Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A verdade sobre os 144 mil assinalados

1,999 views

Published on

Muitas denominações religiosas têm proposto diferentes interpretações sobre o tema em questão, tentando, por várias maneiras arrolar seus adeptos entre os 144 mil selados do Apocalipse.

A verdade sobre os 144 mil assinalados

  1. 1. A verdade sobre os 144 mil assinaladosIntrodução Muitas denominações religiosas têm proposto diferentesinterpretações sobre o tema em questão, tentando, por váriasmaneiras arrolar seus adeptos entre os 144 mil selados doApocalipse. Os futuristas, defensores da teoria do rapto secreto, têm defendidoque estes surgirão após a vinda de Yeshua e serão poderosospregadores na terra, dentro do suposto sete anos de domínio sobre aterra. As chamadas testemunhas de Jeová advogam que o assinalamentodos 144 mil seja evento ainda em curso. Qual seria de fato a verdade?Sinal que os identificam“Então , ouvi o números dos que foram selados, que eram cento equarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel: ... Depoisdestas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar,de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono ediante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nasmãos.” Ap 7:4,9Pontos a considerar* Os versos referem-se a dois grupos grandes e totalmente distintos.* O primeiro conta com um número fixo de 144 mil.* Existe ainda um outro grupo com uma grande multidão.* Os 144 mil são compostos exclusivamente de indivíduos das dozetribos de Israel.* Os salvos de todas as nações formam a grande multidão. Aqui podehaver e há israelitas naturais, diferente do grupo dos 144 mil, no qualnão se incorpora gentio.“... da tribo de Judá foram selados doze mil; da tribo de Rúben doze
  2. 2. mil; da tribo de Gade, doze mil; da tribo de Aser; doze mil; da tribo deNaftali, doze mil; da tribo de Simeão, doze mil; da tribo de Levi, dozemil; da tribo de Issacar, doze mil; da tribo de Zebulom, doze mil; datribo de José, doze mil; da Tribo de Benjamim foram selados dozemil.” Ap 7:5-8 Nos versos de 5 a 8 acima, podemos observar que sãoselecionados 12 mil de cada tribo, sendo mencionada a descendênciados filhos de Israel. Sendo assim, de que forma alguns tentam agregarpessoas não israelitas, ou gentias, dentro dos 144 mil?* Defendem eles que os 144 mil assinalados não são apenas israelitasnaturais, mas que se trata também de Israel “espiritual” abrindo assimespaço para os gentios.* Em muitas passagens da Bíblia é correto que o crente gentio sejaconsiderado israelita ou judeu. No entanto onde apresenta israelitas egentios, no mesmo quadro, devemos entender judeus e gentiosliteralmente.Quem D-us chamou primeiro?“Yeshua enviou estes doze e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelocaminho das gentes, nem entrareis em cidade de samaritanos; maside, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel;” Mt 10:5,6 Observe você que Yeshua instruiu seus discípulos a irem até asovelhas perdidas da casa de Israel, antes que fossem a outraspessoas.“E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Mashiachpadecesse e, ao terceiro dia, ressuscitasse dos mortos; e. em seunome, se pregasse arrependimento e a remissão dos pecados, emtodas as nações, começando por Jerusalém.” Lc 24:46,47 Dentre as últimas orientações dadas pelo mestre, Ele diz que porJerusalém se começasse a pregação do evangelho. O próprioapóstolo Paulo reconheceu este fato. Vejamos:
  3. 3. “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poderde D-us para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu etambém do grego.” Rm 1:16“Mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: Era mister quea vós se vos pregasse primeiro a palavra de D-us; mas, visto que arejeitais, e vos não julgais dignos da vida eterna, eis que nos voltamospara os gentios.” At 13:46 A prioridade na recepção da mensagem redentora e aproximação àverdade de D-us foi um privilégio, primeiramente concedido aosjudeus.“Ressuscitando D-us a seu Filho Yeshua, primeiro o enviou a vós,para que nisso vos abençoasse, e vos desviasse, a cada um, dasvossas maldades.” At 3:26 Ao ser procurado por uma mulher gentia, Yeshua enfatizou que opão deveria ser alimento do povo de Israel, não devendo a princípioser compartilhado com um povo que não era povo de D-us. Oevangelho, segundo a palavra, é para salvação primeiro do judeu edepois do grego, vejamos Mateus 15:22-28:“E eis que uma mulher Cananéia, que saíra daquelas cercanias,clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, queminha filha está miseravelmente endemoninhada. Mas ele não lherespondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele,rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós. Eele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhasperdidas da casa de Israel. Então chegou ela e adorou-o, dizendo:Senhor socorre-me. Ele porém, respondendo, disse: Não é bom pegaro pão dos filhos e deitá-los aos cachorrinhos. E ela disse: Sim,Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caemda mesa dos seus donos. Então, respondeu-lhe Yeshua e disse: Ómulher, grande é a tua fé. Seja isso feito para contigo, como tudesejas. E, desde aquela hora, a sua filha ficou sã.” As palavras de Yeshua confirmam o escrito do apóstolo Paulo.
  4. 4. Antes de os gentios achegarem-se à palavra da salvação eencontrarem o acesso, o israelita recebeu as dádivas de D-us:“Qual é, logo, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade dacircuncisão? Muita, em toda maneira, porque, primeiramente, aspalavras de D-us lhe foram confiadas” Rm 3:1,2“Porque eu mesmo poderia desejar ser separado de Cristo, por amorde meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne; que sãoisraelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e os concertos, ea lei, e o culto, e as promessas; dos quais sãos os pais, e dos quais éCristo, segundo a carne, o qual é sobre todos, D-us benditoeternamente. Amém.” Rm 9:3-5 A palavra sendo primeiramente anunciada aos israelitas, mostra-nosque a princípio a Kehilah (congregação) foi formada exclusivamentede judeus e demais israelitas. Estes são tidos como os primeirosfrutos da pregação do evangelho do reino.“E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com elecento e quarenta e quatro mil, que em sua testa tinham escrito o nomedele e o de seu Pai... Estes são os que seguem o Cordeiro para ondequer que vai. Estes são os que dentre os homens foram compradoscomo primícias para D-us e para o Cordeiro.” Ap 14:1,4 Por primícias entendemos que sejam os primeiros frutos colhidos.Os escritos da Brit Chadashah mostram-nos que os primeiros frutosentre os remidos pelo sangue do Cordeiro dizem respeito aosisraelitas, a quem Yeshua disse que primeiro deveria ser anunciado oevangelho, e de quem o apóstolo falou como os primeiros receptoresda mensagem. Sendo assim, como poderíamos ter ainda no últimoséculo pessoas que façam parte dos 144 mil assinalados?Cresce a kehilah da comunidade de Israel Na festa israelita que celebrava as primícias da colheita, Shavuot (oPentecostes), estavam presentes pessoas de vários lugares, a quemPedro, cheio do Espírito Santo, dirigiu palavras dizendo:
  5. 5. “Varões israelitas, escutai estas palavras: a Yeshua Nazareno, varãoaprovado por D-us entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, queD-us por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis;” At2:16-22 Aqui o apóstolo esclarecia o que houvera predito o profeta Joel, edesta pregação resultou o ingresso na Kehilah de quase três milalmas.“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizadoem nome de Yeshua HaMashiach para perdão dos pecados, erecebereis o dom do Espírito Santo. Porque a promessa vos dizrespeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantosquantos D-us, nosso Senhor chamar: E com muitas outras palavrasisto testificava e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geraçãoperversa. De sorte que foram batizados os que de bom gradoreceberam a sua palavra; e, naquele dia, agregaram-se quase três milalmas.” At 2:38-41Deste ponto em diante a Kehilah crescia constantemente.“... louvando a D-us e caindo na graça de todo o povo. E todos os diasacrescentava o Senhor à kehilah aqueles que se haviam de salvar.” At2:47 À medida que os discursos eram feitos, a kehilah crescia em númerode integrantes israelitas.“Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou onúmero desses homens a quase cinco mil.” At 4:4 Os sinais e prodígios, feitos pelos apóstolos, fazia crescer o númerodos que se juntavam aos componentes da kehilah primitiva.“E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dosapóstolos. E estavam todos unanimemente reunidos no alpendre de
  6. 6. Salomão. Quanto aos outros, ninguém ousava ajuntar-se com eles;mas o povo tinha-os em grande estima. E a multidão dos que criam noSenhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais.” At5:12-14“Ora, naqueles dias, crescendo o número dos discípulos,... E crescia apalavra de D-us, e em Jerusalém se multiplicava muito o número dosdiscípulos, e grande parte dos sacerdotes obedecia a fé.” At 6:1,7“Assim, pois, as kehilot em toda a Judéia e Galiléia e Samaria tinhampaz e eram edificadas; e se multiplicavam, andando no temor doSenhor e na consolação do Espírito Santo.” At 9:31 Deste ponto em diante, as portas da kehilah se abrem para osgentios convertidos. No entanto, não significa que nenhum israelitanão mais pudesse salvar-se, mas um endurecimento do povo deIsrael, conforme a predição do apóstolo Paulo, em sua carta aosRomanos no capítulo 11, propiciou a abertura para que os gentiosconvertidos pudessem ser enxertados na Oliveira (Israel), e destaforma, passassem a estar revestidos do Mashich, como descendênciade Abraão, e herdeiros da promessa. Este grandioso crescimento da kehilah deu-se em cerca de trintaanos e dentro deste período aconteceu o assinalamento dos 144 milisraelitas descritos no Apocalipse. O fim deste assinalamento marca oinício do endurecimento de Israel, no que diz respeito à aceitação doevangelho. Este endurecimento perduraria até o retorno do Mashiach,quando houver entrado a plenitude dos gentios. Rm 11: 25,26 Como nação Israel está endurecido, o que não impede queindividualmente, um israelita aceite a Yeshua, o Mashiach. Com esteendurecimento começou a formação da grande multidão.Israel e Kehilah (igreja): dois povos? Absolutamente que não! O judaísmo dos dias de Yeshua estavadecadente e a mensagem do Mestre e seus apóstolos trouxe-lhesplena restauração. Note que estava nos planos de D-us reconstruí-lo
  7. 7. para que o caminho aos gentios pudesse ser aberto:“Depois disto, voltarei e reedificarei o tabernáculo de Davi, que estácaído; levantá-lo-ei das suas ruínas e tornarei a edificá-lo. Para que oresto dos homens busque ao Senhor; e também todos os gentiossobre os quais o meu nome é invocado, diz o Senhor que faz todasestas coisas.” At 15:16-18 No Mashiach, o tabernáculo foi restaurado. Assim, a kehilah não éuma nova instituição, mas a reconstrução do judaísmo puro e acontinuidade dos planos divinos que começaram em Abraão. Akehilah verdadeira foi e é a legítima representante de D-us e Suaobra.Importante: O sistema levítico ou aarônico para expiação dopecado, teve cumprimento pleno com o sacrifício real e definitivo deYeshua, o verdadeiro Cordeiro que tirou o pecado do mundo. Osacerdócio que passou a vigorar a partir da cruz é o deMelquisedeque, no qual Yeshua foi constituído Sumo Sacerdote. Daí por diante, mesmo que os judeus prosseguissem sacrificandoanimais, estes sacrifícios já não tinham nenhum efeito espiritual. Asombra, o típico, já estava extinto, dando lugar ao real. Esta é umagrande diferença entre o povo de Israel que permanece endurecido, eo Israel que recebeu a Nova Aliança e o Mashiach Yeshua, ojudaísmo que cumpre os planos de D-us por meio da kehilah israelita. Na vinda de Yeshua como Rei, os olhos do Israel endurecido, serãoabertos para o Mashiach. Ao receberem o Rei e Mashiach, emJerusalém, no momento de aflição, reconhecerão que se trata dopróprio Yeshua a quem rejeitaram durante todos estes séculos.Situação dos gentios“Portanto, lembrai-vos de que vós, noutro tempo, éreis gentios nacarne e chamados incircuncisão pelos que, na carne, se chamamcircuncisão feita pela mão dos homens; que, naquele tempo, estáveissem Mashiach, separados da comunidade de Israel e estranhos aos
  8. 8. concertos da promessa, não tendo esperança e sem D-us no mundo.”Ef 2:11,12 Note que os gentios chamados incircuncisão (não circuncidados)achavam-se totalmente fora dos planos divinos. Sem D-us, semesperança, sem direito às promessas feitas a Abraão e seusdescendentes, e sobretudo, separados da comunidade de Israel. Ora,se estavam separados da comunidade de Israel, fica evidente queIsrael sempre foi o canal utilizado por D-us para salvar e executarSeus planos e promessas. Observe que no Mashiach econseqüentemente na kehilah, os gentios convertidos sãoincorporados na comunidade de Israel, perdendo a condição degentios e tornando-se israelitas. Sendo assim, concluímos que akehilah não é uma comunidade estranha, mas sim parte dopróprio Israel.“E, se sois do Mashiach, então, sois descendentes de Abraão eherdeiros conforme a promessa.” Gl 3:29Para mais detalhes você pode ler Efésios 2:13-22. Vale lembrar mais uma vez que Israel, como nação, foi endurecidopor D-us, cumprindo um propósito divino. Desde então, como nação,este povo permanece endurecido, o que permitiu aos gentios, seremenxertados, até que a plenitude dos gentios haja entrado. Quanto aesta verdade não podemos estar ignorantes, considerando amisericórdia do Pai para com todos. Individualmente, muitos de nossopovo crêem em Yeshua e aceitam a Nova Aliança. Para maiores esclarecimentos, podemos ler as palavras de Pauloem Romanos 11:1,7,8,11,25,26 e Romanos 9:27. Na vinda doMashiach o remanescente de Israel se converterá ao Senhor,reconhecendo-o e sendo purificado.A grande multidão Conforme já mencionado, D-us planejou a reedificação doTabernáculo de Davi. Isto deu-se com a organização eestabelecimento da kehilah, o que possibilitou o ingresso dos gentios
  9. 9. convertidos à comunidade de Israel. Outras citações da BritChadashah confirmam este propósito de D-us.“Como também diz em Oséias: Chamarei meu povo ao que não erameu povo; e amada, à que não era amada.” Rm 9:25“Vós que, em outro tempo, não éreis povo, mas agora, sois povo deD-us; que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastesmisericórdia.” 1 Pe 2:10 Iniciando com o centurião Cornélio, os gentios convertidos passarama ser participantes da kehilah, não mais como estrangeiros, mas comomembros da família de D-us.“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, masconcidadãos dos Santos e da família de D-us; edificados sobre ofundamento dos apóstolos e dos profetas, de que YeshuaHaMashiach é a principal pedra da esquina;” Ef 2:19,20Observe que desta forma os gentios estavam no mesmo fundamentodo judaísmo.“E abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço, por verdade, que D-usnão faz acepção de pessoas; mas que lhe é agradável aquele que, emqualquer nação, o teme e faz o que é justo.” At 10:35“Na verdade, até aos gentios deu D-us, o arrependimento para a vida.”At 11:18 O endurecimento de Israel, quanto ao Mashiach, acabou por torná-louma pedra de tropeço para eles, uma vez que, como nação, não oreconheceriam, até que novamente Ele volte como Reis dos reis.“Pelo que também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião apedra principal da esquina, eleita e preciosa; e quem nela crer nãoserá confundido. E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas,para os rebeldes, a pedra que os edificadores reprovaram, essa foi aprincipal da esquina; e uma pedra de tropeço e rocha de escândalo,
  10. 10. para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para oque também foram destinados.” I Pe 2:6-8Mas Israel, que buscava a lei da justiça, não chegou à lei da justiça.Por quê? Porque não foi pela fé, mas como que pelas obras da lei.Tropeçaram na pedra de tropeço, como está escrito: Eis que eu ponhoem Sião uma pedra de tropeço e uma rocha de escândalo; e todoaquele que crer nela não será confundido.” Rm 9:31-33“A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se cabeça de esquina.”Sl 118:22, Is 28:16 Mas vale recordar o que estudamos há pouco. Tropeçaram para quecaíssem? De modo nenhum, mas pela sua queda abriu-se aoportunidade para os goim (gentios), conforme disse o apóstolo Pauloaos Romanos. E assim será, até que se dê a restauração completa deIsrael com o Mashiach, na Sua vinda, quando a nação de Israelchorará e se converterá ao Senhor. Até então, judeus estarãoindividualmente, ainda que em pequeno número, pelo testemunho daKehilah, unindo-se à Nova Aliança.

×