Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Orientação sexual na escola! Autora: Katia Valladares 3ª Edição Editora Quartet
O LIVRO FALA SOBRE: <ul><li>A finalidade da sexualidade,Educação sexual, Orientação sexual,O porquê da orientação sexual n...
O trabalho com os pais, Sugestões de enfoques temáticos para reflexões com a turma, Material de consulta,O corpo, Sexualid...
Destaque! <ul><li>O assunto que mais se destaca e que está no auge da curiosidade de todos é as doenças venéreas ou doença...
CONCEITO As doenças venéreas são transmitidas pelo contato de um parceiro infectado com outro parceiro durante o ato sexua...
Ao perceber qualquer sintoma de DST,  o indivíduo deve imediatamente procurar um médico. Na maioria dos casos, o problema ...
Algumas doenças sexualmente transmissíveis. <ul><li>Gonorréia </li></ul><ul><li>Sífilis </li></ul><ul><li>Cancro mole </li...
<ul><li>Herpes  </li></ul><ul><li>Candidíase  </li></ul><ul><li>Tricomoníase  </li></ul><ul><li>Aids  </li></ul>Sintomas D...
SÍFILIS: ferida indolor, caroços e íngua na virilha, manchas em várias partes do corpo. CRANCO MOLE:  várias feridas dolor...
URETRITES NÃO GONOCÓCICAS: corrimento discreto ou abundante, leve ardência ao urinar. LINFOGRANULOMA VENÉREO: febre, dor m...
CONDILOMA ACUMINADO OU VERRUGAS VENÉREAS: verrugas na região genital ou anal. HERPES GENITAL: pequenas bolhas nas partes e...
CANDIDÍASE: coceira forte, corrimento de cor branca sem cheiro, dor, órgãos genitais avermelhados, ardência ao urinar. TRI...
AIDS: cansaço físico e mental; aparecimento de gânglios aumentados (ínguas) em várias partes do corpo; febre; diarréia e s...
Prevenção Vista-se sempre para, não contrair doenças sexualmente transmissíveis. Previna-se!!!
Alunas:  Gabriela Rodrigues  e  Paula Garcia .  8º Ano “B” Profº.  Paulo Sérgio C.E.B.B.S. - 2010
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Paula garcia e gabriela rodrigues.

5,822 views

Published on

  • Be the first to comment

Paula garcia e gabriela rodrigues.

  1. 1. Orientação sexual na escola! Autora: Katia Valladares 3ª Edição Editora Quartet
  2. 2. O LIVRO FALA SOBRE: <ul><li>A finalidade da sexualidade,Educação sexual, Orientação sexual,O porquê da orientação sexual na escola, Justificativa deste trabalho, A inserção da orientação sexual no currículo, Objetivos gerais, Planejamento de um programa de orientação sexual, Apostura do orientador sexual, As técnicas utilizadas, O trabalho de Orientação Sexual com os alunos, Demais profissionais e funcionários da escola... </li></ul>
  3. 3. O trabalho com os pais, Sugestões de enfoques temáticos para reflexões com a turma, Material de consulta,O corpo, Sexualidade infantil: 1- O que é puberdade? 2- Anatomia sexual 3- Ciclo mestrual 4- Fecundação 5- Gestação Problemas na gestação: 6- Parto 7- Anticoncepção 8- Doenças venéras ou doenças sexualmente transmissíveis (DST). Sexualidade do deficiente mental.
  4. 4. Destaque! <ul><li>O assunto que mais se destaca e que está no auge da curiosidade de todos é as doenças venéreas ou doenças sexualmente transmissíveis, ou seja, o DST. </li></ul>
  5. 5. CONCEITO As doenças venéreas são transmitidas pelo contato de um parceiro infectado com outro parceiro durante o ato sexual. Podem ser transmitidas pelos órgãos genitais, ânus, boca e garganta. Os germes das DST não são transmissíveis por uso de maçanetas, assentos de coletivos, roupas, piscinas e copos. Qualquer pessoa pode contrair estas doenças, e, por isso, merece toda a nossa atenção. A maioria delas são fáceis de serem curadas, desde que se procure tratamento médico logo no início. Muitas pessoas têm vergonha de procurar um médico ao contrair uma doença sexualmente transmissível e acaba pedindo conselho a pessoas não habilitadas, o que dificulta a cura.
  6. 6. Ao perceber qualquer sintoma de DST, o indivíduo deve imediatamente procurar um médico. Na maioria dos casos, o problema rapidamente pode ser tratado, evitando-se também o contágio de outras pessoas.
  7. 7. Algumas doenças sexualmente transmissíveis. <ul><li>Gonorréia </li></ul><ul><li>Sífilis </li></ul><ul><li>Cancro mole </li></ul><ul><li>Uretrites não gocócicas </li></ul><ul><li>Linfogranuloma venéreo </li></ul><ul><li>Condiloma acuminado ou verrugas venéreas </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Herpes </li></ul><ul><li>Candidíase </li></ul><ul><li>Tricomoníase </li></ul><ul><li>Aids </li></ul>Sintomas DST. GONORRÉIA: ardência ou formigamento ao urinar, corrimento de cor amarelada, esverdeada, ou com sangue, gotas de pus.
  9. 9. SÍFILIS: ferida indolor, caroços e íngua na virilha, manchas em várias partes do corpo. CRANCO MOLE: várias feridas dolorosas, com pus nos órgãos sexuais, dor, íngua, caroços na virilha que podem soltar pus. Na mulher: corrimento, dores ao urinar, evacuar e na relação sexual.
  10. 10. URETRITES NÃO GONOCÓCICAS: corrimento discreto ou abundante, leve ardência ao urinar. LINFOGRANULOMA VENÉREO: febre, dor muscular, caroços aumentados na virilha com saída de pus, pequena ferida nos órgãos sexuais.
  11. 11. CONDILOMA ACUMINADO OU VERRUGAS VENÉREAS: verrugas na região genital ou anal. HERPES GENITAL: pequenas bolhas nas partes externas dos órgãos sexuais, ardência e coceira.
  12. 12. CANDIDÍASE: coceira forte, corrimento de cor branca sem cheiro, dor, órgãos genitais avermelhados, ardência ao urinar. TRICOMONÍASE: corrimento amarelado com mau cheiro, coceira, dor durante o ato sexual, ardência ao urinar.
  13. 13. AIDS: cansaço físico e mental; aparecimento de gânglios aumentados (ínguas) em várias partes do corpo; febre; diarréia e suor noturno de meses de duração sem causa identificável; emagrecimento de aproximadamente 7 kg sem explicações; manchas roxas ou rosadas na pele.
  14. 14. Prevenção Vista-se sempre para, não contrair doenças sexualmente transmissíveis. Previna-se!!!
  15. 15. Alunas: Gabriela Rodrigues e Paula Garcia . 8º Ano “B” Profº. Paulo Sérgio C.E.B.B.S. - 2010

×