Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

2011 período regencial

1,450 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

2011 período regencial

  1. 1. PERÍODO REGENCIAL – 1831/1840 H13 - Analisar a atuação dos movimentos sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder. H14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situação ou fato de natureza histórico geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas.
  2. 2. PERÍODO REGENCIAL – 1831/1840   1- CONTEXTO HISTÓRICO: 1.1- Disputa pelo poder entre a elite latifundiária brasileira. 1.2- Grupos políticos liberais e populares viram no “vazio de poder” uma oportunidade de ampliação dos direitos de cidadania para parte/toda população brasileira. 1.3- Os conflitos políticos que estremeceram o Primeiro Império explodiram durante a Regência. 1.4- Experiência republicana dentro do império.
  3. 3. 2- FORÇAS POLÍTICAS: Ler página 486
  4. 4. Questão 08 - página 497 Dois partidos lutam hoje em nossa pátria: o Restaurador e o Moderado. O primeiro foi leal ao monarca que abdicou e defende os inquestionáveis direitos do Sr. Pedro II. O segundo é partidário do sistema republicano e quer reduzir o Brasil a inúmeras Repúblicas fracas e pequenas , e assim seus membros poderiam tornar-se seus futuros ditadores." (Adaptado do jornal O CARAMURU de 12 de abril de 1832, citado por Arnaldo Contier, Imprensa e Ideologia em São Paulo, 1979) A partir do texto, responda:  a) Em que período da história política do Brasil o texto foi escrito?  b) Qual o regime político defendido pelos partidos citados no texto?  c) Quais são as críticas que o jornal O CARAMURU faz ao Partido Moderado? Período Regencial.   Monarquia e República
  5. 5. c)O jornal Caramuru retrata que o Partido Moderador quer reduzir o Brasil a inúmeras Repúblicas fracas e pequenas , e que seus membros poderiam tornassem futuros ditadores.
  6. 6. 3- REFORMAS INSTITUCIONAIS: 3.1- Criação da Guarda Nacional : Agosto de 1831; cópia de uma lei francesa;
  7. 7. 3.2- Código Criminal (1830) e Código de Processo Criminal (1832): a- Mais poderes ao juízes de paz; prender e julgar pessoas acusadas de pequenas delitos;criação do habeas corpus. 3.3- Ato Adicional de 1834: a- Criação da Regência Una. b- Suspensão do Poder Moderador e do Conselho de Estado durante a Regência . c- Os presidentes de província eram nomeados pelo governo central. d- Criação das Assembléias Provinciais e- Criação do Município Neutro do Rio de Janeiro
  8. 8. Questão 10- página 497 Entre as medidas liberais determinadas pelo Ato Adicional de 1834, encontra-se a a) instituição do poder Moderador. b) convocação de Assembléia Constituinte para elaboração de novo projeto constitucional. c) eleição de uma Regência Trina Provisória em substituição ao Imperador Pedro I. d) criação de Assembléias Legislativas Provinciais. e) extensão do voto para todos os brasileiros.
  9. 9. 3.4- Lei Interpretativa de 1837: a- As províncias perderam parte de suas atribuições político-admininstrativas. De acordo com a nova lei, o governo central teria o direito de nomear funcionários públicos e funcionários de polícia e justiça.
  10. 11. 5- O “Regresso”: 5.1- As elites uniram-se para buscar a “restauração da ordem”, ou seja, garantir a continuidade do latifúndio, da escravidão e da unidade nacional. 5.2- A participação das massas populares nas revoltas regenciais fez com que os latifundiários viessem a criar uma conscientização de classe social. a- “...dê a essas duas classes [grandes comerciantes e latifundiários] toda a consideração, vincule-as por todos os modos à ordem estabelecida, identifique-as com as instituições do país, e o futuro estará em máxima parte consolidado” Justiniano José da Rocha, jornalista conservador.
  11. 12. 5.3- O golpe da maioridade (Julho de 1840)
  12. 13. Questão 09- página 497 O resultado da discussão política e a aprovação da antecipação da maioridade de D. Pedro II representou: a) o pleno congraçamento de todas as forças políticas da época. b) a vitória parlamentar do bloco partidário liberal. c) a trama bem-sucedida do grupo conservador que fundara a Sociedade Promotora da Maioridade. d) a anulação da ordem escravista que prevalecia sobre os interesses particulares. e) a debandada do grupo político liderado por um proprietário rural republicano.
  13. 14. <ul><li>5.4- Ações “regressistas”: </li></ul><ul><li>O Conselho de Estado foi restabelecido; </li></ul><ul><li>Foi criada uma chefia de polícia em cada capital de província; </li></ul><ul><li>Reforma da Guarda Nacional, pois os oficiais que eram eleitos passaram a ser nomeados pelo governo imperial ou pelos presidentes de província. </li></ul>
  14. 16. TRABALHO DE FILOSOFIA:   TEMA: IMIGRANTES NO BRASIL 1- Individual, dupla ou trio. 2- Trabalho manuscrito. 3- Entrega: 29/09 PERGUNTAS: A- Relacionar as ideias do darwinismo social com a vinda de imigrantes europeus para o Brasil .– 15 linhas B- Identifique as contribuições culturais dos imigrantes europeus na sociedade brasileira. – 15 linhas

×