Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
EBD 
Pra Luciana Evangelista
TEXTO ÁUREO 
“Agora, pois, eu, Nabucodonosor, louvo, e 
exalço, e glorifico ao Rei dos céus; porque 
todas as suas obras s...
VERDADE PRÁTICA 
A soberba é o pecado que mais afronta a 
soberania divina.
LEITURA BÍBLICA EM 
CLASSE 
 DANIEL 4.10-18
INTRODUÇÃO 
Na aula de hoje estudaremos o capítulo quatro de 
Daniel, cujo conteúdo consiste de um testemunho pessoal do 
...
I. A PROVA DA SOBERANIA 
DIVINA (Dn 4.1-3) 
 1. Nabucodonosor, chamado por Deus para um 
desígnio especial (Jr 25.9). 
 ...
II. DEUS FALA NOVAMENTE A 
NABUCODONOSOR POR MEIO DE 
SONHOS (Dn 4.4-9) 
 1. Deus adverte Nabucodonosor através de um son...
III. A PREGAÇÃO DE 
DANIEL 
 1. A pregação de Daniel. 
 2. O pecado de Nabucodonosor em 
relação aos pobres.
CONCLUSÃO 
Que Deus nos livre da soberba, pois ela é como uma 
doença contagiosa que se aloja no coração do homem 
e faz c...
“Lembra-te, pois, de onde caíste, e 
arrepende-te, e pratica as primeiras 
obras; quando não, brevemente a ti 
virei, e ti...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Deus Abomina a Soberba

900 views

Published on

Lição 5 - 4º Trimestre de 2014 - Revista da CPAD - Integridade Moral e Espiritual: O Legado do Livro de Daniel para a Igreja Hoje - Comentário: Pr Elienai Cabral.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

Deus Abomina a Soberba

  1. 1. EBD Pra Luciana Evangelista
  2. 2. TEXTO ÁUREO “Agora, pois, eu, Nabucodonosor, louvo, e exalço, e glorifico ao Rei dos céus; porque todas as suas obras são verdades; e os seus caminhos, juízo, e pode humilhar aos que andam na soberba” (Dn 4.37).
  3. 3. VERDADE PRÁTICA A soberba é o pecado que mais afronta a soberania divina.
  4. 4. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE  DANIEL 4.10-18
  5. 5. INTRODUÇÃO Na aula de hoje estudaremos o capítulo quatro de Daniel, cujo conteúdo consiste de um testemunho pessoal do rei Nabucodonosor. Ele foi submetido a um estado de loucura, resultante de sua soberba, que o levou a viver como um animal do campo por “sete tempos”, até que Deus o tirou daquela condição. Ao final desse período, Nabucodonosor reconheceu a soberania do Deus dos cativos de Judá. A história revela o que ocorre com os que se exaltam e se tornam soberbos ante a majestade do Todo-Poderoso. A trajetória de Nabucodonosor demonstra a soberania divina sobre toda a criação, pois nenhuma criatura pode usurpar a glória de Deus. O episódio ilustra também que a misericórdia e a justiça divinas são capazes de salvar o homem arrependido.
  6. 6. I. A PROVA DA SOBERANIA DIVINA (Dn 4.1-3)  1. Nabucodonosor, chamado por Deus para um desígnio especial (Jr 25.9).  2. A soberba de Nabucodonosor.  3. Nabucodonosor proclama a soberania de Deus (Dn 4.1-3).
  7. 7. II. DEUS FALA NOVAMENTE A NABUCODONOSOR POR MEIO DE SONHOS (Dn 4.4-9)  1. Deus adverte Nabucodonosor através de um sonho.  2. Daniel é convocado (Dn 4.8).  3. Daniel ouve o sonho e dá a sua interpretação (Dn 4.19-26). a) Uma árvore majestosa (vv.11,12). b) Juízo e misericórdia são demonstrações da soberania divina. c) O papel dos anjos nos desígnios divinos.
  8. 8. III. A PREGAÇÃO DE DANIEL  1. A pregação de Daniel.  2. O pecado de Nabucodonosor em relação aos pobres.
  9. 9. CONCLUSÃO Que Deus nos livre da soberba, pois ela é como uma doença contagiosa que se aloja no coração do homem e faz com que ele perca o senso de autocrítica, passando a agir irracionalmente (Sl 101.5; 2Cr 26.16). Estejamos atentos, pois a Palavra de Deus nos mostra que a soberba nos cega (1Tm 3.6; 6.4), nos afasta de Deus e traz ruína.
  10. 10. “Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.” Ap 2.5

×