Relacionamento com Investidores • Ano VII • nº 28




        Petrobras em Ações
      Petrobras em Ações
DESTAQUES


    ...
LUCRATIVIDADE


                                Resultados do segundo trimestre de 2008
                              A
  ...
RENTABILIDADE


                        Petrobras tem lucro recorde histórico

                      O
                   ...
SUSTENTABILIDADE
                             Índice Dow Jones renovado pelo terceiro ano

                     P
        ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Edição 28 - Petrobras em Ações - n° 03/2008

517 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
517
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Edição 28 - Petrobras em Ações - n° 03/2008

  1. 1. Relacionamento com Investidores • Ano VII • nº 28 Petrobras em Ações Petrobras em Ações DESTAQUES Fitch eleva classificação de risco I A Petrobras recebeu da agência de Grande jazida de óleo leve classificação de risco Fitch Ratings a elevação do rating da dívida em moeda estrangeira, e a sua subsidiária PifCo (Petrobras International e gás no pré-sal Finance Co.) do nível BBB- para BBB. Esta O elevação de classificação de risco se deve aos consórcio formado pela Petrobras (80% e operadora) e reflexos da melhora do desempenho operacional Galp Energia (20%) para a exploração do bloco BM-S-24 em e financeiro da Companhia e ao volume significativo de reservas, posição estratégica, águas ultraprofundas da Bacia de Santos concluiu a per- maior transparência com o mercado e melhores furação do poço conhecido como Júpiter, que confirmou práticas de governança corporativa. a ocorrência de grande jazida de gás natural e óleo leve na camada de Óleo leve em água rasa pré-sal. Essa perfuração confirma a descoberta I A Petrobras descobriu óleo leve na Bacia anunciada em janeiro de 2008. de Santos, em águas rasas, acima da camada O poço de Júpiter, está localizado a 290 km de sal, a 200 km da costa do Estado de São Paulo. A recente descoberta tem apenas da costa do Estado do Rio de Janeiro e a 37 247 metros entre o solo marinho e o nível do km a leste da área de Tupi, em lâmina d’água mar. O óleo encontrado é leve e tem 36 ºAPI. de 2.187 metros. A profundidade final atingi- A estimativa de óleo recuperável é de médio porte, cerca de 150 milhões de barris de da foi de 5.773 metros a partir da superfície petróleo e gás natural. do mar. Oceano A perfuração deste poço consta- Investimento no Nordeste Pós-Sal I A Petrobras estuda a implantação de três tou a continuidade dos reservató- novas refinarias no Nordeste do País. No rios de gás natural e óleo leve, e de Camada de Sal Maranhão, a refinaria Premium tem uma alto teor de gás carbônico. Várias amostras capacidade prevista de processamento de 600 Pré-Sal mil barris por dia de petróleo (bpd), com início de de petróleo foram recuperadas e se encon- operação da primeira fase em 2013. No Ceará, tram em análise no Centro de Pesquisas da outra refinaria Premium, de menor porte, tem Petrobras (Cenpes) para melhor caracterizar previsão de capacidade de 300 mil bpd em 2014, e de 150 mil bpd na primeira fase. E no as porcentagens relativas de seus componen- Rio Grande do Norte outra unidade, com o gás carbô- tes. Quando em produção, previsão de produção em 2010, terá uma planta de produção de gasolina e melhoria da qualidade nico, preliminarmente identificado, de derivados, como QAV, diesel e GLP. não será descartado para a atmosfera, mas reinjetado, con- tribuindo de forma relevante para aumentar o fator de recuperação de Vinte anos na Amazônia petróleo nesses reservatórios. I A Petrobras comemora 20 anos de produção em Urucu (AM). Além de manter o nível de A descoberta de Júpiter comprovou uma significativa espessura de produção, os investimentos previstos visam reservatórios porosos. A estimativa dos volumes de óleo e gás será possí- aprimorar ainda mais a atuação na Amazônia. A atuação em Urucu ratifica o compromisso da vel após as análises das amostras de fluidos recuperados neste poço e Companhia com a preservação do meio da perfuração de novos poços. O consórcio, no qual a Petrobras é majo- ambiente, de acordo com as premissas de responsabilidade social e ambiental. dará continuidade às atividades de per- ritária e operadora, furação e fará os investimentos necessários à verificação das dimensões Novas unidades de perfuração da nova jazida, assim como das características dos reservatórios. I A Petrobras irá contratar o afretamento de 12 unidades de perfuração para utilização em águas ultraprofundas, entre 2.400 metros e 3 mil metros de profundidade. Os investimentos Lucro Renovado Índice Petrobras previstos fazem parte da carteira exploratória e recorde da Dow Jones Biocombustível: de desenvolvimento da produção da Compa- nhia e integram ações que irão assegurar o Petrobras – 3º ano visão integrada crescimento da produção de petróleo e gás natural, previsto no Planejamento Estratégico. PÁG. 3 PÁG. 4 PÁG. 4
  2. 2. LUCRATIVIDADE Resultados do segundo trimestre de 2008 A elevação das cotações interna- A produção doméstica de petróleo e relação ao primeiro semestre de 2007, cionais de petróleo e os reajustes gás natural no semestre teve aumento enquanto as vendas internacionais apre- de preços da gasolina e diesel, no de 4% no período, e a internacional sentaram queda de 7% para o mesmo mercado doméstico, levaram ao aumen- de petróleo foi 7% menor. No trimestre, período. to dos preços médios de petróleo e deri- a produção total de petróleo e gás natu- O custo de extração da Companhia, vados. Este aumento, ao lado do verifi- ral subiu 4% em relação à do segundo em reais e sem as participações governa- cado nas vendas, permitiu a elevação trimestre do ano passado. A produção de mentais, apresentou aumento de 6% na do lucro líquido consolidado, que derivados no Brasil apresentou aumento comparação entre os primeiros semes- atingiu o patamar recorde em um de 1% no primeiro semestre de 2008 em tres de 2007 e 2008. Considerando as semestre de R$ 15 bilhões 708 mi- relação a 2007, enquanto a utilização participações governamentais, o custo lhões. A receita operacional líquida da capacidade instalada aumentou qua- em reais aumentou 37% na comparação também registrou forte aumento, subin- tro pontos percentuais, alcançando entre esses períodos. O endividamen- do 26% quando comparada ao mes- 93%. A produção internacional apre- to líquido apresentou queda de mo período do ano anterior, atingindo sentou queda de 39% devido a paradas 3% em relação ao primeiro trimestre de R$ 101 bilhões 462 milhões. programadas em refinarias da Argenti- 2008, em função do fluxo de caixa gera- Impulsionado pelos aumentos de na e EUA e à venda das refinarias na do durante o período. 10% e 15%, em maio, na gasolina e die- Bolívia (2007). Esta queda foi parcial- A Petrobras apresenta signi- sel, respectivamente, e pelos reajustes mente compensada pela produção da ficativo aumento no valor de nos demais derivados comercializados refinaria do Japão no segundo trimestre mercado desde 2007, impulsionado pela Companhia, o preço médio de deri- de 2008. A utilização da capacidade ins- pelas descobertas de gás e petróleo vados em reais subiu 11% (34% em talada no exterior apresentou queda de leve na região do pré-sal e pela pers- US$) no primeiro semestre de 2008 em 26% no período. pectiva de crescimento da produção, relação ao mesmo período de 2007. O As vendas no mercado domés- além do aumento dos preços interna- preço do petróleo Brent, no entanto, tico ficaram aquecidas no período, cionais do petróleo. Neste semestre, o apresentou um aumento maior (73% com crescimento de 8% em relação valor de mercado da Companhia atin- em US$) no período. Como resultado, as ao primeiro semestre de 2007. Quanto giu R$ 457 bilhões, um aumento de margens de refino foram comprimidas, ao mercado externo, as exportações 87% em relação ao mesmo período do acompanhando tendência mundial. apresentaram aumento de 2% em ano anterior. Variação Nominal das Ações Dados Econômico-Financeiros RESULTADOS & RETROSPECTIVA 2º Trimestre Em R$ Milhões 2008 2007 Variação (%) 1000 755% (Petrobras ON) Vendas brutas 67.014 53.633 25 900 697% (Petrobras PN) Vendas líquidas 54.570 41.798 31 477% (Ibovespa) 800 Lucro bruto 21.238 17.309 23 700 Lucro operacional * 15.502 11.614 33 Lucro líquido 8.783 6.800 29 600 Lucro líquido por ação (R$) 1,00 1,55 -35 500 Geração de caixa operacional 11.888 13.184 -10 400 Ebitda 18.131 14.269 27 300 Valor de mercado (controladora) 457.401 244.659 87 200 Total de investimentos 10.702 11.495 -7 Endividamento líquido 30.909 21.966 41 100 Estrutura de capital (capital de terceiros 0 líquido / passivo total líquido) 46% 45% 1 pp Dez-02 Fev-03 Abr-03 Jun-03 Ago-03 Out-03 Dez-03 Fev-04 Abr-04 Jun-04 Ago-04 Out-04 Dez-04 Fev-05 Abr-05 Jun-05 Ago-05 Out-05 Dez-05 Fev-06 Abr-06 Jun-06 Ago-06 Out-06 Dez-06 Fev-07 Abr-07 Jun-07 Ago-07 Out-07 Dez-07 Fev-08 Abr-08 Jun-08 * Antes das receitas e despesas financeiras e da equivalência patrimonial. Variação Real Acumulada* Resultados Operacionais 2º Trimestre 900% 847,5% I Ibovespa Em mil barris de óleo equivalente/dia 2008 2007 Variação (%) 800% Produção total de petróleo, LGN e I Petrobras PN 700% gás natural 2.389 2.303 4 I Petrobras ON 600% 555,4% Produção total de derivados 2.039 2.074 (2) 500% 417,8% 400% 364,2% Exportação líquida de petróleo e derivados 62 23 170 300% Capacidade de utilização das refinarias 200% 186,4% – no Brasil 95% 89% 6 pp 99,4% 100% 57,1% 35,5% Capacidade de utilização das refinarias 0% -15,9% – no exterior 64% 85% -21 pp -100% 10 Anos 5 Anos 1 Ano Participação do óleo nacional na carga processada 77% 78% -1 pp * Como deflator foi utilizado o IGP-DI
  3. 3. RENTABILIDADE Petrobras tem lucro recorde histórico O lucro da Petrobras no primei- derivados e a redução de custos. As des- nhia registrou o terceiro maior lucro, ro semestre de 2008 atingiu pesas operacionais da Companhia dimi- em dólar, no trimestre, entre as em- uma marca recorde históri- nuíram 6% nos primeiros seis meses de presas de capital aberto da América La- ca: R$ 15,7 bilhões, o que representa 2008. Esse quadro impulsionou a gera- tina e EUA. um aumento de 44% em comparação ção de caixa da Empresa, que chegou a Novas unidades de produção ini- ao mesmo período de 2007. Consi- R$ 32,7 bilhões, assegurando recursos ciaram o funcionamento em 2007 e derando-se somente o segundo trimestre ao plano de investimentos – que alcança- outras começarão a produzir ainda este deste ano, o resultado foi de R$ 8,8 bi- ram o volume recorde de R$ 20,9 bi- ano. Em 2007, cinco novas platafor- lhões, 29% superior ao registrado entre lhões – e possibilitando reduzir o nível mas entraram em operação. Outras abril e junho do ano passado e também de endividamento. três começarão a operar este ano. Uma o maior da história para o período. O valor de mercado da Petrobras delas será a P-51, a primeira plata- Quatro fatores se destacaram no al- tem apresentado crescimento acen- forma inteiramente construída no cance desses resultados: o aumento dos tuado desde 2007. Atingiu R$ 457 bi- Brasil. Estas novas unidades irão refor- preços médios de venda de óleo e de- lhões no primeiro semestre de 2008 – çar a expectativa de crescimento da rivados, o aumento da produção de pe- um aumento de 87% em relação ao Companhia, contribuindo para o cum- tróleo, os maiores volumes vendidos de mesmo período em 2007. A Compa- primento de seu Plano Estratégico. INTERNACIONALIZAÇÃO NOVAS FRONTEIRAS Expansão de atuação Descobertas de óleo leve nos EUA e na África em águas ultraprofundas A O Petrobras participou da descoberta em águas ultra- consórcio Iara, formado pela Petrobras (65%), BG profundas no Golfo do México e também iniciou o Group (25%) e Galp Energia (10%) para a explo- processo de produção em lâmina d’água na costa ração de um poço em águas ultraprofundas na da Nigéria. Bacia de Santos, comprovou a ocorrência de jazida Por meio de sua subsidiária Petrobras America de petróleo leve no reservatório de pré-sal, com Inc., em Houston, nos EUA, a Companhia descobriu densidade em torno de 30 ºAPI. hidrocarbonetos no Golfo do México Central. O poço O bloco BM-S-11 é composto por duas Stones 3 foi perfurado no Quadrante Walker Ridge. A áreas exploratórias. A maior delas deno- Petrobras detém 25% de participação no consórcio. minada Tupi, e esta área menor do O poço está localizado a 2.286 metros de profundidade bloco original, conhecido como d’água. No momento, as atividades de perfuração e avalia- Iara, a cerca de 230 km do lito- ção estão sendo planejadas, visando definir o tamanho e a ral do Rio de Janeiro, em comercialidade desta nova descoberta. águas cuja profundidade é O resultado apresentado confirma o potencial para sig- de 2.230 metros. nificativas reservas de óleo nessa área do Golfo do México, A descoberta foi com- onde a Petrobras também opera os campos de Cascade e provada por meio de amos- Chinook, estando em fase de desenvolvimento de produção tragem de petróleo leve, e de construção das instalações. A Companhia será pioneira por teste a cabo, em reserva- no uso deste tipo de plataforma (FPSO – Floating, Production, tórios localizados a cerca de Storage and Offloading). O início de produção está esti- 5.600 metros de profundidade. mado para 2010. Após a conclusão do poço, o con- Na costa ocidental da África, na Nigéria, a Petrobras sórcio dará continuidade às ativida- iniciou em julho a produção de óleo leve (densidade entre des e investimentos necessários à verifica- 45 e 48 oAPI) no campo de Agbami, em lâmina d’água ção das dimensões da jazida e das características dos aproximada de 1.400 metros. Esse campo tem capacidade reservatórios de petróleo. para produzir 250 mil bpd e terá uma instala- A Petrobras realizou também uma nova descoberta ção do tipo FPSO. O pico de produção deve de óleo leve (27 ºAPI) na Bacia do Espírito Santo, no ocorrer no segundo semestre de 2009. campo de Golfinho, distante 60 km da cidade de Vitória, Essa produção represen- em lâmina d’água de 1.374 metros. As primeiras estima- tará 13% do volume tivas apontam um potencial de 150 milhões de barris de total da Petrobras óleo recuperável. Esta descoberta abre novas perspectivas no exterior. exploratórias para a área. O fato de ter infra-estrutura já instalada no campo de Golfinho favorece a Empresa, que detém a concessão plena e pode incorporar tais volumes rapidamente às suas reservas.
  4. 4. SUSTENTABILIDADE Índice Dow Jones renovado pelo terceiro ano P elo terceiro ano consecutivo, a tos. Este índice é muito relevante se for Petrobras continua a integrar o levado em conta que apenas 20 empre- Dow Jones Sustainability Index 9 sas do setor de Óleo e Gás o integram. (DJSI), o mais importante índice mun- A permanência no índice demons- dial de sustentabilidade. Obtido no iní- mais de 2.500 empresas em 57 setores tra o reconhecimento do empenho da cio de setembro, este resultado consoli- em todo o mundo. A avaliação e a par- Petrobras, nos últimos anos, na área da a Companhia como uma das oito ticipação neste índice são usadas como ambiental, na transparência de seus empresas brasileiras mais sustentáveis. parâmetros de análise de investidores processos contábeis, de divulgação de O índice avalia fatores de desempe- sociais e ambientalmente responsáveis, informações e nas práticas de gover- nho econômico, ambiental e social de de forma a direcionar seus investimen- nança corporativa. PAINEL DE NOTÍCIAS Petrobras entre as cinco líderes de energia Primeira De acordo com estudos da consultoria financeira Goldman Sachs, plataforma da a Petrobras está entre as cinco líderes mundiais no setor de energia e é a Petrobras segunda maior empresa da América Latina. O relatório da consultoria completa 40 anos financeira analisou e levou em conta critérios específicos, como retorno de capital, posicionamento na indústria, questões de governança corporativa e A primeira plataforma de de responsabilidade socioambiental. Destaca ainda as fortes perspectivas petróleo construída pela Petrobras, de crescimento da Petrobras após a descoberta do pré-sal e prevê um dos a P-I, completou 40 anos. Ela ainda maiores crescimentos no setor na próxima década. No quesito gestão de está em atividade, atuando em ações governança e responsabilidade socioambiental, o sistema da Companhia é de apoio a outras plataformas. apontado como um dos melhores. Construída em 1968, a P-I atua na costa do Rio Grande do Norte, em águas rasas. E possui a marca histó- Petrobras é destaque rica de perfurar em torno de 243 mil entre sites sustentáveis metros em todo o litoral brasileiro. O portal de Relações com In- vestidores da Petrobras se destacou, no segundo Estudos de websites mais sus- @ tentáveis de empresas listadas no Iboves- Petrobras pa, segundo a consultoria espanhola Ma- Biocombustível nagement & Excellence. O destaque se deve ao fato de a área de RI utilizar seu Visão de empresa de energia website (www.petrobras.com.br) como uma importante ferramenta de comuni- A Petrobras criou a subsidiária cação para difundir as práticas sustentá- Petrobras Biocombustível com o pro- veis. O estudo realizado analisa o poder pósito de desenvolver as atividades no de comunicação dos sites de empresas. segmento de biocombustíveis. Com isso, amplia o compromisso junto ao meio ambiente, a questão do desenvolvimento sustentável e reforça a visão de uma em- Aquisição de ativos de distribuição no Chile presa integrada de energia, contribuindo para reduzir o aquecimento global. A criação da empresa visa concentrar S egundo o processo de ampliação dos negócios da Petrobras, foi assi- nado um acordo de com- combustíveis nos mercados de varejo, industrial e de aviação, além de postos de serviços, entre outras participações. todos os projetos relacionados à produção pra de empresas de distri- Esta aquisição consolida a presença de biocombustíveis, estando previstos buição e logística no Chile. da Companhia no segmento de distri- investimentos de US$ 1,5 bilhão até As empresas são prove- buição de combustíveis na América 2012. O objetivo da empresa é se tornar nientes da Exxon Móbil, Latina, onde a Empresa já vem ope- líder na produção de biodiesel e ampliar a com participação na Esso rando na Argentina, Colômbia, participação no negócio de etanol, com Chile Petrolera, entre ou- Paraguai e no Uruguai, além vistas ao mercado internacional e levando tras empresas chilenas do Brasil, por meio de uma em conta a importância do biocombustí- associadas. O acordo rede de cerca de mil pos- vel no cenário geopolítico no mundo. abrange o negócio de tos de serviço. Informativo publicado pela Gerência de Relacionamento com Investidores da Petrobras • Gerente executivo: Theodore Helms • Editor e jornalista responsável: Cláudio Paula (RJ-21059-JP) • Redação: Orlando Gonçalves Jr. • Colaboração: Ana Paula Carvalho e Alexandre Cunha • Contato: Suporte ao Acionista Tels.: (21) 3224-1540/4914 e 0800 282 1540 • Fax: (21) 2262-3678 • Endereço: Av. República do Chile, 65 / Sala 2202-B • Centro – Rio de Janeiro – RJ – 20031-912 • E-mail: acionistas@petrobras.com.br • Projeto gráfico e diagramação: Estúdio Matiz Visite nosso site www.petrobras.com.br/ri

×