Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Marketing Mix - UERJ2010

3,359 views

Published on

Apresentação - Paulo Mariano e Leonardo Marinho

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Marketing Mix - UERJ2010

  1. 1. Marketing MIX Novembro de 2010
  2. 2. SUMÁRIO RISCO DA CARTEIRA CAPM – CAPITAL ASSET PRICE MODEL COEFICIENTE BETA HISTÓRICO CDI – DÓLAR - IBOVESPA CARTEIRAS EFICIENTES SIMULAÇÃO DE CARTEIRAS INTRODUÇÃO
  3. 3. INTRODUÇÃO Conceito de Marketing Mix - Jerome McCarthy O Marketing mix ou Composto de marketing é formado por um conjunto de variáveis controláveis que influenciam a maneira com que os consumidores respondem ao mercado. O conceito se baseia nos estudos de Neil Borden que usou este termo, pela primeira vez em 1949. Borden afirma em sua obra que o termo lhe veio à cabeça ao ler os estudos de outro autor de sua época (James Culliton), que chamava os executivos de liquidificadores (mixers), já que a sua função era a de materializarem receitas, seja misturando os ingredientes, mudando suas quantidades ou inventando novos elementos. A partir de então a expressão Marketing Mix (mistura de Marketing) ou Composto de Marketing, como é conhecida no Brasil, passou a ser a teoria mais aceita para efetivar atividades de Marketing. O composto mercadológico foi formulado primeiramente por Jerome McCarthy em seu livro Basic Marketing (1960) que aprimorou a Teoria de Borden e definiu os 4 grandes grupos de atividades que representam um conjunto de pontos de interesse para os quais as organizações devem estar atentas se desejam alcançar seus objetivos de marketing. As 4 seções freqüentemente chamadas de "quatro pês” são: Produto, Preço, Praça e Promoção.
  4. 4. INTRODUÇÃO Conceito de Marketing Mix - Jerome McCarthy Alguns profissionais de marketing, como as organizações de negócios, querem usar o marketing para influenciar a escolha da marca e a compra, enquanto outros, como o governo, utilizam a "demarquetização" para convencer as pessoas a parar de fumar ou a praticar sexo seguro. Nesses casos, os consumidores são receptáculos de tentativas de influencia. Essa perspectiva de influência do consumidor é a preocupação de muitos, incluindo aqueles ligados ao marketing, à educação e à proteção do consumidor. Apesar das inúmeras tentativas de se incluírem mais P’s aos 4 originais, como por exemplo, Profit (lucro), People (pessoas), Public Relations (Relações Públicas), todas elas se mostraram infrutíferas, ficando claro que os 4 originais englobariam as demais. Dessa forma “Promotion” que em português pode induzir ao erro de ser entendido como Promoção de vendas, é o guarda chuva que engloba Propaganda, Relações Públicas, Trade, a própria Promoção de vendas e todas as demais atividades relacionadas.
  5. 5. INTRODUÇÃO Conceito de Marketing Mix - Raimar Richers Raimar Richers definiu um modelo que compreende as funções básicas de uma Administração de Marketing. Para Richers, essas funções se dividiriam em 4 fases: Análise, Adaptação, Ativação e Avaliação. Este modelo batizado de Sistema Integrado de Marketing ficou mais conhecido como os 4 As do Marketing, em contraposição aos 4 Ps de Mc Carthy: Produto, Preço, Praça e Promoção. Richers sempre tentou desenvolver estudos voltados à realidade brasileira e chegou a comentar certa vez que a palavra Marketing "circulava no Brasil com quase a mesma freqüência e intensidade que expressões como Democracia ou goiabada". Foi ele que usou, pela primeira vez, o termo "Mercadologia" para definir "Marketing" em português.
  6. 6. INTRODUÇÃO Conceito de Marketing Mix - Robert Lauterborn Robert Lauterborn desenvolveu em 1990 uma nova visão para o Marketing Mix. Ao contrário de McCarthy que afirmava que a mistura de variáveis para uma atividade de Marketing deveria ser dosada com os 4 Ps: Produto, Preço, Praça e Promoção, Lauterborn ofereceu 4 novos ingredientes. Para o Autor, os 4 Ps poderiam perfeitamente ser substituídos por 4Cs: Consumers Wants and needs, Cost To Satisfy, Convenience to buy and Communication. No Brasil os 4Cs foram traduzidos como: Necessidades e Desejos do Consumidor, Custo para satisfazer o Consumidor, Conveniência para comprar e Comunicação.
  7. 7. INTRODUÇÃO Marketing Mix segundo Jerome McCarthy O Mix de Marketing se divide em 4 Ps, que são formas de influências sobre os canais de comercialização e dos consumidores finais, que correspondem aos 4 Cs do cliente. Produto-Cliente Tudo o que se refere ao produto ou serviço em si, como formulação física, características, produção, qualidade, marca, design, embalagem, etc. Preço-Custo Política de preços, descontos, e formas e prazos de pagamento. Praça-Conveniência Tarefas necessárias para apresentar o produto ou serviço ao consumidor, para que ele possa comprá-lo e consumi-lo, canais de distribuição, cobertura, variedades, locais, estoque, transporte. Promoção-Comunicação Todas as tarefas de comunicação que visam promover o consumo do produto ou serviço, promoção de vendas, publicidade, força de vendas, relações públicas, marketing direto, propaganda, etc.
  8. 8. INTRODUÇÃO Apresentação O maior desafio dos Mercados Financeiros e de Capitais é o de combinar a máxima rentabilidade com um baixo risco. A crescente sofisticação dos mercados globais, tem exigido dos investidores a utilização de estratégias que maximizem a rentabilidade das suas carteiras de investimentos, minimizando o risco do portfólio. Serão apresentados métodos e ferramentas de análise para formação de carteiras de investimentos, com intuito de proporcionar relações risco e retorno mais vantajosas para o investidor. Ao final será apresentada uma simulação de carteiras multimercado, cujo objetivo é ilustrar a teoria abordada nesse trabalho, demonstrando uma das formas utilizadas para mitigar riscos de investimento que é a diversificação. foram formadas três carteiras arbitradas com alocação em renda fixa, câmbio e Bolsa de Valores.
  9. 9. INTRODUÇÃO Relevância A relevância deste tema é congruente com a incessante busca do investimento ótimo e da maximização do lucro, utilizando-se de teorias e ferramentas disseminadas no mercado. Escolha do Tema Este tema foi escolhido pelo grupo, primeiramente pelo profundo interesse de seus componentes pela mitigação de risco em seus investimentos próprios e projetos familiares e pela necessidade profissional de entendimento continuado e aperfeiçoamento das teorias e práticas abordadas ao longo deste curso. Objetivo Este trabalho fundamenta-se na Teoria da Fronteira Eficiente de Markowitz, objetivando uma abordagem teórica e prática simplificada, voltada para demonstrar formas de mitigação de risco através da diversificação de investimentos em alguns ativos financeiros
  10. 10. Alunos: Paulo Mariano Leonardo Pereira Marketing MIX

×