Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Fase apresentação

3,493 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Fase apresentação

  1. 1. Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em EducaçãoINTERAD: uma Metodologia para etodologiaDesenvolvimento de Interface paraMateriais Educacionais Digitais onaisQuinta FaseApresentaçãoAluna:Paula Caroline S. Jardim PassosOrientadora:Profa. Dra. Patricia Alejandra Behar ndraDezembro/2010
  2. 2. QuintaFase ApresentaçãoMesmo que se pense na parte visual do projeto como principalmenteestética, essa fase envolve também: estratégia de comunicação,legibilidade, usabilidade e funcionalidade. Esses aspectos irãoinfluenciar na identificação do aluno com o assunto tratado, bemcomo na sua interação com o material e apropriação dos conteúdos. Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  3. 3. 23. Identidade de marca A identidade é a expressão visual e verbal da marca; dá apoio, expressão, comunicação, sintetiza e visualiza a marca. Os melhores sistemas de marca são memoráveis, autênticos, significativos, diferenciados, sustentáveis, flexíveis e agregam valor. Tem reconhecimento imediato, sejam quais forem as culturas e costumes. (WHEELER, 2008) Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  4. 4. “ Metodologia de Alina Wheler O processo é definido por fases distintas com pontos lógicos de início e finalização, o que facilita as tomadas de decisão nos intervalos apropriados... quando feito corretamente, pode produzir resultados extraordinários. Alina Wheeler, 2008 Design de Identidade da Marca Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  5. 5. Metodologia deAlina Wheeler 1: condução da 2: classificação 3: Design da 4: criação de 5: Gestão de pesquisa da estratégia identidade pontos de ativos contato Tornar claro: visão, Sintetizar o que for Vizualizar o futuro. Finalizar o design da Construir sinergia ao estratégia, metas e aprendido. Brainstorm da grande identidade. redor da nova marca. valores. Classificar a idéia. Desenvolver a Desenvolver Pesquisar as estratégia. Explorar as aprarênca e o estratégia e o plano necessidades dos Estabelecer um aplicações. sentido. de lançamento. stakeholders. posicionamento. Finalizar a Começar a proteção Lançar primeiro esntrevistar a Co-criar atributos arquitetura. da marca registrada. internamente. gerência chave. Escrever um resumo Apresentar a Priorizar a fazer Lançar Analisar as marcas (brief). estratégia visual. o design das externamente. e arquiteturas de Obter aprovação. Obter aprovação. aplicações. Desenvolver marcas existentes. Fazer o design do diretrizes de Escrever um resumo Apresentar relatórios. criativo. programa. padornização e Aplicar a arquitetura normatização. da marca. Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  6. 6. !Escolhas conscientesÉ inevitável que o usuário crie alguma impressão sobrea instituição ao interagir com as páginas. O que se podeescolher é se essa impressão será acidental ou o resultado deescolhas conscientes.A identidade de marca não deve ser preocupação apenaspara entidades comerciais, mas que qualquer organizaçãoque possua um web site, de fundações sem-fins-lucrativos àórgãos do governo. (GARRETT, 2003) Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  7. 7. Grafite = carvão (primeiras escritas) Necessidade intríncica que o homem tem de se comunicar o lápis é grande pois a www potencializa as práticasIdentidade através da formabonequinhos são usados emvárias aplicações que se utilizamda web 2.0 Colaboração Cores presentes na bandeira nacional e que caracterizam a ferramenta da Universidade Federal Castells (2003) diz que o desenho gráfico pode ser uma ponte que ligaria pessoas de diferentes paises, culturas, classes grupos étnicos, gêneros e posições de poder, pontes de significado que atuariam Escrita pixelada própria na reconstrução social. do ambiente binário Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  8. 8. 24. Design visual A etapa de design visual finaliza o projeto de interface. Nesse momento, elementos gráficos da página, bem como os textos e os componentes de navegação são tratados conforme princípios de design gráfico. Consideram-se, questões que envolvem o agrupamento dos elementos; o equilíbrio, o contraste e uniformidade da composição; as cores e a tipografia adequada (GARRETT, 2003). Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  9. 9. !CredibilidadeNielsen (2000) considera como um dos objetivosprincipais do design de uma página web estabelecercredibilidade através de uma boa aparência. Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  10. 10. !EstratégiaEm lugar de avaliar o design visual apenas em termosde estética, deve-se atentar para quão bem o sistematrabalha. Deve-se considerar se a aparência reforçaa estrutura proposta, fazendo distinção clara dosconteúdos e tornando as opções de ações visivelmentedisponíveis ao usuário.O design visual pode ser visto, ainda, como umaestratégia, pois comunica a identidade da marca esua personalidade através dos elementos gráficosselecionados. (GARRETT, 2003). Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  11. 11. !Objetivos pedagógicos e necessidades do alunoEm termos de educação, o design visual deve refletir osobjetivos pedagógicos e as necessidades do aluno. Deve,também, considerar o perfil da instituição e a expectativados solicitantes do material. Deve, ainda, explicitar asdefinições de cada fase do projeto, com a estrutura denavegação definida e a hierarquia de relevância dosconteúdos. Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  12. 12. 25. Avaliação Pressman (2002) propõe que na etapa de avaliação o aplicativo seja revisado pelo solicitante para que se observem as mudanças necessárias sejam feitos acréscimos ao escopo. Nesse momento, se recomeça a construção do aplicativo observando uma nova rota. Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED
  13. 13. ReferênciasAMANTE, L.; MORGADO, L. Metodologia de Concepção NIELSEN, J. Ten Usability Heuristics. 2005. Disponívele Desenvolvimento de Aplicações Educativas: o caso em: <http://www.useit.com/papers/heuristic/heuristic_dos materiais hipermedia. In: Discursos, II Série, n list.html>. Acesso em dezembro de 2008.especial, PP. 125-138, Universidade Aberta, 2001. PREECE, J. ROGERS, Y. SHARP, H. Design de Interação:FILATRO, A. Design Instrucional na prática. São Paulo : além da interação homem-computador. Porto Alegre:Pearson Education do Brasil. 2008. Bookman. 2005.GARRETT, J.J. The elements of user experience: user PRESSMAN, R. S. Ingeniería del Software: Un enfoquecentered design for the web. New York/Berkeley: Aiga/ prático. Madrid: Concepción Fernández Madrid. 2002Nex Riders, 2003. TAROUCO, L.; FABRE, M.; TAMUSIUNAS, F. ReusabilidadeMEMÓRIA, F. Design para a Internet: projetando a de objetos educacionais. Acesso em janeiro de 2010,experiência perfeita. Rio de Janeiro : Elsevier, 2005. disponível em: http://www.cinted.ufrgs.br/renote/ fev2003/artigos/marie_reusabilidade.pdfNIELSEN, J. Projetando websites. Rio de Janeiro :Campus. 2000. WHEELER, A. Design de identidade de marca. Porto Alegre: Bookman, 2008NIELSEN, J; LORANGER, H. Usabilidade na Web. Rio deJaneiro: Elsevier, 2007. Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação - NUTED

×