Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Bullying na Escola

13,921 views

Published on

Apresentação em powerpoint sbore o Bullyuing na escola.

Published in: Technology, Career
  • ir4is.argenta@hotmail.com
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Bullying na Escola

  1. 1.
  2. 2. O QUE É BULLYING?<br />Bullyingé uma palavra de origem inglesa adotada por muitos países para definir o desejo consciente e deliberado de agir com violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, <br />
  3. 3. praticados por um indivíduo (bully - «valentão») ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender. <br />
  4. 4. QUEM SÃO AS VÍTIMAS?<br />“…os mais fortes utilizam os mais frágeis como meros objetos de diversão, prazer e poder, com o intuito de maltratar, intimidar, humilhar e amedrontar suas vítimas.”<br />(Cartilha do Conselho Nacional de Justiça)<br />
  5. 5. <ul><li> Andréa (16 anos)*
  6. 6. Carlos (15 anos)*
  7. 7. Paulo (16 anos)*
  8. 8. Camila (5 anos)*</li></ul>*Os nomes foram trocados para manter a identidade em sigilo<br />
  9. 9. CICLO DOS PROTAGONISTAS<br />
  10. 10. PESQUISA IBGE - 2010<br />RANKING DAS CAPITAIS COM MAIOR NÚMERO DE VÍTIMAS DE BULLYING NAS ESCOLAS<br />DADOS<br />6.780 ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS DAS CAPITAIS BRASILEIRAS E O DISTRITO FEDERAL<br />
  11. 11. PESQUISA IBGE - 2010<br />Belém - 26,7% dos entrevistados foram vítimas de bullyingna escola<br />
  12. 12. CYBERBULLYING<br />
  13. 13. CYBERBULLYING<br />O bullying também ocorre em meios eletrônicos, fenômeno conhecido como cyberbullying. Mensagens difamatórias ou ameaçadoras circulam por e-mails, sites, <br />
  14. 14. CYBERBULLYING<br />redes sociais e celulares. É quase uma extensão do que dizem e fazem na escola, mas com o agravante de que as pessoas envolvidas não estão cara a cara. <br />
  15. 15. CYBERBULLYING<br />Dessa forma, o anonimato pode aumentar a crueldade dos comentários e das ameaças e os efeitos podem ser tão graves ou piores.<br />
  16. 16. EXEMPLO PÚBLICO DE CYBERBULLYING<br />Com este comentário, a jovem Mayara, estudante de direito, conseguiu colocar seu twitter no top 1, após as eleições presidenciais de 2010. <br />Está sendo processada pela OAB por preconceito, difamação e incitação a violência. Pode pegar de 2 a 5 anos de cadeia.<br />
  17. 17. Hoje em dia, essas redes sociais se equiparam a veículos de comunicação, como de fato são. Postadas essas declarações, é como se elas fossem para um jornal, uma televisão.<br />(Henrique Mariano, Presidente da OAB/PE em entrevista ao jornalista André Rossi)<br />www.revistaforum.com.br em 03/11/2010<br />
  18. 18. Kelly Yeomans não conseguiu seguir em frente!<br />QUALQUER PESSOA PODE SER VÍTIMA!<br />
  19. 19. UM CASO QUE CHEGOU<br />AO EXTREMO!<br />Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos<br />
  20. 20. ESCOLA<br />ESPAÇO PARA LIBERTAÇÃO<br /> Como a Escola Trabalha...<br /> Meu dever ético, enquantoum dos sujeitos de uma prática impassivelmente neutra – a educativa – é <br /> exprimir o meu respeito às diferenças de idéias e de posições. <br />
  21. 21. ESCOLA<br />ESPAÇO PARA LIBERTAÇÃO<br /> Meu respeito até mesmo às posições antagônicas às minhas, que combato com seriedade e paixão. <br />(Paulo Freire, Pedagogia da Esperança)<br />
  22. 22. O PAPEL DA ESCOLA<br />
  23. 23. O PAPEL DA ESCOLA<br />A escola tem um papel fundamental para reduzir o bullying - estabelecer regras claras, não fazer vista grossa às piadinhas, identificar quais alunos são alvo e quem lidera as agressões.<br />
  24. 24. O PAPEL DA ESCOLA<br />É importante lembrar que nos casos de bullying a lei do silêncio é válida entre os envolvidos e que normalmente os pais ou terceiros descobrem primeiro do que a escola o que está acontecendo, já que é no ambiente escolar que as agressões acontecem.<br />
  25. 25. O PAPEL DA ESCOLA<br />Ao ser informada, a escola deve tomar atitude proativa na solução do caso específico.<br />
  26. 26. O PAPEL DA ESCOLA<br /> Coletivamente é dever da escola trabalhar na prevenção dos atos de violência dando o devido foco ao desenvolvimento moral dos seus alunos, em busca da postura ética que se espera deles.<br />
  27. 27. AESCOLA POSITIVA<br />Incentivar a solidariedade, a generosidade e o respeito às diferenças por meio de conversas, campanhas de incentivo à paz e à tolerância, trabalhos didáticos, como atividades de cooperação e interpretação de diferentes papeis em um conflito.<br />
  28. 28. AESCOLA POSITIVA<br />Desenvolver em sala de aula um ambiente favorável à comunicação entre alunos.<br />
  29. 29. AESCOLA POSITIVA<br />Quando um estudante reclamar de algo ou denunciar o bullying, procurar imediatamente a direção da escola.<br />(CleoFante,Fenômeno Bullying, 2005)<br />
  30. 30. O PAPEL DOS PAIS<br />Mas não é apenas no colégio que o trabalho precisa ser feito. Em casa os pais também têm a função de identificar se seus filhos estão envolvidos com esse problema. (Jairo Bouer)<br />
  31. 31. O PAPEL DOS PAIS<br /><ul><li>Conversar é sempre a melhor opção;
  32. 32. Admitir o problema;
  33. 33. Não empurrar para debaixo do tapete, principalmente se o seu filho for o agressor;</li></li></ul><li>O PAPEL DOS PAIS<br /><ul><li>A escola precisa saber, ser informada;
  34. 34. Avaliar o impacto e procurar ajuda psicológica.</li></li></ul><li>SEU FILHO PODE ESTAR SENDO AGREDIDO<br />PAIS: IMPORTANTE OBSERVAR<br /><ul><li>Comportamento doentio (dores de cabeça, tonturas, fastio, sobretudo se ocorrem pela manhã sem razão aparente)
  35. 35. A maneira como regressa da escola (roupas rasgadas, materiais danificados, contusões, aranhões, etc)</li></li></ul><li>SEU FILHO PODE ESTAR SENDO AGREDIDO<br />PAIS: IMPORTANTE OBSERVAR<br /><ul><li>Apresenta desculpas para faltar as aulas.
  36. 36. Pede dinheiro extra ou furta.
  37. 37. Possui poucos amigos.
  38. 38. Gastos excessivos na cantina da escola.</li></li></ul><li>SEU FILHO PODE SER AGRESSOR<br />PAIS: IMPORTANTE OBSERVAR<br /><ul><li>Ar de superioridade, com roupas amarrotadas.
  39. 39. Atitude hostil, desafiante e agressiva com os pais e irmãos.
  40. 40. Habilidade em “sair-se” bem de situações difíceis.</li></li></ul><li>SEU FILHO PODE SER AGRESSOR<br />PAIS: IMPORTANTE OBSERVAR<br /><ul><li>Exterioriza sua autoridade com os outros.
  41. 41. Porta objetos e dinheiro sem justificar sua origem</li></li></ul><li>AOS MENINOS E MENINAS<br />Atualmente, a matéria mais difícil da escola não é a matemática ou a biologia; a convivência, para muitos alunos e de todas as séries, talvez seja a matéria mais difícil de ser aprendida. (CleoFante)<br />
  42. 42. AOS MENINOS E MENINAS<br />O bullying não afeta somente aqueles que são agredidos. Afeta a toda uma sociedade que vai crescer com pessoas levando a carga e os traumas causados por esse fenômeno. Esses traumas podem jamais ser superados pelos envolvidos, prejudicando suas relações interpessoais futuras.<br />
  43. 43. AOS MENINOS E MENINAS<br />AOS MENINOS E MENINAS<br />Cuide de quem está ao seu lado, seja agressor ou agredido. Ajude o agredido e o aceite como seu amigo. Alerte o agressor sobre as consequências de suas atitudes.<br />
  44. 44. AOS MENINOS E MENINAS<br />AOS MENINOS E MENINAS<br />AOS MENINOS E MENINAS<br />Todos fomos feitos à imagem e semelhança de nosso Deus. O salmista Davi nos diz que são boas as obras da mãos de Deus (Salmo 139). As obras feitas por suas mãos por ocasião da criação foram o homem e a mulher. De maneira assombrosamente perfeita o Senhor nos formou.<br />
  45. 45. AOS MENINOS E MENINAS<br />Quebre o silêncio! Em casos de bullying, violência, maus tratos, essa é uma regra que jamais deve ser válida.<br />
  46. 46. VIDAS COM PROPÓSITO<br />Porque Deus nos escolheu nEle antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença. (Efésios 1:4)<br />...completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar; o mesmo amor; um só espírito e uma só atitude.(Filipenses 2:2)<br />
  47. 47. VIDAS COM PROPÓSITO<br />Façam todo o possível para viver em paz com todos.<br />(Romanos 12:18)<br />

×