Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Ser letrado visualmente

Ad

Ecologia de Populações




    Prof. Dr. Harold Gordon Fowler
      popecologia@hotmail.com

Ad

“Procurando’
     Swampman”

O problema epistemológico de ser
letrado, cognição visual e biologia

Ad

De que se trata esse
       tópico?
Porque não sou um filosofo, um lingüista ou um
  experto de linguagem, passarei
  rapi...

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Upcoming SlideShare
Ser letrado científico
Ser letrado científico
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 39 Ad
1 of 39 Ad

More Related Content

Ser letrado visualmente

  1. 1. Ecologia de Populações Prof. Dr. Harold Gordon Fowler popecologia@hotmail.com
  2. 2. “Procurando’ Swampman” O problema epistemológico de ser letrado, cognição visual e biologia
  3. 3. De que se trata esse tópico? Porque não sou um filosofo, um lingüista ou um experto de linguagem, passarei rapidamente pelos problemas filosóficos e epistemológicos que conectam ser letrado e a cognição visual antes de discutir a teoria. Espero que isso fornece “comida para pensar” e provocará vocês pensar quando consideramos a natureza de ser “letrada”.
  4. 4. O que NÃO se trata esse tópico? As maneiras especiais que os cientistas usam o linguagem e escritura nas aulas de ciência, mas quero concentrar nos problemas visuais. Jay Lemke escreveu extensivamente sobre os problemas do uso de linguagem nas aulas de ciência, e seus trabalhos são recomendados.
  5. 5. Quem é “Swampman”? Um indivíduo hipotético com alguns problemas epistemológicos sérios que desafia as definições de cognição e o estado de ser letrado. Primeiramente proposto como um experimento mental por Donald Davidson http://en.wikipedia.org/wiki/Swamp_man Ele aparece porque gosta de pantanais. Os pantanais estão cheios de seres que são difíceis observar.
  6. 6. O que é ser letrado? (dictionary.com) 1. a qualidade ou estado de ser letrado, especialmente a capacidade de ler e escrever. 2. possessão de instrução: questionar se você e letrado. 3. o conhecimento de uma pessoa acerca de um campo ou sujeito: adquirir ser letrado no computador. Sinônimos: aprendizagem. cultura.
  7. 7. O que é ser letrado? No sentido amplo é a extensão a qual um indivíduo aprendeu os sentidos socialmente construídos dos símbolos e sinais usados para comunicar os conceitos dentro de sua cultura.
  8. 8. Existem similaridades e conexões entre a cognição visual e ser letrado Atribuição de sentido as palavras versus imagens Pensando em palavras versus imagens Modulação (como palavras versus geons) Definição de categorias Construção Social de Sentido Problemas com a ambigüidade Construção de conceitos Aquisição de linguagem e o problema da indução Interpretação de sentido cheia de teoria Conexão entre visão, semiótica e linguagem
  9. 9. percepção > cognição > sentido Esse padrão é essencialmente o mesmo não importando como experimentamos o mundo, seja por estímulos visuais, faladas ou escritos. Quanto mais letrado ficamos tanto mais complexos ficam os estímulos que percebemos e mais sentido podemos extrair. Os noviços não sempre percebem os estímulos da mesma forma como os expertos.
  10. 10. Qual é a origem de ser “letrado”?
  11. 11. As formas antigas de ser letrado freqüentemente envolvem símbolos que as vezes melhoram a qualidade. http://www.sanford-artedventures.com/study/images/cave_painting_l.jpg
  12. 12. Se não conhece o sentido desse símbolo você é letrado? http://www.cyberdreamwork.com/images/Copy%20of%20cave-art-hand1.jpg
  13. 13. O que sabemos acerca essas pessoas? O que estão fazendo? http://yatin.chawathe.com/photos/2004-03-Africa/images/img_0934.jpg
  14. 14. Como se senta esse filhote? Como se senta sua mãe?
  15. 15. Como está esse polvo?
  16. 16. …e agora a cognição visual e a mudança conceitual nos alunos da ecologia Hipótese: Os alunos da ecologia e biologia têm dificultadas visuais significantes no trabalho de laboratório e pesquisa de campo que podem inibir seu entendimento e aprendizagem. Algumas dessas dificuldades são comuns a muitas disciplinas mas outras são causadas ou complicadas por atributos específicos da matéria biológica. Os expertos da disciplina tem um maior grau de ser “letrado visual biológico” – o que percebem visualmente é freqüentemente diferente a percepção de alunos.
  17. 17. “Foi aprovado em todas as outras disciplinas universitárias, mas nunca foi aprovado na botânica. Isso foi porque os alunos da botânica tiveram várias horas por semana de laboratório olhando por um microscópio às células vegetais, e eu nunca podia ver por meio do microscópico e eu nunca viu uma célula num microscópico.” "My Life and Hard Times" James Thurber,
  18. 18. O que enxergamos está influenciado por muitos fatores
  19. 19. Quais fatores afeita a percepção visual? Visão (resolução / acuidade) Linguagem e semântica Conhecimento de conteúdo direto e indireto Capacidades visuais cognitivas inatas Inteligências múltiplas (Gardener) Estilo de aprendizagem Técnica de ensino
  20. 20. Mais fatores… Fatores Socioculturais Genro, biológicos / sociais Motivação Estilo de vida e ambiente visual anterior Neurologia Meta-cognição Outros fatores
  21. 21. O que é a Mudança Conceitual? Uma mudança conceitual é uma teoria de aprendizagem desenvolvida por Posner et al. que resultou das implicações educacionais da “Structure of Scientific Revolutions” de Thomas Kuhn Os alunos podem possuir conceitos bem desenvolvidos mas errados que podem ser resistentes a modificação, ainda na face de dados anômalos apresentados pelo professor.
  22. 22. Segundo Posner et. al. As esquemas conceituais mudam pela acomodação ou pela assimilação Assimilação: Ocorre quando coloca uma informação nova na estrutura ou entendimento conceitual existente. Acomodação: Ocorre se informação nova não pode ser colocada facilmente numa estrutura ou entendimento conceitual existente. Mas, a informação nova requer uma transformação cognitiva radical e uma reorganização da ecologia conceitual.
  23. 23. Segundo Posner et. al. As esquemas conceituais mudam pela acomodação ou pela assimilação Quando um aluno não enxerga algo, interpreta mal o que vê, ou observa algo que não existe, é a função do professor de facilitar mudanças do que o aluno vê. Por meio desse tipo de mudança da realidade perceptual é o que Posner achou, ou isso forma um fenômeno não relacionado?
  24. 24. Exemplo: “foca ou mula” No mar nadando? Fazendo barulho? É vivo? Focas fazem barulho e nadam Focas vivem no mar
  25. 25. Anomalias: “foca ou mula” Não nadando bem Aparentemente sai da água > não lógico Barulho não como a foca Nadadeiras posteriores fora da água – não lógico Olhos soltando vapor “Nadadeiras” são esquisitas
  26. 26. SE anomalias suficientes são observadas ou sinalizadas, eventualmente chega a ponto onde o observador não experimenta um estado de satisfação com a imagem apresentada a mente consciente pelos centros visuais, e uma mudança cognitiva ou assimilação possa acontecer.
  27. 27. Mudança pós-perceptual foca > mula nadadeiras > orelhas > precisam ser côncavas não planas nadando > afogando Evento natural > não normal Animal feliz > animal em perigo Nenhuma ação necessária > ação pode ser necessária para salvar mula afogando
  28. 28. Pontos Interessantes…. Muitas ilusões óticas envolvem imagens de seres vivos. Os cientistas cognitivos freqüentemente descrevem problemas da categorização perceptual que envolvem seres vivos. Estudos com fMRI indicam que uma parte específica do cérebro é envolvida no processo do reconhecimento de seres vivos. Não existe razão por que a mudança conceitual também não seja importante em outras disciplinas.

×