A Encarnação do Verbo

271 views

Published on

Mensagem Cristocentrica

Published in: Spiritual
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
271
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Encarnação do Verbo

  1. 1. A ENCARNAÇÃO DO VERBO “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai”. (Jo 1.14)
  2. 2. INTRODUÇÃO Enquanto os Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas, apresentam a humanidade de Jesus, o Evangelho de João apresenta sua divindade. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”.
  3. 3. I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA ELE ESTAVA NO COM DEUS NO MOMENTO DA CRIAÇÃO Jo 1.2,3 – “Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez”. Cl 1.15-17 – “Porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas”.
  4. 4. O PRÓPRIO JESUS DEU TESTEMUNHO DA SUA PRÉ-EXISTÊNCIA Jo 8.58 – “Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou”. Jo 17.5 – “Agora, pois, glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que eu tinha contigo antes que o mundo existisse”.
  5. 5. OS APÓSTOLOS TESTEMUNHARAM SUA PRÉ-EXISTÊNCIA. 1 Jo 1.1,2 – “O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida (pois a vida foi manifestada, e nós a temos visto, e dela testificamos, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e a nós foi manifestada)”.
  6. 6. Hb 1.1-3 – “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e por quem fez também o mundo; sendo ele o resplendor da sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas”.
  7. 7. II - SUA ENCARNAÇÃO “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai”. ACONTECEU NA PLENITUDE DOS TEMPOS (Gl 4.4). “Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo de lei”.
  8. 8. ELE ESVAZIOU-SE DE ALUGUNS ATRIBUTOS DA SUA DIVINDADE – Fp 2.7,9. “O qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz”.
  9. 9. SUA ENCARNAÇÃO O QUALIFICOU COMO NOSSO SUMO-SACERDOTE (Hb 2.17). “Pelo que convinha que em tudo fosse feito semelhante a seus irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e fiel nas coisas concernentes a Deus, a fim de fazer propiciação pelos pecados do povo. Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados”.
  10. 10. CONCLUSÃO Ele deixou seu trono de glória, esvaziou-se de alguns de seus atributos divino. Foi introduzido no mundo pelo Espírito Santo no ventre de Maria. Nasceu, Viveu e Morreu, mas ao terceiro dia Ressuscitou e está assentado a direita do Pai, intercedendo por nós. (1 Jo 3.2) “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos”.

×