Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Usando a Estadística

Ad

Usando a Estatística – de
Florence Nightingale a Al Gore…

Ad

Sumário do tópico
Estatística de Saúde
 Florence Nightingale
 Gráficos dinâmicos - Gapminder
 Estatística das O.N.U.


...

Ad

Primeira Tarefa

   Examine o gráfico a seguir…

   O que você percebe?

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Upcoming SlideShare
Florence
Florence
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 38 Ad
1 of 38 Ad
Advertisement

More Related Content

Advertisement

Usando a Estadística

  1. 1. Usando a Estatística – de Florence Nightingale a Al Gore…
  2. 2. Sumário do tópico Estatística de Saúde  Florence Nightingale  Gráficos dinâmicos - Gapminder  Estatística das O.N.U. Letrada em Estatística  Currículo  Lentes dos dados Estatística Ambiental  Esperança / Surpresa  Al Gore  Correlação / Causa
  3. 3. Primeira Tarefa  Examine o gráfico a seguir…  O que você percebe?
  4. 4. http://www.nightingaledeclaration.net/index.php?option=com_content&task=view&id=37&Itemid=25
  5. 5. Florence Nightingale • Problema – uma mortalidade elevada devido a condições não sanitárias • Coletou dados • Inventou diagrama de área polar • Introdução de hospitais militares “Para entender os pensamentos de Deus precisamos estudar a estatística, porque a estatística mensura seus propósitos"
  6. 6. Agora é sua vez…  Observe o gráfico a seguir desde o ponto de vista da região que você representa…
  7. 7. Um método alternativo… Pequeno Médio Grande África Américas Mediterrâneo Oriental Europa Sudeste da Ásia Pacifico Ocidental
  8. 8. Esperanças / Surpresas  Desafiando ideais preconceituais  Explorando o Centro e Dispersão dos Dados
  9. 9. Estatística da ONU  Vejo…  Penso…  Matriz de pensamento
  10. 10. Link  http://www.who.int/whosis/whostat20 07_10highlights.pdf  OMS – Sistema de Informações Estatísticas da OMS  http://www.who.int/whosis/en/
  11. 11. Esperança da vida ao nascer (anos)  Raciocínio do uso  A esperança de vida ao nascer refeita o nível global da mortalidade de uma população. Resume o padrão de mortalidade prevalente em todos os grupos de idade – crianças e adolescentes, adultos e idosos.  Definição  Número médio de anos que um recém nascido provavelmente vive se as taxas atuais de mortalidade são válidas.  Termos associados  Uma tabela de vida apresenta um conjunto de tabulações que descrevem a probabilidade de morrer, a taxa de mortalidade e o número de sobreviventes para cada grupo de idade ou cada idade. Assim, a esperança de vida ao nascer é o resultado de uma tabela de vida.  Fontes de dados  Registros civis, censos e pesquisas: Taxas específicas a idade de mortalidade necessárias para calcular a esperança de vida ao nascer.
  12. 12. Métodos de estimação  A OMS desenvolveu uma tabela de vida modelo baseada em 1800 tabelas de vida dos registros civis julgados de serem de boa qualidade.  Para países com registros civis, o grau de cobertura dos dados registrados de mortalidade é avaliado e as taxas de mortalidade são ajustadas de forma padrão.  Onde estava disponível dados de registros civis para o ano de 2003, os dados foram usados para construir uma tabela de vida. Para países onde o sistema de informação produzem series temporais de tabelas de vida anuais, os parâmetros da tabela de vida são projetados usando um modelo de regressão ponderada, dando mais peso aos anos recentes. Os valores projetados dos dois parâmetros da tabela de vida depois foram aplicados o modelo de logit modificada de tabela de vida, no qual os dados nacionais mais recentes proporcionaram o padrão de idade, para prever a tabela de vida inteira para o ano de 2003.  No caso de fontes não adequadas de taxas de mortalidade específica a idade, a tabela de vida é derivada das taxas estimadas de mortalidade de adultos e de crianças até 5 anos de idade que são aplicadas ao padrão global (defined as the average of all the 1800 life tables) usando o modelo logit modificado.
  13. 13. Tabelas de vida  Desagregação  Por idade, localização (urbano/rural, regiões/ estados/ províncias).  Comentários  A falta de dados completos e confiáveis de mortalidade, especialmente para os países sub-desenvolvidos, e especialmente de mortalidade de adultos e idosos, requer a aplicação de modelagem (baseada em dados de outras populações) para estimar a esperança de vida. A OMS usa um método padrão explicado anteriormente para estimar e projetar tabelas de vida para todos os estados membros usando dados comparáveis. Isso pode resultar em diferencias menores comparadas as tabelas de vida oficiais dos estados membros.
  14. 14. Uma pesquisa dos dados ambientais  Onde você gostaria morar?
  15. 15. Environmental Statistics
  16. 16. Al Gore  Uma verdade inconveniente  http://www.climatecrisis.net/
  17. 17. Alguns gráficos  Comparem e contrastem com  Uma verdade inconveniente
  18. 18. 2 The number of Category 4 and 5 hurricanes has almost doubled in the last 30 years. Malaria has spread to higher altitudes in places like the Colombian Andes, 7,000 feet above sea level.3 4 The flow of ice from glaciers in Greenland has more than doubled over the past decade. At least 279 species of plants and animals are already responding to global warming, moving closer to the poles.5 6 Deaths from global warming will double in just 25 years -- to 300,000 people a year. Global sea levels could rise by more than 20 feet with the loss of shelf ice in Greenland and 7 Antarctica, devastating coastal areas worldwide. Heat waves will be more frequent and more intense. Droughts and wildfires will occur more often. 8 The Arctic Ocean could be ice free in summer by 2050. More than a million species worldwide could be driven to extinction by 2050.9
  19. 19. Correlação / Causa
  20. 20. Pensamento Estatístico
  21. 21. O que é um estatístico? Um estatístico é uma pessoa que pára num balde de água gelada, coloca sua cabeça num forno e diz “Na média, estou bem." K. Dunnigan
  22. 22. O que é um matemático? Um matemático é uma pessoa com os olhos vendados num quarto obscuro procurando um gato preto que não está presente. Charles Darwin

×