Transcrição da Entrevista

11,554 views

Published on

Tema: estudo de caso sobre as representações de professores do ensino básico/secundário que sejam amigos pessoais dos estudantes do MCEM

Entrevista
- Objectivos: dar resposta a 3 questões de investigação:

1) O que pensam esses professores sobre as redes sociais a exemplo do Facebook, Myspace, Twitter, etc?
2) Como é que vêm a sua (hipotética/real) participação numa rede social?
3) Que expectativas têm sobre o seu uso no ensino?

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
11,554
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
62
Actions
Shares
0
Downloads
55
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcrição da Entrevista

  1. 1. Métodos de recolha de dados - os dados em investigação educacional: realização de entrevistas no terreno MCEM 2009 Metodologias de Investigação em Educação Métodos de recolha de dados - os dados em investigação educacional: realização de entrevistas no terreno - Paula Simões Tema: estudo de caso sobre as representações de professores do ensino básico/secundário que sejam amigos pessoais dos estudantes do MCEM Entrevista - Objectivos: dar resposta a 3 questões de investigação: 1) O que pensam esses professores sobre as redes sociais a exemplo do Facebook, Myspace, Twitter, etc? 2) Como é que vêm a sua (hipotética/real) participação numa rede social? 3) Que expectativas têm sobre o seu uso no ensino? Depois de ter sido marcada a entrevista em termos de momento e de espaço, e de se ter feito a apresentação breve do projecto, não esquecendo de solicitar a gravação da entrevista e de possíveis citações futuras da conversa, garantindo o anonimato, ou seja, de legitimar a entrevista, passou-se à sua realização que se transcreve em baixo. Esta transcrição pode ser ouvida em: http://paulasimoes0910.podOmatic.com MCEM 2009 1 Metodologias de Investigação em Educação
  2. 2. Métodos de recolha de dados - os dados em investigação educacional: realização de entrevistas no terreno Entrevistadora - Ora bem, como já tínhamos conversado até agora, já sabes que isto é confidencial, os dados são confidenciais, é para um trabalho de mestrado, acho que podemos começar a fazer as perguntas propriamente ditas. Portanto, vais-me dizer 1º a tua idade Entrevistado - Tenho 39 anos Entrevistadora - As habilitações literárias? Entrevistado - sou licenciado Entrevistadora - Disciplina que leccionas? Entrevistado - Neste momento lecciono TIC Entrevistadora - E tempo de serviço, anos de serviço? Entrevistado - Estou a leccionar há 10 anos. Entrevistadora - ok…tens algum cargo de coordenação? Entrevistado - Neste momento não Entrevistadora - ok…agora diz-me uma coisa, ao longo da tua formação adquiriste conhecimentos na área das Novas tecnologias? Entrevistado - Sim, obrigatoriamente não é? Estando a leccionar a disciplina que lecciono e além disso sou autodidacta Entrevistadora - Exacto…Utilizas…pronto, eu sei que és professor de TIC, claro que usas as novas tecnologias, em contexto de sala de aula, mas que tipo de recursos é que utilizas com mais frequência? Entrevistado - É assim, ao nível de recursos, além de software que é obrigatório, a parte de hardware, trabalho com os computadores, na minha disciplina é obrigatório…computadores, pronto…trabalho com o projector de vídeo, trabalho com os quadros interactivos Entrevistadora - Exacto… Entrevistado - e essencialmente, a nível de hardware é com isso que eu trabalho Entrevistadora - Qual achas que poderá ser o objectivo de aproveitares os recursos que a escola tem para fazeres os trabalhos das TIC? Podias só usar o computador, não é? Tentas aproveitar por exemplo os quadros que é uma aquisição mais recente Entrevistado - sim sim…parece que não, torna-se a aula mais interessante para os alunos…eles conseguem participar muito mais Entrevistadora - Exacto… Entrevistado - essencialmente é isso Entrevistadora - Diz-me uma coisa, das redes sociais que existem, quais são aquelas que tu conheces? Entrevistado - As que conheço? Porque estou inscrito nelas, obrigatoriamente que as conheço, o hi5, conheço o facebook, o twitter, o Messenger, isso toda a gente conhece, essencialmente são com estas que eu trabalho, quando trabalho com os meus alunos Entrevistadora - Já me disseste que estavas inscrito, qual é que achas, na tua opinião que é o principal objectivo de cada uma dessas redes sociais que indicaste? Entrevistado - é assim, tem várias vertentes, tem a parte essencial fora do contexto educativo que é a socialização, que também no contexto educativo existe, e tem a parte lúdica que eu acho também que é importante e no meu MCEM 2009 2 Metodologias de Investigação em Educação
  3. 3. Métodos de recolha de dados - os dados em investigação educacional: realização de entrevistas no terreno caso uso-a fora mesmo do horário de aulas para a parte lúdica, e acho que é uma benesse Entrevistadora - Exacto. Portanto, já me disseste que estavas inscrito em algumas redes sociais, exactamente e já referiste de certa forma algumas actividades…que actividades é que desenvolves nessas redes? Entrevistado - Além de divulgação de vários trabalhos que a gente faz, de partilha de trabalhos e de ideias que a gente vai tendo entre nós…o que é que eu posso dizer mais? Entrevistadora - Por exemplo, sei que nessas redes, geralmente há aquela lista de amigos… Entrevistado - Sim, nós também temos, temos grupos feitos, com as várias turmas, entre alunos, onde, além da parte social que também temos, temos também a parte de trabalho que a gente usa Entrevistadora - Qual é a frequência de utilização das redes? Das redes que utilizas? Entrevistado - é diária…obrigatoriamente é diária Entrevistadora - Claro, acabaste de o referir, exactamente..Na tua opinião, ainda falando das redes sociais, que ao fim e ao cabo são o tema central desta nossa entrevista, quais é que achas que são ou que poderão ser as implicações que essas redes têm, por exemplo em termos pedagógicos? Entrevistado - É assim, eu acho que é uma benesse, muito grande, a interacção que existe entre nós, neste nós, com os alunos, entre os vários alunos e eu, que neste caso sou o professor, conseguimos cativar muito mais os alunos do que os métodos mais antigos que continuam na mesma a ser imprescindíveis, não se põe de parte, mas portanto há uma interacção muito maior entre nós todos e trabalha-se, graças a Deus trabalha-se muito mais. Entrevistadora - Por exemplo, em relação aos outros colegas de escola, qual é que achas, se podermos falar em termos de comparação, portanto, o trabalho que tu referes que fazes com os alunos, e aquilo que eventualmente tu sabes, ou que os alunos eventualmente te digam, a comparação desse mesmo trabalho dos alunos com os outros professores ao nível das redes sociais Entrevistado - É assim, infelizmente não é muito, com os outros professores, quer dizer, há professores também se calhar da minha idade ou mais novos, que cada vez mais interagem com estas tecnologias Entrevistadora - Exacto… Entrevistado - Infelizmente os professores mais velhos, alguns são um bocado renitentes ao uso disto, mas obrigatoriamente vão ter que usar, porque o futuro é isto e é com isto que trabalhamos todos os dias Entrevistadora - Exactamente. Embora de certa forma tenhas referido, mas por exemplo, em termos de implicações interpessoais? Por exemplo, acabaste de referir, as diferentes faixas etárias. De que forma é que as redes sociais podem beneficiar por exemplo as relações interpessoais? Entrevistado - Eu acho que em muito não é? Aproximação, que pode haver entre as pessoas e o à vontade que às vezes não se tem noutras maneiras e aqui consegue-se ter muito mais à vontade Entrevistadora - Exacto Entrevistado - E a interacção é muito maior. MCEM 2009 3 Metodologias de Investigação em Educação
  4. 4. Métodos de recolha de dados - os dados em investigação educacional: realização de entrevistas no terreno Entrevistadora - E por exemplo em termos familiares? Que implicações é que estas redes, ou que benefícios é que estas redes podem trazer em termos de relações familiares? Entrevistado - É assim, eu acho que até bastantes, porque muitas vez, como eu disse há bocadinho não se consegue ter relações, não, a nível pessoal não existe tanto, a nível familiar é diferente, mas consegue-se ter uma interacção muito maior e um convívio muito mais assíduo digamos, do que se não existisse isso. Às vezes é muito mais impessoal estar a falar ao telemóvel com um familiar. Aqui é tudo online, é tudo in loco, é rápido Entrevistadora - Exacto Entrevistado - E prático Entrevistadora - Achas que, por exemplo, o facto de muitos jovens utilizarem as redes sociais, eventualmente outro familiar, isso pode aproximar por exemplo pais e filhos? Entrevistado - Pode bastante claro, sem dúvida alguma. É como eu digo, às vezes, estar frente a frente é completamente diferente e é muito mais…não se está tão á vontade. Assim é um refúgio e é muito mais fácil. Entrevistadora - Consideras que as redes sociais podem ser utilizadas em contexto educativo? Entrevistado - Obrigatoriamente… Entrevistadora - Sim, já o conferiste… Entrevistado - É o que eu faço todos os dias Entrevistadora - exactamente. Também já referiste possíveis utilizações, de uma forma resumida, portanto Entrevistado - exactamente, claro Entrevistadora - referiste então que utilizações? Entrevistado - a nível de…nós temos grupos de trabalho já feitos Entrevistadora - exactamente Entrevistado - Fazemos partilhas de trabalhos, aliás, conseguimos fazer trabalhos em grupo, sem estarmos presencialmente, sem estarmos presentes, através das redes sociais. E a divulgação de alguns trabalhos que a gente faz, consegue fazê-los e divulgá-los através das redes sociais. A divulgação é muito mais instantânea Entrevistadora - Portanto, então consideras que as redes sociais podem influenciar a prática pedagógica dos professores Entrevistado - podem e não só e fazem não é? É quase uma obrigatoriedade. Se calhar ás vezes, não diria infelizmente, mas…enfim! Entrevistadora - exacto. Que possíveis vantagens, em termos de aprendizagem, não é? Que possíveis vantagens, apesar de já se terem referido algumas, podem existir para os alunos, a utilização das redes sociais no ensino? Entrevistado - Olha, essencialmente a cativação, pronto, que se dá aos miúdos, eles estarem muito mais presentes e muito mais … interagirem muito mais, porque se for pelo métodos…às vezes os métodos antigos, são mais…criam mais tédio nos alunos. Neste caso,m como eles gostam das novas tecnologias Entrevistadora - sim.. Entrevistado - E hoje em dia todos os miúdos trabalham com isso, portanto cativa-os muito mais e eles conseguirem juntar as duas coisas Entrevistadora -exacto MCEM 2009 4 Metodologias de Investigação em Educação
  5. 5. Métodos de recolha de dados - os dados em investigação educacional: realização de entrevistas no terreno Entrevistado - Digamos que o útil ao agradável. Isso para mim é uma grande vantagem. Eles estarem a trabalhar num computador e conseguirem estar a trabalhar ao mesmo tempo. Entrevistadora - Claro…claro…claro…Será que me consegues, no meio desta utilização toda que me referiste, por parte, embora de poucos mas de alguns professores, por parte dos alunos, referiste realmente muitas vantagens. Será que me consegues encontrar duas desvantagens para a utilização das redes sociais no ensino? Entrevistado - Ora bem, desvantagens não é muito fácil, mas existem. Uma delas poderá ser digamos a distracção, a distracção dos alunos…com o vício que têm de …das redes sociais, não só na parte educativa, mas também na parte social deles Entrevistadora - exacto Entrevistado - e conseguirem estar e abstrair-se um bocado da parte lúdica e dedicarem-me mais à parte social, e ao convívio com os amigos e etc, não é?. A nível de pessoas mais…a nível de colegas de trabalho, de professores, não é? não é tão fácil descobrir desvantagens, eu acho que eles só têm vantagens Entrevistadora - exacto Entrevistado - É mais difícil terem desvantagens Entrevistadora - Será que pode acontecer, portanto este desenvolvimento, relativamente rápido que tem sido estas Entrevistado - bastante Entrevistadora - relativamente…bastante rápido, exacto, que tem sido a evolução ao nível das redes sociais…será que, aqueles professores …ou o que é que tu achas acerca da situação, do facto de aqueles professores que têm…que têm mais aversão à informática, à utilização das novas tecnologias à evolução… Entrevistado - têm que se adaptar…têm que se adaptar, não há hipótese…não há hipótese porque a evolução é isto, e o futuro é isto e há-de ser muito mais que isto e prontos tem a…aquela situação das pessoas com mais idade, mais cedo se reformam e mais cedo se calhar não vão apanhar esta situação, e a entrada de novos professores, que já vêm habituados a isto, Entrevistadora - exacto Entrevistado - mas é assim, os que ficam cá têm que se adaptar, não têm outra maneira, porque o futuro é isto Entrevistadora - exacto…portanto então, achas que o futuro---vês o futuro a este nível com bons olhos Entrevistado - sim, sim, sem dúvida…sem dúvida alguma mesmo. Entrevistadora - Não sei se tens alguma coisa que queiras acrescentar…ou algum conselho a dar …alguma… Entrevistado - eu… Entrevistadora - alguma experiência a contar Entrevistado - o meu conselho é sempre o mesmo, que dou aos meus alunos e que dou às pessoas que eu conheço. É assim Acompanhem…acompanhem a evolução que é importante e..neste contexto, que estamos a falar das redes sociais é importante não exagerar em algumas situações mas sempre que é prático e no caso dos professores é muito prático na parte lúdica e alias, como eu uso e só tenho vantagens, só tenho tirado dividendos disto, Entrevistadora - exacto MCEM 2009 5 Metodologias de Investigação em Educação
  6. 6. Métodos de recolha de dados - os dados em investigação educacional: realização de entrevistas no terreno Entrevistado - pronto e acho que aconselho toda a gente a usar, com…com o devido.. Entrevistadora - com o devido equilíbrio talvez Entrevistado - com medida, com…sem exageros, acho que é importante Entrevistadora - ok, pronto olha…mais uma vez queria te agradecer o facto de te teres disponibilizado a fazer esta entrevista, Entrevistado - não tem problema Entrevistadora - vais ser útil, no meu trabalho… Entrevistado - ok, não tem problema Entrevistadora - de mestrado Entrevistado - não tem problema nenhum Entrevistadora - e…pronto… Entrevistado - sempre disponível Entrevistadora - ok…e obrigada Entrevistado - de nada MCEM 2009 6 Metodologias de Investigação em Educação

×