Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Questões Ambientais 2

3,831 views

Published on

Bons estudos!

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Questões Ambientais 2

  1. 1. 1. (Uema 2015) Leia o texto: Um projeto de Lei em Curitiba (PR) pretende tornar obrigatórios os telhados verdes em prédios novos da cidade. O objetivo, de acordo com o projeto, é reduzir a poluição ambiental, o consumo de energia e as ilhas de calor. Também prevê que a vegetação seja nativa e exija pouca água. Fonte: TINTI, Simone. Verde no telhado. Revista Vida Simples. São Paulo: Abril, ed. 132, 2013. A ideia do projeto é ampliar áreas verdes para redução de problemas ambientais comuns em cidades. A relação entre áreas verdes e ilhas de calor é observada em a) reservas florestais em que o aumento de temperatura causa evaporação, ocasionando chuvas e tempestades. b) áreas arborizadas em que o gás carbônico é acumulado em excesso, permitindo a liberação de calor. c) superfícies verdes em que as folhas das árvores absorvem o calor da atmosfera, evitando o aumento da temperatura local. d) cidades médias e pequenas em que há maior concentração de poluentes na estratosfera, favorecendo o aumento da temperatura. e) parques e praças em que há maior presença de água e de gás carbônico, favorecendo o aumento da temperatura e das chuvas. 2. (Uerj 2015) Para evitar novos flagelos Os eventos extremos de curta duração, como as chuvas intensas que caíram sobre São Paulo e outras cidades brasileiras com suas trágicas consequências, vão se intensificar com as mudanças climáticas em curso há algumas décadas. “Na década de 1930 e, se formos um pouco mais atrás no tempo, no século XIX, não ocorriam tantos eventos extremos de chuva como acontecem hoje na cidade de São Paulo”, diz Carlos Nobre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. “Isso é mudança climática, não necessariamente provocada pelo aquecimento global”, ressalta. O mais provável é que a maior parte dessa mudança climática tenha origem na própria Região Metropolitana de São Paulo. ERENO, Dinorah. Adaptado de revistapesquisa.fapesp.br, 26/05/2010. Considerando a dinâmica ambiental de grandes metrópoles, como São Paulo, as circunstâncias locais para a elevação do índice de chuvas apontada no texto estão relacionadas ao fenômeno de: a) ilha de calor b) inversão térmica c) campo de vento d) precipitação ácida 3. (Cefet MG 2015) A crise sobre a escassez de água é uma das maiores preocupações socioambientais da atualidade. É considerada por alguns especialistas como o maior desafio do novo século e mostrou-se agravada no cenário brasileiro a partir de 2012. Assim, medidas de reeducação de hábitos e reaproveitamento desse recurso vital tornam-se necessárias. No Brasil, algumas destas medidas voltadas para melhorar o aproveitamento da água foram listadas a seguir. I. Diminuição da perda nos sistemas de distribuição. II. Aproveitamento da água pluvial em sistemas coletores. III. Aplicação de técnicas mais eficientes de irrigação. IV. Individualização dos hidrômetros. V. Reaproveitamento da água tratada. Entre as medidas listadas, as únicas que NÃO podem ser aplicadas amplamente em todos os setores da economia do país são a) I e IV. b) I e V. c) II e III. d) II e V. e) III e IV. 4. (Ufu 2015) Solo do sudoeste gaúcho sofre processo de arenização Jean Ramos, de 27 anos, nasceu e foi criado no pampa. É um homem simples como todos os moradores da localidade de Jacaquá, única região do interior do município de Alegrete. De pé sobre uma pedra, Jean vê se estender a seus pés uma paisagem insólita: em vez dos infindáveis campos e lavouras característicos do lugar, uma mancha de areia de 83 hectares, equivalente a cerca de 111 campos de futebol, que avança sobre os quintais das casas. Disponível em: <http://www.sescsp.org.br/online/artigo/compartilhar/2430_AREIA+AMEACA+O+PAMPA> (Adaptado) Acesso em: 12 de fev. 2015.
  2. 2. O processo de arenização na área descrita tem se intensificado em decorrência da a) mudança climática e a diminuição das chuvas. b) superexploração agrícola e a pecuária extensiva. c) laterização do solo e a ação do vento. d) monocultura da cana-de-açúcar e a geração do vinhoto. 5. (Fgv 2015) A maior e mais completa torre de observação da América do Sul começou a ser construída em agosto no seio da floresta amazônica. Intitulada “Torre Alta de Observação da Amazônia”, a torre mede 325 metros e será usada para monitorar as interações entre a atmosfera e a floresta. A obra, que é realizada pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) em parceria com o Instituto Max Planck de Química, da Alemanha, será equipada com instrumentos científicos de alta tecnologia. http://amazonasfm.com.br/noticias/torre-mais-alta-da-america-latinae-construida-na-amazonia/#sthash.kZnyjgy1.dpuf Sobre esse projeto, é correto afirmar: a) Os fluxos de gás carbônico, vapor de água e energia entre a atmosfera e a superfície não fazem parte das interações que serão monitoradas pelo projeto, já que não envolvem a floresta. b) A altura da torre, apesar de facilitar a observação meteorológica, inviabiliza o estudo das relações entre os fenômenos atmosféricos e os ciclos de nutrientes da floresta que ocorrem na superfície. c) Entre os seus objetivos, destaca-se o de gerar informações mais precisas sobre o papel dos ecossistemas amazônicos no atual contexto de mudanças climáticas globais. d) Por estar localizado em uma pequena mancha de floresta de terra firme, o projeto será capaz de produzir apenas conhecimentos parciais sobre os ecossistemas amazônicos, que dependem essencialmente da água. e) As complexas interações entre a atmosfera e a floresta, objeto do projeto, não são diretamente afetadas pela degradação antrópica, razão pela qual o desmatamento não será monitorado pela torre. 6. (Upf 2015) Em relação ao Código Florestal Brasileiro, só não é correto afirmar: a) O Código Florestal regulamenta as áreas de proteção e de preservação ambiental, além disso, atribui aos produtores rurais a responsabilidade no que concerne ao uso das propriedades. b) As Áreas de Preservação Permanente (APPs) podem ser cobertas ou não por vegetação nativa e têm a finalidade de preservar os recursos hídricos e a estabilidade geológica e de proteger o solo, assegurando o bem-estar dos humanos. c) A Reserva Legal é um percentual mínimo de vegetação nativa a ser preservado nas propriedades e deve corresponder a 35% do total da propriedade, em todos os biomas. d) As matas ciliares, que aparecem às margens de mananciais como nascentes, rios, lagos e reservatórios, são exemplos de Áreas de Preservação Permanente (APPs). e) Os cuidados com os recursos hídricos estão contemplados no Código Florestal, por meio das Áreas de Preservação Permanente (APPs) que incluem as faixas de proteção dos recursos hídricos. 7. (Cefet MG 2015) Leia o trecho abaixo. O território brasileiro possui algum grau de suscetibilidade aos processos erosivos devido a uma série de fatores tais como: diferentes classes de solos, com suas respectivas propriedades físico-químicas; tropicalidade dos climas; tipo de cobertura vegetal; forma, declividade e comprimento das encostas e, finalmente, o uso e manejo inadequado dos solos. Fonte: CUNHA, S.B. e GUERRA, A.J.T. Geomorfologia do Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010. Nesse contexto, é correto afirmar que a suscetibilidade do território brasileiro aos processos erosivos pode ser acentuada pela presença de a) plantação em degraus. b) relevo movimentado. c) cobertura vegetal. d) solos profundos. e) aridez climática. 8. (Ueg 2015) Observe a figura a seguir.
  3. 3. Considerando-se a representação na figura, verifica-se que a pressão atmosférica é a) menor na cidade de Santos, em decorrência da maritimidade. b) maior na cidade de Santos, em decorrência da menor altitude. c) maior na cidade de São Paulo, em decorrência da maior altitude. d) menor na cidade de São Paulo, em decorrência da continentalidade. Gabarito. 1-C 2-A 3- E 4-B 5-C 6- C 7-B 8-B

×