Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sensoriamento remoto

2,156 views

Published on

Sensoriamento remoto

Published in: Education
  • Be the first to comment

Sensoriamento remoto

  1. 1. Prof. Dr. Harold Gordon Fowlerpopecologia@hotmail.com Sensoriamento Remoto Ecologia de Populações
  2. 2. Escala e EcologiaA escala regional e do paisagem é o novo desafio.As mudanças novas podem ser os próximos desafios.Precisamos • Ecologia espacial • Ecologia de escala grande • Ecologia mecanicamente robusta Ecologia Sensoriamento Remoto Complexidade
  3. 3. Sensoriamento Remoto“A coleta e interpretação de informação sobreum objeto sem contato físico com o objeto;como imagens de satélite, fotografia aérea, emedidas de levantamentos.” -- www.waterquality.de/hydrobio.hw/RTERMS.HTM
  4. 4. Ecologia e DadosDesafios do Delineamento Experimental na Ecologia: Experimentação e Observação ‘Controle dos variáveis’ Dimensionalidade e variabilidade.
  5. 5. Ecologia e Dados Pontos de vista do chão e de sensoriamento remotoMundo Real Amostras de chão Sensoriamento Remoto
  6. 6. Sensoriamento Remoto e DadosLimitado de capacidade de amostrar: radar, fotografia, espectro, laser ...Mas amplo de escopo: – Medidas de dias a meses – Cobra áreas de metros quadrados a continentes.
  7. 7. Sensoriamento Remoto e Dados EcológicosUsado tradicionalmente para o monitoramento e mapeamentoCom o aumento da resolução, não existe razão para não usa-o no desenvolvimento de teoria.
  8. 8. Escala e Dados EcológicosPattern and Process in the Plant Community AS Watt, The Journal of Ecology, 1947 - GoogleScholar, 534 citaçõesThe Problem of Pattern and Scale in Ecology SA Levin, Ecology, 1992 GoogleScholar, 1377 citações
  9. 9. Escala e EcologiaEcologia ao Nível do Indivíduo “O estudo de sistemas ecológicas da perspectiva de que os sistemas originam de indivíduos únicos e independentes e as interações dos indivíduos com outros e com seu ambiente.” Grimm e Railsback 2005, Individual-based Modeling and Ecology. Enfoque no nível de aptidão
  10. 10. Sensoriamento Remoto e Ecologia Ecologia + sensoriamento remoto é bom. A ecologia a base do indivíduo e boa. Sensoriamento remoto + Ecologia a base do indivíduo e bom?
  11. 11. Escala e Ecologia Unidade é o ‘indivíduo’O tomador de decisão é o proprietário dolote, não os lotes
  12. 12. Escala e Ecologia a Nível do IndivíduoUnidade é o ‘Individuo’Como lidar com indivíduos com sensoriamento remoto?Ajuste da escala do sensor com a escala do indivíduo escala espacial escala temporal escala característica
  13. 13. Escala e Ecologia Resolução espacialDiminuir tamanho do pixel Aumentar a resolução >1m  1 km
  14. 14. Escala e EcologiaResolução espacialEscopo espacial
  15. 15. Escala e EcologiaResolução espacialEscopo espacialResolução temporal – MODIS: 1-2 vezes por dia – Landsat ~ a cada 16 diasResolução ‘Característica’ – Resolução espectral (hiper versus multi- espectro) – Precisão de elevação
  16. 16. Escala e EcologiaHigh-resolution remote sensing of intertidal ecosystems: A low-costtechnique to link scale-dependent patterns and processes. Guichard eBourget (2000) Limnol. Oceanogr.
  17. 17. Modelos e Teoria Revisão do Modelo Modelo Dados Estatística de Padrão Grimm e Railsback
  18. 18. Escala e Ecologia = Ecologia espacial Ecologia de escala grande Ecologia mecanicamente robusta Por meio do Estudo empírico dos dados

×