Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação Defesa

2,060 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Apresentação Defesa

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS<br />CENTRO DE EDUCAÇÃO – PPGE <br />MESTRADO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA<br />Interação online:um desafio da tutoria<br />Fernando Silvio C. Pimentel<br />Orientação: Profa. Dra. Cleide Jane de Sá A. Costa<br />Maceió - 2010<br />
  2. 2. 2<br />
  3. 3. Objetivo Geral:<br />3<br />Analisar como as interações entre o tutor e o aluno nos fóruns de discussão, realizados em um AVA, contribuem de forma significativa para o desenvolvimento cognitivo do aluno.<br />
  4. 4. Problema de Pesquisa<br />Como as interações entre o tutor e o aluno nos fóruns de discussão, realizados em um AVA, contribuem significativamente para o desenvolvimento cognitivo do aluno?<br />4<br />
  5. 5. Hipóteses<br />5<br />Conforme Costa, Paraguaçu e Pinto (2009) e (SILVA, 2007) o tutor tem um papel fundamental no processo educacional desenvolvido na sala de aula interativa.<br />
  6. 6. Hipóteses<br />6<br />“(...) assistir os alunos na correta avaliação de sua experiência de aprendizagem online pode ajudar a aliviar sentimentos de isolamento”. Palloff e Pratt (2004, pp. 91-92)<br />Estas hipóteses nos fizeram olhar o<br /> campo da pesquisa nesta perspectiva,<br />buscando observar se realmente encontrávamos <br />estes dois “princípios” <br />
  7. 7. Metodologia<br />7<br />Pesquisa qualitativa online.<br />Abordagem: Estudo de Caso<br />Coleta de dados: técnicas de observação e análise de documentos. <br />Sujeitos: Tutores do curso de Pedagogia UAB/UFAL<br />Análise: confrontação com preposições teóricas e análise do conteúdo.<br />
  8. 8. Base Teórica<br />Interação e ZDP - Vygotsky, 2001 e 2008;<br />Aprender não é um fato isolado, mas uma realidade que necessita do “outro” para vir a ser e para configurar-se.<br />Construcionismo– Papert, 1994<br />Cabe ao professor programar sua participação no processo educacional de forma a possibilitar aos alunos um ganho cognitivo mais robusto. <br />8<br />
  9. 9. Interação e Desenvolvimento Cognitivo – Bruner, 1976<br />A aprendizagem é como um processo que se firma quando os alunos, baseados em seus conhecimentos passados e atuais, constroem um novo aprendizado.<br />Interação na EAD - Litto e Formiga, 2009; Peters, 2004; Moore, 2007; Silva, 2007.<br />A EAD exige técnicas especiais de criação do curso e de instrução, comunicação por meio de várias tecnologias e disposições organizacionais e administrativas especiais.<br />9<br />
  10. 10. Interação Cooperativa e Colaborativa - Dillenbourg, 1999; Costa, Paraguaçu e Mercado, 2006<br />10<br />
  11. 11. Interação Mediada por Computador (Reativa e Mútua) - Primo, 1998 e 2007;<br />Interação mútua: aquela em que os interagentes encontram-se na busca de soluções para os problemas gerados no AVA, e as próprias negociações já denotam uma motivação para que o aprendizado ocorra.<br />Na interação reativa os interagentes participam do acordo e remetem sua participação somente ao que foi proposto antes.<br />11<br />
  12. 12. Tutor (tutoria)– Belloni (2008), Duggleby (2001), Gonzales, (2005), Aretio (1999), Costa, Paraguaçu e Pinto (2009); Bentes (2009); Mercado (2004);<br />Profissional com a função de mediar todo o desenvolvimento do curso, estando atento aos alunos.<br /><ul><li>e-moderation– Salmon, 2000.</li></ul>O tutor deve acompanhar o desenvolvimento do aluno nos níveis do e-learning.<br />12<br />
  13. 13. Mecanismos de suporte à concepção - Costa, Paraguaçu e Pinto, 2009.<br />13<br />
  14. 14. Dados<br />Levantamento em 10 disciplinas (2 semestres):<br /> Total de fóruns – 56<br />Foram escolhidos: <br />1 fórum do 1º semestre<br />2 fóruns do 2º semestre<br />Critérios de seleção:<br />a) fóruns que foram realizados como atividades obrigatórias;<br />b) um fórum de cada semestre com incidência considerável de interações; e <br />c) o tema gerador de discussão.<br />Total de interações analisadas: 446<br />14<br />
  15. 15. Análise/Resultados – Fórum 1<br />15<br />86 % - interações reativas<br />14% - interações mútuas<br />Disciplina: <br />Profissão Docente<br />1º semestre<br />Texto 1 - Na questão 1 - sua reflexão está coerente (Tutor 2)<br />Texto 5 - Olá, (...)! Por favor, envie sua atividade para o tópico "tarefa", pois postando aqui o sistema não irá computar sua nota. Abraço (Tutor 3)<br />
  16. 16. Análise/Resultados – Fórum 2<br />16<br />86 % - interações reativas<br />14% - interações mútuas<br />Disciplina: <br />Trabalho e Educação<br />2º semestre<br />Texto 11 - Tutor 2 para aluno 3:<br />Olá, (...). Parabéns por suas respostas. (...)<br />Na 3 - Nessa questão acho que você se confundiu, assim como a colega (...) , pois sua resposta refere-se ao currículo da ESCOLA MODELO. Você poderia citar o currículo da ESCOLA NORMAL? Uma dica: você abordou como parte da questão 2;<br />
  17. 17. Análise/Resultados – Fórum 3<br />17<br />17 % - interações reativas<br />83% - interações mútuas<br />Disciplina: <br />Fundamentos Psicopedagógicos da Educação <br />2º semestre<br />Texto 17 - Tutor 2 para Aluno 6:<br />Oi, Aluno 6! Que bom que você pode compartilhar sua experiência a qual é numa perspectiva mais "ecológica". (...) Entretanto, muitos viveciam outra realidade, como no caso, o que o Aluno 9 e o Aluno 12 citaram como exemplo. <br />Interação colaborativa – o tutor incentiva o aluno a “conversar”<br />com as ideias de outros alunos.<br />
  18. 18. Análise/Resultados<br />18<br />Mecanismos de Suporte a Concepção <br />identificados nos fóruns<br />
  19. 19. 19<br />
  20. 20. 20<br />
  21. 21. 21<br />Este texto também é exemplo de uma interação colaborativa, por<br />apresentar uma concatenação entre as interações dos alunos.<br />
  22. 22. As hipóteses foram confirmadas?<br />22<br />O tutor é fundamental?<br />A presença de interações dos vários tutores acompanhados foi variável e agiu significativamente na interação dos alunos e na sua posterior aprendizagem.<br />As interações entre tutor e alunos é essencial?<br />A ausência do tutor 4 no 2º fórum e as poucas interações do tutor 3 no 1º e no 3º denotam uma diminuição no rendimento total das turmas.<br />
  23. 23. Considerações Finais<br />23<br /><ul><li> Quanto mais interações mútuas propostas pelo tutor, mais interações mútuas e aprendizagem dos alunos são visualizadas como conseqüência das interações. (PRIMO, 2007).
  24. 24. Evidenciou-se a subutilização do espaço do fórum.
  25. 25. Quanto mais interações mútuas, mais interações colaborativas, porque as mútuas promovem a participação de vários alunos num mesmo debate virtual. (DILLENBOURG, 1999)</li></li></ul><li>Considerações Finais<br />Na realidade da EAD, especificamente para a UAB, a presença do tutor nos cursos é de singular relevância, pois sua atividade e função são direcionadas para a interação colaborativa e mútua.<br />24<br />
  26. 26. Futuras Pesquisas...<br />1 – pesquisa sobre a interação em cursos das ciências exatas; <br />2 - pesquisa sobre a interação em outros cursos da área de humanas<br />3 – verificar se a falta de formação dos tutores promove mais interações reativas...<br />4 – verificar os tipos de interação em outras ferramentas do AVA.<br />25<br />
  27. 27. 26<br />prof.fernandoscp@gmail.com - http://migre.me/41y4<br />

×