Successfully reported this slideshow.

água e sais minerais 1º ano Frederico Hardt

3,534 views

Published on

aula sobre água e sais minerais para o 1º ano do ensino médio

Published in: Education
  • Be the first to comment

água e sais minerais 1º ano Frederico Hardt

  1. 1. ÁGUA E sua importância
  2. 2. • Cerca de três quartos da superfície terrestre são cobertos por água. • Ela também representa cerca de 75% das substâncias que compõem o corpo dos seres vivos. • A perda de 20% de água corpórea (desidratação) pode levar à morte, e uma perda de apenas 10% já causa problemas graves. Água
  3. 3. A principal substância inorgânica encontrada nos seres vivos
  4. 4. No corpo humano
  5. 5. Estrutura molecular da água Uma molécula de água é formada por dois átomos de hidrogênio ligados a um átomo de oxigênio. A água é uma molécula polar. o HH Moléculas polarizadas ou moléculas polares de hidrogênio HH H - + + Ligação o o o H H ÁGUA
  6. 6. Importância da água para os seres vivos -SOLVENTE UNIVERSAL; -MODERADOR DE TEMPERATURA; -VEÍCULO DAS SUBSTÂNCIAS QUE PASSAM ATRAVÉS DA MEMBRANA; -INDISPENSÁVEL AO METABOLISMO CELULAR; -COESÃO E ADESÃO -TENSÃO SUPERFICIAL (AS PONTES DE HIDROGÊNIO MANTÊM AS MOLÉCULAS DE ÁGUA UNIDAS UMAS ÀS OUTRAS).; -LUBRIFICANTE;
  7. 7. A molécula de água • É composta de dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio, que formam um ângulo de 104,5º, e sua fórmula química é H2O. • Embora a ligação química entre um átomo de hidrogênio e um de oxigênio seja formado por elétrons de ambos, o átomo de oxigênio atrai mais fortemente esses elétrons, que, assim, ficam mais próximos dele. Com isso, a molécula de água apresenta uma região positiva (hidrogênios) e uma negativa (oxigênio), formando uma molécula polar ou dipolo. Por causa dessa estrutura, a água possui uma série de propriedades importantes para os seres vivos.
  8. 8. Ligações (pontes) de Hidrogênio • O átomo de oxigênio de uma molécula de água tem carga elétrica negativa. Por isso, atrai um átomo de hidrogênio (com carga positiva) de outra molécula. Essa atração elétrica fraca é chamada ponte de hidrogênio.
  9. 9. Propriedades da água Poder de dissolução • A água é considerada o dissolvente (ou solvente) universal, pelo seu grande poder de dissolução. • A capacidade de dissolver substâncias depende da atração da parte negativa da água pela parte positiva da substância a ser dissolvida e da atração da parte positiva da água pela negativa dessa substância. • O cloreto de sódio (NaCl) é um cristal formado por íons Cloro (negativos) e íons Sódio (positivos). Quando esse cristal é colocado na água, a parte negativa do dipolo atrai os íons Sódio e a parte positiva atrai os íons Cloro. Com isso, esses íons ficam separados uns dos outros e distribuídos de modo homogêneo pela água, ou seja, dissolvidos. O sal dessa mistura é chamado soluto e a água solvente
  10. 10. Propriedades da água Poder de dissolução • As substâncias que se dissolvem na água são chamadas HIDROFÍLICAS (philos = amigo), e as que não se dissolvem são chamadas HIDROFÓBICAS (phóbos = medo, aversão). • As substâncias hidrofóbicas são apolares (suas moléculas não possuem uma região positiva e outra negativa), e, por isso, não se dissolvem na água, como, por exemplo, o óleo.
  11. 11. Vida quase sem água • Alguns seres vivos podem sobreviver quase totalmente sem água por períodos mais ou menos prolongados. É o caso dos esporos de bactérias, cistos de protozoários e sementes de vegetais superiores. • Esse fenômeno é chamado anidrobiose (vida sem água) e corresponde a uma forma de vida latente, na qual as reações do metabolismo estão reduzidas ao mínimo necessário à manutenção da vida, e as propriedades de nutrição, crescimento e reprodução estão suspensas. Rotylenchulus reniformis em anidrobiose (dormência)
  12. 12. Propriedades da água Coesão e adesão • Cada uma das pontes de hidrogênio pode se desfazer, mas, enquanto uma se desfaz, outra se forma, de modo que as moléculas de água ficam fortemente unidas. Esta forte atração entre as moléculas de água é denominada coesão. • A coesão entre as moléculas da água no estado líquido é responsável por sua alta tensão superficial, que permite, por exemplo, que alguns animais sejam capazes de pousar na superfície da água.
  13. 13. Propriedades da água Coesão e adesão • Na adesão, as moléculas de água tendem a se unir a outras moléculas polares, como, por exemplo, quando mergulhamos uma roupa na água. A roupa fica toda molhada porque as moléculas de água ficam aderidas às moléculas do tecido, que são principalmente polares.
  14. 14. Propriedades da água Capilaridade • Ocorre devido à adesão e coesão (Capillu = cabelo). • A capilaridade ocorre com líquidos, que aderem à superfície interna dos capilares e tendem a subir. Assim, as primeiras moléculas puxam as demais, que estão firmemente unidas por coesão. • Graças à capilaridade as plantas conseguem transportar até as folhas a água que retiram do solo.
  15. 15. Propriedades da água Calor específico • É a quantidade de calor necessária para elevar em 1ºC a temperatura de 1g de uma substância. • Quanto maior for a quantidade de calor necessária, maior será o calor específico dessa substância. • Graças a seu alto calor específico, a água apresenta temperatura constante por mais tempo, funcionando como reguladora de temperatura.
  16. 16. O suor e o clima • Em clima úmido, o suor evapora lentamente, por causa da grande quantidade de vapor de água na atmosfera, acumulando-se na pele. • Em clima seco, a evaporação é mais rápida e a refrigeração do corpo é mais eficiente. Por isso, suportamos melhor o calor em ambiente seco. • O ar refrigerado, por exemplo, retira o vapor d’água do ar, além de abaixar um pouco a temperatura. O conforto de uma sala refrigerada se deve, principalmente, à secura do ar, que facilita a evaporação.
  17. 17. Propriedades da água Calor de vaporização • É a quantidade de calor necessária para que uma substância passe do estado líquido para o estado de vapor (gasoso). • Devido ao elevado calor de vaporização da água, uma substância se resfria quando perde água na forma de vapor, já que, na evaporação, a água consome grande quantidade de calor das superfícies com as quais está em contato, fazendo com que elas se resfriem.
  18. 18. Propriedades da água Solidificação • É a passagem de uma substância do estado líquido para o estado sólido. • Para que ela ocorra, é necessário haver liberação de calor das substâncias. • Essa característica é muito importante para a vida na Terra porque, se a água congelasse em temperaturas mais elevadas, os seres vivos morreriam, pois a água em suas células congelaria facilmente, formando cristais de gelo e perfurando as estruturas celulares.
  19. 19. Incolor ( sem cor ) Inodora ( sem cheiro ) Insípida ( sem sabor ) Propriedades da Água pura
  20. 20. Quanto às suas características, a água pode ser: Qualidade da água
  21. 21. Ponto de Congelação 0 º Centígrados Ponto de Ebulição 100º Centígrados
  22. 22. O que são sais minerais? • São substâncias inorgânicas, ou seja, não podem ser produzidos pelos seres vivos. • Eles devem ser ingeridos através de uma alimentação que forneça quantidades adequadas destas substâncias. Caso haja excesso, este será eliminado através das fezes e da urina.
  23. 23. Sais Minerais • Aparecem de 3 maneiras diferentes nos organismos: dissolvido na forma de íons na água do corpo; formando cristais, como o carbonato de cálcio encontrado no esqueleto; combinados com moléculas orgânicas, como o ferro na molécula de hemoglobina (que ajuda a levar o oxigênio para as células). • Nos seres vivos, os sais possuem várias funções, como, por exemplo: formam o esqueleto de muitos animais, atuam no transporte de oxigênio, na fotossíntese, no equilíbrio de água no corpo, na transmissão do impulso nervoso.
  24. 24. Importância dos sais minerais • Como possuem várias funções (estrutural e reguladora) a falta ou o excesso dos sais minerais pode gerar desequilíbrios na saúde. • Contudo, há alguns minerais como, por exemplo, o alumínio e o boro, que podem estar presentes no corpo sem nenhuma função.
  25. 25. CLASSIFICAÇÃO • Os sais minerais são classificados de acordo com as quantidades presentes no corpo e necessárias a uma dieta equilibrada: • Macrominerais: são necessários em grande quantidade ao organismo (100 mg/dia ou mais). São o cálcio, fósforo, potássio,sódio, magnésio, cloro e enxofre. • Microminerais ou oligoelementos: são elementos químicos essenciais para os seres vivos, geralmente encontrados em baixa concentração nos organismos, mas que são essenciais aos processos biológicos por serem fundamentais para a formação de enzimas vitais para determinados processos bioquímicos, como, por exemplo, a fotossíntese ou a digestão. São o ferro, zinco, cobre, iodo, flúor, cromo e manganês.
  26. 26. Exemplo de sais minerais: Sal mineral: Função: A falta provoca: Fontes: Cálcio Ca Atua na formação de tecidos, ossos e dentes; age na coagulação do sangue e na oxigenação dos tecidos; combate as infecções e mantém o equilíbrio de ferro no organismo. Deformações ósseas; enfraquecimento dos dentes. Queijo, leite, nozes, uva, cereais integrais, nabo, couve, feijão, amendoim. Fósforo P Atua na formação de ossos e dentes; indispensável para o sistema nervoso e o sistema muscular; junto com o cálcio e a vitamina D, combate o raquitismo. Maior probabilidade de ocorrência de fracturas; músculos atrofiados; alterações nervosas; raquitismo. Carnes, miúdos, aves, peixes, ovo, leguminosas, queijo, cereais integrais.
  27. 27. Ferro Fe Indispensável na formação do sangue; actua como veiculador do oxigénio para todo o organismo. Anemia. Fígado, rim, coração, gema de ovo, leguminosas, verduras, nozes, frutas secas, azeitona Sal mineral Função: A falta provoca: Fontes: Iodo I Faz funcionar a glândula tireóide; ativa o funcionamento cerebral; permite que os músculos armazenem oxigénio e evita que a gordura se deposite nos tecidos. Bócio; obesidade, cansaço. Agrião, alcachofra, alface, alho, cebola, cenoura, ervilha, aspargo, rabanete, tomate, peixes, frutos do mar vegetais. Cloro Cl Constitui os sucos gástricos e pancreáticos. É difícil haver carência de cloro, pois existe em quase todos os vegetais; o excesso de cloro destrói a vitamina E e reduz a produção de iodo. nabo, rabanete, espinafre, tomate, repolho.
  28. 28. Potássio K Actua associado ao sódio, regularizando as batidas do coração e o sistema muscular; contribui para a formação as células. Diminuição da actividade muscular, inclusive a do coração. Azeitona verde, ameixa seca, ervilha, figo, lentilha, espinafre, banana, laranja, tomate, carnes, vinagre de maçã. Magnésio Mg Actua na formação dos tecidos, ossos e dentes; ajuda a metabolizar os glíciodos; controla a excitabilidade neuromuscular. Provoca extrema sensibilidade ao frio e ao calor. Frutas cítricas, leguminosas, gema de ovo, salsinha, agrião, espinafre, cebola, tomate, mel. Sal mineral: Função: A falta provoca: Fontes: Sódio Na Impede o endurecimento do cálcio e do magnésio, o que pode formar cálculos biliares ou nefríticos; previne a coagulação sanguínea. Cãibras e retardamento na cicatrização de feridas. Todos os vegetais (principalmente salsão, cenoura, agrião e cebolinha verde), queijo, nozes, aveia.
  29. 29. Zinco Zn Atua no controle cerebral dos músculos; ajuda na respiração dos tecidos; participa no metabolismo das proteínas e glícidos. Diminui a produção de hormonas masculinas e favorece a diabetes. Carnes, fígado, peixe, ovo, leguminosas, nozes. Sal mineral: Função: A falta provoca: Fontes:

×