Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Resumos de Português: Felizmente há luar!

729 views

Published on

Resumos para o Exame Nacional de 12ºano de Português

Published in: Education
  • Be the first to comment

Resumos de Português: Felizmente há luar!

  1. 1. Felizmente Há Luar! Drama narrativo,de caráter social,dentrodosprincípiosdoteatroépico.Analisacriticamenteasociedade, mostrandoa realidade comoobjetivode levaroespectadoratomar uma posição. Dualidade em Felizmente há Luar! Felizmente há Luar! Apresentaumcaráter dual:reflete duasépocas (oAbsolutismodoséc.XIXe a ditadura salazaristadoséc. XX);é constituídopordois atos que se iniciamde formasemelhante,alertandoassimo espetadorparaa necessidade de estaratentoe manterumaatitude crítica; e as personagensestão agrupadasem doisnúcleosdicotómicos –Podere Anti-Poder.OsatosIe II estãofortemente interligados, poisa ação narrada noato II decorre emconsequênciadasituaçãoapresentadanoatoI. Em ambosos atos, GomesFreire (A figuracentral),mesmoausente, surge comoelementoestruturadordaação: são a sua condenaçãoe execuçãoque condicionamocomportamentodasrestantespersonagens. Características:  Exprime arevoltacontra o poderdespóticoe mostrao direitoe odeverda mulhere dohomemde transformaremasociedade.  É entendidacomoumaalegoriapolitica.SttauMonteiroremeteoleitor/espectadorparaos problemassociaise políticosde Portugal nãoapenasnoiníciodo séculoXIXe durante o regime ditatorial doséculoXX,maspara todosos regimesdespóticose situaçõesrepressivas.  Existe umparalelismoentreaação presente napeçae oscontextosideológicoe sociológicodopaís.  Há um mergulhadornopassadoonde se revisitamosacontecimentoshistóricosparalevaro leitor/espectadorainterpretaropresente e arefletirsobre anecessidadede lutarcontraqualquer opressão.  Graças à distanciaçãohistórica,denúnciaumambiente político repressivodosiníciosdoséculoXIX, para provocar a reflexãosobre umtempode opressãoe de censuraque se repete noséculoXX.  O monólogoinicial de Manuel,“omaisconsciente dospopulares”,coloca-nosnocontextohistórico da obra: invasõesnapoleónicase proteçãode Inglaterra;situaçãode repressãodopovo pelos “senhoresdoRossio”.  Felizmente háLuaré uma obra intemporal que nosremeteparaa lutado serhumanocontra a tirania,a injustiçae todasas formasde perseguição.  Narra a luta pelaliberdadenoiníciodoséculoXIXe serve de pretextoparauma reflexãosobre a ditaduraemPortugal no séculoXX.Todosos opressivos,e concretamenteoregime salazarista,entre o iniciodosanostrinta e 1974, foramdenunciadose contestadospelosartistas.A literatura,a músicae outrasartes foramo “veículode protesto”contra a censura,contra a miséria. Duplo significado da expressão “Felizmente há Luar!”  Para D. Miguel:O luaré favorável porpermitiravisibilidade de um castigo prolongado que se pretende exemplar e dissuasor de qualquer ideia de revolta.  Para Matilde:O mesmoenunciadopronunciadoporMatilde assume umsignificadototalmente distinto. Para ela, a morte de Gomes Freire constitui um incentivo à revolta contra a tirania dos opressores e é, por isso, importante que seja visível.
  2. 2. As personagens:  Rei D. João VI - Casadocom D. Carlota Joaquina.AquandodasInvasõesFrancesas,refugia-secoma Corte no Brasil,deixandoemLisboaumaregênciaincapazde governarsegundonovosideaise de se imporao crescente domíniopolítico-militarde Inglaterra.  D. Carlota Joaquina - Rainha de Portugal  Rei D. Miguel - Filhode D. João VIe de D. CarlotaJoaquina.Encabeçouomovimentoque se opunha à implantaçãodoliberalismoemPortugal.Foi exiladoe,apósa morte de D. João VI,regressoua Portugal e foi proclamadorei absolutopelasCortes(dandoorigemaumaguerracivil que opôs liberaise absolutistas).Comavitóriadosliberais,é expulsodotronoe exilado.  GomesFreire de Andrade - General português.Foi preso,acusadode terparticipadona terceira invasãofrancesa.Ligadoaosideaisprogressistase membrodaMaçonaria, foi acusadode participar na conspiraçãode 1817, que punhaem causa a ausênciadaCorte de D. João VIno Brasil,a presença militaringlesanopaíse a grave situaçãoeconómicaque entãose vivia.Osconspiradores,acusados de traição à pátria, foramqueimadospublicamente e Lisboafoi convidadaaassistir.Foi aí enforcado e depoisqueimado.Masofermentodarevoluçãoestavalançadoe iriadar fruto numarevolução liberal.  WilliamBeresford- General Inglês,severoe disciplinador,enviadopelaGrã-Bretanhapara reorganizaro exércitoportuguês(apósaprimeirainvasãofrancesa).Foi depoisnomeado generalíssimodoexércitoportuguêse foi consolidandoe aumentandoosseuspoderes.Rejeitavaas novasideiasliberais,imaginavaconspiraçõese reprimia-asseveramente.Apósrumoresde uma conspiraçãoque pretendiaoregressodorei e que se manifestavacontráriaàpresençainglesa, mandoumatar os conspiradores(entre elesGomes Freire).  Matilde de Melo- A "companheirade todasas horas"do General GomesFreire.Possuidorade uma densidade psicológicanotável,aparece naobranão apenascomo sonhadora,que sabe amarde verdade,masa personagemque,corajosamente,desmascaraa hipocrisiae reage contrao ódioe as injustiças.Elaacreditanatransformaçãoda situaçãode opressãoemque opovo vive. Elementossimbólicos Diversossímbolosfavorecemacompreensãodasituaçãovividae daesperançade alcançar a liberdade. Saia verde  Oferecida pelo General a Matilde;  Em vida, representa a esperança, a felicidade, a liberdade;  Na morte,representaaalegriadoreencontrocom Gomes Freire, a tranquilidade, a esperança de que o martírio do General dê os seus frutos. A fogueira  Representa tanto a tristeza e a escuridão do presente como a esperança e a liberdade do futuro. Os tambores  Símbolos da repressão provocam o modo e prenunciam a ambiência trágica da ação.
  3. 3. A moeda de cinco réis  Símbolo do desrespeito dos mais poderosos em relação aos mais desfavorecidos;  Represália de Manuel a Matilde. A noite de luar  A noite representa a morte, o mal, a infelicidade. No entanto, a luz representa a vida, a saúde, a felicidade;  Para D. Miguel o luarpermite que oclarão da fogueira atemorize todos aqueles que queiram lutar pela liberdade, funcionando como elemento dissuasor, purificando a sociedade de ideias “perigosas”;  Para Matilde,o luar permite que a morte do General e de todos os outros homens que o acompanham seja bem visível e, finalmente, se vá para a frente com a revolta contra o regime absolutista.- Tempo da história – Séc. XIX – 1817 Tempo da escrita – Séc. XX – 1961  Conspirações internas; revolta contra a presençadaCorte noBrasil;influênciado exército britânico – levaram à revolução liberal de 1820  Conspiraçõesinternas; principal irrupção da guerra colonial – mais tarde levaram à revolução do 25 de Abril  Regime absolutista e tirânico  Regime ditatorial de Salazar  Classes sociais fortemente hierarquizadas;  Classesdominantes commedo de perder privilégios  Grande desigualdade entre as classes sociais;  Classesexploradoras,comreforço do seu poder  Classes sociais fortemente hierarquizadas;  Classesdominantescommedo de perder privilégios  Grande desigualdade entre as classes sociais;  Classesexploradoras,comreforço do seu poder  Povo oprimido e resignado;  A “miséria, o medo e a ignorância”;  Obscurantismo,mas“felizmente há luar”  Povo reprimido e explorado;  Miséria, medo e analfabetismo;  Obscurantismo, mas crença nas mudanças  Luta contra a opressão do regime;  Manuel denuncia a opressão e a miséria  Luta contra o regime totalitário;  Agitação social e política  Perseguições dos agentes de Beresford;  As denúncias de Vicente, Andrade Corvo e MoraisSarmento, que demonstram ser hipócritas e sem escrúpulos;  Censura à imprensa  Perseguições da PIDE;  Denúncias dos chamados “bufos”, que surgem na sombra e se disfarçam, para colher informações e denunciar;  Censura  Severa repressão dos conspiradores;  Processos sumários e pena de morte  Prisão e duras medidas de repressão e tortura;  Condenações sem provas  Execução do General Gomos Freire  Execução do general Humberto Delgado (1965)

×