Papel do supervisor pedagógico

6,344 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
6,344
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,856
Actions
Shares
0
Downloads
328
Comments
1
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Papel do supervisor pedagógico

  1. 1. PAPEL DO SUPERVISORPEDAGÓGICO COMOCOORDENADOR DO PROCESSOENSINO-APRENDIZAGEM DOSALUNOS
  2. 2. SUPERVISÃOPEDAGÓGICA :REFLEXÕES SOBRE OCONCEITO
  3. 3. (...) Apesar de nãoter uma definiçãocomum, a Supervisãoé indispensável aodesenvolvimento dasescolas (...) (Wiles e Bondi,2000)
  4. 4. SUPERVISÃO PEDAGÓGICA“ É o processo que tem porobjetivo prestar ajuda técnicano planejamento,desenvolvimento e avaliaçãodas atividades educacionais daescola, tendo em vista oresultado das açõespedagógicas, o melhordesempenho e oaprimoramento permanente dopessoal envolvido na situaçãoensino-aprendizagem.”
  5. 5. “Uma grande escola exigirá tempo. Tempo deencontro, de encanto, de canto, de poesia, dearte, de lazer, de discussão, de gratuidade, deética e de estética, de bem estar e de bemquerer e de beleza. Porque escola grande sefaz com grandes cabeças (é certo!), mastambém com grandes corações, com muitosbraços, que se estendem em abraços queanimam caminhadas para grandes horizontes.”(Redin, 1999:07)
  6. 6. QUAIS AS FORMASPOSSÍVEIS DESUPERVISÃO ?QUE MODELOS ?QUE PRÁTICAS ?COMO SE ORGANIZA ?
  7. 7. SUPERVISÃO
  8. 8. SUPERVISOR PEDAGÓGICOFUNÇÃO
  9. 9. Hoje, minha certeza é outra: pensoque, no dia-a-dia, mudando passo apasso, com pequenas mudançasnuma certa direção, podemosoperar a grande mudança, a qualpoderá acontecer como resultadode um esforço contínuo, solidário epaciente. E o mais importante, issopode ser feito já. Não é precisoesperar para mudar. (Gadotti, 1998)“Houve um tempo em que eu pensava que aspequenas mudanças impediam a realização de umagrande mudança.Por isso, no meu entender, as pequenas mudançasdeveriam ser evitadas e todo investimento deveria serfeito numa mudança radical e ampla.
  10. 10. REQUISITOS AO EXERCÍCIODA FUNÇÃO• Possuir sensibilidade ecapacidade empática;• Exercer suas funçõescom segurança eautonomia;• Ter experiênciaeducacional;• Ser bem preparadoteoricamente.
  11. 11. PRINCÍPIOS• gestão democrática e participativa;• trabalho coletivo;• ética profissional;• comprometimento político-pedagógico.
  12. 12. O que vejo ?Vejo as coisas como sãoe me pergunto porquê ?Sonho com as coisas que queroe me pergunto por que não ?Bernard Shaw
  13. 13. ÂMBITOS DE ATUAÇÃO DOSUPERVISORSUPERVISORJunto aosprofessoresJunto aosalunosJunto aoserviço deorientaçãopedagógicaJunto àdireçãoJunto aosespecialistasafinsJunto àcomunidadeem geralJunto aosfuncionáriosJunto aosfamiliares
  14. 14. SUPERVISOR PEDAGÓGICO“Se, na verdade, o sonho quenos anima é democrático esolidário, não é falando aosoutros, de cima pra baixo,sobretudo, como sefôssemos os portadores daverdade a ser transmitida aosdemais, que aprendemos aescutar, mas é escutandoque aprendemos a falar comeles.” (Freire,1998:127)
  15. 15. SUPERVISOR PEDAGÓGICOARTICULADORCapacitaçãodosprofissionaisda escolaRelaçõesinterpessoais(internas eexternas)DimensãoPedagógicaProjetosPedagógicos daescola
  16. 16. SUPERVISOR PEDAGÓGICOSendo assim, o Supervisor Escolar deve articular todo oconjunto escolar (professores, alunos, pais, direção,comunidade educativa em geral) e buscar um projeto único,uma carta de intenções onde a melhoria de ensino deve sero objetivo principal.”Segundo Melchior (2001, p.65):“Com a nova configuração do papeldo supervisor, não sendo ele apenasum técnico burocrático, mas umeducador consciente, reflexivo ecrítico que está à serviço dapromoção do desenvolvimentohumano e técnico daqueles que comele atuam, certamente é adepto dotrabalho em equipe.
  17. 17. O PAPEL DO SUPERVISOR NAIMPLEMENTAÇÃO DO PLANODE INTERVENÇÃOPEDAGÓGICAA implementação doPlano de IntervençãoPedagógica deverá seracompanhado pelosupervisor . Cabe a elegarantir que, o que foiproposto pela escola, nãoseja esquecido.
  18. 18. SUGESTÃO DE CRONOGRAMADE ATIVIDADES DOSUPERVISOR PEDAGÓGICO• Reunir com a direção da escola;• preparar a sala dos professores erecepção dos mesmos;• organizar a rotina de funcionamentoda escola com funcionários eprofessores;
  19. 19. • reformular Regimento da Escola, senecessário;• solicitar aos professores o planejamento ea elaboração de atividades dediagnóstico das competências ehabilidades mínimas dos alunos;• organizar as turmas;• definir com professoreso horário para as reuniõespedagógicas e atendimento aos pais;• planejar atividades de recepção aosalunos e pais;
  20. 20. • organizar laboratório de informática, deciências, sala de vídeo e educação física;• confeccionar cartazes de boas vindas;• elaborar pauta de reunião de pais;• elaborar lista de material pedagógico daescola;• organizar horário de utilização da bibliotecae quadra de esportes;• ajudar a elaborar e aplicar o projeto daescola;• analisar resultados dos testes diagnósticos;
  21. 21. SUGESTÃO DE TÉCNICAS EMEIOS UTILIZADOS NASUPERVISÃO PEDAGÓGICA• ENCONTROS (REUNIÕES) COMDIRETORES E/OUPROFESSORES.• ENTREVISTASINDIVIDUAIS COMPROFESSORES
  22. 22. • VISITA ÀS SALASDE AULA• AULAS DEDEMONSTRAÇÃO• OFICINAS PEDAGÓGICAS• BIBLIOTECAS PROFISSIONAIS• AVALIAÇÃO DA ESCOLA, DOSPROFESSORES E AUTO-AVALIAÇÃO• ASSESSORAMENTO• ORIENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTODA ATIVIDADE ESCOLAR
  23. 23. O SUPERVISOR PEDAGÓGICOE AS AVALIAÇÕESO Supervisordeveacompanhar eanalisar todo oprocesso deavaliação dorendimento doaluno.
  24. 24. O SUPERVISOR PEDAGÓGICO E ASAVALIAÇÕES INTERNAS E EXTERNASDA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS• O Plano Geral de Avaliação doRendimento do Aluno deve serelaborado em reunião com o corpodocente da escola, na qual aparticipação de todos que intervêmdireta ou indiretamente no programaescolar (diretor, supervisor, orientadoreducacional e professores), éindispensável.• A avaliação do aluno é um subsídio aosupervisor para auxiliá-lo no trabalhode orientação aos professores, noplanejamento das atividades escolares.
  25. 25. O SUPERVISOR PEDAGÓGICONOS ANOS FINAIS DO ENSINOFUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIOA ação profissional dosupervisor nas sériesfinais do EnsinoFundamental e EnsinoMédio é também deestabelecer, junto aosprofessores, a relaçãoentre currículo edesempenho escolar.
  26. 26. O PAPEL DO SUPERVISOR NAIMPLEMENTAÇÃO DO PLANODE INTERVENÇÃOO Plano de Intervençãodeverá ser acompanhadopelo Supervisor.Cabe a ele garantirque, o que foiproposto pelaescola, não seja esquecido.
  27. 27. “É preciso investir em alguns fatoresbásicos de mudança.A paixão pela atividade educativa é oprimeiro deles. As escolas devemtransformar-se em comunidades comliderança educacional compartilhada e ondeo foco de todas as ações seja o ensino. Alémdisso, é essencial conquistar oengajamento das famílias e da comunidade.”FIM

×