DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS3º trimestre de 2012 (legislação societária)Teleconferência/Webcast29 de Outubro de 2012
AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas do...
DESTAQUES NO TRIMESTRE» Lucro líquido de R$ 5.567 milhões e EBITDA de R$ 14.375 milhões» Produção de óleo no Brasil de 1.9...
PRODUÇÃO DE ÓLEO E LGN (BRASIL)Mil bpd                                         2011                                       ...
PREÇOS DOMÉSTICO E INTERNACIONAL                         260                                                              ...
CUSTO DE EXTRAÇÃO                                                                                69,83                    ...
PRODUÇÃO NACIONAL DE DERIVADOS             Produção de derivados*                                         Carga Processada...
VENDAS DE DERIVADOS - BRASIL                                              +6,4%                                           ...
BALANÇA COMERCIAL                  Exportações                                 Importações                                ...
LUCRO OPERACIONAL 3T12 VS 2T12                                       5.746                                                ...
LUCRO LÍQUIDO 3T12 VS 2T12                                                                    618R$ milhões               ...
EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 3T12 VS 2T12                16.172              312                                                 ...
ABASTECIMENTO 3T12 VS 2T12R$ milhões                                                1.402                                3...
ENDIVIDAMENTO                   R$ Bilhões                          30/09/12             30/06/12     Endividamento de Cur...
INVESTIMENTOS                9M2011                                                          9M2012           R$ 50,8 bilh...
Informações:Relacionamento com Investidores+55 21 3224-1510petroinvest@petrobras.com.br                                  16
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Webcast - 3º trimestre de 2012

7,182 views

Published on

Divulgação de Resultados (legislação societária)
29 de Outubro de 2012

DESTAQUES NO TRIMESTRE
» Lucro líquido de R$ 5.567 milhões e EBITDA de R$ 14.375 milhões
» Produção de óleo no Brasil de 1.904 mil boed (-3% vs. 2T12) e de gás natural de 377 mil boed (+4% vs. 2T12)
» Início da produção do FPSO Cid. de Anchieta em 10/09
» Produção atual: 42 mil bpd com 3 poços
» Pico de produção (100 kbpd): Março/2013
» Descobertas: Grana Padano (Espirito Santo), Pecém (Ceará), Barra e Moita Bonita (Sergipe Alagoas)
» Recorde de produção de derivados (2.026 mil bpd no 3T12 vs. XX
1.886 mil bpd no 3T11)
» Início de operação da unidade de coque na REPAR
» Participação no Dow Jones Sustainability Index pelo 7º ano consecutivo.

Published in: Investor Relations
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
7,182
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5,967
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Webcast - 3º trimestre de 2012

  1. 1. DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS3º trimestre de 2012 (legislação societária)Teleconferência/Webcast29 de Outubro de 2012
  2. 2. AVISO Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia sobre condições futuras da economia, além do setor de atuação, do desempenho e dos resultados financeiros da Companhia, dentre outros. Os termos Aviso aos Investidores Norte-Americanos: “antecipa", "acredita", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "projeta", "objetiva", A SEC somente permite que as companhias de "deverá", bem como outros termos similares, visam óleo e gás incluam em seus relatórios a identificar tais previsões, as quais, evidentemente, arquivados reservas provadas que a Companhia envolvem riscos e incertezas previstos ou não pela tenha comprovado por produção ou testes de Companhia e, consequentemente, não são garantias formação conclusivos que sejam viáveis de resultados futuros da Companhia. Portanto, os econômica e legalmente nas condições resultados futuros das operações da Companhia econômicas e operacionais vigentes. Utilizamos podem diferir das atuais expectativas, e o leitor não alguns termos nesta apresentação, tais como deve se basear exclusivamente nas informações descobertas, que as orientações da SEC nos aqui contidas. A Companhia não se obriga a proíbem de usar em nossos relatórios atualizar as apresentações e previsões à luz de arquivados. novas informações ou de seus desdobramentos futuros. Os valores informados para 2012 em diante são estimativas ou metas. 2
  3. 3. DESTAQUES NO TRIMESTRE» Lucro líquido de R$ 5.567 milhões e EBITDA de R$ 14.375 milhões» Produção de óleo no Brasil de 1.904 mil boed (-3% vs. 2T12) e de gás natural de 377 mil boed (+4% vs. 2T12)» Início da produção do FPSO Cid. de Anchieta em 10/09 » Produção atual: 42 mil bpd com 3 poços » Pico de produção (100 kbpd): Março/2013» Descobertas: Grana Padano (Espirito Santo), Pecém (Ceará), Barra e Moita Bonita (Sergipe Alagoas)» Recorde de produção de derivados (2.026 mil bpd no 3T12 vs. XX 1.886 mil bpd no 3T11)» Início de operação da unidade de coque na REPAR» Participação no Dow Jones Sustainability Index pelo 7º ano consecutivo FPSO Cidade de Anchieta 3
  4. 4. PRODUÇÃO DE ÓLEO E LGN (BRASIL)Mil bpd 2011 20122.200 3T11 2T12 3T122.150 Média 1.978 2.110 Média 1.970 Média 1.9042.100 2.069 2.061 2.040 2.047 2.084 2.0982.050 2.002 1.9892.000 2.020 2.003 2.003 2.001 1.993 1.9411.950 1.968 1.963 1.961 1.9601.900 1.940 1.9281.850 1.843 50 * jan-11 fev-11 mar-11abr-11 mai-11 jun-11 jul-11 ago-11 set-11 out-11 nov-11 dez-11 jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 out-12 Previsão Operacional • Paradas programadas: 77 kbpd no 3T12 vs. 52 kbpd no 2T12 • Declínio natural da produção no 3T12: 57 kbpd • Manutenção da meta de produção para 2012 4
  5. 5. PREÇOS DOMÉSTICO E INTERNACIONAL 260 900 240 800 220 700 200 600 180 R$/bbl Mil bpd 500 160 400 140 300 120 100 200 80 100 60 0 jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 PMR Brasil(1) PMR USGC(2) Importação de Gasolina Importação de Diesel • Maior defasagem dos preços no trimestre • Crescimento das importaçõesNota: (1) Preço Médio Ponderado de Realização de Diesel, Gasolina, Nafta, GLP, QAV e Óleo Combustível (2) Preço Médio de Realização no United States Gulf Coast, considerando os mesmos volumes e produtos vendidos no Brasil 5
  6. 6. CUSTO DE EXTRAÇÃO 69,83 65,11 60,04 61,73 54,11 38,68 38,48 37,57 39,03 31,80 R$/Barril 31,15 22,31 22,47 22,70 26,63 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 Lifting Cost Participações Governamentais • Incremento de gasto com pessoal • Maiores intervenções em poços • Menor produção 6 6
  7. 7. PRODUÇÃO NACIONAL DE DERIVADOS Produção de derivados* Carga Processada Custo de Refino mil bpd mil bpd R$/barril 2.008 2.026 96% 98% 2.500 93% 100 1.886 90 541 549 1.927 1.974 511 2.000 1.866 80 341 385 70 147 144 316 133 1.500 60 9,31 441 439 8,56 406 50 7,68 1.000 40 1.550 1.586 1.529 30 836 878 894 500 20 10 0 0 3T11 2T12 3T12 3T11 2T12 3T12 3T11 2T12 3T12 Outros GLP Gasolina Diesel + QAV Utilização da Capac. Petróleo Imp. Petróleo Nac. Nominal (%) • Recorde de performance operacional • Custo de Refino: maiores gastos com pessoal e paradas programadas* Inclui produção de GLP pelo E&P 7 Confidencial
  8. 8. VENDAS DE DERIVADOS - BRASIL +6,4% +5% 2.237 2.350 2.208 459 435 431 232 235 228 +2% 557 569 488 mil bpd +7% 1.050 1.021 1.090 3T11 2T12 3T12 Diesel + QAV Gasolina GLP Outros • Aumento das vendas devido ao crescimento econômico e sazonalidade 8 Confidencial
  9. 9. BALANÇA COMERCIAL Exportações Importações Saldo +1% +14% -14% 815 822 -1% 724mil bpd 642 316 385 554 551 341 +57% 458 351 228 +60% 375 190 51 195 44 84 -173 134 172 148 219 50 31 28 144 163 142 -170 10 -271 -10 3T11 2T12 3T12 3T11 2T12 3T12 -180 -315 -261 3T11 2T12 3T12 Petróleo OC Outros Derivados Diesel Gasolina Derivados • Crescimento das vendas atendido por importações 9
  10. 10. LUCRO OPERACIONAL 3T12 VS 2T12 5.746 1.475 8.600 (3.675)R$ milhões 5.282 (228) 2T12 Receita CPV Despesas de Demais 3T12 Lucro Operacional de Vendas vendas, gerais e despesas Lucro Operacional adm. • Preços de venda mais elevados e menores baixas de poços elevaram o lucro operacional 10
  11. 11. LUCRO LÍQUIDO 3T12 VS 2T12 618R$ milhões 5.838 5.567 (2.268) (593) 3.318 (1.346) 2T12 2T12 Lucro Resultado Participações em Impostos Lucro Atrib. aos Demais 3T12 3T12 Lucro Líquido Prejuízo 2T12 Operacional Lucro Financeiro Resultado Investimentos Participações Impostos despesas aos Lucro Líquido Não Control. Lucro Atrib. Lucro Líquido 3T12 Lucro Líquido Operacional Financeiro em não Control. Lucro Líquido Investimentos • Melhor resultado operacional e financeiro 11
  12. 12. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 3T12 VS 2T12 16.172 312 1.646 16.380 413 (937) (1.226)R$ milhões 2T12 Efeito Preço preço Efeito volume Efeito Volume Efeito Custo Efeito custo Efeito Volume Efeito Volume Despesas Despesas 3T12 Resultado Resultado na receita na Receita na receita na Receita médio no CPV Médio CPV no CPV Operacionais Operacionais Resultado Resultado Operacional Operacional Operacional Operacional • Menor produção e custos mais elevados foram compensados por menores baixas de poços 12
  13. 13. ABASTECIMENTO 3T12 VS 2T12R$ milhões 1.402 3.102 (891) (1.899) (397) (8.651) (9.968) 2T12 2T12 Efeito Preço Efeito Volume Efeito Preço na Efeito Volume Efeito Custo Efeito Custo Efeito Volume Efeito Volume Despesas Despesas 3T12 3T12 Resultado Resultado na Receita Receita na Receita na Receita Médio no CPV Médio no CPV no CPV no CPV Operacionais Operacionais Resultado Resultado Operacional Operacional Operacional Operacional • Perda reduzida devido aos reajustes de preços 13
  14. 14. ENDIVIDAMENTO R$ Bilhões 30/09/12 30/06/12 Endividamento de Curto Prazo 15,3 17,6 50% 1 2 5,5 Endiv.Líq./Cap. Líquida Div. Líq./EBITDA Endividamento de Longo Prazo 171,2 161,6 40% 4,5 28% 28% 179,230% 24% 24% 3,5 Endividamento Total 186,6 22% 2,46 2,42 (-) Disponibilidades ajustadas3 52,6 45,9 20% 2,5 1,66 1,61 1,41 = Endividamento Líquido 133,9 133,210% 1,5 US$ Bilhões 30/09/12 30/06/120% 0,5 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 Endividamento Líquido 66,0 65,9 -10% -0,5 -20% -1,5 • Aumento das disponibilidades devido à troca de garantias com a PETROS • Captação de €2 Bi e £450 MM no mercado europeu (concluída em 1º de outubro)1) Endividamento Líquido / ((EBITDA 9M12 / 9 X 12)2) Endividamento Líquido / (Endividamento Líquido + Patrimônio Líquido) 143) Inclui títulos federais com vencimento superior a 90 dias
  15. 15. INVESTIMENTOS 9M2011 9M2012 R$ 50,8 bilhões R$ 59,8 bilhões (U$ 31,1 bilhões) (US$ 31,1 bilhões) 1% 2% 1%2% 6% 6% 6% 5% 48% 52% 37% 34% E&P Abastecimento G&E Internacional Distribuição Biocombustível Corporativo 15
  16. 16. Informações:Relacionamento com Investidores+55 21 3224-1510petroinvest@petrobras.com.br 16

×