Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Revolução Francesa

2,510 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Revolução Francesa

  1. 1. Revolução Francesa - 1789 Por JanainaAz
  2. 2. Antecedentes• Entraves ao capitalismo: laços de servidão, corporações de ofício e o Absolutismo.• Guerras: dos 7 Maria Antonieta anos (Inglaterra) e dos Estados Unidos.• Desastres econômicos• Difusão do pensamento Iluminista. Rei Luis XVI
  3. 3. Situação social• Primeiro Estado: clero (alto clero: elementos provenientes de famílias nobres / baixo clero: tinham o padrão de vida semelhante as camadas populares se identificando com sua causa.)• Segundo Estado: nobreza ( nobreza palaciana - 4 mil junto a corte/ nobreza provincial - vive dos privilégios feudais / nobreza de toga- burgueses que ganharam ou compraram títulos nobiliárquicos)• Terceiro Estado: burguesia e povo
  4. 4. Crise Econômica• Crise devido ao déficit financeiro• Turgot (fisiocrata): tentativa de taxar o 1º e o 2º Estado• Necker: exposição pública da receita e despesas reais• “Methuen francês”: falência do setor manufatureiro• Crise climáticaTENTATIVA DO REI RESOLVER A CRISE: Convocação dos Estados Gerais em 05 de maio de 1789 desejoso de aumentar os impostos do 3° Estado. Palácio de Versalhes, à direita e Convocação da Assembléia dos Estados Gerais em maio de 1789, à esquerda
  5. 5. As jornadas revolucionárias (1789)• Juramento da sala do jogo da péla: Fazer uma Constituição para a França• Tomada da Bastilha: 14/07/1789• Grande medo: perseguição e abolição da servidão• Transferência do rei para Versalhes• Predominância da burguesia na condução do processo.• Fica pronta a Constituição em 1791. Tomada da Bastilha
  6. 6. 3- Palácio Real – os jardins e cafés à sua volta eram locais de manifestações durante a Revolução. Destruído em 1871 e hoje 9- Archevêchê – restaurado 1ª Sede da As. 5- Palácio da Constituinte de1- Praça Luis XV 1789 – cena da Justiça. Passa a execução da funcionar como rainha Maria tribunal da Antonieta na Justiça em 1789 guilhotina e foi sede do Parlamento no séc. XIV 6- Hotel de Ville 2- Palácio de 4- Pont-Neuf – Tuileires – foi corta o rio Sena. prisão de Luis XVI e sua 8- Igreja de família. Notre Dame 7- Bastilha – virou simbolo da Rev. Ao cair nas mãos do povo em 14/07/1789 10- Monsoléu para personagens ilustres.
  7. 7. Tomada da Bastilha – 14 de julho de 1789
  8. 8. Direitos do Homem•o respeito peladignidade da pessoahumana;•a liberdade e igualdadedos cidadãos perante alei•o direito à propriedadeindividual•a liberdade depensamento e de opinião
  9. 9. Constituição Francesa de 1791: Monarquia Constitucional• Fim do absolutismo e estabelecimento de umamonarquia constitucionalSociedade - igualdade jurídica, abolição da tortura,manutenção da escravidão nas colônias francesas.Economia - não intervenção do Estado na economia,proibição de greves.Religião - garantia-se liberdade religiosa, separação entreEstado e Igreja, nacionalização dos bens do clero.Política - divisão dos poderes em: Executivo, Legislativoe Judiciário, divisão dos cidadãos em ativos (que tinhamum limite mínimo de renda para votar) e os passivos (queeram pobres e não podiam votar)
  10. 10. “MORTE AO TRAIDOR”• O rei não aceita perder o poder e conspira contra a revoluçãoestabelecendo contato com os nobres fugidos e os reis Áustria e Prússia.• Julho de 1791 - tentativa frustrada do rei fugir.• Primeira Coligação anti-francesa derrotada na batalha de Valmy em20/09/1792• Fim da monarquia constitucional , julgamento e execução do rei LuísXVI em 21/01/1793• Principais forças revolucionárias: Girondinos, Jacobinos e Planície• Estabelecimento da Convenção Nacional, de maioriajacobina,com o objetivo de fazer uma nova Constituiçãopara a França que fica pronta em12/07/1793.• Fase do terror: Comitê da Salvação Pública e o TribunalRevolucionário tendo como principal líder Robespierre
  11. 11. Marat ROBESPIERRE Saint JustGeorges-Jacques Danton
  12. 12. Uma nova Constituição• A nova Constituição foi promulgada pelos jacobinos e era mais democrática pois estabelecia do voto universal.• No governo Robespierre toma as seguintes medidas: abolição da escravidão nas colônias, fim dos privilégio feudais, tabelamento dos preços, ensino gratuito e obrigatório, divisão de terras, assistência aos indigentes, criação do Museu do Louvre, da Escola Politécnica e do Conservatório, novo hino: a Marselhesa, novo calendário.• Execução de Danton - representante da ala mais moderada e contra o Terror faz Robespierre perder o apoio dos sans- culottes.• Revolucionários se dividem enfraquecendo o movimento e reabrindo o caminho do comando à alta burguesia conservadora do Pântano.
  13. 13. Diretório• Em 09 de Termidor de 1794 a alta burguesia dá o golpe e toma o poder.• Robespierre, Saint-Just e outros são guilhotinados.• Reação Termidoriana: o Pântano lidera a Convenção, a alta burguesia volta ao poder e põe fim as conquistas jacobinas.(Constituição do ano III – 1795)• Poder Legislativo: duas Câmaras Conselho dos 500 e o Conselho dos Anciãos.• Poder Executivo: 5 diretores eleitos pelo Legislativo.(Diretório)
  14. 14. O Consulado• Golpe do 18 de brumário de 1799: Napoleão, Sieyès e Ducos• Nova Constituição estabelecendo Napoleão como Primeiro Cônsul pelo prazo de dez anos além dos poderes ditatoriais.• Segunda Coligação contra a França, integrada por Áustria, Rússia e Turquia.• Criação do Banco da França e o Código Civil
  15. 15. O Império• 1804 - Promulgação da Constituição do ano XII aprovada por plebiscito substituindo o Consulado pelo Império.• Coroação de Napoleão em Notre-Dame sob o título de Napoleão I, Imperador dos Franceses.• 1805 - Terceira Coligação (Grã- Bretanha, Rússia, Suécia e Áustria)• 1806 - Confederação do Reno: apoio dos príncipes alemães.• Tratado de Tilsit: aliança franco-russa em prejuízo da Prússia e da Inglaterra.• Bloqueio Continental contra a Inglaterra.
  16. 16. Decadência do Império • Fracasso do Bloqueio Continental: enfraquecimento econômico das áreas bloqueadas por Napoleão. • Quebra dos acordos da Rússia com Napoleão e posterior invasão em 1812 ( perda de                                                                                                         cerca de 500 000 soldados).
  17. 17. Derrota de Napoleão• Sexta coligação: batalha de Leipzig• Desterro em Elba• Luís XVIII: Terror Branco• O governo de Cem Dias• Sétima Coligação: derrota na Batalha de Waterloo• Congresso de Viena - 1814/1815 ( Inglaterra, Áustria, Rússia e Prússia) Masternich
  18. 18. CONGRESSO DE VIENA

×