Protocolos de campo

1,332 views

Published on

Potocolos de campo para excursão no pantanal

Published in: Education
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,332
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
111
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Protocolos de campo

  1. 1. Protocolos a serem respeitados no campo Ecologia de populações
  2. 2. Ponto Fixo Trata-se do levantamento quantitativo de espécies. Neste caso, o observador é fixo e permanece na estação (ponto) por um período de tempo pré-determinado, registrando todos os indivíduos detectados ao seu redor, para depois se mover em direção ao próximo ponto de amostragem.
  3. 3. Pontos Fixos O estudo do habitat onde se desenvolve uma espécie ou uma comunidade vegetal é fundamental para o profissional que atua sobre os seres vivos. Este conhecimento adquire importância no momento de planejar diversas atividades tais como: preparação de laudos técnicos, manejo florestal, plantio de enriquecimento em florestas secundárias e recuperação de áreas degradadas. Preenche uma planilha com o procedimento a ser seguido durante cada parada (Ponto fixo). Caracterização do ambiente físico e composição da vegetação
  4. 4. Protocolo dos Pontos Fixos Deve-se aguardar 5 minutos antes do início da contagem propriamente dita. Isso permite que as aves e outros animais se “acostumem” com a presença do observador. Todos devem anotar o horário de início e término do ponto fixo, bem como, a coordenada de cada ponto. Essas informações e outras sobre o habitat serão registradas numa formulário de papel. (veja a seguir) e acompanhados por uma fotografia identificando a vista frente aos pontos fixos. Registro da fauna e do ambiente física
  5. 5. Protocolo dos Pontos Fixos O intervalo de amostragem deve ser de 3 à 30 minutos, dependendo do habitat e da comunidade estudada. No nosso caso, estaremos utilizando o intervalo de 15 minutos de amostragem. Em um intervalo menor que 3 minutos muitos indivíduos que estão presentes no local podem não ser amostrados. Se este tempo for muito longo os indivíduos poderão ser amostrados mais de uma vez, Registro da fauna e do ambiente física
  6. 6. Protocolo dos Pontos Fixos O intervalo de amostragem deve ser de 3 à 30 minutos, dependendo do habitat e da comunidade estudada. No nosso caso, estaremos utilizando o intervalo de 15 minutos de amostragem. Em um intervalo menor que 3 minutos muitos indivíduos que estão presentes no local podem não ser amostrados. Se este tempo for muito longo os indivíduos poderão ser amostrados mais de uma vez, Registro da fauna e do ambiente física
  7. 7. Paralelamente as observações de ponto fixo serão realizadas coletas de formigas utilizando vidros e iscas. Este método se consiste em posicionar tubos de ensaio com iscas atrativas para formigas.. Utilizamos como atrativo a isca de salsicha por ser muito eficiente e para padronizar coletas, de baixo custo e facilmente encontrada. Protocolo dos Pontos Fixos Registro da fauna De Formigas
  8. 8. Protocolo dos Pontos Fixos
  9. 9. Dessa forma, podemos estimar a dominância, eficiência de forrageia de espécies individuais, alem da diversidade de espécies de formigas e comparar com outras coletas. Sendo esse um dos objetivos da ecologia de populações. Esse método é similar as coletas de pequenas mamíferos usando armadilhas, mas para isso precisamos mais tempo e autorização de IBAMA; Protocolo dos Pontos Fixos Registro da fauna De Formigas
  10. 10. Armadilha com isca
  11. 11. O método de Line Transect é mais apropriado para levantamentos realizados a pé ou por veículos (Rudran et al, 1996). Neste método, o observador é móvel e registra todos os indivíduos detectados em cada lado do caminho percorrido em velocidade constante. Os transectos utilizados devem ser distribuídos o melhor possível dentro da área a ser amostrada. Esse método possui baixo custo operacional e permite a detecção de um grande número de espécies. Transecções lineares
  12. 12. Como no próprio método diz, todos os registros possíveis deverão ser efetuados de cada lado do caminho, ou seja, os que estão do lado direito do ônibus ou chalana Anotam as observações pertencentes a este lado e os que estão do lado esquerdo anotam as deste lado. Anotam suas observações por trechos indicados pelo grupo de monitores e professor com horas de partida e chegada, utm de partida e chegada, animais observados e anotações sobre o habitat. Protocolo dos Pontos Fixos Transecto motorizado (chalana e ônibus)
  13. 13. Neste caso o grupo será dividido em dois subgrupos, lado esquerdo e lado direito. O transecto será executado com velocidade constante (2 a 3 km;hr) e cada subgrupo será responsável por anotar as observações feitas no seu lado correspondente. O percurso deve durar uma hora, intercalado com os pontos fixos. Transecções lineares Transecto a pé)
  14. 14. Anotam suas observações por trechos indicados pelo grupo de monitores e professor com horas de partida e chegada, utm de partida e chegada, animais observados e anotações sobre o habitat Isso não deve ser fator limitante para que se realizem observações de ambos os lados, pois a atividade é feita em grupo, mesmo havendo uma subdivisão do mesmo, tal subdivisão é utilizada somente para aperfeiçoar a tabulação dos dados no final de cada atividade Transecções lineares Transecto a pé
  15. 15. Um dos intuitos da utilização de diferentes metodologias é avaliar as diferenças existentes entre elas como o número de espécies observadas (qualitativa e quantitativamente) e as dificuldades e facilidades encontradas em cada um desses métodos. observações Finais
  16. 16. Para esse fim os dados das observações, tanto de deslocamentos como pontos fixos, serão padronizados por unidade de esforço. Assim diferencias entre grupos podem ser comparadas de forma idônea. observações Finais Observações (capturas) por unidade de esforço

×