Adiamento da pec 37

674 views

Published on

Manobra para adiamento da PEC, de forma a esperar que o gigante adormeça para que a estratégia de aprovação desta emenda corporativa dos delegados de polícia tenha sucesso, em prejuízo de todo sistema de persecução penal brasileira e a favor da impunidade. #changeBrazil @pradifundir - 25/06/13: placar da brincadeira 490 a 9: #chupaqueédeuva #chupacorporativismo A democratização da polícia, modernização, carreira única... chegarão.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
674
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
62
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Adiamento da pec 37

  1. 1. ASSOCIAÇÃO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO BRASILSRTVS Qd. 701 Bloco K sala 801/802, Ed. Embassy Tower, Brasília – DFCEP: 70.340-000 - Tel.: 61-3226-1356 / Fax: 61-3323-5211Email: adepol.brasil@adepoldobrasil.com.br - www.adepoldobrasil.com.br1ª de 1OFÍCIO CIRCULARNº 020/2013-ADEPOL/BR Brasília, 20 de junho de 2013.Assunto: Adiamento da votação da PEC 37 e mensagem geralSenhor Presidente,Ao cumprimentá-lo, informo a Vossa Excelência que, em razão daexacerbação das manifestações sociais dos últimos dias, líderes partidáriossolicitaram ao Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, queadiasse a votação da PEC 37, marcada para acontecer no dia 26/06/2013.Apesar da ausência do Presidente da Câmara do País, a imprensa jáconfirmou a suspensão da votação, informação que consta, inclusive, no site oficialda Câmara dos Deputados.Ademais, na data de ontem, 19/06/2012, o Ministro da Justiça, José EduardoMartins Cardozo, reuniu-se com o grupo de trabalho que havia sido instituído parapropor um texto alternativo à PEC 37 e, na ocasião, lançou um apelo no sentido deque os representantes de cada categoria participassem de audiência com eleseparadamente na semana que vem. Nossos representantes afirmaram para oMinistro que a nossa categoria já transigiu e que restaria ao Ministério Público umapostura republicana.Superadas essas informações preliminares, gostaria de dirigir-lhes algumascolocações acerca de nossa última reunião.Conforme havíamos apontado no ofício circular de convocação, o tema quehaveria de ser debatido na reunião configuraria a mais grave discussão da históriada nossa entidade, por ostentar o condão de definir, de maneira perene, a sorte denossa categoria e das polícias judiciárias.Em razão disso não esperávamos que as discussões se pautassem dentro deum clima de maior entendimento ou de convergência absoluta de ideias. Pelocontrário, antevíamos um debate plural, com a apresentação de pontos de vistadivergentes e, até mesmo, um certo ambiente de distensão.Ultrapassado esse momento e definida a posição da entidade, dirijo a VossasExcelências um eloquente apelo de união e coesão, uma vez que o momento outraatitude não nos exige. As discussões e os embates merecem residir apenas nocampo das ideias e o cenário atual demanda um elevado espírito de corpo de nossacategoria. Desse processo não resultaram vencedores ou vencidos, mas umaposição da entidade que homenageou o entendimento.
  2. 2. ASSOCIAÇÃO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO BRASILSRTVS Qd. 701 Bloco K sala 801/802, Ed. Embassy Tower, Brasília – DFCEP: 70.340-000 - Tel.: 61-3226-1356 / Fax: 61-3323-5211Email: adepol.brasil@adepoldobrasil.com.br - www.adepoldobrasil.com.br2ª de 2Peço a Deus que nos ilumine e rogo a todos que permaneçam mobilizadosem torno das nossas causas, sem se deixar intimidar pelas forças adversárias.Assim como o “gigante levantou” nas ruas, o gigante denominado CongressoNacional saberá impor a sua autoridade e decidirá pelo bem desta Nação, sem sedeixar pressionar pela opinião pública viciada ou pela campanha predatória doMinistério Público.Reiteramos nossos sinceros votos de consideração e elevada estima, eagradecemos por todo o apoio e compreensão.Atenciosamente,PAULO ROBERTO D’ALMEIDAPresidente

×