Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

PHP Aula 05 - E-mails, Cookies e Sessoes

1,036 views

Published on

Aula referente ao uso de funções para envio de e-mails, além do conceito de Cookies e Sessões em PHP. Controle de acesso a páginas e de conteúdo identificado por usuário.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

PHP Aula 05 - E-mails, Cookies e Sessoes

  1. 1. Programação Dinâmica para Web E-mails, Cookies e Sessões www.DanielBrandao.com.br
  2. 2. Envio de E-mails via PHP
  3. 3. Envio de E-mails via PHP  mail: Envia um e-mail de acordo com as configurações SMTP do servidor;  OBS.: Para o envio, deve haver no servidor a configuração do serviço SMTP. Do contrário o envio não será possível. 3 mail (destino, assunto, corpo) Parâmetros Descrição destino Endereço de e-mail do destino assunto Assunto do e-mail corpo Corpo do e-mail
  4. 4. Manipulação de Arquivos  Função mail() – Exemplo: 4
  5. 5. Cookies
  6. 6. Cookies • Frequentemente utilizados para identificar um usuário, trata-se de um pequeno arquivo texto que o servidor “instala” no computador do usuário; • Cada vez que este computador efetuar uma requisição pelo navegador, ele também enviará o cookie ao servidor;
  7. 7. Cookies • Utilidades práticas de Cookies e Sessões: – Autenticação de usuários; – Carrinho de compras; – Exibição de anúncios ou imagens; – Personalização de Páginas.
  8. 8. Criando um Cookie
  9. 9. Criando um Cookie • A função setcookie() é utilizada para setar um cookie. Sua sintaxe é simples e segue essa estrutura: 10
  10. 10. Criando um Cookie • Exemplo: 11
  11. 11. Obtendo o Valor de um Cookie
  12. 12. Obtendo o Valor de um Cookie • A variável superglobal $_COOKIE é utilizada para receber o valor de um Cookie. Exemplo: 13
  13. 13. Excluindo um Cookie
  14. 14. Excluindo um Cookie • Para excluir um Cookie, podemos fazer de duas maneiras. 1) Assegurar que o tempo de expiração foi atingido. Exemplo: 15
  15. 15. Excluindo um Cookie • Para excluir um Cookie, podemos fazer de duas maneiras. 2) Executar apenas o parâmetro nome. Exemplo: 16
  16. 16. Exercício 1
  17. 17. Exercício 1 • Etapas 1: – Crie uma pasta chamada cookies no diretório raiz (htdocs) ; 18
  18. 18. Exercício • Etapa 2 – Criação de um formulário HTML  Crie uma página HTML com um formulário, onde o usuário deverá digitar seu nome e a cidade que nasceu;  Método de envio: GET;  Os dados deverão ser submetidos para o script “cria_cookies.php”;  Salve o documento HTML na pasta cookies com o nome formulario.html; 19
  19. 19. Exercício • Etapa 3 – Criação do script cria_cookies.php na pasta cookies – O script deverá receber os dados submetidos pelo formulário HTML anterior; – Armazenar cada dado em um Cookie; – Redirecionar o usuário para o script mensagem.php (Como fazer isso? Usando HTML? Usando PHP?); 20
  20. 20. Exercício • Etapa 4 – Criação do script mensagem.php na pasta cookies – O script deverá receber os dados armazenados em cookies pelo script anterior e exibir a frase: “_________ nasceu em _________”; 21
  21. 21. Exercício • Etapa 5 – Testar a aplicação  Abra um navegador e acesse o arquivo formulario.html criado;  Digite seu nome e a cidade que você nasceu para testar a aplicação;  Verifique se o retorno foi igual aos valores digitados no formulário. 22
  22. 22. Variáveis de Sessão
  23. 23. Variáveis de Sessão • São usadas para armazenar informações do usuário no servidor para uso posterior. Exemplos: – Nome de Usuário; – Itens de um carrinho de compras; • Tais variáveis estão disponíveis para todas as páginas da aplicação;
  24. 24. Variáveis de Sessão • Informações de sessão são temporárias! – Serão excluídas quando o usuário deixar o site/sistema; • Sessões trabalham com a criação de um ID único (UID) para cada visitante e armazena variáveis baseadas nessas IDs;
  25. 25. Iniciando uma Sessão PHP
  26. 26. Iniciando uma Sessão PHP • Antes de armazenar informações de sessão, você deverá iniciá-la; 27
  27. 27. Criando uma Variável de Sessão
  28. 28. Criando uma Variável de Sessão • Para declarar, atribuir e obter variáveis de sessão, deveremos utilizar a variável superglobal $_SESSION; 29
  29. 29. Excluindo uma Sessão
  30. 30. Excluindo uma Sessão • Para excluir uma variável de sessão, utilizamos a função unset(); • Para excluir todas as variáveis de sessão, utilizamos a função session_destroy() 31
  31. 31. Exercício 2
  32. 32. Exercício 2 • Etapa 1 – Preparação do Domínio  Crie uma pasta em htdocs chamada sessoes; 33
  33. 33. Exercício • Etapa 2 – Criação de um formulário HTML  Crie um formulário HTML que permita ao usuário digitar seu login e senha;  Método de envio: POST;  Os dados deverão ser submetidos para o script “checa_login.php”;  Salve o documento HTML na pasta sessoes com o nome formulario.html; 34
  34. 34. Exercício • Etapa 3 – Criação do script checa_login.php  O script deverá inicialmente receber o login e senha submetidos na etapa anterior e checar se o login e a senha estão corretos;  Considere que o login padrão do sistema seja aula e a senha seja php;  Caso o usuário tenha o acesso confirmado, o script deverá criar a variável de sessão logou, atribuindo a mesma o valor 1;  Caso contrário, o script deverá atribuir o valor 0 para a variável de sessão logou;  Logo em seguida, o script deverá redirecionar o usuário para o script principal.php (função header); 35
  35. 35. Exercício • Etapa 4 – Criação do script principal.php na pasta sessoes – O script deverá checar se o usuário tem permissão para acessá-lo (checar se a variável de sessão logou é igual a 1) ; – Caso o usuário tenha permissão, o script deverá exibir a frase “Bem-vindo ao Sistema”; – Caso contrário, o script deverá redirecionar o usuário para a página formulario.html; 36
  36. 36. Exercício • Etapa 5 – Testar a aplicação  Abra um navegador e acesse formulário.html na pasta sessoes;  Insira Usuario e Senha e tente logar;  Deu certo? 37
  37. 37. EXTRA: A função include()
  38. 38. A função include() • Podemos inserir o conteúdo de um arquivo PHP em outro arquivo PHP antes que o servidor os execute; • Através desta função, podemos criar arquivos PHP que podem ser reusados por outros arquivos, evitando repetição de codificação; • Desta forma, podemos criar arquivos PHP que contém funções ou trechos de código que se repetem com frequência;
  39. 39. A função include() • A função include() obtém todo o conteúdo de um arquivo específico e o inclui no arquivo que invocou a função; • Se um erro ocorrer (ex.: o arquivo indicado na função não existir), tal função irá gerar uma mensagem de advertência, mas o script continuará sua execução;
  40. 40. A função include() • Ex. - Script PHP que calcula a soma de dois números (funcoes.php): <?php function soma($num1, $num2) { $resultado = $num1 + $num2; return $resultado; } ?>
  41. 41. A função include() • Ex. - Arquivo PHP que invoca o arquivo funcoes.php e calcula a soma de dois números (calcula.php): <?php include(“funcoes.php”); soma(4,7); ?>
  42. 42. A função include() • Tente fazer testes e pesquise mais sobre esta função específica. • Pesquise também sobre a função Require(), que tem objetivo semelhante.
  43. 43. OBSERVAÇÃO • Lembre-se que esses dois exercícios farão parte da lista de exercícios finais a ser entregue no final do 2º Estágio.

×