Trabalho Acadêmico sobre os capítulos 1 e 2 do Livro Não me faça pensar

1,095 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,095
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
24
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho Acadêmico sobre os capítulos 1 e 2 do Livro Não me faça pensar

  1. 1.  Participantes • Audrey • Cristian • Gabriela • Manoel • Marcelo • Rafael
  2. 2.  Primeira lei de usabilidade: Não me faça pensar!Princípio primordial: Não me faça pensar!Páginas web devem ser evidentes e auto-explicativasEntendimento: O que é e como usarObjetividade na navegação: “OK, aí está o ___, isso é um ___ e aquiestá o que quero.”
  3. 3.  Primeira lei de usabilidade: Não me faça pensar!Páginas web que fazem o usuário pensar geram pensamentos emforma de perguntas. Exemplos:• Por onde começar?• Posso clicar neste link?• Porque usaram este nome?O trabalho dos desenvolvedores é se livrar dessas perguntas.
  4. 4.  Coisas que nos fazem pensarTodos os componentes de páginas web podem gerar pensamentosdesnecessários como, por exemplo, nomes de coisas com os quaiso usuário não está familiarizado (botões, links, etc.).Essas coisas sempre se encontram dentro de um intervalo entre o“óbvio” e o “requer raciocínio”. Os desenvolvedores devem sempretender para o lado do “óbvio”.Fácil reconhecimento de links e botões: O usuário não deve gastartempo pensando se algo pode ou não ser clicado.Durante o uso da web, cada mínima dúvida aumenta o trabalho dousuário e desvia sua atenção do objetivo principal. O acúmulo depequenas distrações pode confundir.Usuários não gostam de ter de descobrir como fazer as coisas.
  5. 5. Sites de Livrarias
  6. 6.  Coisas que nos fazem pensar• A maior parte “dessa conversa mental” ocorre em uma fração de segundo, mais é um processo bastante turbulento.• Pode gerar outras dúvidas ao usuário. Onde estou? Onde devo começar? Onde eles colocaram o ________? Principio básico é eliminar as perguntas
  7. 7. Exemplo de busca
  8. 8.  Como realmente usamos a Web• A diferença está em como achamos que elas usam a Web e como elas realmente o fazem.• Na maioria das vezes o usuário da uma olhada rápida, examina parte do texto e clica no primeiro link que lhe interessar. Sexo Venda Grátis
  9. 9. A realidade do usuário é muito mais parecida com “passando por um painel de propaganda a 140 km por hora
  10. 10. Equipamentos
  11. 11. Eye Tracking
  12. 12. % Cliques
  13. 13.  Nós não lemos as páginas. Damos uma olhada nelas• Geralmente estamos com pressa• Sabemos que não precisamos ler tudo• Somos bons nisso Em caso de estudo de documentação, e especificação de produtos que o usuário deseja adquirir, essa regra não se aplica.
  14. 14. Teste 5 segundos
  15. 15. Call to Action
  16. 16. Call to Action
  17. 17.  Fato #2 Não fazemos escolhas, fazemos o que é suficiente “Quando estamos projetando uma página, tendemos a supor que os usuários examinarão a página, considerarão todas as opções disponíveis e escolherão a melhor.“ Na verdade... escolhemos a primeira opção razoável → fazer o que for suficiente.Livro: Fontes do poder: como Com: Tomada naturalista as pessoas tomam - pressão de tempo de decisões decisões - objetivos vagos - informações limitadas de Gary Klein - condições inconstantes Por: - bombeiros - pilotos - jogadoes de xadrez - operadores de usina nuclear
  18. 18.  Fato #2 Não fazemos escolhas, fazemos o que é suficienteO grupo de Klein analisou o caso dos Comandantes de bombeirosem situação de incêndios.1º estudo, foi baseado num modelo amplamente aceito na tomadade decisões:" Ao se deparar com um problema, a pessoa coletainformações, identifica possíveis soluções e escolhe amelhor".Devido a importância da decisão e a extrema pressão de tempo foiconsiderada a hipótese de que os comandantes iriam compararapenas duas opções.
  19. 19.  Fato #2 Não fazemos escolhas, fazemos o que é suficienteRESULTADO:Os comandantes não comparavam quaisquer opções.O primeiro plano razoável que vinha em mente, era testadomentalmente e se não fosse encontrado problema era executado.
  20. 20.  Fato #2 Não fazemos escolhas, fazemos o que é suficiente• Geralmente estamos com pressa. Segundo Klein: "Otimizar é difícil e demora muito. Fazer o que for suficiente é mais eficiente".• Não há punição para uma escolha errada. A penalidade por fazer algo errado é apenas uns cliques no botão voltar, o que torna o ato de “fazer o suficiente“ uma estratégia efetiva.No caso de páginas que demoram a carregar o usuário se vêobrigado a fazer as escolhas com mais cuidado.Motivo pelo qual os usuários não gostam de páginas que demorampara carregar...
  21. 21.  Fato #2 Não fazemos escolhas, fazemos o que é suficiente• Ponderar as opções pode não melhorar as chances. Em sites mal elaborados, se esforçar para fazer a melhor escolha não ajuda. Utilizar a primeira suposição e usar o botão voltar é mais eficiente.• Adivinhar é mais divertido. • Dá menos trabalho que ponderar as opções; • Se adivinhar corretamente é mais rápido; • Introduz o elemento de sorte, poder se deparar com algo surpreendente e bom.É claro que isto não quer dizer que os usuários nunca ponderam, vaidepender de sua maneira de pensar, sua pressão de tempo e quantaconfiança no site eles possuem.
  22. 22.  Fato #3 Não descobrimos como as coisas funcionam. Nós apenas atingimos nosso objetivo.“As pessoas usam coisas o tempo todo sem compreender ou comidéias completamente equivocadas sobre como elas funcionam.““São poucas as pessoas que ao se depararem com uma novatecnologia gastam algum tempo lendo instruções. Ao invés disso,seguem em frente tentando atingir seu objetivo criando suaspróprias idéias de como estão fazendo e porque funciona”
  23. 23. Exemplo Acesso ao Moodle
  24. 24. Exemplo Acesso ao Moodle
  25. 25. Exemplo Acesso ao MoodleApenas atingindo o objetivo
  26. 26.  Por que isso acontece?• Não é importante para nós;• Se encontramos alguma coisa que funcione, ficamos com ela. O usuário não entende....• Não utiliza todos os recursos disponíveis• O usuário atingiu seu objetivo? talvez...• É importante o usuário entender como funciona?
  27. 27.  O usuário entende como funciona...• Chance maior de localizar o que procura;• O usuário consegue visualizar melhor o que o site oferece;• O usuário se sentirá mais esperto e com mais controle.
  28. 28.  Se a vida lhe der limões...• “Por que eu não arrumo um emprego no supermercado local? Pelo menos lá meu trabalho talvez seja apreciado.”• E então, o que fazer?
  29. 29.  Péssimos exemplos• http://www.dokimos.org/ajff/• http://www.beebeedesigns.com/index.jst• http://www.micropic.com.br/noronha/menu.htm• http://willito.com/
  30. 30.  Referências• http://unilasalle.edu.br• http://google.com• http://chanian.com/2010/03/28/having-a-clear-call-to-action/

×