Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Análise do Ambiente Externo

12,841 views

Published on

Trabalho da disciplina de Gestão de Marketing Interno do curso de Comunicação Interna para Relacionamentos Estratégicos PUC Minas.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Análise do Ambiente Externo

  1. 1. ANÁLISE DO AMBIENTE EXTERNO<br />Cap. 4 - livro Estratégia de Empresa <br />FGV Management<br />
  2. 2. Objetivo<br />Apresentar uma metodologia para mapear as possíveis evoluções do ambiente, buscando antecipar oportunidades e ameaças ao desempenho almejado na visão, missão, valores e objetivos. <br />
  3. 3. Introdução<br />O ambiente externo é formado por dois elementos:<br />Ambiente geral:<br /><ul><li>Macroambiente de negócios
  4. 4. Desenvolvimento de cenários
  5. 5. Análise das tendências
  6. 6. Ameaças e oportunidades do ambiente de negócios</li></ul>Ambiente setorial:<br /><ul><li>Análise do Microambiente </li></li></ul><li>Ambiente geral<br /><ul><li>Constituído dos elementos que formam a vida da sociedade e que influenciam de maneira direta ou indireta as organizações;
  7. 7. São estudadas quatro segmentos: demográfico, economico, sociopolítico e tecnológico. O escopo da análise depende da abrangência do trabalho a ser desenvolvido. </li></li></ul><li>Ambiente setorial<br /><ul><li>A análise da indústria </li></ul>Objetivos:<br /><ul><li>prever o nível médio de lucratividade a longo prazo dos competidores numa determinada indústria.
  8. 8. Compreender as diferenças de rentabilidade entre os competidores numa mesma indústria.</li></li></ul><li>Ambiente setorial<br /><ul><li>Aplicação das cinco forças competitivas de Michael Porter (1980)</li></ul>Poder de barganha do consumidor;<br />Poder de barganha do fornecedor;<br />Ameaça de novos entrantes;<br />Ameaça de produtos substitutos;<br />Rivalidade entre os concorrentes.<br />
  9. 9. Ambiente setorial<br />Críticas ao modelo de Porter<br /><ul><li>O modelo das cinco forças está focado no ambiente da indústria, não na análise do macroambiente;
  10. 10. Compradores e fornecedores são tratados de maneira desigual;
  11. 11. Conhecer a estrutura da indústria é identificar as principais características econômicas e tecnológicas do setor. Este conhecimento irá moldar a arena onde será definida a estratégia competitiva.</li></li></ul><li>Desenvolvendo cenários<br />Cenários são as configurações de um sistema ou situação do que se deseja conhecer, sempre vinculado a um determinado período.<br />Determinar os rumos que o ambiente de negócios pode tomar.<br />Baseia-se na evolução das tendências do ambiente externo.<br />São desenhados a partir do estudo das tendências verificadas nos ambientes geral e setorial.<br />
  12. 12. Desenvolvendo cenários<br />Apontar ameaças e oportunidades.<br />Determinar os rumos que o ambiente de negócios pode tomar.<br />Baseia-se na evolução das tendências do ambiente externo.<br />São desenhados a partir do estudo das tendências verificadas nos ambientes geral e setorial.<br />
  13. 13. Desenvolvendo cenários<br />Hipóteses.<br />Preparar a organização para o futuro.<br />Incerteza.<br />Saber lidar com a incerteza.<br />
  14. 14. Desenvolvendo cenários<br />As organizações elaboram 3 cenários:<br /><ul><li>Otimista;
  15. 15. Intermediário;
  16. 16. Pessimista.</li></ul>A organização que se prepara para o surgimento de novas tendências, agirá com maior rapidez ao novo cenário. Este fator pode ser decisivo na conquista de uma maior fatia de mercado, quando comparado ao concorrente despreparado.<br />Antecipar as consequências provenientes da mudança de cenário.<br />
  17. 17. Desenvolvendo cenários<br />A análise do ambiente externo nada mais é que, saber aproveitar, estrategicamente, as OPORTUNIDADES, sabendo lidar, de forma inteligente, com as AMEAÇAS, sem ignorá-las.<br />O Marketing oferece todas as ferramentas para que a empresa se prepare para o futuro da organização de forma satisfatória. <br />Basta saber aplicá-las.<br />
  18. 18. Muito Obrigado!<br />Muito Obrigado!<br />Érica Bastos<br />Everton Souza <br />Rafael Nogueira <br />Valkíria Lima <br />Viviane Miranda<br />IEC – PUC-MG – Comunicação Interna para Relacionamentos Estratégicos<br />Gestão de Marketing Interno – Prof. Flávio Tófani<br />2011<br />

×