Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Lógica Matemática: Proposição I

49,528 views

Published on

Texto sobre lógica matemática. Assunto: Definição de Proposição.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Lógica Matemática: Proposição I

  1. 1. PROPOSIÇÃO Esta é a primeira coisa que vamos aprender em lógica matemática: Proposição. Podemos definir como proposição todo grupo de palavras ou símbolos que declaram uma idéia com sentido completo e que se expressam através de orações que podem ser classificadas como verdadeiras ou falsas. Vejamos alguns exemplos de proposição: 1. A Espanha é um país da Europa. 2. Os humanos são seres eucariontes. 3. O uniforme do Corinthians é alvinegro. 4. 5 < 25 (cinco é menor que vinte e cinco). 5. 64 = 8 (a raiz quadrada de 64 é oito). Perceba que as proposições acima podem ser formadas por palavras ou símbolos. Veja também que elas são sempre orações declarativas e nunca exclamativas ou interrogativas e como são orações, possuem sujeito e predicado. Há dois princípios básicos que regem a lógica matemática. Chamamos esses princípios de “axiomas”. Quando tomamos como verdadeira uma sentença ou proposição que não pode ser provada ou demonstrada, temos um axioma. O axioma é uma hipótese considerada verdadeira sem que ninguém tenha provado. No que se referem à lógica matemática, os axiomas são os seguintes: I – Não pode existir uma proposição falsa e verdadeira ao mesmo tempo (princípio da não contradição). II – Toda proposição é verdadeira ou falsa, não existindo um terceiro caso. (princípio do terceiro excluído). Vejamos mais alguns exemplos: 1. São Paulo é a capital do Rio de Janeiro. 2. O Sol é menor do que a Lua. 3. 9 = 17 (nove é igual a dezessete). 3 4. 62 < 9 (seis elevados ao quadrado são menores do que a raiz cúbica de nove). Todas as proposições acima podem ser classificadas entre verdadeiras e falsas. É fácil perceber essas quatro proposições são falsas embora possam render uma boa conversa num hospital psiquiátrico. A seguir, alguns exemplos do que não pode ser considerada proposição: 1. Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil? (é uma oração interrogativa). 2. 2 + 5 ÷ 3 (não há predicado)
  2. 2. 3. Saia da minha frente! (é uma oração exclamativa) 4. 2x + 13 = 5 (não pode ser classificada como verdadeiro ou falso) Observação: nunca confunda proposição com preposição. Preposição é uma conjunção invariável que liga dois termos de uma oração, subordinando o segundo ao primeiro. Digamos que preposição é um assunto para a aula de gramática e não de matemática. http://www.qieducacao.com

×