Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula 04 Sistema de Informação - Processo e Requisitos de Sistemas

1,862 views

Published on

Desenvolvimento de um SI, contemplando seu ciclo de vida, seus requisitos e as tomadas de decisões possíveis com ele.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Aula 04 Sistema de Informação - Processo e Requisitos de Sistemas

  1. 1. Sistema de Informação Processo e Requisitos de Sistemas www.DanielBrandao.com.br
  2. 2. Roteiro da aula • Recapitulando tipos de sistemas • Para que serve um Sistema de Informação • Levantamento de requisitos • Processo de tomada de decisão 2
  3. 3. Recapitulando Tipos de Sistemas
  4. 4. Tipos de sistemas em Hierarquia 4
  5. 5. 1. Para que serve um Sistema de Informação
  6. 6. 1. Para que serve um Sistema de Informação • Em uma empresa o gestor é responsável por transformar a vontade da chefia em ações executadas pelos colaboradores. Esse processo é essencial para que haja sucesso perante os objetivos e metas criadas pela empresa. • Mas, de que maneira o gestor consegue escutar todas as exigências de cima, organizar as informações, repassar todas as tarefas e ter certeza que tudo está indo para o caminho? 6
  7. 7. 1. Para que serve um Sistema de Informação • O gestor precisa criar um sistema de informação que o informe, rapidamente, o que está acontecendo na execução do que foi planejado. 7
  8. 8. 1. Para que serve um Sistema de Informação • Como não é ele, o gestor, que está executando o planejamento e sim subordinados, o sistema de informação é que dirá a ele se as coisas caminham como deveriam ou se estão se desviando do planejado e, por isso, precisam de uma correção. 8
  9. 9. 1. Para que serve um Sistema de Informação • Luiz Eduardo Gasparetto afirma que: “O gestor deve receber essa informação rapidamente, pois de nada adiantaria ele receber a informação quando pouco poderá ser feito para corrigir um desvio.” 9
  10. 10. 1. Para que serve um Sistema de Informação • O sistema de informação para o gestor funciona de forma rápida, unindo todas as informações necessárias para ele ter a visão de como os processos estão andando, para assim, conseguir produzir ações de correções ou qualquer atitude. 10
  11. 11. 1. Para que serve um Sistema de Informação • Muitos métodos antigos usam ferramentas como a famosa planilha de excel para mensurar o andamento dos resultados, porém, essas planilhas por mais que seja uma opção de baixo custo para empresa, é uma opção que causa lentidão no processo de alimentação. 11
  12. 12. 1. Para que serve um Sistema de Informação • A maneira ideal para construir um sistema forte de informação é acionar o departamento de Tecnologia da Informação e explicar todos os processos de trabalho e de que maneira os resultados deverão aparecer rapidamente dentro de um sistema. 12
  13. 13. 1. Para que serve um Sistema de Informação • Com essas informações organizadas em sistema, o gestor conseguirá ter acesso as seguintes informações: 13 - Venda de produtos; - Produção da equipe individualmente e por departamento; - Tempo de execução de cada processo; - Futuros problemas; - Evolução semanal/mensal.
  14. 14. 2. Levantamento de Requisitos 14
  15. 15. 2. Levantamento de Requisitos • Basicamente, o gestor poderá implantar os seguintes sistemas de informação, isto é, maneiras de levantar a informação do que está acontecendo: – Primeiro a observação pessoal; – Segundo os relatórios; – Terceiro os métodos automáticos; – Quarto as amostras. 15
  16. 16. 2. Levantamento de Requisitos • 1) A observação pessoal: o próprio gestor procura acompanhar pessoalmente o que está acontecendo durante a realização das tarefas. Isso nem sempre será possível se as tarefas são executadas em locais diferentes e distantes, mas é um sistema de informação útil, porque leva o gestor ao local dos acontecimentos, isto é, ele não é informado por alguém, mas ele mesmo observa os acontecimentos. • Isso pode evitar uma “maquiagem” na informação quando esta é dada por um subordinado, pois ninguém gosta e levar uma notícia ruim. 16
  17. 17. 2. Levantamento de Requisitos • 2) Os relatórios: que levantam em determinados períodos os principais dados referentes a como a tarefa está caminhando. Estes relatórios poderão se feitos pelos próprios executores da tarefa ou pessoas designadas somente para isso. É talvez o sistema de informação mais utilizado nas empresas e pode ser um relatório escrito ou verbal. 17
  18. 18. 2. Levantamento de Requisitos • 3) Os métodos automáticos: com o próprio equipamento indicando, através de um contador automático, por exemplo, quantas peças foram produzidas em determinado período. Só pode ser utilizado para uma medição quantitativa e não permite comentários ou avaliações. 18
  19. 19. 2. Levantamento de Requisitos • 4) As amostras: sistema de levantamento de informações mais utilizado para verificar se o padrão qualidade está sendo atendido. É a comparação de uma peça, retirada da produção, com o modelo aprovado pelo cliente. 19
  20. 20. 2. Levantamento de Requisitos • O que o gestor deve observar? – Se o Sistema de Informação vai realmente informatizar os processos e não somente automatizá-los; – Se trará vantagem competitiva para a empresa; – Se as informações produzidas pelo(s) SI vão gerar conhecimento. 20
  21. 21. Fluxo Dados • O que o gestor deve observar? – Se o Sistema de Informação vai realmente informatizar os processos e não somente automatizá-los; – Se trará vantagem competitiva para a empresa; – Se as informações produzidas pelo(s) SI vão gerar conhecimento. 21
  22. 22. 3. Tomada de decisão 22
  23. 23. 3. Tomada de decisão • Decisão constitui o processo de análise e escolha entre alternativas disponíveis, do curso de ação que uma pessoa ou um grupo deverá seguir. • Os elementos comuns à decisão são: a) Tomador de decisão é quem faz uma escolha ou opção entre as várias alternativas. b) Objetivos são os resultados que o tomador de decisão pretende alcançar com suas ações. c) Preferências são os critérios que o tomador usa para fazer a escolha da melhor alternativa. 23
  24. 24. 3. Tomada de decisão • Os elementos comuns à decisão são: d) Estratégia é o caminho que o tomador de decisão escolhe para melhor alcançar o objetivo. e) Situação são os aspectos ambientais que envolvem o tomador de decisão. f) Resultado é a consequência de uma dada estratégia. 24
  25. 25. 3. Tomada de decisão • Segundo Herbert Simon, as etapas do processo de decisão racional, após a identificação do problema, são: a) Inteligência: Consiste na coleta e na analise dos dados relacionados ao problema identificado. b) Projeto: Consiste no estudo sistemático do problema, na criação de alternativas e na avaliação dos resultados de cada alternativa. c) Escolha: Consiste na seleção da melhor alternativa. d) Implementação: Consiste em por em ação a solução encontrada. 25
  26. 26. 3. Tomada de decisão • Podemos considerar que uma organização empresarial está dividida em funções e em níveis hierárquicos ou decisórios. Podemos considerar que toda organização empresarial tem um certo número de funções básicas que propiciam sua atuação em um ambiente. 26
  27. 27. 3. Tomada de decisão • Além disso, essas funções devem ser realizadas de forma integrada e coordenada, tendo em vista o sucesso organizacional. Genericamente, é possível identificar como funções básicas: – Marketing e Vendas; – Produção; – Finanças; – Contabilidade; – Recursos Humanos; 27
  28. 28. 3. Tomada de decisão • Marketing e Vendas: • É a função que concebe a atuação da organização no ambiente e gerencia e operacionaliza essa atuação através da oferta de deter- minados produtos e serviços. 28
  29. 29. 3. Tomada de decisão • Produção: • É a função que gerencia e concretiza a elaboração e a oferta de produtos e serviços • Finanças: • É a função que responde pelo gerenciamento dos recursos financeiros da organização. 29
  30. 30. 3. Tomada de decisão • Contabilidade: • É a função responsável pelo registro dos eventos organiza- cionais e sua contabilização em termos de entradas e saídas de recursos financeiros. • Recursos Humanos: • É a função responsável pelo gerenciamento dos aspectos relacionados à dimensão humana das organizações. 30
  31. 31. 3. Tomada de decisão • Em termos hierárquicos, é possível agrupar os diversos componentes organizacionais em três níveis: – Nível estratégico; – Nível tático; – Nível operacional; 31
  32. 32. 3. Tomada de decisão • Nível estratégico: • É o nível responsável pelas decisões mais abrangentes da organização. Essas decisões têm impacto a longo prazo e permitem direcionar e caracterizar o futuro da organização. 32
  33. 33. 3. Tomada de decisão • Nível tático: • É o nível responsável pelas decisões setoriais da organização. Essas decisões em geral são de médio prazo. Esse nível está preocupado com a concretização das estratégias a partir do acompanhamento e controle das atividades que vão concretizar os objetivos estabelecidos. 33
  34. 34. 3. Tomada de decisão • Nível operacional: • É o nível em que ocorre a rotina diária da organização. As decisões do nível operacional são caracterizadas pelo curto prazo. 34
  35. 35. 3. Tomada de decisão 35
  36. 36. 3. Tomada de decisão • Fonte de informações para tomada de decisão • A fonte de informação pode ser Formal ou Informal. E sua origem pode ser Interna ou Externa a organização. Vejamos o quadro a seguir: 36
  37. 37. 3. Tomada de decisão • Perspectivas atuais do suporte ao processo decisório No ciclo atual da evolução dos modelos de gestão, busca-se a potencializa- ção do uso dos dados, informações e conhecimentos organizacionais nos processos decisórios e na geração de valor nas empresas. Nesse sentido, é que surgem as aplicações de gestão do conhecimento (Knowledge Management — KM) e inteligência de negócios (Business Intelligence — BI). 37
  38. 38. 3. Tomada de decisão • Perspectivas atuais do suporte ao processo decisório Sistemas de Knowledge Management: São sistemas de informação que propiciam o suporte à geração e à gestão do conhecimento nas organizações. Tecnologicamente, isso implica disponibilizar recursos que facilitem a troca de dados, informações e conhecimentos entre as pessoas. Nesse sentido, as tecnologias empregadas incluem ferramentas baseadas na Internet, gerenciamento eletrônico de documentos, groupware, workflow, sistemas de construção de bases inteligentes de conhecimento, entre outras. 38
  39. 39. 3. Tomada de decisão • Perspectivas atuais do suporte ao processo decisório Sistemas de Business Intelligence: São sistemas de informação que dão suporte à análise de dados e ao processo decisório com vistas a propiciar à organização a obtenção de vantagens competitivas. Esses sistemas empregam tecnologias como datawarehouse, olap e datamining para o suporte ao processo decisório nos níveis tático e estratégico. 39
  40. 40. Atividade 3 • Escolha um setor de trabalho em uma organização e a partir do levantamento de uma rotina (processos) escolhida por você elabore o levantamento de requisitos, na qual você possa identificar claramente os conceitos de dado, informação, conhecimento e competência. Apresente o processo e cada um dos exemplos que caracterizam os conceitos estudados. Após, identifique as formas de tomada de decisão possíveis. 40
  41. 41. Atividade Extra • Em grupo de até 3 pessoas, pesquise três sistemas de informação e os caracterize de acordo com seu tipo e aplicação prática (de acordo com os níveis Estratégicos, Táticos e Operacional). • Envie por e-mail esta atividade. 41

×