Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

aula de PED - Academia ISCTE-IUL 2010

1,657 views

Published on

Sessão de apresentação da UC de PED do curso de IGE, 4º ano, no âmbito da Academia ISCTE-IUL de 2010.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

aula de PED - Academia ISCTE-IUL 2010

  1. 1. Projecto de Empresa Digital Academia ISCTE-IUL 2010 ISCTE-IUL/DCTI Carlos Serrão Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa carlos.serrao@iscte.pt Instituto Universitário de Lisboa carlos.j.serrao@gmail.com Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação http://www.carlosserrao.net http://blog.carlosserrao.net http://www.linkedin.com/in/carlosserrao
  2. 2. sobre mim 2  professor auxiliar/dcti/iscte-iul  sistemas de informação  segurança de informação  gestão de projectos de ti/si  projecto de empresa digital  r&d_pm/netmust/adetti  bsc(5)/msc/phd  g33k  autor@php Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  3. 3. sobre UC 3  unidade curricular  4º ano  informática e gestão de empresas Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  4. 4. programa da UC 4 Como desenhar processos de negócios  virtuais;  Apoio prático para o  Como medir o desempenho e a eficácia; desenvolvimento de  Como perceber os modelos de negócio; aplicações web-based:  Como os mercados mudam à medida que os consumidores migram on-line;  Stack xAMP;  Técnicas de automatização de processos de negócio;  Frameworks; Como evitar conflitos de canais e  Arquitectura de  explorar sinergias de canais;  Como aumentar a confiança em Informação; interações mediadas por computador;  Como gerir a empresa digital com  WD; segurança;  CMS, Blogs, Wikis.  Como proteger a propriedade intelectual;  Como operar on-line de uma forma  Sessões com ética. empreendedores Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  5. 5. empresa digital 5  Relações de negócio com  Clientes, fornecedores e empregados  Usam meios digitais  Processos de negócio core  realizados através de redes  espalham-se por toda a organização ou que ligam diversas organizações Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  6. 6. empreendedorismo 6 ... o desafio de criar uma empresa digital!!!! Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  7. 7. 7
  8. 8. para começar… 8  o que é para vocês um empreendedor?  o que faz?  qual a sua importância?  …  porque estamos a falar disto nesta Unidade Curricular? Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  9. 9. empreendedor 9 Alguém que assume o risco de começar o seu próprio negócio. An entrepreneur is a person who has possession of an enterprise, or venture, and assumes significant accountability for the inherent risks and the outcome. It is an ambitious leader who combines land, labor, and capital to create and market new goods or services. wikipedia Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  10. 10. Empreendedor é uma pessoa que imagina, desenvolve e Filion (2000:17) realiza visões.
  11. 11. 11 “Think outside the box!”
  12. 12. empreendedor 12  algumas características:  Possui uma visão entusiasmada, e é o “motor” de uma empresa  A visão do empreendedor é suportada por um conjunto interligado de ideias específicas não disponíveis no mercado  O plano para concretizar a sua visão é claro, no entanto podem faltar alguns detalhes, serem flexíveis ou estarem em evolução  Promove a sua visão com uma paixão entusiasmante Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  13. 13. empreendedor 13  algumas características:  Com persistência e determinação desenvolve estratégias para alteração a sua visão para realidade  Assume a responsabilidade inicial de tornar a sua visão num sucesso  Assumem riscos com algums prudência. Avaliam custos, necessidades do mercado e do consumidor, e tentam cativar outros para ajudar  Positivo e não tem medo de tomar decisões  Necessita de inspiração, motivação e sensibilidade Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  14. 14. alguns (bons) exemplos… 14 Paypal Google Digg Microsoft Apple Virgin Amazon Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  15. 15. na ribalta… 15 Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  16. 16. 16
  17. 17. 16
  18. 18. e em Portugal?... 17 Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  19. 19. e em Portugal?... 17 Belmiro de Azevedo,António Câmara, Sonae Ydreams Helena Leite, Cardmobili Paulo Rosado, OutSystems Miguel Francisco Luís Baptista-Coelho, Monteiro, Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  20. 20. benefícios do empreendedorismo 18 Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  21. 21. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  22. 22. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  23. 23. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho  Criação de emprego Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  24. 24. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho  Criação de emprego  Desenvolvimento de mais e novas indústrias Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  25. 25. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho  Criação de emprego  Desenvolvimento de mais e novas indústrias  Encoraja criação de riqueza local e pode ajudar nas exportações Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  26. 26. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho  Criação de emprego  Desenvolvimento de mais e novas indústrias  Encoraja criação de riqueza local e pode ajudar nas exportações  Geração de receitas e de crescimento económico Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  27. 27. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho  Criação de emprego  Desenvolvimento de mais e novas indústrias  Encoraja criação de riqueza local e pode ajudar nas exportações  Geração de receitas e de crescimento económico  Competitividade saudável pode ajudar a obtenção de produtos com maior qualidade Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  28. 28. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho  Criação de emprego  Desenvolvimento de mais e novas indústrias  Encoraja criação de riqueza local e pode ajudar nas exportações  Geração de receitas e de crescimento económico  Competitividade saudável pode ajudar a obtenção de produtos com maior qualidade  Maior número de bens e serviços disponíveis Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  29. 29. benefícios do empreendedorismo 18  Enorme ganho financeiro pessoal  Vocês são os vossos próprios empregados, oferecendo por isso mais flexibilidade da força de trabalho  Criação de emprego  Desenvolvimento de mais e novas indústrias  Encoraja criação de riqueza local e pode ajudar nas exportações  Geração de receitas e de crescimento económico  Competitividade saudável pode ajudar a obtenção de produtos com maior qualidade  Maior número de bens e serviços disponíveis  Desenvolvimento de novos mercados Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  30. 30. benefícios do empreendedorismo 19 Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  31. 31. benefícios do empreendedorismo 19  Promoção da utilização de tecnologia moderna em fabrico de pequena escala para aumentar a produtividade Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  32. 32. benefícios do empreendedorismo 19  Promoção da utilização de tecnologia moderna em fabrico de pequena escala para aumentar a produtividade  Encoraja mais pesquisa/estudos e desenvolvimento de equipamento moderno para consumo interno Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  33. 33. benefícios do empreendedorismo 19  Promoção da utilização de tecnologia moderna em fabrico de pequena escala para aumentar a produtividade  Encoraja mais pesquisa/estudos e desenvolvimento de equipamento moderno para consumo interno  Desenvolvimento de qualidades de empreendedorismo que podem influenciar outros também a optarem posições de empreendedor Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  34. 34. benefícios do empreendedorismo 19  Promoção da utilização de tecnologia moderna em fabrico de pequena escala para aumentar a produtividade  Encoraja mais pesquisa/estudos e desenvolvimento de equipamento moderno para consumo interno  Desenvolvimento de qualidades de empreendedorismo que podem influenciar outros também a optarem posições de empreendedor  Liberdade da dependência de empregos oferecidos por outros Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  35. 35. benefícios do empreendedorismo 19  Promoção da utilização de tecnologia moderna em fabrico de pequena escala para aumentar a produtividade  Encoraja mais pesquisa/estudos e desenvolvimento de equipamento moderno para consumo interno  Desenvolvimento de qualidades de empreendedorismo que podem influenciar outros também a optarem posições de empreendedor  Liberdade da dependência de empregos oferecidos por outros  A possibilidade de conseguir ter grandes resultados Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  36. 36. benefícios do empreendedorismo 19  Promoção da utilização de tecnologia moderna em fabrico de pequena escala para aumentar a produtividade  Encoraja mais pesquisa/estudos e desenvolvimento de equipamento moderno para consumo interno  Desenvolvimento de qualidades de empreendedorismo que podem influenciar outros também a optarem posições de empreendedor  Liberdade da dependência de empregos oferecidos por outros  A possibilidade de conseguir ter grandes resultados  Redução da economia informal Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  37. 37. benefícios do empreendedorismo 19  Promoção da utilização de tecnologia moderna em fabrico de pequena escala para aumentar a produtividade  Encoraja mais pesquisa/estudos e desenvolvimento de equipamento moderno para consumo interno  Desenvolvimento de qualidades de empreendedorismo que podem influenciar outros também a optarem posições de empreendedor  Liberdade da dependência de empregos oferecidos por outros  A possibilidade de conseguir ter grandes resultados  Redução da economia informal  “Fuga de talentos” pode ser minimizada com esta cultura e clima Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  38. 38. processo de empreender: 9 actividades 20 Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  39. 39. processo de empreender: 9 actividades 20 1. Motivação para fazer diferente Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  40. 40. processo de empreender: 9 actividades 20 1. 2. Motivação Descoberta para fazer de oportu- diferente nidades Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  41. 41. processo de empreender: 9 actividades 20 1. 2. Motivação Descoberta para fazer de oportu- diferente nidades 3. Encontrar os recursos necessários Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  42. 42. processo de empreender: 9 actividades 20 1. 2. Motivação Descoberta para fazer de oportu- diferente nidades 4. Lidar com os obstáculos 3. Encontrar os recursos necessários 5. Mostrar determinaçã 6. Gerir o o face a Risco adversidades Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  43. 43. processo de empreender: 9 actividades 20 1. 2. Motivação Descoberta para fazer de oportu- diferente nidades 4. Lidar com os obstáculos 3. Encontrar os recursos 7. Utilizar necessários redes 5. Mostrar determinaçã 6. Gerir o o face a Risco adversidades Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  44. 44. processo de empreender: 9 actividades 20 1. 2. Motivação Descoberta 8. Controlar para fazer de oportu- o negócio diferente nidades 4. Lidar com os obstáculos 3. Encontrar os recursos 7. Utilizar necessários redes 5. Mostrar determinaçã 6. Gerir o o face a Risco adversidades Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  45. 45. processo de empreender: 9 actividades 20 1. 2. Motivação Descoberta 8. Controlar 9. Finanças, para fazer de oportu- o negócio RH e Capital diferente nidades 4. Lidar com os obstáculos 3. Encontrar os recursos 7. Utilizar necessários redes 5. Mostrar determinaçã 6. Gerir o o face a Risco adversidades Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  46. 46. processo de empreender 21  Responder a oportunidades no contexto  Conhecer o mercado  Planear de forma eficiente e eficaz  Encontrar os recursos necessários  Usar redes de contactos  Gerir o Risco  Preparar capital financeiro e social  Gerir de forma eficiente Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  47. 47. When the wind of change rises, some build walls, others build windmills. 22
  48. 48. “... serão os pequenos negócios a liderar na retoma da 23 Economia”
  49. 49. formula mágica 24 Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  50. 50. formula mágica 24 dada uma boa ideia ou uma oportunidade de mercado Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  51. 51. formula mágica 24 recompensa(€) Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  52. 52. formula mágica 24 recompensa(€) = Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  53. 53. formula mágica 24 recompensa(€) =f( ) Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  54. 54. formula mágica 24 recompensa(€)risco, =f( ) risco = tolerância dos fundadores ao risco Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  55. 55. formula mágica 24 recompensa(€)risco, =f( €, ) € = investimento inicial pelos promotores/ fundadores Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  56. 56. formula mágica 24 recompensa(€)risco, ot, =f( €, ) ot = oportunidade de mercado Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  57. 57. formula mágica 24 recompensa(€)risco, ot, t, =f( €, ) t = quandidade de tempo que é gasto pelos fundadores no negócio Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  58. 58. formula mágica 24 recompensa(€)risco, ot, t, w, =f( €, ) w = quantidade de trabalho que é realizado pelos fundadores para a criação do negócio Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  59. 59. formula mágica 24 recompensa(€)risco, ot, t, w, d, =f( €, ) d = capacidade de tomada de decisão do fundador Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  60. 60. formula mágica 24 recompensa(€)risco, ot, t, w, d, r =f( €, ) r = capacidade do fundador para gerir relações Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  61. 61. formula mágica 25 recompensa(€)risco, ot, t, w, d, r =f( €, ) Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  62. 62. algumas das razões para lançar uma empresa 26  Não desejar trabalhar para  Deseja deixar um legado outrem para os descendentes  Gosta de controlar o seu  Deseja ser livre para criar o próprio destino que quiser  Deseja rentabilizar ao  Deseja melhorar o mundo máximo o seu talento dos negócios  Está mais confortável sendo  Deseja deixar uma marca o líder na sociedade  Deseja definir e alterar as  Desejar trabalhar num local prioridades à sua escolha  Acha que vai ser  Está descontente com o seu interessante e divertido actual trabalho/posição  Anseia ser rico e distribuir alguma dessa riqueza  … Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  63. 63. sobre as ideias… 27  Vitamina (nice-to-have) vs. Aspirina (need-to-have) vs. Morfina (essential to survive)  “Doença” conhecida ou completamente desconhecida  Um único produto vs. uma linha de produtos  Barreiras à entrada: tempo, dinheiro, pessoas, IP  Canais de venda existentes, ou novos canais?  Tamanho do mercado?  Novo Produto + Novo Mercado = RISCO MUITO ELEVADO  Novo Produto + Novo Mercado + Novo Canal = QUASE IMPOSSÍVEL! Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  64. 64. Lei do Risco e da Recompensa 28 Produto novo – Mercado novo Recompensa Produto novo – Mercado existente Produto existente – Mercado novo Produto existente – Mercado existente Risco Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  65. 65. fontes de financiamento 29  O seu próprio capital  O capital de outros fundadores/sócios  Amigos e familiares  Business Angels  Incubadoras  Venture Capitalists  Clientes potenciais  Parceiros estratégicos  Financiamento estatal Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  66. 66. fontes de financiamento 30  Amigos e familiares  Entre 50K€ e 150K€  Business Angels  Entre 150K€ e 350K€  Venture Capital (1st round)  Entre 500K€ e 2,5M€  Venture Capital (2nd round)  Entre 3M€ e 10M€ Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  67. 67. receita para o sucesso! 31  No sítio certo  No tempo certo  Com a ideia certa  Misturar os seguintes elementos (na quantidade certa) e juntar água q.b.:  Equipa  Capital  Enfoque  Liquidez  Celebração  Mexer até ficar bem. Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  68. 68. próximos passos… 32 planear, planear e ... voltar a planear Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  69. 69. o processo empreendedor 33 Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  70. 70. o processo empreendedor 33 Identificar e avaliar a oportunidade Criação e abrangência da oportunidade Valores percebidos e reais da oportunidade Riscos e retornos da oportunidade Oportunidade versus habilidades e metas pessoais Situação dos competidores Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  71. 71. o processo empreendedor 33 Identificar e avaliar Desenvolver o Plano a oportunidade de Negócios Criação e 1. Sumário Executivo abrangência da 2. O conceito do oportunidade negócio Valores percebidos e 3. Equipa de gestão reais da 4. Mercado e oportunidade competidores Riscos e retornos da 5. Marketing e oportunidade Vendas Oportunidade versus 6. Estrutura e habilidades e metas operação pessoais 7. Análise Situação dos Estratégica competidores 8. Plano Financeiro Anexos Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  72. 72. o processo empreendedor 33 Identificar e avaliar Desenvolver o Plano Determinar e captar a oportunidade de Negócios os recursos Criação e 1. Sumário Executivo necessários abrangência da 2. O conceito do Recursos pessoais oportunidade negócio Recursos de amigos Valores percebidos e 3. Equipa de gestão e parentes reais da 4. Mercado e Angels oportunidade competidores Venture Capitalists Riscos e retornos da 5. Marketing e Bancos oportunidade Vendas Governo Oportunidade versus 6. Estrutura e Incubadoras habilidades e metas operação pessoais 7. Análise Situação dos Estratégica competidores 8. Plano Financeiro Anexos Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  73. 73. o processo empreendedor 33 Identificar e avaliar Desenvolver o Plano Determinar e captarGerir a empresa a oportunidade de Negócios os recursos criada Criação e 1. Sumário Executivo necessários Estilo de gestão abrangência da 2. O conceito do Recursos pessoais Factores críticos de oportunidade negócio Recursos de amigos sucesso Valores percebidos e 3. Equipa de gestão e parentes Identificar problemas reais da 4. Mercado e Angels actuais e potenciais oportunidade competidores Venture Capitalists Implementar um Riscos e retornos da 5. Marketing e Bancos sistema de controlo oportunidade Vendas Governo Profissionalizar a Oportunidade versus 6. Estrutura e Incubadoras gestão habilidades e metas operação Entrar em novos pessoais 7. Análise mercados Situação dos Estratégica competidores 8. Plano Financeiro Anexos Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  74. 74. 5 objectivos de um Plano de Negócios 34  Testar a viabilidade de um conceito de negócio  Orientar o desenvolvimento das operações e estratégia  Atrair recursos  Transmitir credibilidade  Desenvolver a equipa de gestão Roadmap for the Journey!!! Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  75. 75. aspectos chave do Plano de Negócios 35 O Plano de Negócios deve-se focar principalmente em três principais aspectos Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  76. 76. aspectos chave do Plano de Negócios 35 O Plano de Negócios deve-se focar principalmente em três principais aspectos Qual é o Negócio? Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  77. 77. aspectos chave do Plano de Negócios 35 O Plano de Negócios deve-se focar principalmente em três principais aspectos Qual é o Negócio? O que é que vai ser comercializado? Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  78. 78. aspectos chave do Plano de Negócios 35 O Plano de Negócios deve-se focar principalmente em três principais aspectos Qual é o Negócio? O que é que vai ser comercializado? Qual vai ser o mercado alvo? Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  79. 79. O que deve conter um Plano de Negócios? 36 1. Capa 2. Sumário 3. Sumário Executivo 4. Planeamento Estratégico do Negócio 5. Descrição da Empresa 6. Produtos e Serviços 7. Análise de Mercado 8. Estratégias de Marketing 9. Plano Financeiro 10. Anexos Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  80. 80. 12 Passos do Plano de Negócios 37 1. Verificar o conceito 7. Receitas e Custos de Negócio 8. Plano Financeiro 2. Análise da Indústria 9. Financiamento 3. Plano de Marketing 10.Valor e Oferta de 4. Plano de Operações Valor 5. Plano de 11.Publicação do Desenvolvimento Plano 6. Estratégia 12.Apresentação do Plano Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  81. 81. 38
  82. 82. … e depois? 39  Show me the money! Empresa Digital - Academia ISCTE-IUL 2010 Abril 7-9 2010
  83. 83. 40
  84. 84. 41 ... a história da Google em 2 minutos.
  85. 85. Projecto de Empresa Digital Academia ISCTE-IUL 2010 ISCTE-IUL/DCTI Carlos Serrão Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa carlos.serrao@iscte.pt Instituto Universitário de Lisboa carlos.j.serrao@gmail.com Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação http://www.carlosserrao.net http://blog.carlosserrao.net http://www.linkedin.com/in/carlosserrao

×