Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

513 an 03_março_2015.ok

2,612 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

513 an 03_março_2015.ok

  1. 1. AGRISSÊNIOR NOTICIAS Pasquim informativo e virtual. Opiniões, humor e mensagens EDITORES: Luiz Ferreira da Silva (luizferreira1937@gmail.com) e Jefferson Dias (jeffcdiass@gmail.com) Edição 513 – ANO XI Nº 26– 03 de março de 2015 NOVO LIVRO DE LUIZ FERREIRA Nessa minha nova fase de pós-aposentado, metido a escritor, acabo de publicar pela Scortecci Editora/SP, o meu 13o livro, em cuja contra capa o leitor pode ter uma ideia do seu conteúdo.
  2. 2. Como sempre o faço, os direitos autorais serão destinados a uma Instituição de caridade. No caso, às crianças de Celina/Cláudio. O preço é de R$30,00, incluindo a postagem registrada. Interessados, contatar-me: luizferreira1937@gmail.com, informando o endereço.
  3. 3. CUIDADO AO ENCONTRAR VELHOS AMIGOS É ISSO AÍ, ..MAMÃO, BONECA, BERRITO...BOCA D´AGUA, ONÇA, BALEIA, ORELHA, CABO, PÉ DE JEGUE, PAPAGAIO, ETC, ETC E MAIS OUTROS CONHECIDOS Outro dia estava no mercado quando vi no final do corredor um amigo da época da escola, que não encontrava há séculos. Feliz com o reencontro me aproximei já falando alto: - Geraldo, sua bichona! Quanto tempo!!!! E fui com a mão estendida para cumprimentá-lo. Percebi que o Geraldo me reconheceu, mas antes mesmo que pudesse chegar perto dele só vi o meu braço sendo algemado. - Você vai pra delegacia! – Disse o policial que costuma frequentar o mercado. Eu sem entender nada perguntei: - Mas o que que eu fiz? - HOMOFOBIA! Bichona é pejorativo, o correto seria chamá-lo de grande homossexual. Nessa hora antes mesmo de eu me defender o Geraldo interferiu tentando argumentar: - Que isso doutor, o quatro-olhos aí é meu amigo antigo de escola, a gente se chama assim na camaradagem mesmo!! - Ah, então você estudou vários anos com ele e sempre se trataram assim? - Isso doutor, é coisa de criança! E nessa hora o policial já emendou a outra ponta da algema no Geraldo: - Então você tá detido também. Aí foi minha vez de intervir: - Mas meu Deus, o que foi que ele fez? - BULLYING! Te chamando de quatro-olhos por vários anos durante a escola. Geraldo então se desesperou: - Que isso seu policial! A gente é amigo de infância! Tem amigo que eu não perdi o contato até hoje. Vim aqui comprar umas carnes prum churrasco com outro camarada que pode confirmar tudo! E nessa hora eu vi o Jairzinho Pé-de-Pato chegando perto da gente com 2 quilos de alcatra na mão. Eu já vendo o circo armado nem mencionei o Pé-de-Pato para não piorar as coisas, mas ele sem entender nada ao ver o Geraldo algemado já chegou falando: - Que porra é essa Negão, que tu aprontou aí? E aí não teve jeito, foram os três parar na delegacia e hoje estamos respondendo processo por HOMOFOBIA, BULLYING e RACISMO. Moral da história: Nos dias de hoje é um perigo encontrar velhos amigos!. (Enviada por José Rezende) INMET PREVÊ QUARTO ANO DE SECA No Nordeste, a estiagem deve atingir mais severamente Paraíba, Ceará, Pernambuco e Piauí. Seca que começou em 2012 já dizimou parte do rebanho da Paraíba e traz sofrimento ao Sertão do Estado. Correio da Paraíba – Edição de 14/02/2015 Ainoã Geminiano Estudos feitos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que a Paraíba pode estar entrando no quarto ano de seca. No Nordeste, a previsão é que o Estado paraibano, Pernambuco, Ceará e Piauí sejam as áreas onde a estiagem seja mais severa. Segundo o Inmet, se as chuvas não normalizarem até abril, a seca estará confirmada. A previsão foi baseada nos registros de janeiro e parciais de fevereiro, que mostram um volume acumulado de chuva inferior a 10% da média histórica para o período, em algumas estações de monitoramento da Paraíba, a exemplo da cidade de Monteiro. Considerando que a Paraíba já vem de uma sequência de anos secos, uma nova estiagem vai agravar a oferta de água no Estado, que já é pouca. “Talvez essa seca nem seja maior do que as registradas em anos anteriores, mas esse acúmulo de estiagem pode gerar um sofrimento maior para o povo do Sertão”, disse Mozar de Araújo Salvador, meteorologista do Inmet. O pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Luís Henrique Bassoi, disse ainda não ser possível
  4. 4. prevê se a água que ainda existe no Estado irá secar. “O que podemos afirmar é que a situação é preocupante”, completou. Segundo Salvador, a escassez de chuva é causada por uma alteração em um fenômeno chamado Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Espera por água até abril “A ZCIT fica próxima à linha do equador e, atraída pela alta temperatura do Oceano Atlântico Sul, se desloca em direção ao centro do Brasil, provocando as chuvas no Nordeste. No mês de abril ela chega no ponto mais baixo, provocando mais chuvas. E até agora observamos que ela desceu muito pouco. Se não descer mais, em abril começa a subir de volta para o norte e não teremos mais chuvas”, explicou. O meteorologista citou como exemplo das análises do estudo, os registros de chuvas em Monteiro, no Cariri. Historicamente, o mês de janeiro registra 65 mm de chuva acumulada e este ano, foram apenas cinco. Em fevereiro, o acúmulo histórico é de 100 milímetros e, até ontem, choveu apenas 4,5. “Esses números confirmam as previsões anteriores de chuvas abaixo da média e reforçam o prognóstico que aponta para a possibilidade de seca. Temos 30% de chances de chuvas dentro do normal, 20% a 25% acima e 45% abaixo do normal”, completou. (Enviada por João Suassuna) SECA DO NORDESTE Clara Nunes (Oh,sol ...) Sol escaldante, terra poeirenta Dias e dias, meses e meses sem chover E o pobre lavrador com a ferramenta agude Dá forte no solo duro Em cada pancada parece gemer hum...hum..hummm Geme a terra de dor ô ô ô ô... Não adianta meu lamento meu senhor ô ô ô ô... E a chuva não vem O chão continua seco e poeirento No auge do desespero Uns se revoltam contra Deus Outros rezam com fervor : - "Nosso gado está sedento meu senhor Nos livrai dessa desgraça!" O céu escurece, as nuvens parecem Grandes rolos de fumaça Chove no coração do Brasil E o lavrador, retira o seu chapéu E olhando o firmamento Suas lágrimas se unem Com as dádivas do céu O gado muge de alegria Parece entoar uma linda melodia ô ô ô ô ô ô... TEMPO E EQUILÍBRIO: APENAS QUESTÃO DE FREQÜÊNCIA Pedro Michepud Um jovem empresário atravessa a Avenida Paulista. Em seu punho, o relógio parece sugar a atenção de seus olhos. A cada três ou quatro passos a visão busca conferir se os ponteiros estão exatamente onde deviam estar. A surpresa: não estão! Uma dona de casa acaba de finalizar o almoço de seus filhos. Ao olhar o relógio toma um susto. Já é hora deles voltarem da escola, e ela não teve tempo de arrumar sua unha e de ler aquele pequeno livro que ganhou a dois dias. Cada vez mais, o tempo parece esvair-se por sobre os ombros. Os minutos passam; As horas correm; Os dias voam; E cada vez mais tem-se a impressão de que o breve tique- taque passa como areia por entre os dedos, como um foguete por entre os olhos. Todo esse fenômeno de percepção tem explicação. Ao estudar o planeta, W.O. Schumann descobriu, em 1952, uma pequena pulsação de 7,83 hertz, batizada de ressonância Schumann. A Terra tem um marca-passo e um ritmo próprio… Infelizmente não respeitado pelos seres humanos. Anos 80 e 90. A humanidade encontra-se maravilhada com os avanços proporcionados pela tecnologia. Carros surgem aos montes. Ruas e estradas desbravam os interiores. O
  5. 5. petróleo passa a ser utilizado em enorme quantidade. Ar, água e terra são impiedosamente castigados em nome da Globalização e do Crescimento Econômico. Porém toda essa evolução tem um preço. E alguém teve de pagar. Os batimentos da Terra foram acelerados. Os antes 8 hertz tornaram-se 13. O planeta está com o coração disparado, beirando a um enfarte. E essa doença se reflete em todos os seres vivos presentes na superfície desse grande ser azul. Os efeitos são inúmeros. Pergunte aos astronautas. Ao viajar para Lua, e conhecer astros diferentes, acabam entrando em contato com frequências totalmente diferentes do que os usuais 7,83 hertz, ficando extremamente doentes e fora de órbita. A solução encontrada foi colocá-los em câmaras especiais onde eles voltam para sua frequência habitual. Outros efeitos: Mudanças climáticas, degelo polar, crises ambientais. Mas a principal delas para o ser humano contemporâneo e viciado em correr é a perda de tempo. As 24 horas do dia são percebidas como 16. Por isso o dia está tão corrido. Por isso o estar sem fôlego quando o dia apenas começou. Apenas 2/3 do dia passa a ser útil, seja para trabalhar, estudar, se relacionar ou se divertir. E é a corrida por esse outro 1/3 que acelera em direção das doenças contemporâneas, como o stress, a fadiga e a insônia. Doenças essas que se refletem cada vez mais profundamente na mãe Gaia. O planeta necessita voltar aos seus 7,8 hertz. E vai fazê-lo… Nem que, para isso, seja preciso eliminar os parasitas que tanto mal fazem a ela. Nem que seja preciso gerar catástrofes, terremotos e destruição. Nem que seja através da conscientização dos seres humanos que, deixando de ser parasitas, passam a ser um só com a Terra, recuperando a frequência ideal. Apenas uma coisa é certa nessa recuperação. Caso não haja mudanças, o tempo para o cafezinho do empresário e do preparo do almoço da dona de casa ficará cada vez mais escasso; minguando-se até finalmente se esvair, juntamente com toda a existência humana deste planeta. Apesar do final um pouco assustador, a principal reflexão que procuro deixar com esse texto é de confiança. Hoje, a humanidade está vivendo um momento especial, de despertar. Cada vez mais as pessoas estão se voltando para dentro, identificando as mudanças que devem fazer interiormente para encontrar a felicidade, plenitude e unicidade com o Universo. Hoje, acredito que somos plenamente capazes de transformar nossa realidade. Basta nós nos conhecermos, nos respeitarmos e identificarmos nossa essência. E esse caminho nos levará ao respeito ao próximo, ao planeta e o sentimento de sermos um com o Universo, como realmente somos. A chance está em nossas mãos. E podemos construir um belo caminho. Basta acreditarmos e agirmos para isso. Cada um de nós pode ser a diferença nesse despertar humano para nossa essência. Uma ótima semana a nós! A PIADA DA SEMANA Estava um bêbado no ônibus, falando sozinho, em voz alta: - Se meu pai fosse um pato e minha mãe uma pata, eu seria um patinho... - Se meu pai fosse um cachorro e minha mãe uma cadela, eu seria um cachorrinho... - Se meu pai fosse um gato e minha mãe uma gata, eu seria um gatinho... - Se meu pai fosse um... - Escuta aqui, o meu chapa, interrompeu o motorista, em altos brados, levantando-se e caminhando em sua direção. - E se teu pai fosse um viado e tua mãe uma puta? - Ai eu seria motorista! oOo Acessar: www.r2cpress.com.br

×