Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Conflitos étnicos<br />                                     Prof. Bruno Rangel<br />
IRLANDA DO NORTE<br />Os problemas na Irlanda do Norte são conseqüência de uma longa história de conflitos entre católicos...
ESPANHA / BASCOS<br />O “País Basco” localiza-se entre Espanha e França. Os bascos são um povo com língua de origem descon...
RÚSSIA / CHECHÊNIA / CÁUCASO<br />Cáucaso: região de grande diversidade étnica, teve duas influências religiosas fundament...
ANTIGA IUGOSLÁVIA<br />Unidos desde 2003<br />
Diversidade étnica na ex-Iugoslávia<br />
O conflito na Bósnia<br />
O conflito em Kosovo 1998-99<br />
O ex-presidente iugoslavo e defensor da formação da Grande Sérvia, Slobodan Milosevic, deposto e preso após o conflito em ...
O horror da guerra<br />Sarajevo após semanas de conflito<br />Franco-atiradores na Bósnia<br />
ORIENTE MÉDIO<br />
O inferno de Ruanda<br />Campo de refugiados ruandeses na Tanzânia<br />
                                           <br />Como 350 mil pessoas chegaram ao campo de Benako em apenas quatro dias, a...
                                    <br />No campo de Kibumba, milhares de ruandeses morriam todo dia de cólera, disenteri...
Angola<br />                       <br />   <br />Durante quase quatro décadas de guerra, os exércitos angolanos e estrang...
CURDISTÃO<br />Maior grupo étnico sem território, os curdos, de maioria muçulmana sunita, não são turcos, nem árabes, nem ...
Jovens e Xenofobia<br />
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Conflitos étnicos 2

2,429 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Conflitos étnicos 2

  1. 1. Conflitos étnicos<br /> Prof. Bruno Rangel<br />
  2. 2. IRLANDA DO NORTE<br />Os problemas na Irlanda do Norte são conseqüência de uma longa história de conflitos entre católicos (irlandeses) e protestantes (ingleses).<br />Os católicos, majoritários na República da Irlanda, mas minoritários na Irlanda do Norte (Ulster), reivindicam a separação do Ulster em relação ao Reino Unido. Para combater o domínio britânico, formou-se o IRA (IrishRepublicanArmy/Exército Republicano Irlandês) – grupo que se notabilizou por uma série de atentados terroristas.<br />Um acordo de paz foi assinado em 1998, porém a situação ainda é relativamente tensa.<br />
  3. 3.
  4. 4. ESPANHA / BASCOS<br />O “País Basco” localiza-se entre Espanha e França. Os bascos são um povo com língua de origem desconhecida e cultura tradicional. Durante a ditadura de Francisco Franco (1939-1975), os bascos foram proibidos de ensinar sua língua (euskera) nas escolas da região e de usar a bandeira com as cores do País Basco.<br />Em 1959, foi criado o ETA (EuskaditaAskatasuna), responsável por inúmeros atentados terroristas, que reivindica a independência do “país basco”. A partir da redemocratização do país, o ETA perdeu a credibilidade e o apoio popular, mas se mantém ativo.<br />
  5. 5.
  6. 6. RÚSSIA / CHECHÊNIA / CÁUCASO<br />Cáucaso: região de grande diversidade étnica, teve duas influências religiosas fundamentais: a cristã ortodoxa e a islâmica. Os conflitos atuais dessa região estão ligados a nacionalismos (motivos políticos) e às diferenças religiosas.<br />Maiores problemas da Rússia ocorrem nas repúblicas da Chechênia e do Daguestão, com vários grupos lutando pela independência e para implantar Estados Islâmicos, empregando inclusive táticas terroristas (Moscou, Beslan).<br />Entre 1994 e 1996, ocorreu violenta guerra entre os rebeldes chechenos e a Rússia, arrasando várias cidades da república. Conseguiu-se uma autonomia parcial, mas em 1999, o governo russo volta a intervir na região.<br />
  7. 7.
  8. 8. ANTIGA IUGOSLÁVIA<br />Unidos desde 2003<br />
  9. 9. Diversidade étnica na ex-Iugoslávia<br />
  10. 10. O conflito na Bósnia<br />
  11. 11. O conflito em Kosovo 1998-99<br />
  12. 12. O ex-presidente iugoslavo e defensor da formação da Grande Sérvia, Slobodan Milosevic, deposto e preso após o conflito em Kosovo, responde por seus crimes de guerra perante o Tribunal Penal Internacional para a Iugoslávia (TPII)<br />
  13. 13. O horror da guerra<br />Sarajevo após semanas de conflito<br />Franco-atiradores na Bósnia<br />
  14. 14. ORIENTE MÉDIO<br />
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18. O inferno de Ruanda<br />Campo de refugiados ruandeses na Tanzânia<br />
  19. 19.                                            <br />Como 350 mil pessoas chegaram ao campo de Benako em apenas quatro dias, as condições iniciais eram deploráveis. Tanzânia, 1994.<br />                               <br />Com 350 mil refugiados, o campo de Kibumba cresceu ainda mais quando o governo do Zaire transferiu refugiados de Goma e de Munigi para lá. Zaire, 1994<br />
  20. 20.                                     <br />No campo de Kibumba, milhares de ruandeses morriam todo dia de cólera, disenteria, fome e desespero. Os tratores do exército francês empilham os corpos contra montes de lava vulcânica, depois os cobrem com terra. A morte tornou-se um problema logístico. Zaire, 1994.<br />                                    <br />Cadáveres de tutsis (a maioria estava cruelmente mutilada) em uma escola abandonada. Nyarubuye, Ruanda, 1995<br />
  21. 21. Angola<br />                       <br />   <br />Durante quase quatro décadas de guerra, os exércitos angolanos e estrangeiros teriam espalhado entre 10 e 12 milhões de minas de 67 diferentes tipos. Angola, 1997.<br />                                           <br />O número de mutilados é tão elevado que o centro ainda está muito distante de atender a toda demanda de próteses, ainda que metade dos que pisam nas minas (80%, no caso das crianças) morram instantaneamente. Bomba Alta, Angola, 1997.<br />
  22. 22. CURDISTÃO<br />Maior grupo étnico sem território, os curdos, de maioria muçulmana sunita, não são turcos, nem árabes, nem persas. Espalham-se principalmente por terras da Turquia, do Irã e do Iraque, onde sofreram duras perseguições, embora ocupem também pequenas áreas da Síria e da Armênia.<br />
  23. 23. Jovens e Xenofobia<br />

×