Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Boletim 5 maio 2013

129 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Boletim 5 maio 2013

  1. 1. Paixão pela Glória de Deus Fidelidade na Exposição da PalavraSó em Cristo há salvação! Só há um Mediador entre Deus e os homens: Cristo Cristo é a única esperança!Segunda 1 Pedro 4:7-10Terça 1 Pedro 4:11Quarta 1 Pedro 4:12-13Quinta 1 Pedro 4:14-16Sexta 1 Pedro 4:17-19http://comunidadebatistadagraca.blogspot.com.br/O COMPORTAMENTO DOS PEREGRINOS E FORASTEIROS NO LAR1 Pedro 3:1-7Podemos notar que o apóstolo Pedro fez um movimento de forapara dentro, partindo do geral para o específico. Ele tratou daesfera mais ampla das relações sociais e políticas (2:13-17),tocando nas relações do trabalho (2:18-20) chegando ao círculomais íntimo, o relacionamento conjugal (3:1-7). O relacionamentosaudável entre marido e mulher é o cimento que une a família.Vejamos o que nos ensina:1. O COMPORTAMENTO DA ESPOSA CRISTÃ, v. 1,2Pedro diz que as mulheres devem se submeter aos seus maridos.A palavra “submissão” no original é “hupotasso”, um termo militarcujo sentido era o de “ordenar abaixo de”, ou “enfileirar em baixode...” – um soldado que se alista se coloca sob as ordens deoutro, daquele que é seu comandante. A mulher quando se casacom um homem deve, portanto, se submeter à chefia do seumarido. Vamos considerar os seguintes pontos:1.1.Submissão da mulher tem como modelo Cristo, v.1a Apalavra “igualmente” (ARA) refere-se a 2:21-25. Cristo é o modelode submissão ao servo, bem como o modelo de submissão àesposa. Em Efésios, Cristo é exemplo a ser seguido pelosmaridos quanto ao amor às suas esposas, mas aqui Pedro colocaCristo como exemplo às mulheres. Ao usar Cristo como exemplo,Pedro deixa claro que a perspectiva cristã de submissão femininanão é pejorativa, despersonificante, mas dignifica a mulher.1.2.Submissão da mulher não é uma opção, v.1b. A submissãoda mulher é um mandamento, 1 Co 14:34; Ef 5:22, 24; Cl 3:18; TtAno I Domingo, 5 de maio de 2013Não se esqueça!!!Leitura bíblicaSabedoria do peregrino na sua jornadaPrelúdio musicalSalmo 34Oração invocatóriaCânticoUníssonoAtos 2:42-47Período de oraçãoCânticosDedicação de bens e vida2 Coríntios 9:6-12InstrumentalAção de graçasCelebração da Ceia do Senhor1 Coríntios 11:23-29Mensagem: Pr. Silas Roberto Nogueira1 Pedro 3:8-17OraçãoPosludio instrumentalLiturgiaPense nissoNossos encontrosDomingosEBD às 17h00minCulto às 18h30minQuinta-feiraOração e estudo às 20h00min1º Domingo do mês: Ceia do Senhor3º Sábado do mês: Encontro de mulheresCelebração da Ceia do Senhor
  2. 2. Paixão pela Glória de Deus Fidelidade na Exposição da PalavraSó em Cristo há salvação! Só há um Mediador entre Deus e os homens: Cristo Cristo é a única esperança!2:5. Para alguns a submissão da mulher é uma questão cultural,podendo ser descartada atualmente. Mas, Paulo não se baseiaem questões culturais quanto à submissão da mulher, ele diz quea mulher deve estar sujeita ao marido, como a igreja deve estarsujeita a Cristo, Ef 5:23,24. Se a sujeição da mulher é cultural, ada igreja a Cristo também, assim ao destruir uma destrói-se aoutra.1.3.Submissão da mulher deve ser exclusiva, v.1c. A esposadeve submeter-se única e exclusivamente ao marido – “seupróprio marido”. Isso deixa claro que a submissão não é umaquestão de gênero, pois Pedro não diz que as mulheres de modogeral devem ser submissas a todos os homens. A esposa deveser submissa ao marido seja ele cristão ou não.1.4.Submissão da mulher é uma oportunidade, v. 1d,2. Aesposa deve ser submissa, pois tal comportamento é umaoportunidade de ganhar o marido incrédulo. Muitas vezes a vidadesautoriza a pregação.. A submissão da esposa é umtestemunho eficaz. Os maridos incrédulos observam a vidaexemplar de suas esposas e isso é um argumentotremendamente eloquente. A submissão tem limites bemdefinidos. A esposa deve ser submissa em santo proceder, isto é,não a ponto de desobedecer a Deus.2. O ORNAMENTO DA MULHER CRISTÃ, v.3-6Como uma mulher cristã deve se vestir? O apóstolo Pedroestabelece aqui um contraste entre os adornos exteriores e osinteriores. A nota negativa de Pedro aqui é quanto ao abuso, nãoquanto ao uso. Pedro aqui estabelece alguns princípios:2.1. Não valorize somente o exterior, v.3. A mulher cristã devevalorizar o interior e seu interior deve refletir no seu exterior.2.2.Nada ostentação, mas modéstia, v.4.(1 Tm 2:9). Quandouma mulher se veste com bom senso sempre está bem vestida.2.3.Siga o modelo das santas mulheres, v.5,6. O padrão a serseguido é o das “santas mulheres” do passado. Há 4 atitudesbásicas que as mulheres cristãs devem reproduzir: (a) Esperarem Deus. Tais mulheres tinham fé em Deus. Essa esperançadepositada em Deus determina a vida. Elas sabiam que Deusjamais as abandonaria, independente das circunstâncias; (b)Estarem submissão. Quando Pedro ordena a submissão às mulheresnão está falando de alguma coisa impossível, Sara é um dessesexemplos de submissão que as mulheres cristãs devem imitar. Omodo como Sara tratava Abraão revelava profundo respeito porele, assim deve fazer a mulher cristã; (c) Praticar o bem. Umamulher cristã deve dedicar-se a pratica das coisas boas, das boasobras. É possível que na mente de Pedro esteja a mulher virtuosade Pv 31:10-31; (d) Não temer perturbação alguma. Asmulheres deviam ser obedientes a Deus a despeito das possíveisameaças dos seus maridos. Cumprir a vontade de Deusconfiando nEle em relação às consequências.3.COMPORTAMENTO DO MARIDO CRISTÃO, v.7Depois da atenção dispensada às mulheres, o apóstolo Pedro sevolta aos homens. É uma curta exortação, contudo rica em seuconteúdo. Observe que Pedro introduz a sua exortação repetindo“igualmente” e isso nos remete de novo ao exemplo de Cristo. Hádois princípios básicos contidos aqui, vejamos: (a) isso põe fim aqualquer pretensão do marido do abuso de sua função de chefiano lar. Hernandes Dias Lopes assinala “longe de a submissão daesposa ser uma plataforma confortável que lhe permite explorar amulher, é um campo de serviço. Cristo como Senhor da Igreja, aserviu. Como Cabeça da Igreja, morreu por ela.”; (b) o maridodeve amar a sua esposa, como Cristo amou a igreja, Ef5:25,28,33; Cl 3:19. Não é dito que ele deve amar a esposasomente se ela for submissa, mas simplesmente que deve amá-la. A análise do versículo nos leva à consideração de que o papeldo homem é quadruplo em relação à mulher, vejamos:3.1.O homem precisa cuidar da sua esposa no aspectointelectual. A frase “vivei a vida comum do lar” é uma só palavrano original, cujo sentido é o de viver junto na mesma casa. Mas avida conjugal é mais do que possuir o mesmo endereço. Pedroacrescenta aí que cabe aos maridos viver a vida no lar com“discernimento” (ARA) ou sabedoria. Na Bíblia a sabedoria temaspectos práticos, não meramente teóricos. O sábio é aquele queaplica seus conhecimentos na prática. Cabe ao homem conhecera sua esposa e agir de modo sábio no trato com ela. Buscarconhecer as suas necessidades e supri-las. Warren Wiersbecomenta que “o marido cristão precisa conhecer as variações dehumor, sentimentos, medos e esperanças da esposa. Precisa“ouvir com o coração” e falar a verdade em amor”.3.2.O homem precisa cuidar da sua esposa no aspectoemocional. Pedro diz aos maridos que tratem as suas esposascom “consideração”. A palavra no original tem o sentido de atribuirvalor, apreço, honra. Gary Chapman está certo ao dizer que umadas maneiras que o amor se expressa é em palavras deafirmação, isso inclui elogios sinceros, palavras de encorajamentoe palavras amáveis. Os seres humanos têm uma profundanecessidade de serem apreciados. Esse é um aspecto muitasvezes negligenciado pelos maridos.3.3.O homem precisa cuidar de sua esposa no aspecto físico.Pedro refere-se à mulher como “parte mais frágil”. Ora, nãosignifica isso que a mulher seja inferior ao homem mentalmenteou espiritualmente, afinal de contas o texto mesmo afirma que asmulheres estão em pé de igualdade na herança da graça.Contudo, é sabido que as mulheres de modo geral são maisfrágeis fisicamente que os homens. Um homem deve proteger asua esposa, ela deve se sentir protegida, segura. Mas não ésomente isso, um homem também deve emprestar seus dotesfísicos nos trabalhos domésticos em que a mulher precisaempenhar força física auxiliando-a. Um homem deve ser umcavalheiro, acima de tudo.3.4.O homem precisa cuidar da sua esposa no aspectoespiritual. Pedro menciona a interrupção das orações. Asdiscordâncias matrimoniais não cortam apenas a comunhãofísica, mas também sepultam o desenvolvimento espiritual docasal. Mathew Henry declarou “todos os casados devem seempenhar em se comportar de forma tão amável e pacífica umcom o outro que não atrapalhem, com suas brigas, as suasorações”. Um casal cristão deve orar junto, toda casa cristã deveser também uma igreja.Pedro nos ensinou aqui neste trecho como devemos noscomportar como peregrinos e forasteiros. Às mulheres é ordenadoque fossem submissas e que se vistam com decência. Aosmaridos que cuidem de suas esposas de modo integral. É,porventura, assim que temos vivido?Silas Roberto Nogueira

×