Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Comunidades de Prática

1,544 views

Published on

Mate

Published in: Education
  • Be the first to comment

Comunidades de Prática

  1. 1. Comunidades de prática 1
  2. 2. Com a palavra: Gustavo Faleiro Janaina Oliveira Júlio Machado Karla Lamounier Renata Paiva 2
  3. 3. Agenda Tópico 1: Contextos e conceitos: o que são as comunidades de prática. Tópico 2: Web 2.0: ferramenta essencial para suporte às comunidades de prática e disseminação de conhecimento. Tópico 3: Case Linux. Conclusão 3
  4. 4. Objetivos • Entender o conceito de comunidades de prática; • Identificar como as comunidades de práticas estão presente no cotidiano; • Reconhecer a importância da web 2.0 como suporte para a disseminação de conteúdo das comunidades de prática. 4
  5. 5. Tópico 1 Contexto e conceitos: O que são as comunidades de prática (CoP)? 5
  6. 6. Contexto Para Chiavenato (2004), a competitividade imposta requer organizações de aprendizagem capazes de gerenciar a mudança a seu favor. A intensidade com que as pessoas e as organizações aprendem torna-se fundamental para a criação dessa vantagem competitiva. Tópico 1 Slide 1 de 8
  7. 7. Contexto Diante desse cenário, faz-se necessário o desenvolvimento de novos métodos de aprendizagem contínua nas organizações, que garantam mecanismos para o gerenciamento e disseminação de conhecimentos. (Chiavenato, 2004) Tópico 1 2 de 8
  8. 8. O que são comunidades de prática? • Comunidade de Prática pode ser definida como um grupo de pessoas que interagem regularmente para compartilhar as mesmas práticas, interesses ou objetivos de trabalho. • O termo “Comunidade de Prática” (CoP) foi criado em 1991 por Jean Lave e Etienne Wenger ao estudarem como as pessoas aprendem (Wenger, 2002) Tópico 1 Slide 3 de 8
  9. 9. Outras visões • Na concepção de Wenger (2002), uma Comunidade de Prática é mais do que um agregado de pessoas definidas por algumas características, são pessoas que aprendem, constroem e fazem a gestão do conhecimento. Tópico 1 Slide 4 de 8
  10. 10. Outras visões • Já McDermott (2002), define que as CoPs podem ser definidas como agrupamento de pessoas que compartilham e aprendem uns com os outros por contato físico ou virtual, com um objetivo ou necessidade de resolver problemas, trocar experiências, etc. Tópico 1 Slide 5 de 8
  11. 11. Comunidades de prática • As Comunidades de Prática são capazes de direcionar a estratégia, gerar novas linhas de negócios, solucionar problemas, desenvolver as habilidades dos empregados e ajudar as empresas a recrutarem e reterem talentos, permitindo a criação da vantagem competitiva. (HAVARD BUSINESS REVIEW, 2001) Tópico 1 Slide 6 de 8
  12. 12. Tópico 1 Slide 7 de 8
  13. 13. Comunidades de prática • O intercâmbio entre as pessoas destes grupos de interesse pode se dar através de várias meios, como correio eletrônico, informativos e reuniões ocasionais, internet, listas de discussão, troca de e-mails, fóruns, etc (Wenger, 2002) Tópico 1 Slide 8 de 8
  14. 14. Tópico 2 Web 2.0: ferramenta para suporte às comunidades de prática e disseminação de conhecimento 14
  15. 15. Web 2.0 • Web 2.0 é um termo criado em 2004 pela empresa estadunidense O'Reilly Media para designar uma segunda geração de comunidades e serviços, tendo como conceito a "Web como plataforma", envolvendo wikis, aplicativos baseados em folksonomia, redes sociais e Tecnologia da Informação. (Folha de São Paulo, 2007) Tópico 2 Slide 1 de 4
  16. 16. Web 2.0 • Embora o termo tenha uma conotação de uma nova versão para a Web, ele não se refere à atualização nas suas especificações técnicas, mas a uma mudança na forma como ela é encarada por usuários e desenvolvedores, ou seja, o ambiente de interação que hoje engloba inúmeras linguagens e motivações. (Folha de São Paulo, 2007) 16 Tópico 2 Slide 2 de 4
  17. 17. Web 2.0 • O grande conceito por trás do termo Web 2.0 são as pessoas, que discutem, publicam, compartilham e criam conteúdos, através de redes sociais. Tópico 2 Slide 3 de 4
  18. 18. Web 2.0 • Segundo Wenger (2002), as comunidades de prática com objetivos educacionais podem utilizar um ambiente de aprendizagem cooperativa; ou utilizar um repositório de informações do trabalho em grupo, para registrar a comunicação entre os participantes, suas decisões, atividades e resultados. Tópico 2 Slide 4 de 4
  19. 19. Tópico 3 Case Linux 19
  20. 20. Linux • Sistema operacional desenvolvido pelo finlandês Linus Torvalds, inspirado no sistema Minix. • O seu código fonte está disponível sob licença GPL (General Public Licence) para qualquer pessoa que utilizar, estudar, modificar e distribuir de acordo com os termos da licença. (vivaolinux.com.br) Tópico 3 Slide 1 de 5
  21. 21. Linux • No dia 5 de outubro de 1991, Linus Torvalds anunciou a primeira versão "oficial" do núcleo Linux, versão 0.02. • Desde então muitos programadores têm se envolvido nas melhorias do sistema, e têm ajudado a fazer do Linux o sistema operacional que é hoje. (vivaolinux.com.br) Tópico 3 Slide 2 de 5
  22. 22. Linux • No início era utilizado por programadores ou só por quem tinha conhecimentos de linhas de comando. • Hoje, diversas empresas que criam os ambientes gráficos, as distribuições cada vez mais amigáveis de forma que uma pessoa com poucos conhecimentos consegue usar o Linux. (vivaolinux.com.br) Tópico 3 Slide 3 de 5
  23. 23. Comunidade de desenvolvedores • São quase 500 comunidades em 103 países. • Há intensa troca de conhecimentos entre os grupos locais e de outros países • Não raro, desenvolvedores de diversos países trabalham num projeto. (linux.org/groups) Tópico 3 Slide 4 de 5
  24. 24. Empresas que usam Linux (br.linux.org) Tópico 3 Slide 5 de 5
  25. 25. Conclusão • É uma tarefa árdua para os profissionais terem grandes conhecimentos de tudo que envolve o seu dia-a-dia. Nas comunidade de prática, ele pode trocar informações sobre um problema do trabalho, pedir ajuda, saber se seu problema já foi discutido e qual foi a melhor solução na época, etc. • Através da criação e do sucesso das comunidades de prática que o conhecimento organizacional se desenvolve, flui através das diversas unidades organizacionais. Desta forma as organizações promovem o aprendizado coletivo, a inovação organizacional e a integração.
  26. 26. Obrigado! Esta apresentação já está disponível em slideshare.net/posmarketinguna, sob a licença de Creative Commons - Atribuição
  27. 27. Referências Sites/Artigos online: • • ________Comunidade de Prática: conceitos, resultados e métodos de gestão. 2003. Disponível em: < http://www.terraforum.com.br/lib/pages/viewdoc.php?from=map&l_intDocCod=98 >. Acessado em 21/09/2010 • • ________Comunidades de prática. Disponível em: http://marcojr.vox.com/library/post/o- que-s%C3%A3o-comunidades-de-pr%C3%A1tica.html. Acessado em 22/09/2010 • • ________Comunidades de práticas nas organizações: o que são e quais são os seus benefícios. Disponível em: <http://www.ewenger.com/theory/>. Acesso em 22/09/2010 • • Folha Online - Entenda o que é a Web 2.0. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u20173.shtml. Acessado em 05/10/2010 • Folha Online – Gratuito, novo sistema operacional Ubuntu carrega mais rapidamente. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u558879.shtml. Acessado em 08/10/2010 27
  28. 28. Referências • ________Promovendo o Aprendizado Organizacional por meio de Comunidades de Prática. Disponível em: http://www.senac.br/BTS/343/artigo-4.pdf. Acessado em 08/10/2010 • ________Rede, capital social e comunidades de práticas, suas interações para a troca de conhecimento. Disponível em: http://nosda18.wordpress.com/2009/06/18/comunidades-de- praticas-nas-organizacoes-o-que-sao-e-quais-os-beneficios. Acessado em 20/09/2010 • Viva o Linux. Disponível em: http://www.vivaolinux.com.br/linux/. Acessado em 08/10/2010 • Linux Online. Disponível em http://www.linux.org/groups/. Acessado em 08/10/2010 • Wikipedia. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Comunidade_de_pr%C3%A1tica. Acessado em 22/09/2010 • Livros: • CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas. Rio de Janeiro: Campus, 2004. • FLEURY, M. & OLIVEIRA JUNIOR, M. (org.). Gestão do Conhecimento Estratégico – Integrando Aprendizagem, Conhecimento e Competências. Editora Atlas, São Paulo, 2001. • NONAKA, I., TAKEUCHI, H. Criação de conhecimento na empresa. Rio de Janeiro: Campus, 1997. 28

×