Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

TDC SP 2019 - Management 3.0 sob a Ótica das 5 Disfunções

285 views

Published on

Times engajados, motivados e comprometidos são fundamentais para lidar com todo o cenário de complexidade que temos hoje em dia. Mas como podemos fomentar isso?

O modelo de times de Lencioni fala que tudo começa com a confiança e avança por 5 estágios (não necessariamente sequenciais) passando pelo conflito construtivo, pelo comprometimento, pela responsabilização mútua até chegar aos times compromissados com os resultados.

Nesta palestra iremos apresentar as 5 disfunções dos Times e mostrar quais as ferramentas do Management 3.0 podem ser utilizadas em cada cenário, baseado na experiência prática dos autores facilitando times.

Published in: Business
  • Be the first to comment

TDC SP 2019 - Management 3.0 sob a Ótica das 5 Disfunções

  1. 1. Trilha Management 3.0 São Paulo 2019
  2. 2. Rafael Targino Agile Coach & Business Innovation Pedro Cortez Agile Coach Maurício Pinheiro Agile * rafaeltargino pedro-cortez mauricio.pinheiro@gmail.com mauricio-pinheiro
  3. 3. Já ouviram essas frases? “Isso não é comigo!” “Fiz a minha parte!” “Não entregamos, tudo bem! Isso é assim mesmo...” “Já estava assim quando eu cheguei!” “Eu te disse...” “Não foi bem assim...” “Não adianta falar... No final fazem do jeito que eles querem mesmo...” “Não foi assim que eles quiseram... Então... Taí! “Não tenho nada a ver com isso não!” “Eu vou é ficar quieto no meu canto!”
  4. 4. “O fato é que, já que são compostas de serem humanos imperfeitos, as equipes são inerentemente disfuncionais” Patrick Lencioni
  5. 5. Os Sistemas tendem a entrar em um estado de economia de energia
  6. 6. Como Construir Times Verdadeiramente Ágeis?
  7. 7. As Cinco Disfunções de um Time Patrick Lencioni
  8. 8. Práticas Management 3.0
  9. 9. As Cinco Disfunções de um Time (Patrick Lencioni) Evitar Responsabilizar o Outro Falta de Comprometimento Medo do Conflito Construtivos Ausência de Confiança Invulnerabilidade individual Protege a Harmonia Artificial Não assimila o que ficou decidido (Ambiguidade) Acostuma-se com Baixos Padrões Resultados Individuais Despreocupação com os Resultados
  10. 10. As Cinco Disfunções de um Time (Patrick Lencioni) Falta de Comprometimento Medo do Conflito Construtivos Ausência de Confiança Invulnerabilidade individual Protege a Harmonia Artificial Não assimila o que ficou decidido (Ambiguidade) Acostuma-se com Baixos Padrões Resultados Individuais Vulnerabilidade Despreocupação com os Resultados Evitar Responsabilizar o Outro
  11. 11. Qual tipo Confiança?
  12. 12. Gerando Empatia - Personal Maps
  13. 13. O que Somos e o que Desejamos Ser Peça ao time que conte histórias significativas do trabalho. Crie um título para cada história. Monte um mural com essas principais histórias Membros informam os valores contidos na história. Time encontra seus valores centrais. Time aponta seus valores desejados. Work Expo Value Stories Histórias geram pontos de empatia entre as pessoas por viverem as mesmas coisas ou situações parecidas. Dentro das histórias estão contidos os valores vividos na organização.
  14. 14. As Cinco Disfunções de um Time (Patrick Lencioni) Falta de Comprometimento Medo do Conflito Construtivos Ausência de Confiança Invulnerabilidade individual Protege a Harmonia Artificial Acostuma-se com Baixos Padrões Resultados Individuais Vulnerabilidade Despreocupação com os Resultados Expõe suas Diferenças e Problemas Não assimila o que ficou decidido (Ambiguidade) Evitar Responsabilizar o Outro
  15. 15. Você faz isso??? Fala sim para coisas que deveria dizer não? Fica em silêncio para coisas que não concorda? Discorda das pessoas ou das ideias/propostas? E se for o seu chefe? Evita falar algo contrário a alguma proposta?
  16. 16. Conflitos Construtivos – Por que é tão Difícil? Times Multidisciplinares Ponto de Vista
  17. 17. Pode ser aplicado em qualquer retrospectiva ou em qualquer momento do time – O que fizemos bem? – O que aprendemos? Promovendo o Debate Yay! Questions Celebration Grid Conflitos são bons para os times. Discordar faz parte. Não são conflitos pessoais, mas sobre o melhor a ser feito… Realizamos eventos para avaliação do que aprendemos, nos sucesso ou na falha. Para cada região colocar exemplos concretos sobre o que aprendeu com seus experimentos e práticas.
  18. 18. Celebration Grid
  19. 19. Promovendo o Debate e Diferença de Ideias Corporate HuddlesBusiness Guilds Precisamos diversidade de visões para nos ajudar a entender os problemas e gerar soluções.
  20. 20. As Cinco Disfunções de um Time (Patrick Lencioni) Falta de Comprometimento Medo do Conflito Construtivos Ausência de Confiança Invulnerabilidade individual Protege a Harmonia Artificial Acostuma-se com Baixos Padrões Resultados Individuais Vulnerabilidade Despreocupação com os Resultados Expõe suas Diferenças e Problemas Compromisso com decisões e acordos Não assimila o que ficou decidido (Ambiguidade) Evitar Responsabilizar o Outro
  21. 21. O quanto podemos contar com todos os membros de nossos times?
  22. 22. Fomentar o Comprometimento x Consenso • Devemos chegar em consenso sempre? • É rápido? • Conseguimos comprometimento de quem não foi atendido? • Podemos usar o empirismo? Não somos ágeis? Não temos retrospectiva?
  23. 23. Gerando Times Comprometidos Avalie se as pessoas estão comprometidas ou envolvidas. Compartilhe decisões de forma que as pessoas comprem e suportem. Culture Book Identity Symbols Internal Crowdfunding Consolida os acordos do time, valores e histórias explicitadas no exercícios Work Expo e Value Stories Crie uma identidade única para o seu time, com um nome e um símbolo criado pelos próprios membros do time. Crie uma bolsa de ideias onde todos podem apostar nas que acham mais significativas.
  24. 24. Não há Comprometimento se houver Desengajamento... Fonte: Gallup, “Worldwide, 13% of Employees Are Engaged at Work” http://bit.ly/1PBuaDn
  25. 25. Engajar e Motivar Pessoas Moving Motivators
  26. 26. As Cinco Disfunções de um Time (Patrick Lencioni) Falta de Comprometimento Medo do Conflito Construtivos Ausência de Confiança Invulnerabilidade individual Protege a Harmonia Artificial Acostuma-se com Baixos Padrões Resultados Individuais Vulnerabilidade Despreocupação com os Resultados Expõe suas Diferenças e Problemas Compromisso com decisões e acordos Disciplinas e Competências Compartilhadas Não assimila o que ficou decidido (Ambiguidade) Evitar Responsabilizar o Outro
  27. 27. Fuga de Responsabilidade Existe responsabilidade coletiva? Nos responsabilizamos um pelo trabalho do outro? Quando não temos comprometimento não teremos responsabilidade sobre o que acontecer. Temos a coragem de nos manter uns aos outros responsáveis? O líder deveria manter as pessoas responsáveis? Só ele? Você se sente responsável ou faz para não ser punido?
  28. 28. Trabalhando a Responsabilidade do Time em Conjunto Deixando os Acordos Explícitos Delegation Board
  29. 29. Fomentando a Responsabilidade Promova trabalho coletivo. Crie ambientes seguros para a transparência. Fomente feedback. Promova responsabilidade coletiva inclusive para manter os membros responsáveis. Lembrar o outro da responsabilidade e ajudar. Improvement Dialogues Feedback Wrap Team Competence Matrix Promova trabalho em par conversas um-a-um, relacionais, organizacionais e ambientais. Contextualize seu momento, aponte suas observações, expresse seu sentimento sobre elas, informe a importância e faça sugestões e ofereça ajuda. Liste as competências do time. Cada integrante informa se pode ensinar, fazer ou não conhece a competência.
  30. 30. Exemplo Matriz de Competência necessário
  31. 31. As Cinco Disfunções de um Time (Patrick Lencioni) Falta de Comprometimento Medo do Conflito Construtivos Ausência de Confiança Invulnerabilidade individual Protege a Harmonia Artificial Acostuma-se com Baixos Padrões Resultados Individuais Vulnerabilidade Despreocupação com os Resultados Expõe suas Diferenças e Problemas Compromisso com decisões e acordos Disciplinas e Competências Compartilhadas Resultados Coletivos Não assimila o que ficou decidido (Ambiguidade) Evitar Responsabilizar o Outro
  32. 32. Despreocupação com os Resultados Os resultados são meus ou do time? Como garantir que as pessoas estão atentas aos resultados? Pensamos primeiro em nós e depois no time? Como reconhecemos os resultados?
  33. 33. Orientados a resultados OKR Scoreboard Index Merit Money Onde queremos chegar? Como sabemos que estamos no caminho? Simplificação do OKR aplicados em uma ferramenta visual acompanhados semanalmente. Use recompensas coletivas para incentivar os resultados coletivos. Não faça conversões previsíveis em dinheiro. Defina objetivos coletivos. Defina o modelo de crescimento: quais são os indicadores? Registre os indicadores, avalie periodicamente e coletivamente se estão eficientes.
  34. 34. Resumo das Ferramentas do Management 3.0 para tratar as 5 Disfunções do Time CONFIANÇA CONFLITOS CONSTRUTIVOS COMPROMETIMENTO RESPONSABILIZAR O OUTRO RESULTADOS COLETIVOS
  35. 35. Praticando o Management 3.0 sob a ótica das 5 Disfunções dos Times Trilha Management 3.0 Florianópolis 2019 Workshop Construindo Times Ágeis 21 setembro Rio de Janeiro 8hs http://bit.ly/lista-cta Slides da palestra e lista de interessados…

×