Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A vila socó 2º c

489 views

Published on

Projeto @ BIO 2016

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A vila socó 2º c

  1. 1. E. E. Prof. Luiz Gonzaga Righini. . A VILA SOCÓ...... @ BIO 2016
  2. 2. OBJETIVO: Expor um dos maiores acidentes ambientais do Brasil.
  3. 3. RESUMO AVila Socó foi um favela na cidade de Cubatão, litoral de São Paulo. Seis mil famílias moravam em uma região de manguezal, próximos aos gasodutos da Petrobras. Devido ao rompimento de um dos tubos de gasolina, ocorreu o vazamento "estimado" de 700 litros de rejeitos de petróleo, sem saber ao certo o motivo, iniciou-se então um gigantesco incêndio que consumiu a maior parte da favela.
  4. 4. AVila Abrigou seis mil famílias. O nome da vila foi dado por conta Socó de um belo pássaro que vivia nos mangues a procura de siris, chamado Socó. No início dos anos 60, com a industrialização, e principalmente com a construção da maior refinaria à época houve uma grande enxurrada de migrantes, principalmente advindos do nordeste brasileiro.
  5. 5. As Circunstâncias daVila Formada unicamente por pessoas de baixa renda, jornais da época declaram até miséria na região. O local com muitos barracos e palafitas foi erguida por cima de oleodutos da Petrobras, que quando vistoriados estavam corroídos por ferrugem. Entre outras, a siderúrgica COSIPA atraiu muitos migrantes à região.
  6. 6. Como aconteceu Durante a maré alta do dia 24 de Fevereiro de 1984(sexta-feira), uma mancha de gasolina envolvia toda a favela de palafitas. Foi quando, perto da meia-noite gigantescas labaredas surgiram, queimando cerca de 2.500 barracos. O fogo consumiu tudo, barracos, eletrodomésticos e corpos muito material foi encontrado derretido.
  7. 7. O Acidente Como ocorreu durante a madruga, haviam pessoas dormindo. Não existe nenhum consenso a respeito da quantidade de mortos, na época foram encontrados em torno de noventa corpos inteiro. Contudo, atualmente sabe-se que somam no mínimo 450 crianças que desapareceram das escola. Como era um local exclusivamente de migrantes, não houve nenhum esforço nem da parte da Prefeitura de Cubatão, muito menos da Petrobrás de contatar ao parentes no nordeste.Viviam mais que 6.000 mil famílias na favela, portanto se todos foram carbonizados não há quem reclame os corpos. Não foram somados bebê e partes humanas encontrados. Os sobreviventes alegam que muito mais pessoas foram mortas neste acidente.
  8. 8. BIBLIOGRAFIA • https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=3&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwj7wI6zuNXL AhWLHx4KHZwVBhEQFggpMAI&url=http%3A%2F%2Friscotecnologico.cetesb.sp.gov.br%2Fgrandes-acidentes%2Fvila- soco-cubatao%2F&usg=AFQjCNEWSjPLTHz9tWG67N8M3FK-vkYtsg&sig2=D-N- mt0gXwSLDgKrzi1wag&bvm=bv.117218890,d.dmo • https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=12&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwj7wI6zuNX LAhWLHx4KHZwVBhEQtwIIUzAL&url=https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3D6QsJ- Q3dDBA&usg=AFQjCNFu3wCYaxmLbxW4WviM3TOZDzNvag&sig2=NZhf8RDdg5RtX3ljPPenFQ&bvm=bv.117218890,d.d mo
  9. 9. • Danylo Amilcar Quirino Salvador • 2º C • Profª Maria Teresa Iannaco Grego

×