Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Usabilidade em Comunidades Geradas pelos Utilizadores

1,546 views

Published on

Esta é a apresentação do 3º Seminário de Usabilidade.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Usabilidade em Comunidades Geradas pelos Utilizadores

  1. 1. Usabilidade em Comunidades Geradas pelos Utilizadores Pedro Custódio 3º Seminário de Usabilidade 04.04.2007 Lisboa, Portugal
  2. 2. web 1.0 Informação
  3. 3. web 1.0 Utilizador = Consumidor
  4. 4. web 1.0
  5. 5. web 2.0 Utilizador
  6. 6. web 2.0 Utilizador = Consumidor + Produtor
  7. 7. web 2.0
  8. 8. web 2.0 web Social “ The Social Web refers to an open global distributed data sharing network similar to today's World Wide Web, except instead of linking documents, the Social Web will link people, organizations, and concepts. ”
  9. 9. web Social Utilizador = Consumidor + Produtor + Editor
  10. 10. web Social Utilizador = Centro do Universo
  11. 11. Comunidades comunidade, s.f. qualidade do que é comum; participação em comum; comunhão; conjunto de pessoas que não são de sua propriedade pessoal; lugar onde vivem estas pessoas; totalidade dos cidadãos de um país; o Estado.
  12. 12. Comunidades Informação Comunidade Virtual Interacção entre Utilizadores Espaço Virtual
  13. 13. Comunidades Múltiplas Profissional dimensões de uma comunidade: Geográfica Psicológica Identidade .... Objectivos
  14. 14. Comunidades Todas as Comunidades têm um tema! por base Flickr: fotos / ThreadLess: t-shirts / Twitter: comunicação / Wordpress: blogs / Last.FM: música / Del.icio.us: bookmarks / ...
  15. 15. Comunidades Processo de constituição de um membro: Visitante > Convidado > Consumidor > Membro Efectivo
  16. 16. Comunidades Podemos classificar as comunidades em 3 tipos distintos...
  17. 17. Comunidades Comunidades de fraca interacção social comunidades que requerem pouca ou nenhuma actividade por parte dos seus membros.
  18. 18. Comunidades Comunidades em torno de “produtos” comunidades centradas em produtos ou conteúdos que vão sendo "aumentados" através da componente social e que normalmente requerem uma maior interacção social entre os seus membros
  19. 19. Comunidades Comunidades altamente colaborativas comunidades centradas em sistemas ou provenientes de grupos reais pré-existentes
  20. 20. Melhor Usabilidade significa Melhor Comunidade ?
  21. 21. SiM
  22. 22. como?
  23. 23. Não basta desenhar interfaces centradas no utilizador...
  24. 24. é preciso desenhar interfaces centradas na comunidade (ICC) também!
  25. 25. Funcionalidades orientadas aos utilizadores mais avançados...
  26. 26. ... (tipicamente) afastam membros menos experientes de uma comunidade!
  27. 27. Gráfco do livro de Alan Cooper’s: “About Face 2.0”
  28. 28. Gráfco do livro de Alan Cooper’s: “About Face 2.0”
  29. 29. Gráfco do livro de Alan Cooper’s: “About Face 2.0”
  30. 30. Comunidades Uma comunidade de sucesso implica (entre muitos outros factores) que a mesma: • permita e fomente a personalização; • incentive a partilha e participação; • facilite a produção de informação / conteúdo; • se baseie numa plataforma evolutiva; • propicie interacções (ditas) sociais;
  31. 31. Personalização Através da personalização, podemos fomentar a livre expressão dos membros de uma comunidade
  32. 32. Personalização O PERFIL de cada utilizador é a sua identidade virtual, um agregador da sua personalidade e capacidades. É a ponte entre o indivíduo virtual e o indivíduo real.
  33. 33. Personalização
  34. 34. Personalização
  35. 35. Personalização
  36. 36. Personalização Avatars
  37. 37. Personalização
  38. 38. Personalização
  39. 39. Partilha e Participação Espaços dedicados à participação: comentários, fóruns, chats, grupos ou até mesmo blogs ajudam a aumentar o sentimento de integração e de valor dentro da comunidade
  40. 40. Partiha e Participação
  41. 41. Partiha e Participação
  42. 42. Partiha e Participação
  43. 43. Design Conversacional Desenho de aplicações/ sistemas que não só permitem como fomentam a conversação entre utilizadores
  44. 44. Design Conversacional O diálogo flui dentro das comunidades, muito embora a plataforma que a suporta faculte os mecanismos, o diálogo não é controlado pelo sistema!
  45. 45. Design Conversacional
  46. 46. Design Conversacional
  47. 47. Design Conversacional
  48. 48. Design Conversacional
  49. 49. Design Conversacional Incorporação de ferramentas de partilha, que fomentem a partilha de informação dentro e fora da comunidade
  50. 50. Design Conversacional
  51. 51. Design Conversacional
  52. 52. Design Conversacional
  53. 53. Design Conversacional
  54. 54. Plataforma evolutiva Auxilio à produção de conteúdos, à re-mistura de conteúdos existentes, à co-criação de conteúdos, à partilha e incorporação de conteúdos com outros serviços
  55. 55. Plataforma evolutiva API’s abertas e documentadas
  56. 56. Design Social Toda a comunidade necessita de mecanismos de interligação social entre os seus membros
  57. 57. Design Social
  58. 58. Design Social Mecanismos sociais explícitos vs implícitos
  59. 59. Design Social Contactos / Amigos A lista de amigos é o centro do novo universo! “Defino-me através dos outros” “Diz-me com quem andas dir-te-ei quem és!”
  60. 60. Design Social
  61. 61. Design Social
  62. 62. Design Social
  63. 63. Design Social
  64. 64. Design Social Mecanismos sociais explícitos vs implícitos
  65. 65. Design Social
  66. 66. Design Social
  67. 67. Design Social
  68. 68. Design Social
  69. 69. Design Social “Amigos de Amigos”
  70. 70. Design Social
  71. 71. Design Social Reputação
  72. 72. Design Social Nem todos os utilizadores são iguais!
  73. 73. Design Social VIP’s Karma Estatísticas
  74. 74. Design Social
  75. 75. Conclusões Desenhar tendo em conta as necessidades do utilizador primeiro
  76. 76. Conclusões Sistemas e aplicações desenvolvidos por peritos, mas usáveis por não peritos.
  77. 77. Conclusões Planear cuidadosamente as interacções sociais e os mecanismos que a facilitam
  78. 78. Conclusões Permitir e estimular a personalização e a produção e partilha de novos conteúdos.
  79. 79. Conclusões Sistema de retribuições e construção de reputação.
  80. 80. Conclusões Basear a comunidade sobre plataformas extensíveis logo desde o primeiro momento.
  81. 81. Perguntas?
  82. 82. Obrigado!
  83. 83. Pedro Custódio pedro.custodio@gmail.com http://blog.centopeia.com

×