A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a      Indústria Naval e Offshore no Brasil   20/09/12
Fundamentos do Plano de Negócios e Gestão - PNG 2012-2016                                                                 ...
PNG 2012-2016: US$ 236,5 bilhões         E&P                         Abastecimento                       Gás & Energia    ...
Plano de Negócios e Gestão 2012-2016:Investimentos Influenciam a Indústria Naval e Offshore         E&P                   ...
Investimentos no País Catalisam a Indústria Naval e Offshore:                                                 US$ 107,6 bi...
Petrobras Hoje:Reservas Provadas + Volumes Potencialmente Recuperáveis: 31,5 bi boe                Reservas Provadas Petro...
Novas Embarcações e Equipamentos                                                                            PN 2011-2015  ...
Novas Embarcações e Equipamentos                                                                            PN 2011-2015  ...
38 Unidades Estacionárias de Produção: 2012 - 2020                                                                 Produçã...
38 Unidades Estacionárias de Produção: 2012 - 2020                                                                 Produçã...
50 Novas Sondas de Perfuração: 2012 - 2020                                                        Pacific Mistral         ...
50 Novas Sondas de Perfuração: 2012 - 2020                                                        Pacific Mistral         ...
49 Navios do PROMEF: 2012 - 2020                                                                                          ...
49 Navios do PROMEF: 2012 - 2020                                                                                          ...
Principais Estaleiros e Canteiros c/ Relações Comerciais com a Petrobras                                                  ...
Porto do Rio Grande – Estaleiro Honório Bicalho - RSMão de Obra no Pico: 4.000 pessoas em mai/13             • P-58 (CL: 6...
Estaleiro Honório Bicalho - Porto do Rio Grande - RS                                                                 4.200...
Estaleiro Rio Grande – ERG 1 (RS): Cascos Pré-Sal BM-S-11 e BM-S-9Mão de Obra no Pico (ERG 1 e 2): 7.750 pessoas em jul/15...
P-66                                                                                                                      ...
Estaleiro Rio Grande – ERG 1 - RS                                                                                         ...
Estaleiro Rio Grande – ERG 2 (RS)Mão de Obra no Pico (ERG 1 e 2): 7.750 pessoas em jul/15                                 ...
Estaleiro Rio Grande – ERG 1 - RS                           2                                                             ...
Estaleiro BrasFels – Angra dos Reis (RJ)Mão de Obra no Pico: 7.900 pessoas em ago/12                 • 6 SONDAS semissubme...
Estaleiro BrasFels - RJ                                                                                                   ...
Estaleiro BrasFels - RJ                                                                9                                  ...
Canteiro UTC Engenharia – Niterói (RJ)Mão de Obra no Pico: 3.000 pessoas em ago/12          • P-55 (CL: 65%)(Roncador Mod....
Canteiro UTC Engenharia - RJ                                                                                              ...
Módulos da P-58 Partindo do Rio de Janeiro (UTC) para Integração em Rio Grande (Porto do Rio Grande)                      ...
Estaleiro Brasa – Niterói (RJ)Mão de Obra no Pico: 1.900 pessoas em mar/13                                                ...
Estaleiro Brasa - RJ                                                                                                      ...
Estaleiro Inhaúma – (RJ): Cascos do Pré-Sal - Cessão OnerosaMão de Obra no Pico: 5.100 pessoas em jan/13              • P-...
Estaleiro Inhaúma - RJ                                                                                                    ...
Estaleiro Mauá – (RJ): Navios do PROMEFMão de Obra no Pico: 3.300 pessoas em jul/14                  • Celso Furtado (CL: ...
Estaleiro Mauá - RJ                                                                                                       ...
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012

7,202 views

Published on

Apresentação da Presidente Maria das Graças Foster - Rio Oil & Gas, 20 de setembro de 2012

Published in: Investor Relations
1 Comment
6 Likes
Statistics
Notes
  • 20-Título = Jogando.net/mu Venha se divertir de verdade !!!
    [b]Ola,sou o Pr1nceMG,Divulgador oficial do Servidor de Mu online Season 6 do Brasil
    ESTÁ ON HÁ MAIS DE 5 ANOS,Produzindo sua Diversão com qualidade.
    TODOS OS SERVERS ficam ON 24 horas por dia, Sempre Buscamos o Melhor para os Gamers.
    São varios Server esperando por você :
    * MuWar' 1000x/1500x
    * Super - 10.000x ** Pvp 15.000x
    * Very Easy - 5.000x
    * Hard 100 x
    * Extreme 10x
    * Novo servidor Phoenix: Free 3000x | Vip: 4000x Phoenix
    SÓ NO http://www.jogando.net/mu VOCÊ ENCONTRA
    Os Melhores itens e kits mais tops de um server De MU Online:
    * Novas asas level 4
    * Novos Kits DEVASTADOR
    * Novos Kits DIAMOND v2 + Kit Mystical (a combinação da super força)
    * Novos Sets especiais de TIME.
    *CASTLE SIEGE AOS SÁBADOS e DOMINGOS.
    Site http://www.jogando.net/mu/
    Esperamos pela sua visita.Sejam todos muito benvindos ao nosso Servidor.
    *Um mês de grandes eventos e Promoções do dia das Crianças e Sorteio de 1 iPad e 2.000.000 de Golds!
    E obrigado pela atençao de todos voces !!!
    Conheça também animes cloud http://animescloud.com/ São mais de 20.000 mil videos online.
    By:Pr1nceMG divulgador oficial do jogando.net/mu
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
7,202
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3,117
Actions
Shares
0
Downloads
160
Comments
1
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil - Rio Oil & Gas 2012

  1. 1. A Curva de Produção da Petrobras 2012-2020 e a Indústria Naval e Offshore no Brasil 20/09/12
  2. 2. Fundamentos do Plano de Negócios e Gestão - PNG 2012-2016 ivos Sinergia s entre At veitam ento das Máximo Apro PRIORIDADE DISCIPLINA DE DESEMPENHO CAPITAL • Prioridade • Garantir a para os • Gestão focada expansão dos projetos de Gestão Integrada do no atendimento negócios da exploração e Empresa com produção de Portfólio da Companhia das metas físicas e indicadores óleo e gás financeiras de financeiros natural no cada projeto sólidos Brasil Seguranç a e Meio Am biente: Va zamento Z e ro 2012 2016
  3. 3. PNG 2012-2016: US$ 236,5 bilhões E&P Abastecimento Gás & Energia Internacional Distribuição BiocombustíveisUS$ 131,6 bilhões US$ 71,6 bilhões US$ 13,5 bilhões US$ 10,7 bilhões US$ 3,3 bilhões US$ 2,5 bilhões 11% 12% 13% 11% 19% 16% 8% (1,5) (1,6) (25,4) (5,6) 44% 17% = 43% 68% 12% (16,3) + 21% (15,2) (31,2) + 42% 14% (2,3) + + 21% +(89,9) 3% 17% (5,7) (1,9) 90% (12,1) (9,7) 21% 72% E&P Abastecimento US$ 131,6 Bi (55,6%) G&E Outros* US$ 3,3 bi (1,4%) Internacional US$ 10,7 bi (4,5%) Distribuição US$ 3,3 bi (1,4%) Biocombustíveis US$ 2,5 bi (1,1%) G&E US$ 13,5 bi (5,7%) * Outros: Diretoria de Engenharia, Tecnologia e Materiais, Financeira, Presidência e Corporativo-Serviços
  4. 4. Plano de Negócios e Gestão 2012-2016:Investimentos Influenciam a Indústria Naval e Offshore E&P Abastecimento Gás & Energia Internacional Distribuição BiocombustíveisUS$ 131,6 bilhões US$ 71,6 bilhões US$ 13,5 bilhões US$ 10,7 bilhões US$ 3,3 bilhões US$ 2,5 bilhões 11% 12% 13% 11% 19% 16% 8% (1,5) (1,6) (25,4) (5,6) 44% 17% = 43% 68% 12% (16,3) + 21% (15,2) (31,2) + 42% 14% (2,3) + + 21% +(89,9) 3% 17% (5,7) (1,9) 90% (12,1) (9,7) 21% 72% E&P Abastecimento US$ 131,6 Bi (55,6%) G&E Outros* US$ 3,3 bi (1,4%) Internacional US$ 10,7 bi (4,5%) Distribuição US$ 3,3 bi (1,4%) Biocombustíveis US$ 2,5 bi (1,1%) G&E US$ 13,5 bi (5,7%) * Outros: Diretoria de Engenharia, Tecnologia e Materiais, Financeira, Presidência e Corporativo-Serviços
  5. 5. Investimentos no País Catalisam a Indústria Naval e Offshore: US$ 107,6 bi Exploração e Produção Abastecimento US$ 131,5 bilhões US$ 71,6 bilhões 3,5 1,0 2,9 (5%) (1%) 21,1 (4%) (16%) 25,4 5,6 (19%) (8%) 31,2 US$ 83,6 16,3 (44%) (64%) (12%) 15,2 107,6 bi 89,9 (21%) (68%) 12,1 (17%) Ampliação do Parque de Refino Ampliação da Frota Desenvolvimento da Produção Melhoria Operacional Petroquímica Exploração Atendimento ao Mercado Interno Biocombustíveis Infraestrutura e Suporte Destinação do Óleo Nacional Abastecimento considera projetos em Avaliação e em Implantação.
  6. 6. Petrobras Hoje:Reservas Provadas + Volumes Potencialmente Recuperáveis: 31,5 bi boe Reservas Provadas Petrobras: 15,7 bi boe Crescimento Potencial : + 15,8 bi boemilhão boe Crescimento35.000 Potencial Concessão - Volume 10,8 bi30.000 • 2005-2010: mais de 50% das descobertas do mundo foram em águas Potencial Recuperável boe profundas, o Brasil responde por 63% destas descobertas. (PFC Energy) 19%25.000 • 2005 a 2012 a Petrobras notificou à ANP 63 declarações de 49% descobertas na área do pré-sal e 189 nas demais áreas. 32%20.000 Brasil Cessão Onerosa 5,0 bi • 2030: o Brasil Brasil ser o país com maior crescimento de produção deverá boe dentre os países fora da OPEP. (PFC Energy) 15,7115.000 Águas Ultraprofundas 5,3 bi boe (>1.500m)10.000 7,9 bi boe Águas Profundas (300-1.500m) 5.000 Águas Rasas (0-300m) 1,2 bi boe Onshore 1,3 bi boe 0 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010 2011 • Apropriação de Reservas em 2011 = 1,24 bilhão boe. • Apropriação no Pré-Sal: 1 bilhão boe. • Razão Reserva/Produção 19,2 anos.
  7. 7. Novas Embarcações e Equipamentos PN 2011-2015 apresentado ao mercado em 26/07/11 Demanda da Petrobras irá movimentar a indústria brasileira e internacional Situação Situação Futura (Contratadas e a Contratar) Recursos Críticos Atual Valores Incrementais (Dez/10) 2011-13 2014-15 2016-20 TotalSondas Perfuração LDA acima de 15 24 -2 (1) 28(2) 652.000 mBarcos de Apoio e Especiais 287 136 56 89 568Plataformas de Produção SS e FPSO 44 10 7(3) 33 94Outros (Jaqueta e TLWP) 78 2 1 2 83 Plataforma de Barco de Apoio Sonda de Perfuração Produção (FPSO) 39 SONDAS CONTRATADAS, MAIS 28 A SEREM CONSTRUÍDAS ATÉ 2020: CONSTRUÍ ATÉ o Até 2013: 16 sondas contratadas antes de 2008 e 2 sondas realocadas das operações internacionais (1); + 15 novas sondas contratadas em 2008, + 1 em 2009, + 1 em 2010 e + 4 em 2011, através de licitação internacional; o 2015 a 2020: Das 28 sondas a serem construídas no Brasil, 7 já foram contratadas (EAS) e já foi aberta a licitação para afretamento das 21 sondas restantes. (1) As duas sondas realocadas de operações internacionais, expiram em 2015, assim não foram consideradas no valor acumulado de 2020. (2) A demanda de longo prazo será ajustada de acordo com a evolução da necessidade, pois estes números incluem 29 sondas cujos contratos vencem até 2020. (3) 1 Plataforma de Produção será destinada à “Cessão Onerosa” em 2015. 7
  8. 8. Novas Embarcações e Equipamentos PN 2011-2015 apresentado ao mercado em 26/07/11 Demanda da Petrobras irá movimentar a indústria brasileira e internacional Situação Situação Futura (Contratadas e a Contratar) Recursos Críticos Atual Valores Incrementais (Dez/10) 2011-13 2014-15 2016-20 TotalSondas Perfuração LDA acima de 15 24 -2 (1) 28(2) 652.000 mBarcos de Apoio e Especiais 287 136 56 89 568Plataformas de Produção SS e FPSO 44 10 7(3) 33 94Outros (Jaqueta e TLWP) 78 2 1 2 83Navios PROMEF Plataforma de Barco de Apoio Sonda de Perfuração Produção (FPSO) 39 SONDAS CONTRATADAS, MAIS 28 A SEREM CONSTRUÍDAS ATÉ 2020: CONSTRUÍ ATÉ o Até 2013: 16 sondas contratadas antes de 2008 e 2 sondas realocadas das operações internacionais (1); + 15 novas sondas contratadas em 2008, + 1 em 2009, + 1 em 2010 e + 4 em 2011, através de licitação internacional; o 2015 a 2020: Das 28 sondas a serem construídas no Brasil, 7 já foram contratadas (EAS) e já foi aberta a licitação para afretamento das 21 sondas restantes. (1) As duas sondas realocadas de operações internacionais, expiram em 2015, assim não foram consideradas no valor acumulado de 2020. (2) A demanda de longo prazo será ajustada de acordo com a evolução da necessidade, pois estes números incluem 29 sondas cujos contratos vencem até 2020. (3) 1 Plataforma de Produção será destinada à “Cessão Onerosa” em 2015. 8
  9. 9. 38 Unidades Estacionárias de Produção: 2012 - 2020 Produção de Óleo, Brasil: 2.022 – 4.200 mbpd CO5 P-70 (Franco 4) P-66 (Lula Ext. (Lula Alto) CO6 Sul) (Sul de P-67 P-71 Guará) (Lula (Iara Horst) Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) Central) Júpiter P-58 P-76 Cid. São (Norte Pq. P-68 P-73 (NE Tupi) Maromba Espadarte III Paulo Baleias) (Lula Sul) (Carcará) (Piloto de Afretada Bonito CO9 P-62 P-74 Sul Pq. Sapinhoá) (Carimbé) CO8 (Florim) (Roncador (Franco 1) Baleias Cid. mod. IV) Aruanã (Entorno Z2 CO7 Paraty P-72 de Iara) Cid. (Carioca) (Franco 5) (Piloto de Ilhabela (Iara NW) 4.200 Lula NE) P-69 Espadarte (Sapinhoá (Lula P-77 I Cid. P-61 Norte) (Franco 3) Norte) Anchieta P-63 Cid. Z1 P-75 (Baleia (Papa- Mangara- Iracema (Franco 2) Azul) Terra) tiba Norte Cid. Itajaí P-55 (Iracema (Baúna e (Roncador Sul) Piracaba) mod. III) 2.500 2.022 19 até 2016 Construção de UEPs 38 até 2020 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020
  10. 10. 38 Unidades Estacionárias de Produção: 2012 - 2020 Produção de Óleo, Brasil: 2.022 – 4.200 mbpd CO5 P-70 (Franco 4) P-66 (Lula Ext. (Lula Alto) CO6 Sul) (Sul de P-67 P-71 Guará) (Lula (Iara Horst) Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) Central) Júpiter P-58 P-76 Cid. São (Norte Pq. P-68 P-73 (NE Tupi) Maromba Espadarte III Paulo Baleias) (Lula Sul) (Carcará) (Piloto de Afretada Bonito CO9 P-62 P-74 Sul Pq. Sapinhoá) (Carimbé) CO8 (Florim) (Roncador (Franco 1) Baleias Cid. mod. IV) Aruanã (Entorno Z2 CO7 Paraty P-72 de Iara) Cid. (Carioca) (Franco 5) (Piloto de Ilhabela (Iara NW) 4.200 Lula NE) P-69 Espadarte (Sapinhoá (Lula P-77 I Cid. P-61 Norte) (Franco 3) Norte) Anchieta P-63 Cid. Z1 P-75 (Baleia (Papa- Mangara- Iracema (Franco 2) Azul) Terra) tiba Norte Cid. Itajaí P-55 (Iracema (Baúna e (Roncador Sul) Piracaba) mod. III) 2.500 2.022 19 até 2016 Construção de UEPs 38 até 2020 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020
  11. 11. 50 Novas Sondas de Perfuração: 2012 - 2020 Pacific Mistral (PAD Iracema Norte) Produção de Óleo, Brasil: 2.022 – 4.200 mbpd Mangaratiba (Florim) Schahin Amazonia (Perfuração Iguape) Itaunas Schahin Cerrado (Exploração) (PAD Júpiter Interlagos Nordeste) (Exploração) Ocean Rig Mykonos (ADR LL Central) Frade Marambaia (Júpiter) Leblon (Entorno de Etesco Takatsugu J (Franco SW) Arpoador Camburi (Franco Leste) Iara) Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) P-59** (Lula Norte) (Sul de Guará) Portogalo Botinas (Peroá) Copacabana Pituba (Entorno de (Florim) Ocean Rig (Franco NE) (Iara NW) Iara) Comandatuba Corcovado Itapema (Exploração) Urca Ipanema Salinas (Iracema Alto) (Iara NW) Sahy (Franco Leste) (Júpiter) (Exploração) Deepsea Metro II Siri (Exploração) (Farfan Bloco BM- Guarapari Bracuhy Boipeba SEAL-11) (Exploração) (NE de Tupi) (Carcará) (Exploração) Schaihn Sertão Ondina Leme TBN 4* (Roncador) Itaoca (Iara Horst) (Iara NW) (Franco Leste) TBN 5* 4.200 Sevan Brasil (Sagitário) Cassino Curumim TBN3* Odn Delba III (Lula Norte) (Exploração) (PAD Trachemys – Grumari Quelônio) (Carcará 1) TBN2* P-60** (Bloco BM-C-27) TBN1* Amaralina Star (CO Sul de Tupi) Laguna Star Odn I - Norbe X (CO PAD Franco) (CO PAD Franco) 2.500 Odn II - Norbe XI 25 até 2016 Navios Sonda (38) 2.022 (CO Florim) Odn Tay IV Construção de Sondas Semissubmersível (10) (RF de Albacora) 50 até 2020 Autoelevatória (2) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017* Em negociação, estimativa a ser confirmada na assinatura dos contratos; ** As sondas P-59 e P-60 foram construídas ano Brasil 2018 2019 2020
  12. 12. 50 Novas Sondas de Perfuração: 2012 - 2020 Pacific Mistral (PAD Iracema Norte) Produção de Óleo, Brasil: 2.022 – 4.200 mbpd Mangaratiba (Florim) Schahin Amazonia (Perfuração Iguape) Itaunas Schahin Cerrado (Exploração) (PAD Júpiter Interlagos Nordeste) (Exploração) Ocean Rig Mykonos (ADR LL Central) Frade Marambaia (Júpiter) Leblon (Entorno de Etesco Takatsugu J (Franco SW) Arpoador Camburi (Franco Leste) Iara) Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) P-59** (Lula Norte) (Sul de Guará) Portogalo Botinas (Peroá) Copacabana Pituba (Entorno de (Florim) Ocean Rig (Franco NE) (Iara NW) Iara) Comandatuba Corcovado Itapema (Exploração) Urca Ipanema Salinas (Iracema Alto) (Iara NW) Sahy (Franco Leste) (Júpiter) (Exploração) Deepsea Metro II Siri (Exploração) (Farfan Bloco BM- Guarapari Bracuhy Boipeba SEAL-11) (Exploração) (NE de Tupi) (Carcará) (Exploração) Schaihn Sertão Ondina Leme TBN 4* (Roncador) Itaoca (Iara Horst) (Iara NW) (Franco Leste) TBN 5* 4.200 Sevan Brasil (Sagitário) Cassino Curumim TBN3* Odn Delba III (Lula Norte) (Exploração) (PAD Trachemys – Grumari Quelônio) (Carcará 1) TBN2* P-60** (Bloco BM-C-27) TBN1* Amaralina Star (CO Sul de Tupi) Laguna Star Odn I - Norbe X (CO PAD Franco) (CO PAD Franco) 2.500 Odn II - Norbe XI 25 até 2016 Navios Sonda (38) 2.022 (CO Florim) Odn Tay IV Construção de Sondas Semissubmersível (10) (RF de Albacora) 50 até 2020 Autoelevatória (2) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020* Em negociação, estimativa a ser confirmada na assinatura dos contratos; ** As sondas P-59 e P-60 foram construídas ano Brasil
  13. 13. 49 Navios do PROMEF: 2012 - 2020 Suezmax DP Produção de Óleo, Brasil: 2.022 – 4.200 mbpd 4/4 Gaseiro 6/8 EAS Suezmax 7/10 Promar Bunker 2/3 Suezmax 4/10 EAS Aframax 5/5 Superpesa EAS Suezmax 9/10 EAS Panamax 4/4 EAS Aframax DP Panamax 1/4 Suezmax DP 1/3 EISA Mauá EISA Mauá Produto 3/3 1/4 EAS Gaseiro 3/8 EISA Mauá Aframax 1/5 EAS Aframax DP Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) Panamax 2/4 Promar EAS Suezmax DP 2/3 EISA Mauá Gaseiro 7/8 2/4 EAS Suezmax 8/10 Promar Produto 3/5 EAS Suezmax 5/10 Bunker 3/3 EAS EISA Mauá EAS Produto 1/5 Suezmax DP Superpesa João Cândido 3/4 Aframax DP (Suezmax 1/10) Produtos 1/3 EISA Mauá Produto 4/5 Zumbi dos Gaseiro 1/8 EAS 3/3 EAS EISA Mauá EISA Mauá Aframax 3/5 Palmares Promar Suezmax 10/10 Bunker 1/3 EAS EAS Sérgio (Suezmax Gaseiros 4/8 EAS Aframax 2/5 Superpesa Buarque de 2/10) Panamax 3/4 Promar EAS Aframax 4/5 4.200 EAS EISA Mauá Gaseiro 8/8 Holnda EAS (Produto 2/4) Produtos 2/3 Promar Produto 5/5 EISA Mauá José Alencar Suezmax 6/10 EISA Mauá EISA Mauá (Produto 4/4) EAS Produto 2/5 Celso Furtado EISA Mauá Gaseiros 5/8 EISA Mauá Rômulo (Produto 1/4) Gaseiro 2/8 Almeida Promar EISA Mauá (Produto 3/4) Suezmax 3/10 Promar EISA Mauá EAS 2.500 2.022 31 até 2016 Construção de Navios 49 até 2020 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020PROMEF: Programa de Modernização de Expansão da Frota da Transpetro
  14. 14. 49 Navios do PROMEF: 2012 - 2020 Suezmax DP Produção de Óleo, Brasil: 2.022 – 4.200 mbpd 4/4 Gaseiro 6/8 EAS Suezmax 7/10 Promar Bunker 2/3 Suezmax 4/10 EAS Aframax 5/5 Superpesa EAS Suezmax 9/10 EAS Panamax 4/4 EAS Aframax DP Panamax 1/4 Suezmax DP 1/3 EISA Mauá EISA Mauá Produto 3/3 1/4 EAS Gaseiro 3/8 EISA Mauá Aframax 1/5 EAS Aframax DP Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) Panamax 2/4 Promar EAS Suezmax DP 2/3 EISA Mauá Gaseiro 7/8 2/4 EAS Suezmax 8/10 Promar Produto 3/5 EAS Suezmax 5/10 Bunker 3/3 EAS EISA Mauá EAS Produto 1/5 Suezmax DP Superpesa João Cândido 3/4 Aframax DP (Suezmax 1/10) Produtos 1/3 EISA Mauá Produto 4/5 Zumbi dos Gaseiro 1/8 EAS 3/3 EAS EISA Mauá EISA Mauá Aframax 3/5 Palmares Promar Suezmax 10/10 Bunker 1/3 EAS EAS Sérgio (Suezmax Gaseiros 4/8 EAS Aframax 2/5 Superpesa Buarque de 2/10) Panamax 3/4 Promar EAS Aframax 4/5 4.200 EAS EISA Mauá Gaseiro 8/8 Holnda EAS (Produto 2/4) Produtos 2/3 Promar Produto 5/5 EISA Mauá José Alencar Suezmax 6/10 EISA Mauá EISA Mauá (Produto 4/4) EAS Produto 2/5 Celso Furtado EISA Mauá Gaseiros 5/8 EISA Mauá Rômulo (Produto 1/4) Gaseiro 2/8 Almeida Promar EISA Mauá (Produto 3/4) Suezmax 3/10 Promar EISA Mauá EAS 2.500 2.022 31 até 2016 Construção de Navios 49 até 2020 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020PROMEF: Programa de Modernização de Expansão da Frota da Transpetro
  15. 15. Principais Estaleiros e Canteiros c/ Relações Comerciais com a Petrobras Estaleiro Atlântico Sul – Ipojuca (PE) Promar – Ipojuca (PE) Tomé Engenharia/Ferrostaal (AL) São Roque – São Roque do Paraguaçu (BA) Enseada do Paraguaçu - Maragogipe (BA) Jurong Aracruz - Aracruz (ES) Estaleiro BrasFels – Angra (RJ) Estaleiro OSX – São João da Barra (RJ) Superpesa – Niterói (RJ) Canteiro Nuclep – Itaguaí (RJ) Mauá – Niterói (RJ) Brasa – Niterói (RJ) Inhaúma – Rio de Janeiro (RJ) Canteiro UTC – Niterói (RJ) DM/TKK Engenharia - Itajaí (SC) IESA – Charqueadas (RS) Honório Bicalho - Porto do Rio Grande (RS) Rio Grande 1 – ERG1 (RS) Rio Grande 2 – ERG2 (RS)
  16. 16. Porto do Rio Grande – Estaleiro Honório Bicalho - RSMão de Obra no Pico: 4.000 pessoas em mai/13 • P-58 (CL: 63%) (Parque das Baleias) - Construção de 3 módulos e integração 4.200 • P-63 (CL: 65%) (Papa-Terra) - Construção de 7 módulos e integração P-58 P-63 2.500 2.022 Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Honório Bicalho - Porto do Rio Grande (RS)
  17. 17. Estaleiro Honório Bicalho - Porto do Rio Grande - RS 4.200 P-58 P-58 1 P-63 2.5002.022 13 Empregos Atuais: 3.000 Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) 12 62011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 7 5 8 2 3 4 11 9 10 14 Vista Geral do Estaleiro Honório Bicalho (Canteiro da QUIP), no Porto do Rio Grande – RS (03/09/12). P-58: (1) Casco convertido em Cingapura Módulos da P-58: (2) M13 e M14 – Geração de energia (CL: 71%); (3) M11- Equipamentos (CL:71%); (4) M05 - Processamento de óleo (CL:76%); (5) M10A – Remoção de sulfatoProto do (6) M06 – Processamento de óleo (CL:76%); (7) M09 – Compressor booster (CL:76%); Vista Geral do Estaleiro (CL:76%); Rio Grande – RS (03/09/12). Módulos da P-63 (Casco convertido na(M13 e M14); ao Brasil em dez/12): (8) M60deCompressão; P-63 (M52); (3) Canteiro de São Roque; (4) Canteiro de obras do Estaleiro (1) Módulos de geração da P-58 China, chegará (2) Módulo de remoção – sulfato da (9) M52 - Remoção de sulfato; (10) M12 - Separador de baixa pressão; (11) M11 - Separador de alta pressão; (12) M13 - Tratador Eletrostático; (13) M51- Injeção e tratamento de água; (14) F30 - Torre do flare da P-63. (CL: Contratado pacote completo para 65% de CL). Enseada do Paraguaçu.
  18. 18. Estaleiro Rio Grande – ERG 1 (RS): Cascos Pré-Sal BM-S-11 e BM-S-9Mão de Obra no Pico (ERG 1 e 2): 7.750 pessoas em jul/15 • P-55 (CL: 65%) (Roncador Mod. 3) - Construção P-66 P-70 de 4 módulos, deckbox e integração P-67 P-71 • P-66 Replicante 1 (Lula Alto): Construção do P-73 P-68 Casco (CL: 70%) 4.200 • P-67 Replicante 2 (Lula Central):Construção do Casco (CL: 70%) • P-68 Replicante 3 (Lula Sul): Construção do P-72 Casco (CL: 70%) P-69 • P-69 Replicante 4 (Lula Norte): Construção do Casco (CL: 70%) • P-70 Replicante 5 (Lula Extremo Sul): P-55 2.500 Construção do Casco (CL: 70%) • P-71 Replicante 6 (Iara Horst): Construção do Casco (CL: 70%) 2.022 • P-72 Replicante 7 (Iara NW): Construção do Casco (CL: 70%) Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) • P-73 Replicante 8 (Carcará): Construção do Casco (CL: 70%) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Rio Grande 1 – ERG1 (RS)
  19. 19. P-66 P-66 P-70 P-70Estaleiro Rio Grande – ERG 1 - RS P-67 P-67 P-71 P-71 P-68 P-68 P-73 P-73 4.200 P-72 P-69 P-69 7 2.500 P-55 P-55 2.022 6 Empregos Atuais: 3.500 Empregos Atuais: 3.500 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 5 4 1 3 3 2Vista Aérea do Estaleiro Rio Grande ERG1 – RS (03/09/12).(1) Pátio de Chapas da Ecovix; (2) Pátio de sub-blocos dos cascos dos replicantes da Ecovix; (3) Canteiro de módulos da QUIP para topside e integração da P-55; (4) Canteiro de módulos daIESA; (5) Área de pré-edificação, com detalhe para os blocos amarelos do pórtico tipo Golias da Konecranes (maior guindaste do mundo: 210m de vão e capacidade de 2 mil ton) entregues emago/12; (6) Obra de integração da P-55; (7) Obras de construção do Estaleiro ERG 2, onde serão construídos 3 Navios Sonda da Setebrasil (NS Cassino, NS Curumim e NS Salinas)
  20. 20. Estaleiro Rio Grande – ERG 1 - RS 6 5 1 2 3 4 7 1 8Vista Aérea do Estaleiro Rio Grande ERG1 – RS (03/09/12).P-55 (Casco construído no EAS – PE): (1) Módulo de tratamento de água; (2) Tratador eletrostático; (3) Módulo da unidade de amina; (4) Separador de alta pressão; (5) Torre do flare; (6) Pórticocom capacidade de 600t; (7) Oficinas; (8) Central de utilidades do estaleiro.
  21. 21. Estaleiro Rio Grande – ERG 2 (RS)Mão de Obra no Pico (ERG 1 e 2): 7.750 pessoas em jul/15 Salinas 4.200 • 3 NAVIOS SONDA CASSINO (CL: 55%) (Lula Norte) Cassino Curumin CURUMIM (CL: 60%)(Exploração) SALINAS (CL: 60%) (Exploração) 2.500 2.022 Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Rio Grande 2 – ERG2 (RS)
  22. 22. Estaleiro Rio Grande – ERG 1 - RS 2 Curumin Salinas 4.200 Salinas Cassino Curumin Cassino 2.500 2.022 Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2 1Vista Aérea das Obras do Estaleiro Rio Grande 2 (ERG2) – RS (03/09/12).Obras de construção do Estaleiro ERG2 onde serão construídas 3 navios-sonda da Setebrasil (NS Cassino, NS Curumim e NS Salinas).(1) Blocos dos cascos dos 8 FPSOs replicantes (P-66, P-67, P-68, P-69, P-70, P-71, P-72, P-73), os quais serão montados no ERG1 pela Ecovix; (2) Construção civil das oficinas do ERG2
  23. 23. Estaleiro BrasFels – Angra dos Reis (RJ)Mão de Obra no Pico: 7.900 pessoas em ago/12 • 6 SONDAS semissubmersíveis P-66 Frade URCA (CL: 55%) (Franco Leste); FRADE (CL: Mangaratiba 55%) (Júpiter); BRACUHY (CL: 60%) (Carcará); PORTOGALO (CL: 60%)(Entorno de Iara); Urca Portogalo Botinas MANGARATIBA (CL: 65%)(Florim);BOTINAS (CL: 55%)(Florim) Bracuhy 4.200 Cid. São Paulo • P-61 (CL: 65%)(Papa-Terra) - Construção de Cid. Paraty casco e integração P-61 P-69 • P-66 (Lula Alto) - Construção de 6 módulos e integração (CL: 67%) • P-69 (Lula Norte) - Construções de 6 módulos e integração (CL: 67%) 2.500 Cid. Mangaratiba • Cidade São Paulo (CL: 65%) (Piloto de Sapinhoá) 2.022 Construção de 4 módulos e integração • Cidade Paraty (CL: 65%) (Piloto de Lula NE) Construção de 5 módulos e integração Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) • Cidade Mangaratiba (CL: 65%) (Iracema Sul) Construção de 4 módulos e integração 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Estaleiro BrasFels – Angra (RJ)
  24. 24. Estaleiro BrasFels - RJ 4.200 Cid. São Paulo Cid. São Paulo Cid. Paraty Cid. Paraty P-61 P-61 2.500 2.022 Empregos Atuais: 7.000 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2 3 1Vista Geral do Estaleiro BrasFels, em Angra dos Reis – RJ (31/08/12).(1) P-61 (CL:65%): Construção do CASCO da TLWP e integração do TOPSIDE (deckbox e módulos construídos em Cingapura).(2) FPSO Cidade de São Paulo (CL:65%): Conversão do CASCO na China e integração dos 16 mod., construídos no Brasfels (5 mod), Enaval (1 mod), Tailândia (8 mod) e China (2 mod).(3) FPSO Cidade de Paraty (CL:65%): Conversão do CASCO em Cingapura e integração dos 15 módulos construídos no Brasfels (5), Nuclep (4), Enaval (2) e Cingapura (4).
  25. 25. Estaleiro BrasFels - RJ 9 8 7 6 5 2 4 3 1Vista Geral do Estaleiro BrasFels, em Angra dos Reis – RJ (31/08/12).(1) Casco da P-61; (2) FPSO Cidade de São Paulo; (3) FPSO Cidade de Paraty;Módulos do FPSO Cidade de Paraty: (4) TS072 – Compressor Principal de Gás B; (5) TS062 – Tratamento de óleo A; (6) TS063 – Tratamento de óleo B; (7) TS071 – Compressor Principal deGás A; (8) TS075 – Tratamento de Gás B; (9) TS073 – Compressor de CO2; (CL: Contratado pacote completo dos módulos com 65% de conteúdo local).
  26. 26. Canteiro UTC Engenharia – Niterói (RJ)Mão de Obra no Pico: 3.000 pessoas em ago/12 • P-55 (CL: 65%)(Roncador Mod. 3) - Construção de módulos: M-07 – Compressão Booster e Desidratação de Gás M-08 – Unidade de Amina 4.200 • P-58 (CL:63%)(Parque das Baleias) - Construção de módulos: P-58 M-01 – Desidratação de Gás M-03 – Remoção de CO2 e H2S P-62 M-05/06/07 – Processamento de Óleo M-10 – Injeção de água M-10A – SRU Remoção de Sulfato P-55 2.500 • P-62 (CL: 63%)(Roncador Mod. 4) - Construção de módulos: M-01 – Desidratação de Gás e Sistema de Tocha 2.022 M-03 – Remoção de CO2 e H2S M-05/06/07 – Processamento de Óleo Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) M-10 – Injeção de água M-10A – SRU Remoção de Sulfato 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Canteiro UTC – Niterói (RJ)
  27. 27. Canteiro UTC Engenharia - RJ 4.200 P-58 P-62 7 2.500 2.022 8 Empregos Atuais: 3.000 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 4 6 5 1 3 2Vista Geral do Canteiro da UTC Engenharia – RJ (31/08/12).Vista Geral do Canteiro da UTC, onde estão sendo construídos os módulos dos FPSOs P-58 (Parque das Baleias) e P-62 (Roncador módulo 4), cujos CASCOS foram convertidos em CingapuraMódulos da P-62: (1) e (2) M05 e M07 - Processamento de óleo (CL:76%); (3) M01 - Desidratação de gás (CL: 75%); (4) M03 - Remoção de CO2 (CL:75%); (5) M-10 - Injeção de água (CL:75%);(6) M10A - Remoção de sulfato (CL: 75%); Módulos da P-58: (7) M10 - Injeção de água (CL:75%); (8) M05 - Processamento de óleo (CL:76%).
  28. 28. Módulos da P-58 Partindo do Rio de Janeiro (UTC) para Integração em Rio Grande (Porto do Rio Grande) 1 2Módulos de Desidratação de Gás Natural e Remoção de CO2 e H2S na Baía de Guanabara – RJ (31/08/12). Dimensões médias de um módulo: 20L x 30C x 20A (área: 600 m2)P-58: Transporte por balsa dos módulos de (1) M01 - Desidratação de gás natural e (2) M03 - Remoção de CO2 e H2S da P-58, construídos no canteiro da UTC Engenharia, em Niterói (RJ), parao Estaleiro Honório Bicalho (Canteiro da QUIP), no Porto do Rio Grande (RS), onde será realizada a integração dos 15 módulos ao CASCO do FPSO, que foi convertido em Cingapura.
  29. 29. Estaleiro Brasa – Niterói (RJ)Mão de Obra no Pico: 1.900 pessoas em mar/13 4.200 • Cidade de Ilhabela (CL: 65%)(Sapinhoá Norte): Construção de 10 módulos e integração ao FPSO Cid. Ilhabela 2.500 2.022 Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Brasa – Niterói (RJ)
  30. 30. Estaleiro Brasa - RJ 4.200 Cid. Ilhabela 2.500 2.022 Empregos Atuais: 1.000 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 10 9 7 8 6 5 3 4 2 1Vista Geral do Estaleiro Brasa, em Niterói – RJ (31/08/12).O Estaleiro Brasa construirá 10 dos 16 módulos, Helideck, Torre do flare, e Estação de medição do FPSO Cidade de Ilhabela e fará a integração dos mesmos ao casco que está sendo convertidono Estaleiro CSSC, em Guangzhou (China). Os demais 6 módulos serão construídos no canteiro da Nuclep (4 módulos), em Itaguaí, e em Guangzhou, na China (2 módulos).Bases de construção dos módulos do FPSO Cidade de Ilhabela: (1) TS022 – Injeção de água e utilidades; (2) TS062 – Processamento de óleo A; (3) TS063 - Processamento de óleo B; (4)TS021 - Tratamento de água do mar e remoção de sulfato; (5) TS074 – Tratamento de Gás A; (6) TS071 – Compressão de gás A; (7) Compressão de gás B; (8)TS075 – Tratamento de gás B;(9) Compressão de CO2; (10) TS076 – Compressão de gás de injeção.
  31. 31. Estaleiro Inhaúma – (RJ): Cascos do Pré-Sal - Cessão OnerosaMão de Obra no Pico: 5.100 pessoas em jan/13 • P-74 (Franco1): Conversão do casco (CL: 70%) • P-75 (Franco NW): Conversão do casco (CL: 70%) P-76 • P-76 (Nordeste de Tupi): Conversão do casco (CL: 70%) • P-77 (Franco NE): Conversão do casco (CL: 70%) 4.200 P-74 P-77 P-75 2.500 2.022 Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Inhaúma – Rio de Janeiro (RJ)
  32. 32. Estaleiro Inhaúma - RJ 4.200 P-74 2.500 2.022 Empregos Atuais: 109 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 1 2Vista Geral do Estaleiro Inhaúma, no Rio de Janeiro – RJ (31/08/12).(1) P-74: Conversão do casco do navio VLCC (reforço estrutural do casco, ampliação, reforma e adaptação das acomodações, instalação de equipamentos e utilidades e adaptação do sistema de ancoragem); (2) Dique seco recuperado pela Petrobras.
  33. 33. Estaleiro Mauá – (RJ): Navios do PROMEFMão de Obra no Pico: 3.300 pessoas em jul/14 • Celso Furtado (CL: 74%) – Navio de Produtos 48 mil tpb Panamax 4/4 • Sérgio Buarque de Holanda (CL: 73%)– Navio de Produtos Produto 3/3 48 mil tpb Panamax 1/4 • Rômulo Almeida (CL: 65%)– Navio de Produtos 48 mil tpb Produto 3/5 Panamax 2/4 4.200 • José Alencar (CL: 65%)– Navio de Produtos 48 mil tpb Produto 1/3 Produto 4/5 Produto 1/5 Panamax 3/4 • 4 Navios Panamax (CL: 65%) 65 a 80 mil tpb Sérgio Buarque Produto 2/3 Produto 5/5 de Holanda Produto 2/5 • 3 Navios de Produtos (CL: 65%) 48 mil tpb Celso Furtado José Alencar Rômulo Almeida 2.500 • 5 Navios de Produtos (CL: 65%) 32 mil tpbPROMEF: Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro 2.022 Curva de Produção de Óleo e LGN (mbpd) 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Mauá – Niterói (RJ)
  34. 34. Estaleiro Mauá - RJ Panamax 1/4 4.200 José Alencar Rômulo Almeida 2.500 2.022 Empregos Atuais: 3.000 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 3 2 1Vista Geral do Estaleiro Mauá, em Niterói – RJ (31/08/12).(1) Navio de Produtos Rômulo Almeida: Terceiro navio do Lote de 4 navios de produtos do PROMEF 1 (1ª Fase) , com entrega prevista para nov/12;(2) Navio de Produtos José Alencar: Quarto navio do Lote de 4 navios de produtos do PROMEF 1 (1ª Fase), com entrega prevista para mar/13;(3) 1º Navio Panamax: Construção, no dique seco do Estaleiro Mauá, do 1º Navio Panamax do Lote de 4 navios do PROMEF 1 (1ª Fase), com entrega prevista para jan/14.

×