Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Brincar precisa-se!

352 views

Published on

"Brincar, brincar, brincar. O psicólogo Eduardo Sá não se cansa de frisar a importância de se dedicar mais tempo às brincadeiras e menos aos trabalhos da escola. No domingo, assinala-se o Dia Mundial da Criança, um dia que devia ser lembrado todos os dias.". Artigo do Jornal de Leiria, 29 de Maio de 2014

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Brincar precisa-se!

  1. 1. Sociedade Jornal de Leiria 29 de Maio de 2014 11 Sociedade FFÉRIAS PEDAGÓGICAS V ERÃO 20 14 Piscina Geocaching “Descobrir Leiria” Caminhadas Piqueniques Visitas de Estudo (Agromuseu Dona Julinha, Vale do Lapedo, Moinho de Papel, …) Ténis e Ténis de Mesa Fitness Matemática + Divertida Ciência + Divertida Trabalhos Manuais Yoga Jogos Pedagógicos Jogos Tradicionais Torneios de Xadrez Cinema … Destinatários Crianças dos 6 aos 14 anos Horário Das 8:30 às 19:30 Informações | Inscrições geral@xplicamais.com 244 836 438 966 408 753 912 073 743 CCalendarização de atividades em www.xplicamais.com 12€ por dia Almoço a preço reduzido Nas Férias precisamos de brincar, mas também podemos aprender! R. Afonso Lopes Vieira, Lote 55 – Loja 53 2400 - 082 Leiria Junto à Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo PUBLICIDADE Elisabete Cruz elisabete.cruz@jornaldeleiria.pt T Brincar, brincar, brincar. O psi- cólogo Eduardo Sá não se cansa de frisar a importância de se dedicar mais tempo às brincadeiras e me- nos aos trabalhos da escola. No do- mingo, assinala-se o Dia Mundial da Criança, um dia que devia ser lembrado todos os dias. No I Fórum Famílias, que se de- bruçou sobre A relação dos pais com a escola, Eduardo Sá insistiu com pais, professores e educado- res para disponibilizarem mais tempo às crianças para a brinca- deira. “Era muito importante que se pudesse dizer que o jardim de infância é muito importante para brincar, que brincar é um patri- mónio da humanidade e que as crianças saudáveis têm de brincar todos os dias”. Portanto, “pais, professores e educadores deviam tornar obrigatório brincar todos os dias”, pois “as crianças que não brincam todos os dias adoecem em suaves prestações”, destacou o especialista. EduardoSácritica,sobretudo,oen- sinoobrigatório,nomeadamenteoen- sino básico. “Gostava que os pais ti- vessem a noção de que a família é mais importante que a escola e que brincar é tão importante quanto aprender. Esta ideia demasiado es- colarizada do mundo, com o devido respeito, é uma perfeita idiotice. As crianças não precisam estar muitas horas na escola para aprender.” Segundo o psicólogo, “se os res- tras disciplinas para carregarem as crianças com matemática e portu- guês. Entramos neste registo, em que toda a gente trabalha para os rankings.Emportuguêsclaro,aisso chama-se trabalhar para a vaidade. As pessoas quando são vaidosas tornam-se estúpidas.” 'Brincando'comasituação,eduar- do Sá desafia a autarquia de Leiria – organizadora do Fórum – a criar um rankingdos“melhoresrecreios”.“Já agora poderia criar-se um ranking, uma espécie de quadro de honra, para os alunos faladores. Falar é um patrimóniopreciosoeaescola,para ser uma escola, deve ser uma praça onde as pessoas conversam umas comasoutras”,acrescentou,justifi- cando que “os alunos aprendem mais quando conversam com um professor,doquequandoeledebita matéria.Oprofessoréumbemdepri- meira necessidade.” Para o especialista, as explica- ções são uma “epidemia”, que evi- dencia “o quanto a escola está a fa- lhar”. Eduardo Sá entende que é o momento da associação de profes- sores de matemática, por exemplo, “parar dez minutos e perguntar o que está a falhar no ensino da ma- temática”. Regra geral, as crianças “para terem sucesso educativo na matemática têm que ter explica- ções”. “Isto diz alguma coisa do que está a falhar no ensino da ma- temáticaounão?Enãoésensatoque se retirem daqui as consequências comtodaahumildadeprofessorese pais incluídos, para mudar tudo isto? Parece-me que sim.” Crianças chegam a estudar oito horas por dia PsicólogoEduardoSálamentaquepaiseescolaesqueçamdedartempolivreàscrianças Brincarprecisa-se! Déficedeatenção Aulasde90minutos? Nãoobrigada Asaulasde90minutossão responsáveispelonúmeroelevado decriançascomdéficedeatenção. “Sequerempromoverosucesso educativodeixemdeandarnesta vertigemdeaulasemaisaulase, porfavor,sejammaisgenerosos nostemposderecreio.Recreiosde dezminutosfazemmalàsaúde, porquelhesdátrêsminutosparair àcasadebanho,trêsminutospara comerpão,trêsminutospara brincareficamostrocos.Etrês minutosparabrincarentrepacotes deaulasde90obviamentequesão osmelhoresamigosdosdéficede atenção.”EduardoSáquestiona comoéqueascriançaspodem estaratentasse“saemàs8horase entramàs20horasemcasa”.Neste intervalo,“têmaulassobreaulas, ateliersdetemposlivresque são actividadeescolarpartedois”.A situaçãopioracomasactividades extra-curriculares,explicaçõese trabalhosdecasa.“Qualémais- valiadostrabalhosdecasanum contextodeste?Ascrianças adoramosprofessores,aescolae brincar,masseéparaisto,as criançassaudáveisdizem frequentementehojenãovouà escola,porqueéevidentequenão estamosaensiná-lasasermais inteligentes,masarepetir,queé tudoaquiloqueascrianças inteligentesnãodevemfazer”. ponsáveis políticos ao nível central fossem honestos, teriam obriga- ção de explicar aos cidadãos porque é que as crianças passam cada vez mais horas nas escolas e, ao mesmo tempo, têm resultados nos exames nacionais que são uma verdadeira vergonha”. Alertando para as “crianças de porcelana” que a sociedade está a criar, através de uma protecção exagerada, Eduardo Sá revela que “as crianças certinhas não são sau- dáveis, são crianças deprimidas”. Por isso, “as crianças saudáveis fa- zem lembrar a CGTP numa versão melhorada”. A“estupidez”dosrankings Por outro lado, “a escola devia fe- char para balanço e abrir com ou- tra gerência”. A razão, segundo o psicólogo é simples: a obsessão pelos rankings, que são “o princí- pio da estupidez humana”. Critico, Eduardo Sá lamentou que haja escolas “de inspiração cristã”, que “recusem crianças para não enviesar os rankings”. “Sei de crianças que são convida- das a sair, porque têm média de 12 e outras, com média 14 são repro- vadas administrativamente. Há es- colas em que chegam a Fevereiro e deixam de dar educação física e ou- RICARDO GRAÇA/ARQUIVO PUBLICIDADE Loja em Leiria + www.pimpumplay.pt Escola de Equitação . Quinta Pedagógica . Cavalos a Penso . Eventos Hípicos Concurso Hípico • Concurso Canino Inauguração da Quinta Pegagógica 1 JUNHO DIA ABERTO Quinta Vale do Lena . Rua do Olival, Azoia 2400-823 LEIRIA . Tm. 917 444 277 www.quintavaledolena.pt

×