Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Resumo mercantilismo e expansão marítima

27,515 views

Published on

Mercantilismo
Expansão Marítima
Pioneirismo Português
Tratados entre Portugal e Espanha

Resumo mercantilismo e expansão marítima

  1. 1. MERCANTILISMO E EXPANSÃO MARÍTIMA
  2. 2. O MERCANTILISMO:• Definição: conjunto de práticas econômicas dos Estados Absolutistas.• Quando: aproximadamente entre os séculos XV e XVIII.• Onde: vários países da Europa, principalmente Portugal, Espanha, França e Inglaterra.• Característica básica e fundamental: intervenção do Estado na economia.
  3. 3. Apóia os ESTADO ABSOLUTISTA Sustenta negócios a nobreza burguesesOBJETIVOS MERCANTILISMO MEIOS METALISMO: Entesouramento de Protecionismo metais preciosos. Colonialismo Fortalecimento do poder real. Pirataria Balança comercial favorável.
  4. 4. • Características do mercantilismo na Europa: – ESPANHA – Bulionismo (estocagem de ouro e prata). FRANÇA – Colbertismo: limitação de importações e desenvolvimento de manufaturas de artigos de luxo e criação de companhias de comércio. COLBERT Devido ao estímulo da indústria, também ficou conhecido como industrialismo. – INGLATERRA – Adoção de tarifas protecionistas, desenvolvimento da frota naval e da marinha mercante para o comércio externo, desenvolvimento das manufaturas. Política conhecida como comercialista e posteriormente industrialista.
  5. 5. AS GRANDES NAVEGAÇÕES OU EXPANSÃO MARÍTIMA:• Definição: período em que as nações européias iniciaram um processo de exploração e conquistas em novos territórios, que ampliou o mundo até então conhecido.• Quando: aproximadamente entre os séculos XV e XVI.• Causas: – busca de especiarias nas Índias; – busca de metais preciosos; – tentativa de romper o monopólio comercial das cidades italianas; – expansão da fé cristã (justificativa);
  6. 6. – fortalecimento das monarquias nacionais e desenvolvimento da política mercantilista;– Renascimento cultural;– surgimento de novos aparelhos para a navegação (bússola, astrolábio, caravela, desenvolvimento da cartografia...);– alívio de tensões sociais ;– guerras para ocupar e prestigiar nobres .
  7. 7. • Pioneirismo português: – centralização prematura; – burguesia mercantil atuante; – posição geográfica estrategicamente favorável; – Escola de Sagres (secundário);• As principais viagens: – 1415: Ceuta (POR);
  8. 8. • 1488: Cabo da Boa Esperança - Bartolomeu Dias (POR);•1492: América – Cristóvão Colombo (ESP);
  9. 9. – 1498: Índias (via África) – Vasco da ROTA DE VASCO DA GAMA Gama (POR);– 1500: Brasil – Pedro Álvares Cabral (POR);– 1519: Circunavegação – Fernão de Magalhães (ESP); CIRCUNAVEGAÇÃO DESCOBRIMENTO DO BRASIL
  10. 10. • Disputa entre POR e ESP pelas novas terras: – Bula Intercoetera (1493): 100 léguas a partir de Cabo Verde. Terras no lado Ocidental pertenceriam a Espanha. Terras no lado Oriental pertenceriam a Portugal. – Tratado de Tordesilhas (1494): 370 léguas a partir de Cabo Verde. Terras no lado Ocidental pertenceriam a Espanha. Terras no lado Oriental pertenceriam a Portugal. Esse tratado substituiu o anterior.
  11. 11. O TRATADO DE TORDESILHAS:
  12. 12. • Conseqüências das navegações: – deslocamento do eixo econômico do Mar Mediterrâneo para o Oceano Atlântico (Oriente para Ocidente); – ampliação do comércio (em escala mundial); – fortalecimento das monarquias européias; – desenvolvimento técnico e científico.

×