Verdade Absoluta

1,047 views

Published on

verdade

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,047
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
53
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Verdade Absoluta

  1. 1. VERDADES ABSOLUTAS
  2. 2. Para evitar filhos, faça amor com as cunhadas. Só nascem sobrinhos!
  3. 3. Todos os cogumelos são comestíveis. Alguns só uma vez.
  4. 4. Seja afável com os seus filhos. São eles que vão escolher o seu lar (asilo)
  5. 5. Nasci careca, nu e sem dentes. O que vier, é lucro!
  6. 6. Os amigos vêm e vão, os inimigos acumulam-se...
  7. 7. Se o amor é cego, o que é preciso é apalpar...
  8. 8. Se a mulher fosse boa, Deus tinha uma. E se fosse de confiança, o diabo não tinha chifres...
  9. 9. Sabem porque é que o pão se queima, o leite se entorna, e a mulher engravida? Porque não se tira a tempo...
  10. 10. Alguns homens amam tanto as suas mulheres, que para não as gastarem, preferem usar as dos amigos...
  11. 11. Pior que uma pedra no sapato, só um grão de areia no preservativo...
  12. 12. E se um dia te sentires inútil ou deprimido, lembra-te só disto: Já houve um dia em que foste o espermatozóide mais rápido do grupo!!!
  13. 13. Os trabalhadores mais incapazes são sistematicamente promovidos para o lugar onde possam causar menos danos: a chefia...
  14. 14. Os chefes são como as nuvens, quando desaparecem fica um dia lindo...
  15. 15. O que leva os homens a perseguir mulheres com quem não tencionam casar? O mesmo impulso que leva os cães a perseguir carros que não tencionam conduzir...
  16. 16. É MELHOR ABRIR UM E-MAIL COM VÍRUS, DO QUE UMA CARTA COM ANTRAX !!!
  17. 17. As hierarquias são como as prateleiras, quanto mais altas mais inúteis !
  18. 18. O teu futuro depende dos teus sonhos. Não percas tempo... Vai dormir!
  19. 19. O amor é como a gripe, apanha-se na rua, resolve-se na cama...
  20. 20. Os homens mentiam bem menos, se as mulheres não perguntassem tanto!

×