Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Programar Biometria Nitgen

10,683 views

Published on

Guia de Programação Biometria - Protudos Nitgen

Published in: Technology

Programar Biometria Nitgen

  1. 1. Guia de desenvolvimento biométrico <br />Guia de desenvolvimento Biométrico<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  2. 2. 1. Como garantir a qualidade da impressão digital?<br />1.1 Características biométricas(diferem de pessoa para pessoa)<br />1.2 Alterar os respectivos parâmetros de qualidade em função das necessidades<br />1.3 Registar em Base de Dados o respectivo valor calculado pelo SDK(Protecção do integrador/Fornecedor)<br />1.4 Funções Biométricas(API’s)<br />1.5 Factores ambientais<br />1.6 Posicionamento correcto do dedo sobre o leitor<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  3. 3. 1.1 Características Biométricas <br />Há que ter em conta que cada impressão digital tem as suas características e por tal é necessário fazer uma pré-selecção, e apurar se é possível identificar uma determinada pessoa recorrendo à biometria.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Impressão com boa qualidade<br />Impressão danificada<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  4. 4. 1.2 Parâmetros de qualidade<br />Após seleccionarmos os indivíduos passíveis de ser identificados recorrendo à biometria, há que analisar se é necessário alterar os parâmetros de aquisição.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  5. 5. 1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li>Brilho - Para imagens secas (dedos secos) gera uma imagem habitualmente clara e é recomendado baixar o brilho a um valor como 30, contrariamente para imagens húmidas (dedos sobre-hidratados ou suados) gera uma imagem escura e é recomendado subir o brilho para equalizar a imagem a um nível como 60.</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Dedo húmido<br />Dedo muito seco<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  6. 6. 1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li>Contraste - Intervêm no pré-processamento da imagem, é conveniente jogar com este parâmetro, para dedos secos ou húmidos pode melhorar a relação FRR (índice de falsos rejeitados) é no entanto complexo recomendar um valor distinto ao valor por defeito.
  7. 7. Ganho - Intervêm no pré-processamento da imagem, uma alteração neste valor pode ocasionar resultados drásticos, só se recomenda se se observar uma melhoria notável para todos os casos possíveis.</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  8. 8. 1.2 Parâmetros de qualidade<br />Outros parâmetros poderão ser especificados para garantir o sucesso da identificação/verificação:<br /><ul><li>Nível de segurança  é um parâmetro que nos permiti definir a quantidade de pontos de Matching (pontos a azul na imagem abaixo) da impressão digital; ao aumentar este nível estamos a aumentar o nível da exigência de identificação entre a impressão digital adquirida no momento e aquela que está na base de dados. [0..9]</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  9. 9. 1.2 Parâmetros de qualidade<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />De acordo com o manual do SDK este parâmetro tem uma forte dependência com os factores de erro (pág. 37)<br />Valor aconselhado = 5 (normal)<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  10. 10. 1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li> Enroll Image Quality - este parâmetro está compreendido entre [0..100] e deverá ser usado SEMPRE para a aquisição da impressão digital. O capture deverá ser usado apenas à posteriori para a identificação/verificação. Ao usar este método vamos ficar com a impressão digital numa variável que depois será reencaminhada para um tratamento de Matching ou verify.</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br /><ul><li>Verify Imagequality este parâmetro está compreendido entre [0..100] e como o próprio método indica funciona como um teste à qualidade de verificação/identificação que o algoritmo faz. O ideal é localizar este parâmetro nos 50</li></ul>Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  11. 11. 1.3 Evento QualityInfo<br />Sugerimos a utilização deste evento como regra para adicionar uma impressão digital à base de dados, caso este valor seja menor do que três não se deve considerar o armazenamento da impressão digital capturada.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Se q &gt;= 3 Então guardo na Base de Dados<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  12. 12. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />O NBioBSP SDK é baseado na especificação da NBioAPI projectado pela NITGEN Co., LTD., e provêm de uma avançada tecnologia de autenticação de impressões digitais. O NBioAPI é composto por dois tipos de API’s biométricas, chamadas de API primitiva e API de alto nível. <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />NBioAPI<br />Baixo nível<br />Caputurar = Capture<br />Aquisição = Enroll<br />Verificação = VerifyMatch“Cliente-servidor”<br />Alto Nível<br />Aquisição = Enroll<br />Verificação = Verify<br />“Stand-alone”<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  13. 13. 1.4 Funções Biométricas (API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:N)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  14. 14. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:N)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  15. 15. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:1)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  16. 16. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:1)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  17. 17. 1.5 Factores ambientais<br />Os sensores biométricos Nitgen funcionam segundo as leis da reflexão, o que significa que fortes fontes de luz direccionadas sobre o sensor poderão implicar uma má aquisição da impressão digital. Para além disso dispositivos como o Hamster II dispõem de sensores infra-vermelhos que facilmente poderão ser “enganados” com fortes fontes de radiação.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  18. 18. 1.6 Posição do dedo no acto da aquisição<br />Outro importante factor na aquisição é a interacção do utilizador final com o leitor, a colocação do dedo de uma forma errada poderá originar a uma fraca impressão digital. <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  19. 19. 2. Desenvolvimento de um projecto Biométrico<br />2.1 Conceitos importantes(on-line e off-line)<br />2.2 Captura da impressão digital<br />2.3 Tratamento dos dados da impressão digital<br />2.4 Verificação/Identificação do utilizador<br /> 2.4.1 Verificação 1:1<br /> 2.4.2 Identificação 1:N<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  20. 20. 2.1 Conceitos importantes<br />Antes de avançar no projecto há que compreender as suas necessidades, e mediante esta decisão ajustar o tipo de software e hardware.<br />Entram então para o nosso vocabulários dois novos conceitos:<br />Terminal On-line - existe comunicação constante com o host, onde está a ser executada uma aplicação que geralmente controla em tempo real todas as operações. <br />Terminal Off-line - não existe qualquer tipo de aplicação a controlar o terminal e nesta situação, o dispositivo possui inteligência suficiente para gerir a informação que o utilizador lhe faz chegar. <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  21. 21. Save DB to File<br />eNSearch<br />Ficheiro<br />eNSearch SDK<br />eNBSP SDK<br />Load DB From File<br />Aplicação do cliente<br />Base de Dados Cliente<br />OCX’s/DLL’s<br />2.1 Conceitos importantes<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Projecto On-line – todos eventos são controlados em tempo real pela aplicação<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  22. 22. 2.1 Conceitos importantes<br /> Rede<br />Aplicação do Cliente<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Projecto Off-line – não há comunicação permanente entre o terminal e a aplicação do cliente<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  23. 23. 2.1 Conceitos importantes<br />Inicio<br />Capturar FP’SHamster<br />Nsearch(memória volátil)<br />Capturar FP’SBiomax2<br />objExtraction.Enroll( Null)<br />objNSearch.addFP<br />outputUART(“FIM16”)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Conversão<br />Identificação/Verificação<br />objFPData.Import<br />objNSearch.IdentifyUser<br />Fim<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  24. 24. 2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line<br />Sistema Off-line<br />Sistema On-line<br />Sistema On-line<br /><ul><li>Possibilidade de adicionar FP directamente no terminal
  25. 25. As FP são guardadas no módulo biométrico
  26. 26. Inconveniente de não termos a informação centralizada num servidor
  27. 27. Existe a possibilidade da perca de informação.
  28. 28. Não há informação visual sobre a FP quando adquirida directamente no módulo biométrico(FIM)</li></ul>Inicio da Captura<br /><ul><li>Pressionar uma tecla
  29. 29. Barreira Óptica </li></ul>Instruções para iniciar captura<br /><ul><li>FIM16 (Formato HV)
  30. 30. FIM16HD(Formato HD)</li></ul>Resposta do terminal-Aplicação<br /><ul><li>Tramas Ascii - Hexa
  31. 31. 1Byte =2Bytes (ex: 0xC4 gerado = “0x43-0x34 que corresponde ao “C” e “4” AScii</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  32. 32. 2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line( Terminal )<br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  33. 33. 2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line( Hamster )<br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  34. 34. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Visual Basic 6.0<br />Recebemos a FP na AnsInputFP (817bytes)<br />Trama[0…817] [0..17] códigos de sucesso/erro [18…817] Impressão digital<br />Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  35. 35. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Visual Basic 6.0<br />3. Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  36. 36. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Visual Basic 6.0<br />3. Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  37. 37. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />3. Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Inicialmente carrego um ficheiro do tipo *.fdb com algumas impressões digitais<br />Carregada a informação na base de dados eNSearch, faço a respectiva importação para formato Biomax2 e faço identificação(1:N)<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  38. 38. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />Sistema On-line<br />Pedido de FP<br />Recebo a informação<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  39. 39. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo C# .NET<br />Sistema On-line<br />1. Enroll FP Hamster <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  40. 40. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />Sistema On-line<br />2. Pedido de informação ao Biomax2 e Conversão<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  41. 41. 2.4 Verificação/Identificação<br />Dependendo das necessidades do projecto há que escolher claramente um tipo de autenticação :<br /><ul><li> Verificação (1:1) - Extremamente rápida, o utilizador é convidado a apresentar um dado identificativo (FP ou Cartão de proximidade) que será comparado com os registos existentes
  42. 42. Identificação(1:N) - Depende da quantidade de utilizadores registados, depende das potencialidades da máquina. Aqui o utilizador é convidado a entrar um dado identificativo (FP) , por sua vez a aplicação vai pesquisar na Base de Dados até encontrar o utilizador </li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  43. 43. 2.4.1 Verificação<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Como parâmetros, tenho que passar duas impressões digitais a primeira capturada no momento a segunda é a impressão digital que está armazenada para o respectivo utilizador<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  44. 44. 2.4.2 Identificação<br />Após a conversão concluída, o resultado é passado como parâmetro deste método<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  45. 45. 3. Segurança e análise de erro<br />3.1 O sistema biométrico é seguro?<br />3.2 Análise de erro para os dispositivos biométricos<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  46. 46. 3.1 O sistema biométrico é seguro? <br />Em termos de segurança, a Kimaldi Lusa disponibiliza aos seus integradores documentação que garante perante a Comissão Nacional de Protecção de Dados é impossível desencriptar uma Impressão Digital depois de ter sido encriptada pelos algoritmos da Nitgen<br /> “…<br />…“<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  47. 47. 3.2 Análise de erro para dispositivos Biométricos<br />Como em todos os dispositivos, há sempre uma taxa de erro associada seja por problemas relacionados com o hardware seja com problemas relacionados com o software, na biometria não poderia ser excepção. <br />FRR – Falsos Negativos, um falso negativo significa que o utilizador já está registado na base de dados contudo quando é feita uma verificação/identificação o algoritmo rejeita o utilizador, ou seja, é como se o utilizador nunca tivesse sido registado <br />FAR – Falsos Positivos, um falso positivo por sua vez, é a situação em que existe uma identificação mas o algoritmo aponta para um utilizador errado, retornando um nome errado ou até mesmo um ID errado dependendo da aplicação <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  48. 48. 3.2 Análise de erro para dispositivos Biométricos<br />Estes valores podem ser considerados para uma pequena gama de produtos normalmente, aqueles que não necessitam de qualquer tipo de integração com software. <br /><ul><li> FFR: 1/1,000
  49. 49. FAR: 1/100,000</li></ul>Na gama de produtos de integração não é aplicável valores de FFR e FAR.<br /><ul><li> Hardware – Leitores de secretária (ex. Hamster I e II)
  50. 50. Software – SDK de desenvolvimento</li></ul> <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Uso negligente SDK = Impossibilidade de prever FRR e FAR<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  51. 51. 4. Conclusão<br />Sistemas Biométricos<br />Segurança, Fiabilidade e Funcionalidade<br />Produtos Kimaldi + Produtos Nitgen<br />Solução viável, segura de rápida implementação<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  52. 52. 4. Conclusão<br />Fim <br />Obrigado pela vossa atenção!<br />Dúvidas?<br />Departamento Técnico<br />Paulo Azevedo<br />pazevedo@kimaldi.com<br />www.kimaldi.com<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />

×