equipes de Alto Desempenho  Propósito e Valores  “Empowerment”  Relacionamentos e Comunicação  Flexibilidade  Produtividade excepcional  Reconhecimento e apreciação  Moral
  24. 24. Trabalho em Equipe Medidas de eficiência de uma EquipeIndicadores de Resultados Atitudes dentro dodesempenho percebidos grupoMaior volume Satisfação de Coesão clientesMaior eficiência Melhor Envolvimento e comunicação comprometimentoMaior produtividade Mais criatividade e Pertencimento e inovação orgulhoMais qualidade Mais participação e Identidade envolvimento
  25. 25. Trabalho em Equipe 10 Razões de fracasso mais comuns  Falta de clareza de objetivos e propósitos  Incerteza sobre expecativas de desempenho  Ausência de responsabilidade mútua  Ausência de recursos  Ausência de Liderança  Ausência de foco em excelência e criatividade  Ausência de planejamento  Ausência de apoio a uma cultura de Equipe  Treinamento
  26. 26. Trabalho em Equipe A “Carta” do Time 2. Propósito 2. Propósito do Time do Time
  27. 27. Trabalho em Equipe Qual o componente “pivotal” em termos de Desempenho? 2. Propósito 2. Propósito do Time do Time
  28. 28. Trabalho em Equipe 2. Propósito 2. Propósito do Time do Time
  29. 29. Trabalho em Equipe O quê são as Práticas do Time  Comunicação e participação  Processos de tomada de decisão e solução de problemas  Gestão de conflitos  Liderança  Objetivos e papéis definidos  Clima do grupo  Comportamento individual
  30. 30. Trabalho em Equipe Relação da Individualização x Socialização e seu impacto dentro da Equipe Alta Conformidade IE, criatividade Socialização e contribuição Isolamento Rebeldia Baixa Alta Individualização
  31. 31. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional “Líderes eficazes ajustam seu estilo para dar ao grupo (ou ao indivíduo) aquilo que ele não pode dar a si mesmo.”
  32. 32. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional Controle Ambiente!! Influência
  33. 33. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional “O quê o meu chefe quer que eu faça?” X “O quê preciso fazer para ajudar minha Equipe / Organização?” “O quê você acha que deve ser feito e por quê é importante?” “Quais devem ser seus objetivos na sua opinião?” “Qual seu plano para atingir seus objetivos?”
  34. 34. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional “Empower” (empoderar) 1. Compartilhe informação Pessoas sem informação não podem agir com responsabilidade Pessoas com informação se sentem na obrigação de agir com responsabilidade Compartilhar informação cria laços de confiança Compartilhar informação promove aprendizado Tornar a própria informação obsoleta torna as pessoas mais competitivas
  35. 35. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional “Empower” (empoderar) 2. Crie autonomia dentro de fronteiras Fronteiras, como linhas das quadras de tênis, ajudam as Pessoas a “melhorarem seu jogo” e “manter a pontuação” Fronteiras ajudam as Pessoas a manter a visão maior da organização e a enxergar como sua contribuição se encaixa nesta visão “Empowerment” significa que as Pessoas têm liberdade de agir, mas significa também que são responsáveis pelos resultados de seus atos
  36. 36. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional “Empower” (empoderar) 3. Substitua a velha hierarquia por Indivíduos e Equipes responsáveis e com direção sobre suas próprias atividades A percebida separação entre superior e subordinado não é mais funcional em organizações Na verdade, é contra-producente Sucesso hoje depende de Indivíduos e Equipes que colaboram
  37. 37. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional Bloqueadores do processo 1. 2. 3. 4. 5. Soluções 1. 2. 3. 4. 5.
  38. 38. Trabalho em Equipe e Liderança Situacional Desenvolvendo um plano 1. Determine Próposito e valores Estabeleça objetivos SMART e papéis Escreva a “carta” do Time 2. Faça o diagnóstico do estágio de desenvolvimento 3. Use o estilo de Liderança apropriado DireçãoCoachingSuporteDelegar 4. Reconheça e monitore o progresso na jornada do “empowerment”
  39. 39. Liderança e Comunicação Feedback & Coaching Estou confortável com a habilidade de dar feedbacks? Estou confortável com minha habilidade de atuar como “coach” e ajudar os outros a se aprimorarem?  Fico confortável em receber feedback?  Gosto de liderar avaliações desempenho? Tenho apoiado aqueles que lidero?
  40. 40. Liderança e Comunicação 4 Tipos de Feedback  Feedback Negativo  Feedback Positivo  Feedforward Negativo  Feedforward Positivo
  41. 41. Liderança e Comunicação 5 Motivos para dar Feedforward  Dispensam interpretação  São mais rápidos  São aceitos mais facilmente  O passado não pode ser modificado  Criam uma espiral ascendente
  42. 42. Liderança e Comunicação Quais as formas de Feedback devo priorizar? Preocupações sobre Feedback Positivos  Eles já sabem  Estão apenas fazendo seu trabalho  Não estão interessados em escutar  Não quero que fiquem convecidos  Não reparo nas coisas boas e não tenho tempo
  43. 43. Liderança e Comunicação Como dar Feedback S  Sincero e com respeito T  Específico A  Equilibrado e completo  Construtivo e útil R  Relevante  Dentro de contexto  Com intenções e propósito claros  Com dados em mãos  Focados em atitudes  Com atenção à perspectiva de quem recebe  Oportuno  Lugar certo e hora certa & Público ou privado Prof. Randes Enes
  44. 44. Liderança e ComunicaçãoUm Modelo de Coaching e de Melhoria de Desempenho Apoio
  45. 45. Liderança e Comunicação Motivadores e….gratificadores  Gostar do que faz  Oportunidade de adquirir e usar conhecimentos e habilidades  Oportunidade de crescer e desenvolver-se pessoal e profissionalmente  Perceber que faz algo importante  Receber bons benefícios  Ser reconhecido por seu desempenho  Trabalhar em um ambiente agradável  Receber um salário generoso  Trabalhar em harmonia dentro de uma Equipe
  46. 46. Comunicação Interpessoal Percepção, Emoção e Estilos de Comunicação
  47. 47. Comunicação Interpessoal Relacionamento e Comunicação  Lide com os problemas de percepção, emoção e comunicação!  Coloque-se no lugar do outro!  Use comunicação assertiva!  Separe as pessoas dos problemas!  Seja afável com as pessoas, porém duro com o problema!
  48. 48. Percepção O que os olhos dizem?
  49. 49. Posições Perceptivas #1 ( ) DESCULPAS ( ) CARINHO ( ) ANSIEDADE OU AFLIÇÃO ( ) DEPRESSÃO
  50. 50. Posições Perceptivas #2 ( ) BRINCADEIRA ( ) CONFORTO ( ) IRRITAÇÃO ( ) TÉDIO
  51. 51. Posições Perceptivas #3 ( ) DESCRÉDITO ( ) NERVOSISMO ( ) DESEJO ( ) CONVENCIMENTO
  52. 52. Posições Perceptivas #4 ( ) PRECAUÇÃO ( ) INSISTÊNCIA ( ) TÉDIO ( ) HORROR
  53. 53. Posições Perceptivas #5 ( ) DESESPERANÇA ( ) ALÍVIO ( ) TIMIDEZ ( ) ENTUSIASMO
  54. 54. Posições Perceptivas #6 ( ) IRRITAÇÃO ( ) HOSTILIDADE ( ) HORROR ( ) PREOCUPAÇÃO
  55. 55. Posições Perceptivas Respostas 1– 2– 3– 4– 5– 6–
  56. 56. Posições Perceptivas Acertos 1 ou 2 ou 3 É melhor treinar se estiver em busca de uma paquera. Você tem dificuldade em lidar com a linguagem não-verbal. Expressões faciais, olhares e sinais devem passar despercebidos. Nada de errado com isso, mas é sempre bom contar com uma ferramenta a mais na hora de se comunicar, não acha?
  57. 57. Posições Perceptivas Acertos 4 ou 5 ou 6 Você tem facilidade em lidar com emoções, um tipo de inteligência que ajuda a entender as pessoas. As mulheres desenvolvem essa habilidade naturalmente e, por isso, costumam sair bem em testes desse tipo. A maioria dos homens tem dificuldades em decifrar expressões e olhares, mas eles também podem adquirir a capacidade de decifrar sinais não-verbais.
  58. 58. Estilos de Comunicação Sistemas Representacionais
  59. 59. Sistemas Representacionais Palavras Voz “O corpo fala” *Albert Merhabian_Univ. Califórnia
  60. 60. Sistemas Representacionais Linguagem 93%
  61. 61. Sistemas Representacionais Lembramos de: Segundo Bradbury 20% 30% 50% 70%
  62. 62. Estilos de Comunicação QUIZ Descobrindo Seu Potencial Comunicativo PÁG. 41 a 44
  63. 63. Estilos de Comunicação Sucesso
  64. 64. Estilos de Comunicação Estilo Social O Padrão de comportamento mais evidente e persistente que uma pessoa demonstra a outra Comportamento observável Quieto x Energético Calmo x Agitado Voz suave x projetada Pouco x muito contato visual Postura casual x rígida Postura retraída x projetada Personalidade
  65. 65. Estilos de Comunicação Assertividade Medida do grau em que você se vê tendendo mais frequentemente a perguntar, ou a dizer à medida que você interage com os outros Pergunta Diz Assertivo Assertivo • Cuidadoso e • Expressa e reservado com impõe opiniões opiniões, • Faz afirmações • Contido • Determina • Questiona ações de outros
  66. 66. Estilos de Comunicação Responsividade Medida do grau em que você se vê tendendo mais frequentemente a controlar seu sentimentos e emoções, ou a expressar à medida que você interage com os outros Controla • Focado em idéias, fatos e tarefas • Não costuma expor sentimentos • Sempre pronto a dividir sentimentos, Demonstra alegrias e mágoas
  67. 67. Estilos de Comunicação Controla ANALÍTICO DIRETIVO Pergunta Diz Assertivo Assertivo AMIGÁVEL EXPRESSIVO Demonstra
  68. 68. Estilos de Comunicação ESTILO DIRETIVO Comportamento mais controlado e de dizer Controla Pergunta Diz Assertivo Assertivo Demonstra • Age muito rapidamente • Máximo esforço para controlar • Focado no presente • Pouca preocupação com • Dirige a ação relacionamentos • Tende a evitar a falta de ação
  69. 69. Estilos de Comunicação ESTILO EXPRESSIVO Comportamento mais emocional e revelador Controla Pergunta Diz Assertivo Assertivo Demonstra • Age rapidamente • Focado no futuro • Máximo esforço para envolver • Ação impulsiva • Mínima preocupação com rotina • Tende a evitar o isolamento
  70. 70. Estilos de Comunicação ESTILO AMIGÁVEL Comportamento mais revelador e de perguntar Controla Pergunta Diz Assertivo Assertivo Demonstra • Age sem pressa • Focado no presente • Máximo esforço para se relacionar • Ação de apoio • Mínima preocupação com mudança • Tende a evitar o conflito
  71. 71. Estilos de Comunicação ESTILO ANALÍTICO Comportamento mais controlado e de perguntar Controla Pergunta Diz Assertivo Assertivo Demonstra • Age lentamente • Focado em históricos • Máximo esforço para organizar • Ação cautelosa • Mínima preocupação com • Tende a evitar envolvimento relacionamentos pessoal
  72. 72. Estilos de Comunicação S ANALÍTICO Dis U AMIGÁVEL fun ç ão C E EXPRESSIVO S DIRETIVO S O Início Cedo Meio Maturação Tarde demais Tempo Ciclo de reunião
  73. 73. Estilos de Comunicação Assertividade – sinais verbais e não verbais Pergunta Diz Assertivo Assertivo • Ritmo mais calmo • Ritmo mais rápido • Menos afirmações • Mais afirmações • Volume mais baixo • Volume mais alto • Uso das mãos calmo, • Uso das mãos diretivo, relaxado enfático • Postura contida • Postura projetada • Contato visual indireto • Contato visual direto
  74. 74. Estilos de Comunicação Responsividade – sinais verbais e não verbais Controla • Orientado para tarefas • Fatos e dados Demonstra • Menos uso das mãos • Orientado para pessoas • Postura rígida • Opiniões e histórias • Expressões faciais • Mais uso das mãos controladas • Postura casual • Expressões faciais animadas
  75. 75. Estilos de Comunicação ControlaComo vejoa mimmesmo??? ANALÍTICO DIRETIVO Pergunta Diz Assertivo Assertivo AMIGÁVEL EXPRESSIVO Demonstra
  76. 76. Estilos de Comunicação Entendimento e estratégias
  77. 77. Estilos de Comunicação Controla ANALÍTICO DIRETIVO Necessidade: estar certo Precisa: resultado Orientação: pensamento Orientação: ação Backup: retirada Backup: assume controle Pergunta Diz Assertivo Assertivo AMIGÁVEL EXPRESSIVO Precisa: segurança Precisa: aprovação Orientação: relacionamentos Orientação: espontaneidade Backup: acompanha Backup: confronta Demonstra
  78. 78. Estilos de ComunicaçãoATITUDESCONSTRUTIVAS Controla ANALÍTICO DIRETIVO Declarar Escutar Pergunta Diz Assertivo Assertivo AMIGÁVEL EXPRESSIVO Iniciar Verificar Demonstra
  79. 79. Estilos de ComunicaçãoESTILOS DE LIDERANÇA Controla ANALÍTICO DIRETIVO Coordenador, Gerente Autoritário Pergunta Diz Assertivo Assertivo AMIGÁVEL EXPRESSIVO Facilitador, Mentor Democrático Demonstra
  80. 80. Estilos de ComunicaçãoPRÁTICAS DE LIDERANÇA Controla ANALÍTICO DIRETIVO Modela o caminho Desafia processos Pergunta Diz Assertivo Assertivo AMIGÁVEL EXPRESSIVO Permite que os outros ajam Inspira os outros a agir Demonstra
  81. 81. Estilos de ComunicaçãoUSO DO TEMPO Disciplinado ANALÍTICO DIRETIVO Usa o tempo para ser Uso eficiente do tempo preciso Mais Mais lento rápido AMIGÁVEL EXPRESSIVO Usa o tempo para ser Usa o tempo para ser agradável estimulante Pouca disciplina
  82. 82. Estilos de ComunicaçãoAÇÕES EM RELAÇÃOAOS OUTROS Menos comunicação, frio, independente ANALÍTICO DIRETIVO Autoridade Comprometimento e Apoia princípios e consistência raciocínio Apoia conclusões e ações Cooperativo Competitivo AMIGÁVEL EXPRESSIVO Interação Validação social Apoia sentimentos e Apoia sonhos e intenções relações Comunicativo, afável, abordável
  83. 83. Estilos de ComunicaçãoTOMADA DE DECISÃO Usa fatos ANALÍTICO DIRETIVO Evidência histórica, Análise de custo- dados e experiência benefício Direciona a conclusões Evita riscos Assume riscos AMIGÁVEL EXPRESSIVO Baseado em Testemunhos dramáticos relacionamentos Confiança e garantias Usa opiniões
  84. 84. Estilos de Comunicação Estilo Social e Versatilidade a. Não existe um Estilo Social melhor que o outro b. Seu Estilo Social predominante não exclui os outros c. Seu Estilo Social é sua “zona de conforto” d. Seu desafio: estabelecer e construir relacionamentos com outros Seja mais eficaz em seus relacionamentos a. Conheça a você mesmo b. Controle-se c. Conheça (entenda) os outros d. Faça alguma coisa pelos outros
  85. 85. Estilos de Comunicação Estilo Social funciona Funcionários e Gerentes acreditam… 88% - serem mais eficientes ao lidar com outros colegas 74% - que situações de conflito podem ser melhor resolvidas 71% - que o desempenho no trabalho pode ser melhor 76% - que o ambiente de trabalho pode ser melhor de modo geral Equipes comerciais acreditam… 92% - que desenvolveram relações melhores com clientes 79% - que melhoraram sua habilidade comercial 58% - que conseguiram fechar negócios que não teriam acontecido de outra forma 75% - que melhoraram relações de trabalho difíceis
  86. 86. Gestão deConflitos
  87. 87. O que é conflito? Oposição de interesses, sentimentos, idéias. Luta, disputa, desentendimento. Briga, confusão, tumulto, desordem. Desentendimento entre países. Conflito armado, guerra. Conflito de jurisdição, situação em que dois órgãos judiciais pretendem conhecer de uma mesma questão ou a isso se recusam, por atribuir cada qual ao outro tal competência. Situação em que, no indivíduo, se opõem os impulsos primários e as solicitações ou interdições sociais e morais.
  88. 88. Conflito no ambiente organizacionalDefinição:Processo pelo qual uma parte percebeque seus interesses estão sendocontrariados ou afetados negativamentepor uma outra parte.
  89. 89. Conflito no ambiente organizacional Transições na Conceituação de Conflito• Visão Tradicional - conflitos são danosos e devem ser evitado• Visão de Relações Humanas - conflitos são consequencias inevitáveis enaturais em qualquer grupo• Visão Interacionista - conflitos podem ser uma força positiva em umgrupo e são necessários para que um desempenho eficaz
  90. 90. Gestão de conflito “Onde todos pensam igual, ninguém pensa muito.” Walter Lippman
  91. 91. Verdades e Mitos sobre Conflitos A solução de um conflito cria um vencedor e um perdedor Gerenciar bem um conflito significa não fazer concessões Bons administradores de conflitos nascem com essa característica Conflitos são em geral problema de personalidade Conflitos são sempre negativos e disfuncionais O relacionamento com a outra parte não importa
  92. 92. Gestão de Conflitos Antigamente Atualmente  Conflito é disfuncional e causado  Conflito é uma conseqüência por diferenças de personalidades inevitável das interações internas e ou falha de liderança externas das organizações  Conflito deve ser evitado a todo  Conflito pode ser benéfico custo  Conflito é resolvido  Conflito é resolvido por identificando as causas e pelas separação física ou intervenção partes envolvidas com apoio de da alta administração gerentes imediatos
  93. 93. Gestão de Conflitos Efeitos positivos do conflito Efeitos negativos do conflito  Trazem a público problemas que, caso contrário, poderiam ser ignorados  Pode levar a emoç ões negativas e estresse  Pode motivar as pessoas a tentarem entender as posições e idéias de  Muitas vezes reduz a comunicação outras entre os participantes, o que pode prejudicar a coordenação do trabalho  Incentiva as pessoas a exporem novas idéias, facilitando inovação e mudança  Pode fazer com que líderes evitem liderança participativa e, em vez disso, recorram a decisões  Obriga as pessoas a contestarem o autoritárias “de cima para baixo ” seu raciocínio e suas premissas, o que muitas vezes melhora a qualidade das decisões  Pode resultar em pré-julgamentos negativos e divisões no grupo de trabalho, visto que participantes de grupos opositores tendem a enfatizar as diferenças entre eles mesmos e a oposição
  94. 94. Gestão de Conflitos Conflito e Desempenho Alto Desempenho A B C Baixo Nível de Conflito Alto
  95. 95. Gestão de ConflitosSituação Nível de Tipo de Características Desempenho Conflito Conflito Internas do Grupo do Grupo A Baixo ou Disfuncional • Apático Baixo nenhum • Sem resposta à mudanças e desafios • Ausência de novas idéias B Ótimo Funcional • Viável Alto • Autocrítico • Inovador C Alto Disfuncional Baixo • Caótico • Não cooperativo • Ruptura
  96. 96. Natureza dos Conflitos Conflitos de tarefa • No nível de tarefas, idéias e questões (conteúdo e trabalho) e não se relacionam à avaliações sobre o caráter de pessoas. Conflitos de relacionamento • São relativos às relações interpessoais, portanto são personalizados e trazem à tona julgamentos pessoais. São grandes ameaças para relações, funcionamento de equipes e resolução de problemas. Conflitos de processo • Relacionam-se à maneira como o trabalho é realizado.
  97. 97. Métodos de Solução de Conflitos  CONFRONTO (CONFRONTATION) – resolver o problema real, é o melhor estilo. Melhor escolha.  COMPROMISSO (COMPROMISING) – achar soluções que tragam algum grau de satisfação para ambas as partes.  FORÇA (FORCING) – dar ênfase a um ponto de vista como alternativa - imposição  RETIRADA (WITHDRAWAL) – adiar a decisão.  “PANOS QUENTES” (SMOOTHING) – diminuir a importância do problema sem buscar a solução
  98. 98. Métodos de Solução de Conflitos Quando usar cada um dos estilos de gerenciamento de conflitos Situação Força Panos Retirada Compromiss Colaboração Quentes o Importância da Alta Baixa Baixa Alta questão Média Importância do Alta Baixa Baixa Alta relacionamento Média Nível de Poder Alto Baixo Igual Baixo - Alto relativo Igual Restrições de tempo Médias - Médias - Médias - Baixas Altas Altas Altas Médias - Altas
  99. 99. Métodos de Solução de Conflitos  “Façam do meu jeito.”  “Vamos ter calma e fazer o que for preciso.”  “Como não conseguimos decidir sobre a compra do hardware, teremos que esperar até a próxima reunião.”  “Por que não diminuimos a quantidade de computadores e fazemos a compra sem mais demora?”  “Você diz que precisamos de novas máquinas. Eu sugiro que façamos uma revisão completa para determinar se a compra é inevitável.”  “Vamos fazer um pouco do que vocês dois estão sugerindo.”  “Já falamos o suficiente sobre computadores. Não quero comprá-los e ponto final.”  “Vocês querem o mínimo de interrupção por conta da falta de máquinas. Eu tenho certeza que podemos chegar a um acordo sobre decisão de comprar ou revisar máquinas antigas.”
  100. 100. Gestão de Conflitos Ordem de causas geradoras de conflitos:  Prazos  Prioridades  Recursos  Questões técnicas  Procedimentos Administrativos  Custo  Personalidades Fonte: Standish Group
  101. 101. Gestão de Conflitos Técnicas de prevenção de conflitos:  Manter a equipe informada sobre a direção do trabalho  Comunicação clara, aberta, transparente  Objetivos e restrições  Principais decisões e conseqüências para stakeholders  Transições e Mudanças - Atenção durante momentos instáveis  Papéis e responsabilidades bem definidas sem sobreposição de tarefas  Manter as tarefas de trabalho interessantes e desafiadoras
  102. 102. Gestão de Conflitos Técnicas ineficientes de prevenção de conflitos:  Demonstrar desconforto de forma não verbal (postura, atitude, etc.)  Propor locais públicos ou permitir interrupções por ocasião da discussão sobre um conflito  Não tolerar nenhuma expressão de emoções  Minimizar a importância do problema identificado por outra pessoa  Fazer brincadeiras pejorativas, sobre a situação ou pessoas envolvidas  Expressar desagrado pela existência do conflito  Desvalorizar a outra parte de forma pessoal
  103. 103. Solução de Conflitos  Separe as pessoas dos problemas. Lembre-se que o problema é o relacionamento e não as pessoas.  Reconheça e avalie as diferenças.  Seja flexível em relação ao ponto de vista e estilo de trabalho da outra pessoa.  Aceite o fato de que uma opinião ou abordagem diferente é apenas diferente, não errada. Lembre-se que há diferenças no modo de pensar.  Evite rotular as pessoas negativamente.  Seja flexível.  Concentre-se no resultado e não na postura.“Todos os problemas ficam menores se você os enfrentar em vez de evitá-los.”William F. Halsey
  104. 104. Liderança O CAMINHO DAS PEDRAS
  105. 105. O CAMINHO DAS PEDRASGrupo 03 pessoasIndividualmente aponte 05 pontos fortes e fracos do seu líder(referência) – 5’Reunir com o grupo e defina entre todas selecionas as cinco maisrelevantes – 10’de cada (P. Fortes e P.Fracos)Após esta análise retorne individualmente e circule àquelas que seidentificam com você – 5’
  106. 106. -Liderança –Inteligência Emocional
  107. 107. “Nós somos aquilo que fazemos repetidasvezes, repetidamente. A excelência portantonão é um feito, mas um hábito.” Aristóteles
  108. 108. Liderança - Expandindo o Repertório
  109. 109. Liderança - Expandindo o Repertório
  110. 110. Liderança - Expandindo o Repertório O que é Liderança? O que NÃO é Liderança?
  111. 111. Liderança - Expandindo o Repertório Concorda ou não? Por quê?  Liderança é fácil, simples  É complexa  É um conjunto de ações  É uma responsabilidade  É uma oportunidade  É sinónimo de gerência  É um título ou posição  É poder  É um dom natural  É sinônimo de influência
  112. 112. Liderança - Expandindo o Repertório Sim, é… Não, não é… Liderança é fácil, simplesÉ complexaÉ um conjunto de açõesÉ uma responsabilidadeÉ uma oportunidade É sinônimo de gerência É um título ou posição É poder É um dom naturalÉ sinônimo de influência
  113. 113. Inteligência EmocionalCompetências de Liderança O Ambiente de Negócios  Caos e turbulências  Mudanças permanentes  Criatividade como fator crítico de sucesso (diante da concorrência)  Desafios  Necessidade de resultados  Necessidade de alto desempenho de colaboradores
  114. 114. Inteligência EmocionalCompetências de Liderança O Ambiente de Negócios 1. Que recursos são necessários no caos e turbulência? 2. Que recursos são necessários para ser transparente em momentos difíceis? 3. O que é necessário para maximizar seu próprio desempenho e o de seus subordinados e colegas? 4. Como criar um clima que promove inovação, relacionamento com clientes e resultados?
  115. 115. Inteligência EmocionalCompetências de Liderança
  116. 116. Inteligência EmocionalCompetências de Liderança Inteligência Emocional é o fator que separa os excelentes Líderes daqueles “apenas” bons. Todos possuem algum grau de IE. Posso aprender Inteligência Emocional? Não irá acontecer com um workshop ou lendo um livro mas apenas com sincero e grande esforço…..
  117. 117. Inteligência EmocionalCompetências de Liderança Como reforçar estas habilidades?  Atenção com seus hábitos, desenvolva novos  Cuidado com seus gatilhos  Tenha clareza de seus pontos a melhorar e estabeleça metas  Prática consciente, persistência e feedback de colegas e “coaches”.
  118. 118. Exercício: Grupo 03 pessoas Esta é a história de um diretor de vendas e sua equipeGestão & Liderança Prof. Randes Enes
  119. 119. Gestão & Liderança Prof. Randes Enes
  120. 120. Ele tem dois homens de confiançaGestão & Liderança Prof. Randes Enes
  121. 121. 1º ano 2º ano 3º anoGestão & Liderança Prof. Randes Enes
  122. 122. Todo profissional deve satisfaçõesGestão & Liderança Prof. Randes Enes
  123. 123. Gestão & Liderança Prof. Randes Enes
  124. 124. Gestão & Liderança Prof. Randes Enes
  125. 125. O QUE VOCÊ FARIA SE FOSSE AQUELE DIRETOR COMERCIAL?Gestão & Liderança Prof. Randes Enes
  126. 126. Liderança & Estilos O CAMINHO DAS PEDRAS
  127. 127. A Empresa do século XXI tem que ser rápida, inovadora,criativa e flexível, assim como todos aqueles que lideram e gerenciam pessoas, processos e negócios.
  128. 128. “Tudo mudao tempo todo no mundo.” Nelson Motta
  129. 129. O líder é umcatalisador deidéias e ideais.
  130. 130. Características básicas dos líderes:desejo de liderar,a disposição de correr riscos,a necessidade da conquista
  131. 131. Atitude e a energia do Líder e gestor de pessoasA Liderança é um campo de interaçãoÉ mais Interpessoal do que pessoalTarefa central: desenvolvimento de um sólido relacionamento profissional com os outros
  132. 132. Líderes e gestores.... Transformam fracassos em oportunidades, Não desistem diante das contrariedades E tentam sempre aprender algo.
  133. 133. Lideranças e Estilos Existem características que você pode aprender e outras você deverá ter Aprender: Ter ou Desenvolver: • Técnicas • Intuição • Estilos de • Sensibilidade comunicação • Cuidado • Teorias • Entusiasmo • Paixão • Estratégias • Habilidades • Táticas interpessoais Reveja seus tópicos do exercício
  134. 134. Lideranças e Estilos Competência Conhecimento aplicado + Habilidade + Atitude =somatório, em ação, diferencia umas pessoas das outras
  135. 135. REFLITA:•Você é um Líder que possui muitaenergia e está disposto a fazer algunssacrifícios pessoais?• É difícil trabalhar com você ou você évisto como um líder por natureza?• Você pressente suscetibilidadespessoais e organizacionais?
  136. 136. REFLITA: Você é capaz de assumir riscoscriativos e de se adaptar facilmente? Você é impulsivo, a ponto de abalar a autoconfiança de outras pessoas, ou as inspira e guia? Você tem uma tendência para a ação, buscando causar impactos positivos no seu negócio?”
  137. 137. Lideranças e Estilos Há três estilos de liderança 1ª. Quem sou eu? 2ª. Quem somos Na qual o líder se nós? expõe como profissional O que dá identidade e pessoa. ao grupo 3ª. Para onde caminhamos? Caminho que a organização objetiva seguir.
  138. 138. ESTILOS de LIDERANÇA
  139. 139. Qual é o seu ...... estilo de Liderança?
  140. 140. Lideranças e Estilos• Liderança autoritária ou que passa autoridade ?• Liderança perfeccionista ou tolerante ?• Liderança ética ou manipuladora ?• Liderança que inspira a aprender ?• Liderança participativa e motivadora ?
  141. 141. Lideranças e Estilos Líder Autocrático Manda, proíbe, ameaça, exige e castiga. Autoritário, concentra o poder de decisão. Dita sozinho as normas e atividades. É auto-suficiente. Não promove Lideranças. Não estimula a iniciativa.
  142. 142. Lideranças e Estilos Líder liberal Não toma iniciativa. Não assume, não dirige, não coordena. Delega as definições finais.
  143. 143. Lideranças e Estilos Líder participativo Valoriza as idéias e iniciativas, Favorece o surgimento de Coordena, envolve, lideranças, promove a participação Compartilha o e a cooperação, poder de decisão, Cria um clima de liberdade, de comunicação aberta e verdadeira integração.
  144. 144. Lideranças e Estilos A cabeça nas nuvens... Estratégia Longo prazo Intangível Sonho/Visão Qualitativo Visão sistêmica Erros / Incertezas / Imprevisibilidade Contextos amplos ... e os pés no chão. Tática Curto prazo Tangível Plano Quantitativo Visão linear “Certezas” / Previsibilidade Operacionalidade Contextos restritos
  145. 145. Lideranças e Estilos Papel da Liderança • Qual é o papel do líder para você ? • Qual é o seu papel perante sua equipe? • Que tipo de liderança você acredita estar refletindo para os seus liderados?
  146. 146. Lideranças e Estilos O que dificulta o papel da Liderança
  147. 147. LIDERAR É ... INFLUENCIARGestão & Liderança Prof. Randes Enes
  148. 148. “Líder é aquele que consegue motivare extrair o melhor de sua equipe”
  149. 149. Dez erros fatais para o líder * Feedback 360º * W.Bennis• Não tem energia e entusiasmo.• Aceita seu próprio desempenho medíocre. • Não faz o que prega.• Não tem visão e rumo • Resiste a novas claros. idéias.• Não tem tirocínio. • Não aprende com• Não colabora. erros. • Não tem traquejo interpessoal. • Não prepara os outros.
  150. 150. Círculo da Liderança
  151. 151. Lideranças e Estilos Círculo da Liderança 1 – Cuidado – Tenha interesse pelas pessoas: Procure valor em cada pessoa. Ponha-se no lugar dos outros 2 – Aprendizagem – Conheça as pessoas: conhecer seus colegas, superiores e subordinados é um processo fundamental para exercer liderança. 3- Apreciação – Respeite as pessoas: Devemos sempre esperar o melhor das pessoas e respeitá-las. 4- Contribuição – Agregue valor às pessoas: * Preencha a lacuna das pessoas * Invista no crescimento de seus colegas * Caminhe com eles
  152. 152. Lideranças e Estilos Círculo da Liderança 5- Verbalização – Dê afirmação às pessoas: Elogie seus pontos fortes, reconheça o que eles realizam, diga coisas positivas sobre eles para seu chefe e colegas. 6- Liderança – Influencie as pessoas: Se desejar tornar-se um líder de verdade, você precisa ajudar as pessoas a vencerem. 7- Sucesso – Vença com as pessoas: Grandes líderes não usam as pessoas para que possam vencer. Eles lideram pessoas para que todos possam vencer juntos.
  153. 153. O MODELO DE LIDERANÇA By Jim Collins
  154. 154. O MODELO DE LIDERANÇA BY JIM COLLINS
  155. 155. O MODELO DE LIDERANÇA BY JIM COLLINS
  156. 156. O MODELO DE LIDERANÇA BY JIM COLLINS
  157. 157. O MODELO DE LIDERANÇA BY JIM COLLINS
  158. 158. O MODELO DE LIDERANÇA BY JIM COLLINS
  159. 159. O MODELO DE LIDERANÇA BY JIM COLLINS
  160. 160. LIDERAR É ...INFLUENCIAR
  161. 161. LIDERANÇA NÍVEL 5
  162. 162. NÍVEL 5NÍVEL 4NÍVEL 3NÍVEL 2NÍVEL 1
  163. 163. #1 O LíDER NÍVEL 5está mais ocupado em construiruma organização excelente doque em alavancar sua carreira
  164. 164. #2 O LíDER NÍVEL 5 usam a palavra “nós” paraexplicar o sucesso, a palavra“eu” para explicar o fracasso
  165. 165. #3 O LíDER NÍVEL 5está preocupado em formar seus substitutos
  166. 166. #4 O LíDER NÍVEL 5 possui alto grau de inteligência subjetiva
  167. 167. A TR & ÁRI TE & ICA A Ó IC N RI TÉ SIO ÉG CA CN ATVI INTELIGÊNCIA ES SUBJETIVA METODOLÓGICA & GERENCIAL
  168. 168. INTELIGÊNCIA SUBJETIVA. Controle emocional. Autoconhecimento. Autoconfiança. Capacidade de relacionamento
  169. 169. CO N A H EC TE & ICA I ME N TR & RI Ó A NÁ TO RI TÉ IC T U RO CA CN SIO ÉG FU AT VI INTELIGÊNCIA S TOES EN AM SUBJETIVA CI ON RELA OS METODOLÓGICA ESS & OC GERENCIAL PR
  170. 170. #5 O LíDER NÍVEL 5 atua com base na autoridade, e não com base no poder
  171. 171. #6 O LíDER NÍVEL 5 lidera pelo exemplo
  172. 172. #7 O LíDER NÍVEL 5não é orgulhoso nem vaidoso
  173. 173. O MODELO DE LIDERANÇA BY JIM COLLINS O LÍDER NÍVEL 5 MAADs *MAADs – Metas Audaciosas, Arriscadas e Desafiadoras
  174. 174. O LÍDER SERVIDOR BY JAMES HUNTER
  175. 175. O LÍDER SERVIDOR BY JAMES HUNTER Gentileza e Responsabilidade “Eu amo você…sou seu maior fã!” JACK WELCH para JEFFREY IMMELT “Você é responsável pelo pior ano na empresa….Terei de afastá-lo se não puder dar um jeito.” JACK WELCH para JEFFREY IMMELT
  176. 176. O LÍDER SERVIDOR BY JAMES HUNTER Servir e ser servido… Quem são as pessoas que tiveram grande impacto na sua vida? O que fizeram por você? Quais os eventos mais marcantes na sua vida e que tiveram impacto em como você lida com as pessoas? Qual o seu propósito maior? O que espera alcançar? Quais os seus valores que guiam seu propósito? O quê seu Time pode esperar de você? O quê você espera dos seus colaboradores?
  177. 177. Jesus tirou a vestimenta de cima e, tomando uma toalha, cingiu-seJesus tirou a vestimenta de cima e, tomando uma toalha, cingiu-secom ela. Depois, deitou água na bacia e passou a lavar os pés aoscom ela. Depois, deitou água na bacia e passou a lavar os pés aosdiscípulos e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido. Aodiscípulos e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido. Aoterminar, retomou seu lugar e disse-lhes: “Ora, se eu, sendo o Senhor eterminar, retomou seu lugar e disse-lhes: “Ora, se eu, sendo o Senhor eo Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns doso Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dosoutros. Porque eu vos dei o exemplo para que, como eu vos fiz, façaisoutros. Porque eu vos dei o exemplo para que, como eu vos fiz, façaisvós também”.vós também”.(Evangelho de João 13.1-20)(Evangelho de João 13.1-20)
  178. 178. Até a próxima !!“Os pedidos que fazemos aos céusencontram-se na maioria das vezes,em nossas próprias mãos.” (Shakespeare) PROFESSOR Randes Enes randes@profrandes.com.br www.facebook.com/trupemk www.profrandes.com.br (11) 98122-6888 SÃO PAULO

×