Qualificação

909 views

Published on

Apresentação para a banca de qualificação no dia 24/08/2010.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
909
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Qualificação

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E GESTÃO DA INFORMAÇÃO (DECIGI) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA, GESTÃO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (PPCGI) Mestranda: Paula Carina de Araújo Orientador: Profº. Dr. Newton Corrêa de Castilho Jr. AS CONTRIBUIÇÕES DA GESTÃO DA INFORMAÇÃO PARA A ETAPA DE COLETA DO PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA
  2. 2. Conceito Inteligência competitiva (IC) é um processo sistemático e ético, ininterruptamente avaliado, de identificação, coleta, tratamento, análise e disseminação da informação estratégica para a organização, viabilizando seu uso no processo decisório. (GOMES E BRAGA, 2004) IC também envolve a capacidade de desenvolver uma compreensão das estratégias e das mentalidades dos principais concorrentes. (TYSON, 1998) CONTEXTUALIZAÇÃO DA PESQUISA
  3. 3. FIGURA 1 – O CICLO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA FONTE: Bose (2008, p. 513) tradução nossa.. CONTEXTUALIZAÇÃO DA PESQUISA Planejamen to e Direção ColetaAvaliação Disseminaç ão Análise
  4. 4. IC proporciona: gerenciar mudanças; conhecer o concorrente; tornar a organização dinâmica; antecipar ações; reagir diante das ameaças; diminuir incertezas. CONTEXTUALIZAÇÃO DA PESQUISA
  5. 5. Conceito Gestão da informação (GI) é um conjunto de seis processos distintos, mas inter- relacionados: identificação de necessidades de informação, aquisição de informação, organização e armazenamento de informação; desenvolvimento de produtos e serviços informacionais; distribuição e uso da informação. (CHOO, 2002) CONTEXTUALIZAÇÃO DA PESQUISA
  6. 6. CONTEXTUALIZAÇÃO DA PESQUISA FIGURA 2 – CICLO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO FONTE: Choo (2002, p. 24). Aquisição de informação Necessidades de informação Organização e armazenamento Uso da informação Comportamento adaptativo Disseminação da informação Produtos/ serviços de informação
  7. 7. GI representa: potencialização dos recursos informacionais fator de apoio à decisão; fator de produção; fator de sinergia; fator de comportamento. CONTEXTUALIZAÇÃO DA PESQUISA
  8. 8. INFORMAÇÃO IC GI CONTEXTUALIZAÇÃO DA PESQUISA
  9. 9. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROBLEMA Coleta Seleção de fontes Obtenção Validação Estruturação Tratamento Armazenamento Disseminação GI
  10. 10. PERGUNTA DE PESQUISA Como a GI pode contribuir para a etapa de coleta do processo de inteligência competitiva?
  11. 11. OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Investigar e caracterizar como a GI pode contribuir para a etapa de coleta do processo de IC.
  12. 12. OBJETIVOS OBJETIVOS ESPECÍFICOS Informar, por meio da literatura, os conceitos e o desenvolvimento da IC e da GI; Descrever como acontece a etapa de coleta do processo de IC nos casos a serem estudados; Discutir a aplicação da GI à etapa de coleta do processo de IC;
  13. 13. OBJETIVOS OBJETIVOS ESPECÍFICOS Identificar as contribuições do uso da GI para etapa de coleta do processo de IC; Sugerir melhorias para a estruturação da etapa de coleta do processo de IC a partir da GI.
  14. 14. JUSTIFICATIVA Buscar interdisciplinaridade Coleta Etapa crucial do processo; Contribuir para o avanço do conhecimento acadêmico da área Inquietação da autora
  15. 15. REFERENCIAL TEÓRICO IC COLET A GI FIGURA 3 – REPRESENTAÇÃO DO REFERENCIAL TEÓRICO FONTE: A AUTORA
  16. 16. PERSPECTIVAS DE CONTRIBUIÇÕES DA GI PARA A ETAPA DE COLETA DO PROCESSO DE IC Conexão natural entre GI e IC; GI é base de amparo do processo de IC e: Atribui maior confiabilidade às fontes de informação; Precisão na obtenção da informação; Auxilia para a melhor organização da informação; Possibilita a recuperação de informações; Torna o processo mais ágil;
  17. 17. Fases da etapa de coleta Fluxo da etapa de coleta Contribuições da GI Contribuição da GI em cada fase FIGURA 4 – ETAPA DE COLETA DO PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA FONTE: A AUTORA Armazenamento Análise das solicitações Seleção e mapeamento das Fontes de Informação Obtenção e Monitoramento Validação Estruturação e Formatação Tratamento (catalogação, classificação e indexação) Descarte Entrega para o analista Confiabilidade para as informações; Organização e classificação das fontes. Precisão na busca e obtenção; Seleção de ferramentas de monitoramento Confiabilidade para as informações. Normas de estruturação e formatação de documentos; Padrões de descrição física e temática da informação; Armazenamento e recuperação da informação Recuperação e segurança da informação; Políticas de informação; Política de informação; Segurança da informação; PERSPECTIVAS DE CONTRIBUIÇÕES DA GI PARA A ETAPA DE COLETA DO PROCESSO DE IC
  18. 18. TRAJETÓRIA METODOLÓGICA Pesquisa Qualitativa Exploratória e descritiva Estudo de caso múltiplo População Empresas de consultoria em IC filiadas à Associação Brasileira de Analistas de Inteligência Competitiva (ABRAIC) Amostra Três empresas de consultoria em IC, filiadas à ABRAIC, que atuam na Região Sul do Brasil
  19. 19. TRAJETÓRIA METODOLÓGICA Técnicas de coleta de dados Análise de documentos Entrevista semi-estruturada Unidade de análise O processo de IC, especificamente, a etapa de coleta. Seleção dos casos ABRAIC Localização na região Sul Casos típicos
  20. 20. TRAJETÓRIA METODOLÓGICA Pesquisa bibliográfica Identificação dos assuntos para compor o referencial teórico Identificação das fontes de informação Levantamento bibliográfico Leitura dos documentos Resultados: referencial teórico e a proposta de representação da etapa de coleta.
  21. 21. TRAJETÓRIA METODOLÓGICA Estudo de caso Protocolo de estudo de caso (YIN, 2005) Análise dos documentos: rotinas do processo de IC em cada uma das empresas Entrevista Modelo de IC: caracterização do ciclo de IC utilizado pela empresa e sua operacionalização; Etapa de coleta: descrição da etapa de coleta do processo de IC Contribuições da GI para a etapa de coleta: identificação e descrição das contribuições da GI para a etapa de coleta do processo de IC.
  22. 22. REFERÊNCIAS BOSE, Ranjit. Competitive intelligence process and tools for intelligence analysis. Industrial management &data systems, v.108, n.4, p.510-527, 2008. CAPUANO, Ethel Airton et al.. Inteligência competitiva e suas conexões epistemológicas com gestão da informação e do conhecimento. Ci. Inf., Brasília, v.38, n.2, p. 19-34, maio/ago., 2009. Disponível em: http://revista.ibict.br/index.php/ciinf/article/view/1067/1320 Acesso em 10 dez. 2009. CHOO, Chun Wei. Information management for the intelligent organization: the art of scanning the environment. 3.ed. [s.l.]: ASIST, 2002. GOMES, Elizabeth; BRAGA, Fabiane. Inteligência competitiva: como transformar informação em um negócio lucrativo. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004.
  23. 23. REFERÊNCIAS QUEYRAS, Joachim; QUONIAM, Luc. Inteligência competitiva (IC). In: TARAPANOFF, Kira (Org.). Inteligência, informação e conhecimento. Brasília: IBICT; UNESCO, 2006. p. 73- 97. TYSON, Kirk. The complete guide to competitive intelligence: gathering, analyzing, and using competitive intelligence. Chicago: Kirk Tyson International, 1998. VALENTIM, Marta Lígia Pomim. Inteligência competitiva em organizações: dado, informação e conhecimento. Data Grama Zero, Rio de Janeiro, v.3., n.4, p.1-13, ago. 2002. Disponível em: http://www.dgz.org.br/ago02/F_I_art.htm Acesso em: 25 ago. 2008. YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução Daniel Grassi. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

×