Successfully reported this slideshow.

Ética e Integridade Empresarial

4,333 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Ética e Integridade Empresarial

  1. 1. ÉTICA E INTEGRIDADE EMPRESARIAL Antonio Fernando Stanziani
  2. 2. Eu sou eu e minhas circunstânciase se não as salvo também não mesalvo. Ortega y Gasset Meditações do Quixote
  3. 3. IntegridadeSentir, pensar, falar e agir de modocoerente.Perda de integridade: quebra dasequência• Ausência de responsabilidade moral.• Desconhecimento de si mesmo.
  4. 4. Integridade pode ser efeito ...A integridade-efeito surge do jogo de forçasresponsável pela coesão interna de umaempresa ou do sistema econômico na qual elaestá inserida.• É expressão de algo que está inteiro.• Integridade-efeito = inteireza.
  5. 5. ... ou causaA integridade-causa faz surgir determinação emalguém.• Motor que leva uma pessoa ou organização a fazer o que é certo.• Hábito de resistir às duas canções de maior sucesso das sereias: o egocentrismo e o oportunismo.• É ato de não ceder à corrupção e à injustiça.• Integridade-causa = caráter.
  6. 6. ÉTICA EMPRESARIALKnow-how que usa valores moraispara compatibilizar fins e meios deuma empresa ou negócio.Visa equilibrar duas necessidades:resultados e integridade. 6
  7. 7. Poder“Capacidade de fazer” e não apenas“fazer”.Nas organizações predominam asconcepções do período vitoriano(1830/90).• Foco: persuasão, energia muscular, voz de comando, resultado, máxima utilidade.
  8. 8. Máxima valorização da causaeficiente: privilégio do pensamento curto prazo. risco de produzir insensibilidade e abandonar e valores. transformar meios em fins. risco para a ética: eficiência se torna um valor em si.
  9. 9. Máxima valorização da causaeficiente: “O cinismo tornou-se uma epidemia em toda sociedade e manifesta-se numa contínua desconfiança entre os líderes de negócios” L.Treviño
  10. 10. Líderes de negócio sacrificam porvezes padrões éticos pessoais...Justificativas:“A preocupação do negócio é com dinheiro e ganhos.”“Não somos reforçados por nossos comportamentoséticos.”“A competição nos obriga a sacrifícios dos padrõeséticos.”“Práticas não éticas são aceitas na indústria ondeatuamos.”“Superiores querem apenas resultados, não importacomo.”
  11. 11. ÉTICA: ETAPAS DO “FAZER VALER” 1. Definir o BEM da convivência. 2. Definir os VALORES que orientam a conduta. 3. Definir as NORMAS da convivência. • PRINCÍPIOS. • REGRAS / LEIS / ACORDOS. 4. Desenvolver as VIRTUDES que qualificam o comportamento.
  12. 12. Três planos da conduta ética Sociabilidade: cortesia / etiqueta / civilidade regra de prata Reconhecimento: respeito/consideração regra de ouro Sacrifício: colocar-se em risco regra de platina
  13. 13. A governança corporativa cuida da justiça,da transparência e da responsabilidade dasempresas no trato de questões queenvolvem os interesses do negócio e os dasociedade como um todo. Williamson
  14. 14. A GOVERNANÇA CORPORATIVADesenvolve uma cultura organizacionalorientada para a eficiência e ocrescimento, mas baseada em princípioséticos e valores corporativos.
  15. 15. Políticas de Ética devem ser definidas pela Governança Corporativa.
  16. 16. Política de Ética CENÁRIOcapitalismo orientado para shareholderscapitalismo orientado para stakeholders
  17. 17. ÉTICA EMPRESARIALKnow-how que desenvolve políticas,práticas e técnicas de resolução de: • Dilemas Éticos. • Conflitos De Interesse. • Questões De Justiça. 17
  18. 18. ÉTICA EMPRESARIAL...Gestão que incorpora o hábito de seguir diretrizeséticas na:• Tomada de decisão ESCOLHAS• Conduta Relacionamento com NORMAS• Comportamento Relacionamento com PESSOAS
  19. 19. É a ciência/arte de conjugar – na ação – os verbos:  DEVER (obrigação de natureza moral / necessidade)  QUERER (desejar, pretender)  PODER (ser capaz de realizar)
  20. 20. ÂMBITOS DA ÉTICA EMPRESARIAL RELACIONAMENTOS COMPLIANCE SUSTENTABILIDADE INTEGRIDADE GOVERNANÇA SOCIALIBILIDADE LEGALIDADE RESPONSABILIDADE ETICIDADE LEGITIMIDADE  Políticas e práticas de  Leis e Marcos  Desenvolvimento de  Diretrizes Morais.  Cultura da desenvolvimento de Regulatórios. práticas  Engajamento e Organização. pessoas e cultura.  Segurança socioambientais. diálogo com  Missão, Visão efocos  Relações Interpessoais Corporativa. stakeholders. Valores  Etiqueta. Cordialidade. Corporativos.  Papéis sociais.  Estratégias da Organização  Respeito.  Qualidade da  Idoneidade da  Reputação da  Solidariedade  Identidade da convivência entre os organização. organização. (fidelidade) dos Organização. colaboradores.  Sociedade. stakeholders com Clima organizacionais. a empresa.   Planeta.  A auto-estima da  Reputação daafeta pessoa organização. (Imagem de si mesmo  Direitos perante outros) Fundamentais da pessoa (valor Intrínseco da pessoa).
  21. 21. OBRIGADO!
  22. 22. Regras “metálicas” de convivênciaFerroUse os outros em seu próprio benefício e se proteja deles.BronzeTrate os outros como eles te tratam.PrataNão trate os outros como você não gostaria de ser tratado.OuroTrate os outros como você gostaria de ser tratado.PlatinaTrate os outros como eles gostariam de ser tratados.

×