Como escolher sua plataforma de e commerce

395 views

Published on

Apresentação detalha os 3 tipos de modelo de plataformas de ecommerce relacionadas no Gartner. Também aborda a importância da escolha correta do sistema baseado no impacto na lucratividade da loja virtual.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
395
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Como escolher sua plataforma de e commerce

  1. 1. Webinar E-Commerce Brasil COMO ESCOLHER SUA PLATAFORMA DE E-COMMERCE
  2. 2. Apresentação Rafael Campos - rafael@vtex.com.br - Formado no IBMEC/RJ em administração de empresas com ênfase em finanças; - 6 anos trabalhando em comércio eletrônico; - Primeiro responsável pela expansão da VTEX para Argentina, Chile, Colombia, Uruguai e Equador; - Sócio diretor de contas corporativas - Empresa líder em plataforma de Comércio Eletónico na América Latina; - Mais de 10 países; - Mais de 600 clientes; - PCI DSS e Gartner Vendor’14
  3. 3. Agenda da apresentação 1) Entendimento do real “valor” de uma plataforma 2) Como essa plataforma impacta na loja virtual? 3) Quais os modelos de negócios praticados
  4. 4. Quando você aluga uma loja física O “ponto” é bom? Qual público passa ali perto? Shopping mais caro ou rua mais barato?
  5. 5. E quando é no mundo online? Qual o mais barato? Ah. Sistema é tudo igual.
  6. 6. Você sabia? A plataforma de E-Commerce pode representar menos de 20% do orçamento do projeto no primeiro ano A plataforma responde diretamente pela rentabilidade da loja virtual. A troca de plataforma pode gerar perda de 30% do faturamento por 3 meses
  7. 7. Por que? Ano 1 Ano 2 Ano 3 Custo de visitante (CPC) R$1,00 R$2,00 R$3,00 Investimento R$10.000,00 R$10.000,00 R$10.000,00 Visitantes totais 10.000,00 5.000,00 3.333,00 Conversão 1% 1% 1% Faturamento R$50.000,00 R$25.000,00 R$16.666,00
  8. 8. Por que? 20,0% 45,0% 9,5%
  9. 9. Por que? 60,0% 45,0% -30,5%
  10. 10. Por que? Ano 1 Ano 2 Ano 3 Custo de visitante (CPC) R$1,00 R$2,00 R$3,00 Investimento R$10.000,00 R$10.000,00 R$10.000,00 Visitantes totais 10.000,00 5.000,00 3.333,00 Conversão 1% 2% 5% Faturamento R$50.000,00 R$50.000,00 R$83.333,00
  11. 11. Por que? 20,0% 45,0% 9,5%
  12. 12. Por que? 12,0% 45,0% 17,5%
  13. 13. Missão de uma plataforma AUMENTAR O FATURAMENTO POR MEIO DA CONVERSÃO, MANTENDO OS CUSTOS DE MÍDIA E REDUZINDO REDUZINDO OS CUSTOS OPERACIONAIS
  14. 14. Pontos de atenção que você deve ter - Quais os serviços agregados que a plataforma/empresa oferece? - Qual a preocupação da plataforma/empresa na evolução da plataforma? Custos adicionais? De quanto em quanto tempo? - Plataforma é uma coisa, layout é outro. Qual a flexibilidade para criar ou mudar? - Quais as principais funcionalidades que a plataforma oferece? Elas se encaixam na necessidade de negócios que tenho? - O checkout é simples e fácil? - Posso integrar com outros sistemas como ERP ou Google Analytics?
  15. 15. Quais são os modelos existentes? Open Source On Premises SaaS (software como serviço)
  16. 16. Open Source (Magento, osCommerce e PrestaShop) There’s no free lunch/Não há almoço grátis. Milton Friedman - Nobel de Econômia 1976 Milhares (talvez milhões) de desenvolvedores ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Altíssimo grau de customização, afinal você é dono do código. Você quer ter uma empresa de tecnologia ou de varejo? Foco. O custo total da propriedade (TCO) da tecnologia chega a 7% do faturamento da loja virtual (TCO - Gartner Report’13) Grande preocupação dos medianos e grandes varejistas é se esse tipo de tecnologia suporta grandes grandes crescimentos de transações. (Gartner’14)
  17. 17. On-Premises (IBM, Oracle e SAP) Aquisição de um código, sistema, de uma empresa que o desenvolveu. Pode ser “hosteado” sob responsabilidade do cliente ou pela própria empresa que vendeu o sistema. Modelo mais comercializado no Brasil. Muitas vezes é confundido com o SaaS.
  18. 18. SaaS (VTEX, Marketlive, Shopify e Demandware) O cliente não é dono do código fonte. Cliente fica dependente dos desenvolvimentos e melhorias feitas pelo fornecedor. Geralmente já oferta diferentes serviços juntos a plataforma (Search Appliance, Cache, atualizações etc.)
  19. 19. Tabela comparativa Open Source On-Premises SaaS Valor de Set Up Licença gratuita. Empresa para implementação contrata-se a parte. De R$5.000,00 reais até R$5 Milhões de reais. Trabalham com edições. Desde plataformas gratuitas até R$5MM de reais Tempo de implementação Médios a longos, mais de 180 dias. Longos, mais de 365 dias. Rápidos, menos de 180 dias. Custo de manutenção (hosting, atualização, equipe, etc) Altos, mas geralmente o lojista não contrata tudo que deveria para “economizar”. Extremamente altos e alguns serviços são somentes prestados pelo fornecedor. Baixo pois o custo é compartilhado com os diversos clientes. Customização e flexibilidade Alto grau de customização e flexibilidade dependendo somente da comunidade. Alto grau de customização e flexibilidade dependendo somente do fornecedor. Baixo grau de customização. Novas versões Depende 100% do cliente. Compra de novas versões e novas instalações. Recorrencia dependendo do fornecedor e sempre gratuitas.
  20. 20. Obrigado! Se você gostou… Compartilhe! Se não gostou, não compartilha e me manda um email! =) Rafael Campos - rafael@vtex.com.br

×