Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Portalegre Ii

  • Be the first to comment

Portalegre Ii

  1. 1. Vá clicando
  2. 2. Alter do Chão Arronches Avis Campo Maior Castelo de Vide Crato Elvas Fronteira Gavião Marvão Monforte Nisa Ponte de Sor Portalegre Sousel
  3. 3. Alegrete pertencente ao município de Portalegre A mesma torre com cores diferentes
  4. 4. Alter do Chão chafariz dos bonecos fontinha
  5. 5. Alter do Chão
  6. 6. Alter do Chão Monumento ao cavalo
  7. 7. Na Coudelaria de Alter garante-se a pureza do cavalo lusitano. Os cavalos nascidos na Coudelaria de Alter são enviados para uma ilha no rio Tejo, perto de Azambuja, logo após o desmame, onde vivem na mais completa liberdade
  8. 8. Construída pelos romanos nos finais do séc. I, início do séc. II d.C. sobre a Ribeira de Seda, na estrada que liga Alter do Chão a Chança e Ponte de Sôr. Construída em grossa cantaria aparelhada e almofadada. Consta de 6 arcos iguais entre si e
  9. 9. Gavião Rio Tejo
  10. 10. Belver - Gavião
  11. 11. Sousel
  12. 12. Bolota dá estes bons enchidos Este belo animal alimentado com Porco preto (raça alentejana)
  13. 13. Crato
  14. 14. Crato
  15. 15. Crat o
  16. 16. Mosteiro de Flor da Rosa – Crato
  17. 17. Nisa
  18. 18. Monforte
  19. 19. Monforte
  20. 20. Igreja do Calvário Igreja Nª Sª da Conceição Ponte Romana Monforte
  21. 21. Avis
  22. 22. Avis
  23. 23. Avis – Centro náutico
  24. 24. Castelo de Vide
  25. 25. Castelo de Vide
  26. 26. Castelo de Vide
  27. 27. Arronches Um velho casarão ocupado pelas cegonhas Oliveira muito velha, ainda a produzir Azeitona: Verde foi meu nascimento E de luto me vesti Para dar luz ao mundo Mil tormentos padeci
  28. 28. Painel em azulejo
  29. 29. Fronteira
  30. 30. Elvas – Praça da República
  31. 31. Elvas – Praça da República
  32. 32. Elvas
  33. 33. Elvas Coliseu José Rondão Almeida
  34. 34. Elvas – aqueduto
  35. 35. Elvas - Aqueduto
  36. 36. O concelho de Marvão situa-se na vertente Norte da Serra de S. Mamede, distrito de Portalegre, Alto Alentejo. Implantada no topo da Serra do Sapoio a uma cota que oscila entre os 800 e 860 metros, numa plataforma totalmente emoldurada por murallhas.
  37. 37. Marvão
  38. 38. O campo de golfe d'Ammaia encontra-se localizado na área do parque natural da Serra de São Mamede, onde sobressai a antiga vila de Marvão, situada a uma altitude de 862 metros.
  39. 39. SOBREIROS - MONTADOS E CORTIÇA O sobreiro e a cortiça têm uma excepcional importância ecológica e socio-económica Em Portugal existe em praticamente todo o território, mas com especial incidência no Alentejo Muitos Sobreiros atingem grande porte e longevidade, constituindo verdadeiros monumentos da natureza encontrando-se alguns classificados como Árvores de interesse Público. O Sobreiro é uma árvore de porte médio, com uma copa ampla, e uma altura média de 15-20 metros. A área ocupada pelo sobreiro, em Portugal, é superior a 700.000 hectares
  40. 40. inicio da vida de um sobreiro
  41. 41. Extracção da cortiça
  42. 42. Festas do Povo, das Flores ou dos Artistas em Campo Maior Consiste na decoração das ruas (sobretudo no Centro Histórico) com flores de papel feitos pelos residentes de cada rua. São festas que não se realizam ciclicamente, mas quando o Povo entende. Envolve-as um mundo de esforços, de dedicação, de poesia, que se torna muito difícil descrever e transmitir. São meses e meses de luta, trabalho de entusiasmo sem limites dedicados á sua preparação. São horas sem conta, tiradas quantas vezes ao justo descanso, que toda a gente dedica á preparação dessa maravilhosa e inesquecível surpresa, desse admirável e fascinante jardim florido que há-de surgir, como por encanto, ao raiar de uma aurora de Setembro. Raro espectáculo que se nos oferece, além das maravilhosas ruas “enramadas” são também as encantadoras e suaves melodias – as célebres “saias” – inspiradas em quadras soltas e acompanhadas de ritmo vivo e alegre com pandeiretas e castanholas, que se cantam e bailam (balham), em todas as ruas de Campo Maior.
  43. 43. P O R T A L E G R E Parte II Imagens : Internet Formatação : mfariarodrigues Fevereiro – 2008

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • edencidade

    Mar. 11, 2013

Views

Total views

961

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

3

Actions

Downloads

8

Shares

0

Comments

0

Likes

1

×